REGIÃO

18/01/2012 -- 09:37

Duas mulheres são presas após tentarem "pescar" sapato em loja de Paraguaçu

Facebook
Twitter
Google +
Whatsapp
Surgerir Pauta
Comunicar Erro


Presas em flagrante por furto tentando pescar um sapato dentro de uma loja


Na madrugada desta quarta-feira (18), duas mulheres, R.C, de 40 anos e A.P.S.D, de 22 anos, foram presos em flagrante por tentativa de furto em Paraguaçu Paulista.

De acordo com o boletim de ocorrência da PM, enquanto uma das mulheres forçava o vidro de blindex da empresa, outra tentava "pescar" com um pedaço de arame, sapatos de uma loja de calçados na avenida Paraguaçu.

Com a chegada da viatura da PM, elas tentaram disfarçar mas, foram surpreendidas com um sapato da cor azul que tinha sido furtado da loja.

Elas foram encaminhas para o plantão policial onde foram ouvidas e autuadas por tentativa de furto e encaminhadas para a cadeia de Lutécia.


Sapato furtado de dentro da empresa ao lado do arame utilizado


Blindex que protegia os sapatos dentro da loja


Redação Paraguacity.com
Leia também!
TECNOLOGIA
Estudantes de Ourinhos disputam torneio internacional de robótica
Eles desenvolveram soluções tecnológicas para reduzir o impacto do lixo. Durante a prova na Espanha, o robô precisa resolver 14 problemas
INSUFICIENTE
Vacina acaba no dia 'D' de vacinação em cidades do Centro-Oeste Paulista
Estado informou que Ministério da Saúde não enviou doses suficientes. Vacinação contra gripe, incluindo H1N1, segue até dia 20 de maio
HOMICIDIO
Homem morre esfaqueado ao tentar defender a namorada em Rancharia2
Vítima, de 28 anos, chegou a ser socorrida, mas não resistiu. Crime ocorreu na noite desta sexta-feira (29), em Rancharia.
COLISÃO
Carro capota entre Assis e Echaporã para desviar de outro veículo1
O motorista foi desviar de outro veículo que saiu do posto e entrou na rodovia
ATLETISMO
Projeto Elite Tarumã participa de Corrida do Trabalhador, no dia 1º de maio
O trabalho é voluntário e incentiva a prática de esportes
SEM VÍTIMAS
CART encerra Operação Feriado Tiradentes sem vítimas fatais
Serviços de guincho e reparos foram maiores no cinco dias de folga do que o ano anterior
Acesse a versão clássica
Redecity. © 2016
Google Twitter Whatsapp Facebook