ESPORTE

16/06/2017 -- 11:00

Invencibilidade de goleiro do VOCEM está entre as maiores da história do futebol brasileiro

Um dos pontos fortes da equipe comandada pelo técnico Paulo César Santos tem sido o setor defensivo, que sofreu apenas um gol em 10 jogos

Facebook
Twitter
Google +
Whatsapp
Surgerir Pauta
Comunicar Erro

Vivendo grande fase na atual temporada, o VOCEM realiza até aqui a melhor campanha do Campeonato Paulista da Segunda Divisão 2017. Liderando o Grupo 1 com 13 pontos de vantagem em relação ao 2º colocado, o Esquadrão da Fé garantiu a classificação para à próxima fase e também o 1º lugar de sua chave com várias rodadas de antecedência.

Um dos pontos fortes da equipe comandada pelo técnico Paulo César Santos tem sido o setor defensivo, que sofreu apenas um gol em 10 jogos. Nesse sentido, o grande destaque é o goleiro Neto, que ainda não foi vazado desde que estreou pelo Esquadrão da Fé na 3ª rodada. No momento o camisa 1 mariano contabiliza 662 minutos sem ser vencido, números que o colocam em 26º lugar na lista das maiores invencibilidades do futebol brasileiro.

Curiosamente, o recorde mundial também pertence a um brasileiro. Entre 1977 e 1978, Mazaropi ficou 1.816 sem ser vazado defendendo a camisa do Vasco. Embora ainda esteja longe de atingir essa marca, Neto pode se orgulhar de estar a frente de grandes nomes como Félix e Carlos, goleiros que defenderam a seleção brasileira em Copas do Mundo.

Nascido em Tatuí, interior de São Paulo, Neto Bonini iniciou sua trajetória esportiva nas categorias de base do Internacional-RS, mas foi no futebol mineiro onde acabou se firmando como profissional, defendendo clubes como Uberlândia, Coimbra e Araxá. Entre as referências no futebol, o guarda-redes aponta nomes como Fábio (Cruzeiro), Danilo (ex-Chapecoense) e Diego Alves (Valencia-ESP). No entanto, seu grande ídolo é o pai.

Contratado pelo VOCEM em meio a atual temporada, ele se surpreendeu ao desembarcar na cidade. "O clube me chamou a atenção pela estrutura e a seriedade com que o pessoal conduz. Tinha uma boa imagem, mas foi realmente surpreendente", ressalta. Humilde, Neto faz questão de dividir os méritos com a equipe: "Primeiramente é preciso ressaltar o trabalho que o PC vem fazendo, assim como todo o grupo. A marcação começa desde o ataque antes de chegar em mim, sem contar o pessoal que fica de fora e também transmite muita energia, pensamento positivo".

Vivendo a melhor fase da carreira em Assis, o goleiro afirma que só não quer fazer do recorde pessoal uma meta acima dos objetivos coletivos. "Claro que quero ficar o máximo possível sem sofrer gols, mas não dá para focar nisso. Tenho que me concentrar em ajudar nossa equipe a buscar vitórias. Fazer desse recorde uma meta pessoal pode acabar atrapalhando meu próprio desempenho, prejudicando consequentemente meus companheiros, que estão em primeiro lugar", explica.

No próximo sábado (17/06), às 15 horas, o VOCEM viaja até José Bonifácio para enfrentar o time local no estádio Antônio Pereira Braga. Se ficar sem sofrer gols por mais uma partida, Neto ultrapassaria a marca de 752 minutos invicto, pulando para a 20ª posição do ranking. O torcedor mariano com certeza ficará na expectativa para que seu goleiro siga fazendo história!

Confira a lista com as maiores invencibilidades do futebol brasileiro:

1º Mazaropi - 1.816 minutos (Vasco - 1977/78)
2º Neneca - 1.636 minutos (Náutico - 1974)
3º Jorge Reis - 1.604 minutos (Rio Branco-ES - 1970/71)
4º Zetti - 1.238 minutos (Palmeiras - 1987)
5º Jairo - 1.132 minutos (Corinthians - 1978)
6º Emerson Conceição - 1.108 minutos (Paysandu - 2016)
7º Altevir Sales - 1.066 minutos (Atlético-PR - 1977)
8º Émerson Leão - 1.057 minutos (Palmeiras - 1973)
9º Ladel - 1.027 minutos (Operário-PR - 1980)
10º Raul Plassmann - 1.016 minutos (Cruzeiro - 1969)
11º Rogério Ceni - 988 minutos (São Paulo - 2007)
12º Juliano - 951 minutos (Guarani - 2013)
13º Acácio - 915 minutos (Vasco - 1988)
14º Diego - 864 minutos (Independente de Limeira - 2011)
15º Marcelo Grohe - 803 minutos (Grêmio - 2014)
16º Renan - 795 minutos (Internacional - 2006)
17º Neneca - 778 minutos (Guarani -1978)
18º João Leite - 773 minutos (Atlético-MG - 1978)
19º Paulo César - 756 minutos (Portuguesa - 1994)
20º Fernando Prass - 748 minutos (Vasco - 2012)
21º Marolla - 739 minutos (Atlético-PR - 1986)
22º Zé Carlos - 710 minutos (Botafogo - 1978)
23º Taffarel - 701 minutos (Internacional - 1987)
24º Waldir Peres - 694 minutos (São Paulo -1983)
25º Zetti - 683 minutos (São Paulo - 1991)
26º Neto - 662 minutos (VOCEM - 2017)
27º Zetti - 656 minutos (São Paulo - 1992)
28º Cantarelle - 630 minutos (Flamengo - 1974)
29º Carlos - 626 minutos (Ponte Preta - 1977)
30º Marolla - 617 minutos (Santos - 1982)


Neto, goleiro do VOCEM (Foto: Mauro Lima)


Assessoria Vocem/ Vitorino Neto
Leia também!
AVANÇO
Autarquia bate recorde em atendimentos a crianças e adolescentes
Já estão sendo atendidas 2.600 crianças e adolescentes em 26 modalidades esportivas
COMEMORAÇÃO
VOCEM promove Grande Noite Festiva nesta sexta-feira, 30, em Assis
O evento terá início às 20h, no salão de festas da Vila Adileta
VARZEANO
Confira os resultados da 24ª Rodada do Varzeano
Jogos foram realizados no sábado à tarde
AVALIAÇÃO
AssisCity Esporte com Carlos Perandré entrevista o Presidente da Autarquia Municipal de Esportes de Assis
1° LUGAR
Jairo Ortega é campeão em corrida de rua, em Iepê
A conquista foi no domingo
VELHO CONTINENTE
Jogador da região assina contrato com o PSV, da Holanda9
Ele tem familiares em Assis e Platina
Acesse a versão clássica
Redecity. © 2017
Google Twitter Whatsapp Facebook