21 de Novembro de 2017
17º/30º
ENTRETENIMENTO » COLUNISTAS
16/07/2017

PEDALADAS E PEDALINHOS

CRÔNICA

* Por Lucinéia Busto Benedito

Onde andará o encanto que eu via, no azul todo do céu?
Que o cinza, tomou conta, se formando como véu?
Se não for mais do que cinza, canetadas afinal, pra extrair de não sei onde, todo nosso capital?!
Pedaladas, e pedalinhos, enquanto o povo trabalha se esquecendo que tem gente, mais querendo passar navalha, abusando da inocência de quem realmente luta e batalha,
Em Brasília a história é outra, lá também se travou batalha, uns querendo tirar fora, quem agora atrapalha,
Se houve ou não intenção, se ruim, ou de coração, muita gente entrou nessa, e agora adeus Constituição...
Deturparam, esbanjaram, acabaram com a nação, que se nas mãos de índios, com certeza, melhor seria!
Pois o máximo, que ocorresse o Brasil nem sentiria. Ao contrário , hoje vemos todos numa só intenção, acabar com o veneno que injetaram na nação, essa droga que vicia, é chamada corrupção!

Divulgação
Lucinéia Busto Benedito
tem 49 anos, nascida e criada em Assis, é pedagoga e desde criança faz versos e poemas e também é compositora
+ VEJA TAMBÉM