18 de Outubro de 2017
17º/30º
NOTÍCIAS » LOCAL
11/10/2017

Cachorro abandonado após mudança avança em pedestres e motociclistas e precisa de um novo lar, em Assis

O animal é dócil, mas às vezes avança em pedestres e motociclistas que passam pela rua

Muitas vezes é comum que, após mudar-se de casa, os tutores de cães e gatos acabem não levando os animais juntamente com a mudança. Foi o que aconteceu com um cachorro na Rua da Matriz, na Vila Maria Isabel, em Assis.

De acordo com Renato dos Santos, que tem uma oficina nas proximidades, o animal está há dois meses em frente à casa aguardando a volta de seus tutores, mas também causando problemas.

"Tem mais ou menos dois meses que o pessoal mudou da casa e o cachorro fica aqui na frente. Ele não sai por nada, mesmo em dias de chuva. Ele fica sentadinho aqui na calçada, esperando que os donos voltem. O problema é que às vezes ele avança em algumas pessoas. Ele é um cachorro dócil, mas parece que ele escolhe algumas pessoas e acaba correndo atrás, seja de pedestres ou de motociclistas. Outro dia ele chegou a morder a perna de um motociclista que passou por aqui, mas acredito que pegou de raspão, porque o rapaz logo foi embora. Quando chove muito, eu coloco ele pra dentro da minha oficina, mas tenho outros cães já e eles não se dão muito bem, por isso não posso ficar com ele", afirma.

Renato coloca diariamente ração e água para o cachorro, mas ele gostaria que o animal pudesse ser adotado e encontrasse um novo lar.

"Essa casa é de aluguel, por isso sempre entra e sai gente. O que eu e os outros vizinhos gostaríamos é que ele arrume um lugar onde possa ser bem cuidado e amado, porque ele é um cachorro muito bonito. Nós inclusive já passamos remédio contra pulgas e carrapatos nele, ele engordou e está pronto para achar uma nova casa. Ficamos com dó, porque ele já foi atropelado, estava mancando, mas agora se recuperou. E o pessoal que passa até fica achando que ele é nosso, porque ele está sempre aqui na frente, mas não é. Tem gente que fica com raiva e acaba até maltratando, porque às vezes ele avança e o pessoal chuta, ameaça, diz que vai tacar pedra", salienta.

Caso alguém possa adotar o cachorro ou abrigá-lo em um lar temporário, pode entrar em contato pelos telefones (18) 99798-4133 ou (18) 98116-8205.


Cachorro fica na frente da casa esperando a volta dos donos


Ele é dócil, mas às vezes avança em pedestres e motociclistas


Renato e demais vizinhos dão água e ração diariamente para o animal


Redação AssisCity/ Fotos: Divulgação
Abaixo, usuários do Facebook que comentaram outras notícias no Assiscity
Plugin gerado com dados do Facebook com a App - Última atualização: 18/10/2017 05:10
+ VEJA TAMBÉM