18 de Dezembro de 2017
17º/30º
NOTÍCIAS » EDUCAÇÃO

Vestibular de Medicina FEMA será nesta sexta, às 14h

Concorrência é de 18 candidatos por vaga. Primeira chamada será em dezembro

Nesta sexta, dia 3 de novembro, às 14h, acontece a prova do Vestibular de Medicina da FEMA. Para a quarta turma do curso, 719 candidatos disputam 40 vagas.

A Fundação Vunesp, responsável pela organização do processo seletivo, lembra que os candidatos devem consultar o local da sala de realização das provas através do site, na área do candidato.

Outra recomendação é que os vestibulandos cheguem uma hora antes do início da prova. Eles serão avaliados em Conhecimentos Gerais, com perguntas de múltipla escolha distribuídas entre as disciplinas Matemática, Biologia, Geografia, Física, História, Química, Português e Inglês, e em Redação.

Para os familiares e acompanhantes, a FEMA mais uma vez reservou um amplo espaço para recebê-los. Haverá durante a espera palestra com a coordenação de Medicina sobre a estrutura do curso.

Os resultados e a classificação serão divulgados a partir das 15h do dia 29 de novembro, nos portais da Vunesp e da FEMA. As matrículas de primeira chamada ocorrerão em 4 e 5 de dezembro.

Essa será a quarta turma de Medicina. As aulas acontecem em período integral, de segunda a sexta-feira, e o tempo total para conclusão do curso é de 12 semestres.

Mais informações sobre a graduação estão disponíveis no site. Para dúvidas sobre o vestibular, é só acessar o site da FEMA ou entrar em contato com a instituição através do telefone (18) 3302-1055 ou ainda com a Fundação Vunesp, (11) 3874-6300.

Estrutura e Metodologia

Alunos e professores contam com uma ampla estrutura dentro da instituição. O laboratório de Práticas em Ciências da Saúde Professor Doutor Ulysses Telles Guariba Netto é equipado com tecnologia de ponta, em um espaço dividido em três setores: Morfo-funcional, Simulação Realística Avançada e Habilidades.

Um dos diferenciais da graduação é a sua metodologia baseada no PBL (Problem Based Learning), na qual o estudante deve ter uma postura ativa na solução de um problema fazendo com que ele tenha uma participação mais efetiva no processo de aprendizado.

Além disso, a FEMA mantém importante acordo com a Prefeitura e a Secretaria Municipal de Saúde para que os alunos tenham contato com a rede pública. Os estudantes atuam nas unidades da Estratégia de Saúde da Família em atividades ligadas à prevenção de doenças e levantamento epidemiológico com indicadores de saúde para compreender a necessidade das
famílias.



Silvio Moura - Assessoria de Comunicação FEMA
+ VEJA TAMBÉM