23 de Abril de 2019
17º/30º
NOTÍCIAS » EDUCAÇÃO

Aluno de Maracaí cria projeto que mobiliza escolas de todo o país

Obmepeiros, como é popularmente chamada, já conta com mais de 15 mil seguidores nas redes sociais e gerencia três projetos

Renan Oliveira Proença, aluno da Escola Estadual José Gonçalves de Mendonça em Maracaí, interior de São Paulo, criou um projeto de preparação para a Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP) e conseguiu levá-lo para escolas públicas e privadas de todo o país.

Renan fundou uma organização sem fins lucrativos intitulada Grupo Obmepeiros de Educação, em 2015. Por ter sido um aluno premiado na OBMEP por vários anos seguidos, e essa ter mudado a trajetória de sua vida, ele quis retribuir criando projetos para ajudar outros alunos a terem o mesmo caminho.

Obmepeiros, como é popularmente chamada, já conta com mais de 15 mil seguidores nas redes sociais e gerencia três projetos ao todo, todos de preparação para a Olimpíada que lhe deu o nome.

A Olimpíada Brasileira Virtual de Matemática (OBMV), própria do grupo que já contou com a participação de 65 escolas de todo o Brasil, a Obmepeiros Simulados oferece simulados da Olimpíada gratuitamente e o Reforço Olímpico.

Esse último projeto foi o que mais chamou a atenção das escolas. O Reforço Olímpico tem como objetivo a criação de uma rede nacional integrada de polos para preparar alunos para a OBMEP. Ele surgiu pois, Renan havia percebido que em todo o País havia escolas que já davam aulas especiais para turmas olímpicas, porém, eram poucas e isoladas.

Quando foi lançado oficialmente em 2017, 12 escolas de quatro das cinco regiões brasileiras aderiram a ele, e, em apenas 5 semanas conseguiram grandes resultados com os quase 150 alunos participantes.

Na Diretoria de Ensino de Assis, as escolas José Gonçalves de Mendonça e Dr. Clybas Pinto Ferraz participaram.

Renan criou um material próprio para o curso, separado em 5 semanas e com foco na dissertação de questões, modelo usado na segunda fase da OBMEP. O material, simulados e outras informações dos projetos podem ser encontrados no endereço eletrônico: obmepeiros.pidtec.com.br.

No site também há um espaço para cadastrar seu e-mail e receber as notícias na sua caixa de entrada eletrônica. Segundo ele, o objetivo é conseguir, em 2018, alcançar mais de 150 escolas e 5.000 alunos em todo o País, e para o futuro, quem sabe, o Brasil inteiro.





Foto do polo na EE José Gonçalves de Mendonça em Maracaí/SP



Foto do polo na EE Professor Clybas Pinto Ferraz em Assis/SP


Divulgação
+ VEJA TAMBÉM