21 de Novembro de 2018
17º/30º
NOTÍCIAS » REGIÃO

Homem agride companheira com chutes e socos na presença de policiais e acaba preso em flagrante

Vítima relatou que autor é usuário de drogas e que faz uso de bebidas alcoólicas. Ocorrência foi atendida no Jardim Guanabara, em Presidente Prudente

Um homem, de 32 anos, foi preso e indiciado por violência doméstica, lesão corporal, injúria, ameaça, resistência, vias de fato e desacato, após agredir a própria companheira, de 29 anos, na presença de policiais militares nesta quinta-feira (12), no Jardim Guanabara, em Presidente Prudente.

A Polícia Militar foi acionada, por volta das 19h10, para atender a ocorrência de agressão entre casal. No local, os militares se depararam com a mulher, que já era conhecida da equipe devido a outros atendimentos, em frente da casa.

A vítima relatou que seu amásio é usuário de drogas e de bebidas alcoólicas, e que estava muito alterado, fazendo ameaças de morte, xingamentos e a agredindo com tapas, além de ter jogado a comida que a mulher preparava no chão.

Os militares chamaram o homem para fora da casa e orientaram as partes.

Em determinado momento, a mulher entrou na casa para pegar seus pertences e os de suas filhas, com a finalidade de irem dormir na casa de uma vizinha e registrarem o Boletim de Ocorrência na Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) nesta sexta-feira (13). No entanto, o homem entrou no imóvel e passou a chutar e dar socos na mulher, que foi jogada no chão, enquanto era xingada e ameaçada de morte.

Diante da cena, os militares entraram na casa com o objetivo de conter o agressor, mas o mesmo resistiu à prisão se debatendo e investindo contra os policiais, além de xingá-los. Segundo consta no BO, com muito custo e com uso da força física moderada, os militares conseguiram deter o homem e lhe deram voz de prisão em flagrante.

Ainda conforme o registro, o morador bateu com o nariz em um sofá e precisou ser socorrido no Pronto-socorro, onde foi medicado e liberado.

Ofensa

Os militares levaram as partes para a Delegacia Participativa de Presidente Prudente e, durante o trajeto, o homem chutou a viatura com a intenção de quebrar os seus vidros e também ofendeu os militares.

Na delegacia, o homem preferiu se manter calado e não assinou o Boletim de Ocorrência.

O delegado de plantão analisou os fatos e ratificou a voz de prisão ao homem, o qual permaneceu preso, sem direito à fiança, para ser encaminhado para a audiência de custódia.

G1/ Foto: Ilustrativa
+ VEJA TAMBÉM