28 de Março de 2020
17º/30º
NOTÍCIAS » LOCAL

Adolescente morre após levar tiro de padrasto na cabeça, em Assis

Ela estava internada na UTI do Hospital Regional e faleceu na tarde deste sábado, 25

Morreu na tarde deste sábado, 25, a jovem que foi atingida por um tiro na cabeça, em Assis.

Ana Carolina da Silva Montolezzi tinha 17 anos e estava internada na UTI do Hospital Regional de Assis, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito.

A jovem era estudante da Escola Estadual Lourdes Pereira, onde cursava o 3º ano do Ensino Médio. Nas redes sociais, a equipe da escola publicou uma nota de pesar:

"É com muito pesar que informamos o falecimento da nossa aluna Carol Montolezzi matriculada no Terceiro ano do Ensino Médio. A sua morte nos pegou de surpresa e a levou de nós repentinamente. Neste momento de dor e consternação só nos cabe pedir a Deus que ilumine e lhe de paz, e que Deus de conforto a sua família para que possam enfrentar esta imensurável dor com serenidade. A Equipe da Escola Lourdes Pereira deseja os mais sinceros pêsames aos familiares e amigos.. Descanse em PAZ, Carol" - afirma.

Além disso, familiares e amigos também publicaram mensagens de carinho e afeto.

A jovem levou um tiro de arma de fogo do padrasto, na noite desta sexta-feira, 24, no Jardim Morumbi.

O fato ocorreu por volta das 20h30, quando a Polícia Militar foi acionada via Copom para atendimento à ocorrência.

Ao chegar, os policiais constataram que o padrastro havia realizado um disparo contra a sua enteada. A bala atingiu a região da cabeça, mas o suspeito não estava no local do crime.

As viaturas saíram em busca do padrasto da vítima, conseguindo localizá-lo perto do anel viário de Cândido Mota. Ele estava dirigindo seu próprio carro, um Renault Sandero e, questionado sobre a arma de fogo, contou que havia guardado na casa do seu tio.

As equipes então foram até a residência indicada e localizaram a arma do crime, que estava escondida dentro de uma casa de cachorro.

Diante dos fatos, a ocorrência foi apresentada no Plantão Policial. O delegado determinou a elaboração da prisão em flagrante, posse ilegal de arma de fogo e também munição.

Apesar do boletim de ocorrência constar que o disparo contra a adolescente foi acidental, a reportagem ainda não conseguiu confirmar a informação. Conversando com amigos, há várias versões para o caso que só serão confirmadas após uma perícia detalhada e investigação da Polícia Civil.

O velório de Ana Carolina será realizado no Complexo Prudenciana, mas não há previsão do horário, pois o corpo ainda não foi liberado. Já o sepultamento está previsto para às 15h30 deste domingo, 26, no Cemitério Municipal de Assis.


Ana Carolina Montolezzi tinha 17 anos


Redação AssisCity/ Fotos: Redes Sociais
+ VEJA TAMBÉM