13 de Dezembro de 2018
17º/30º
NOTÍCIAS » SAÚDE

Quatro médicas cubanas deixam de atender em Paraguaçu Paulista

As unidades de saúde estão se organizando para que o atendimento à população não seja prejudicado

Quatro médicas cubanas deixaram de atender na rede municipal de saúde de Paraguaçu Paulista desde esta terça-feira (20), em decorrência de uma decisão do governo de Cuba de não participar mais do Programa Mais Médicos, rompendo o Termo de Cooperação com o Brasil. Em Assis são três médicos ao todo.

Com essa decisão, 8.468 médicos cubanos deixarão de atender no Brasil, sendo que o estado de São Paulo perderá 1.420 médicos cubanos e o município de Paraguaçu Paulista perde as quatro médicas cubanas: a doutora Heydis que atendia na Unidade de Saúde da Barra Funda VII; a doutora Maibel que atendia na Unidade de Saúde da Vila Nova III; a doutora Yairioski que atendia na Unidade de Saúde da Barra Funda I; e a doutora Yaiamara que atendia na Unidade de Saúde de Conceição de Monte Alegre e atendia também no CEM – Centro de Especialidades Médicas – no período da tarde.

A informação do Departamento de Saúde da Prefeitura de Paraguaçu Paulista é de que as unidades de saúde estão se organizando para que o atendimento à população não seja prejudicado. "Diante desta situação que nos pegou de surpresa, não só a nós como ao Brasil todo, estamos nos organizando no nosso município e planejando da melhor forma possível para que a população não seja prejudicada, ficando sem atendimento”, informa a diretora de Saúde, Cristiane Bonfim.

Neste sentido, de reorganização entre os profissionais locais para não faltar atendimento à população, a prefeita Almira Garms se diz grata aos médicos que têm se disponibilizado para cobrir a ausência das médicas cubanas. "Quero agradecer porque estamos contando com a colaboração dos nossos profissionais médicos do município neste momento e diante de uma notícia inesperada”, destaca a prefeita Almira.

Almira salienta ainda que é importante lembrar que o município não tem como substituir as médicas cubanas imediatamente, porém todas as providências por parte do Ministério da Saúde já estão sendo tomadas. "Pedimos à população paciência e calma porque estamos em contato com o Ministério, inclusive a diretora de Departamento de Saúde, Cristiane, está em São Paulo, hoje, participando de uma reunião, tratando deste assunto junto com outros secretários de Saúde e outras autoridades”, informa a prefeita.

Também a prefeita de Paraguaçu Paulista agradece as médicas cubanas pelo trabalho que desempenharam no município, conquistando a confiança e o afeto da população. "Agradeço as médicas cubanas que estiveram conosco neste período, residindo inclusive em Paraguaçu e já tão queridas pela nossa população. Desejamos a elas um bom retorno e que levem o nosso carinho”, finaliza a prefeita de Paraguaçu Paulista, Almira Garms.


As doutras Maibel Alvarez Ybargollin, Yariosky Gomez Trujillo e Heydis Cabrera Ugarte em matriciamento com a equipe da Saúde


Assessoria de Comunicação da Prefeitura
+ VEJA TAMBÉM