19 de Junho de 2019
17º/30º
NOTÍCIAS » LOCAL

Festas de Folia de Reis são comemoradas na região de Assis a partir deste domingo

O Dia dos Santos Reis recorda o momento em que os Reis Magos encontram e presenteiam o Menino Jesus recém-nascido

Desde o dia 25 de dezembro, quando é celebrado o Natal, as Companhias de Folia de Reis percorrem zonas rurais arrecadando prendas para as Festas de Folia de Reis, que serão comemoradas em Assis e região a partir do dia 6 de janeiro, domingo.

Mário Reis, idealizador do Projeto Foliões de Palmital, conta que as Festas de Reis são tradicionais na região e que algumas delas já estão com as datas marcadas.

"Geralmente as festas têm início às 9h, com uma missa, seguida do almoço, que começa a ser servido a partir das 10h. A apresentação das Bandeiras de Folia de Reis deve ter início por volta das 15h, mas a programação pode sofrer alterações de acordo com cada equipe organizadora", explica.

No dia 6, domingo, estão programadas três festas. Uma delas ocorre em Cândido Mota, na Água da Pinguela, a partir das 10h e que terá a participação das tradicionais bandeiras do Toninho Leiteiro e do Godinho. Em Maracaí o evento também ocorre na Água do Mosquito, da Dona Isabel. Já em Florínea, a Folia de Reis acontecerá no espaço do Recinto também a partir das 10h.

Em Palmital, a festa será no dia 12, na Fazenda São Joaquim, com celebração de uma missa às 9h, almoço às 10h e apresentação de bandeiras a partir das 12h, mas a festa continua até às 18h.

Participam da festa de Palmital as tradicionais bandeiras Anhumas, Faceiros e Três Ilhas.

"A Festa de Folia de Reis que acontece em Palmital já está em sua 64ª edição. Participo desta festa há 23 anos e posso dizer que é a maior do Brasil, pois recebe um público de aproximadamente 30 mil visitantes”, conta Mário.

No mesmo dia haverá também uma festa em Cruzália, na Água da Pintada.

Já no dia 19 é a vez da Água do Óleo, em Platina, receber o público para sua festa.

Mário lembra que a Folia de Reis é uma manifestação cultural, folclórica e também de caráter religioso.

"É fundamental que os jovens participem, para não deixar morrer e para que essa tradição não se perca no tempo. Em Palmital, por exemplo, é bom para a população local, pois mobiliza toda cidade, que recebe um público superior ao número de habitantes, para a arrecadação de prendas para a festa, que é gratuita. Além disso, oferece um trabalho social, pois o excedente da arrecadação é doado a entidades beneficentes”, detalha.

A arrecadação para a Folia de Reis geralmente é finalizada no dia 6, o Dia dos Santos Reis, em referência a data em que os três Reis Magos encontraram o Menino Jesus e ofereceram presentes ao recém-nascido.

"A nossa arrecadação, que percorre bairros da zona rural e também a cidade, irá até o dia 7 porque não teremos tempo de arrecadar o montante que precisamos para a festa, que é muito grande, até o dia 6. Mas o dia certo da festa é o dia 6, data em que recordamos quando os Reis Magos procuravam o Salvador, que é Jesus, e o encontraram, presenteando o menino. Assim, percorremos os sítios, cantando, arrecadando prendas e agradecendo, comemorando o nascimento de Jesus”, finalizou.


Visitas são realizadas em bairros rurais para arrecadação de prendas


Em Palmital, a festa será no dia 12, na Fazenda São Joaquim


A Folia em Cândido Mota será na Água da Pinguela neste domingo, 6




*Atualização às 13h30 do dia 3 de janeiro de 2018 para inclusão do evento de Florínea

Redação AssisCity/Fotos: Divulgação
+ VEJA TAMBÉM