18 de Setembro de 2019
17º/30º
ENTRETENIMENTO » COMPORTAMENTO

Cooktop: o modelo de fogão que alia praticidade com estilo moderno

Tendência nas cozinhas brasileiras por causa dos novos designs vindos dos Estados Unidos – onde elas são maiores –, o cooktop revolucionou as casas. Montado sobre uma estrutura fina apenas com as bocas que podem variar entre duas a cinco e sem a presença do forno, ele representa a modernidade e a tecnologia que quer superar o antigo fogão de piso.


No Brasil, porém, as vendas de cooktops estão atreladas diretamente com o tamanho das cozinhas: os designers de interiores sugerem que os fogões de piso são mais aconselhados para grandes espaços, independentemente da quantidade de bocas, como fazendas, sítios ou casas maiores. Os fogões de embutir ou os cooktops servem melhor aos projetos de cozinhas menores, como, por exemplo, de apartamentos ou kitnets.


Sem o forno e com a estrutura em linha, basicamente uma placa com as bocas, o novo modelo é, de fato, um eletrodoméstico que economiza espaço. "É possível instalá-lo em uma bancada, móvel ou nicho, sem a necessidade se preocupar em ter um espaço para um fogão completo. Fica mais fácil aproveitar melhor a parte abaixo dele, por exemplo. Isso também dá à cozinha um ar mais amplo, ideal para ambientes pequenos", comenta a designer Kátia Santana.


Há outras vantagens, porém, na novidade: uma delas é a praticidade. Colocando-o na bancada, fica mais fácil cozinhar os alimentos e preparar os pratos. Se instalado em um móvel de fácil locomoção, é ainda mais prático movê-lo do que se comparado a um fogão completo. Outra vantagem é o visual da cozinha, que ganha uma aparência moderna. "Sua composição mais simples e com menos itens de instalação permite criar um visual minimalista", diz Santana.


Hoje já é possível encontrar no mercado modelos de cooktops com aquecimento a gás ou elétrico, geralmente mais procurado por não oferecer riscos de vazamento e possuir maior velocidade de aquecimento e maior precisão na mensuração de temperatura, entre outras vantagens. Os mais modernos possuem outros dois modos de aquecimento: por radiação e por indução. No primeiro, as panelas precisam ter um fundo liso para absorver o calor. No segundo, cuja tecnologia é ainda mais avançada, as panelas são aquecidas ao entrar em contato direto com a boca do fogão.


Assim, ao invés da chama transferir o calor para a panela – como em um fogão tradicional –, um cooktop que funciona por indução ativa um campo eletromagnético entre ela especialmente desenvolvida para esse tipo de fogão e sua superfície. A transferência de calor se dá em toda a panela, por igual, através de ondas eletromagnéticas. A panela se esfria quase que imediatamente quando é retirada da zona de cocção.



Divulgação
+ VEJA TAMBÉM