19 de Julho de 2019
17º/30º
NOTÍCIAS » REGIÃO

Mulher é presa após matar homem esfaqueado dentro de bar e diz à polícia que vítima assediou filha

Crime ocorreu nesta sexta-feira (3), em Bauru. Suspeita fugiu, mas foi localizada pela PM. Ela alegou que cometeu o crime para defender filha de 13 anos

Uma mulher de 39 anos foi presa após matar um homem de 43 anos esfaqueado dentro de um bar, no bairro Júlio Nóbrega, em Bauru (SP), nesta sexta-feira (3). Segundo a Polícia Civil, ela alegou que cometeu o crime para defender a filha adolescente que teria sido assediada pela vítima.

Ainda de acordo com a polícia, o crime ocorreu durante a madrugada. O homem estava dentro do bar, quando se envolveu em uma discussão com a mulher. Ele foi ferido com um golpe de faca, não resistiu e morreu no local.

Após ouvir testemunhas, a mulher foi identificada e localizada no Núcleo Habitacional Geisel. Em depoimento na Delegacia de Investigações Gerais (DIG), alegou que esfaqueou o homem para defender a filha de 13 anos.

Ela afirmou, segundo a polícia, que estava no bar com a filha e o homem teria se insinuado para a menina e a assediado na frente da mãe.

Ela teria começado a discutir com ele para defender a filha e, durante a discussão entre os dois, tirou uma faca que estava na cintura e o agrediu. Em seguida, fugiu do local.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas apenas constatou a morte. A Polícia Científica esteve no local para realizar a perícia.

Ainda durante o depoimento, ao ser questionada sobre a faca, a mulher contou que já era de costume andar com ela na cintura, porque considerava o bairro perigoso e usava para se proteger.

Conforme a polícia, a mulher foi presa e autuada por homicídio. Ela deverá ser encaminhada para a cadeia de Pirajuí.

G1
+ VEJA TAMBÉM