19 de Julho de 2019
17º/30º
NOTÍCIAS » REGIÃO

Unesp e polícia investigam pichações com referência ao nazismo no campus de Bauru

Pichações foram encontradas por alunos em uma das paredes do banheiro da Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação (Faac). Grupo cobriu pichações com mensagens de repúdio

A Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho” (Unesp) de Bauru se mobiliza para identificar o autor de pichações com referência ao nazismo no Campus. A direção registrou um boletim de ocorrência na manhã desta sexta-feira (10) para apurar o crime junto à Polícia Civil.

As pichações foram encontradas por alunos na noite de quarta-feira (8) em uma das paredes do banheiro da Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação (Faac). Os alunos fotografaram e divulgaram o crime.

Entre as inscrições é possível encontrar o desenho da suástica e mensagens como "white power" e "morte às aberrações".

Em nota, a Unesp informou que o espaço das aulas da Faac é um local público e de acesso a todas pessoas que circulam pelo campus e que, assim que soube do caso, registrou um boletim de ocorrência.

A universidade também anunciou a criação de uma comissão que analisará as imagens das câmeras de segurança do local e aplicará, após as apurações, medidas punitivas na universidade.

Mobilização

Após a divulgação de imagens das pichações, os alunos do campus da Unesp de Bauru se mobilizaram e cobriram as inscrições com cartazes de repúdio. Também publicaram mensagens contra o ato nas redes sociais.

Ainda de acordo com a nota divulgada pela Unesp, um grupo de estudantes dos cursos de Artes e Design farão uma intervenção no local, norteada por princípios humanistas, de tolerância e direitos humanos.


Unesp e Polícia Civil investigam pichações com referência ao nazismo no campus de Bauru


Alunos colaram cartazes de manifestações em cima de pichações neonazistas na Unesp de Bauru


G1
+ VEJA TAMBÉM