24 de Agosto de 2019
17º/30º
ENTRETENIMENTO » COLUNISTAS

Governo quer acabar com o patrimônio público e a soberania nacional

Na visão do Sindicato dos Bancários de Assis e região, o governo atual não vem dando a mínima importância para as empresas públicas

Na visão do Sindicato dos Bancários de Assis e região, o governo atual não vem dando a mínima importância para as empresas públicas, bem como os bancos estatais, como Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal. "Não é necessário afirmar, já que é do conhecimento de todos os brasileiros: ricos, pobres, trabalhadores, empresários, o grande papel que essas empresas desempenham no desenvolvimento econômico e social do nosso país com linhas de crédito para micro, pequenas, médias e grandes empresas, além de financiar o crédito rural com mais de 60% de todos os recursos investidos no setor”, ressalta o dirigente Fábio Escobar.

De acordo com ele, a Caixa Econômica Federal, a exemplo do Banco do Brasil, tem importância parecida e exerce um papel até mais social, atendendo uma grande faixa da população mais carente através dos programas sociais como Minha Casa Minha Vida, PIS, FGTS, financiamentos para os estudantes (FIES).

"Contrariando toda a importância dessas empresas, o governo vem atuando com propósito de vender todo esse patrimônio que, na verdade, é da população brasileira, entregando à iniciativa privada, que tem intenção somente de obtenção de lucro naqueles programas com recursos que são do povo”, enfatiza Escobar.

Para ele, ao confirmar esse desejo do Governo Federal em vender o patrimônio, será o caminho para o fim de um projeto de soberania nacional, correndo risco de entregar tudo nas mãos das grandes corporações internacionais. "Temos que unir forças para que isso não aconteça no país, pois estaremos diante de um impacto social totalmente negativo e, quem pagará o pato será o trabalhador”, finaliza.

Divulgação
+ VEJA TAMBÉM