21 de Agosto de 2019
17º/30º
ENTRETENIMENTO » COLUNISTAS

Desmonte dos bancos públicos é prejuízo para o Brasil

Sindicato dos Bancários de Assis

A constante ameaça de desmonte dos bancos públicos como a Caixa Econômica Federal, BNDES e Banco do Brasil avança de forma acelerada no atual governo. A preocupação é do Sindicato dos Bancários de Assis e região, fundamentada em declarações do atual governo.

De acordo com o secretário geral do Sindicato, Fabio Escobar, o Ministro da Economia, Paulo Guedes e o presidente atual da Caixa, Pedro Guimarães, afirmaram de que os juros do crédito habitacional para a classe média financiar a casa própria serão mais altos e de acordo com o mercado ou vão buscar nos bancos privados.

Defender os bancos públicos não é fazer apenas a defesa da necessidade da regulação do mercado, mas sobretudo, defender as políticas públicas de interesse de toda a população que só são implementadas devido a política de fomento desses bancos.

"Estamos falando do financiamento da habitação no país que tem reflexos na construção civil e nos empregos que são gerados. Temos que lembrar também do Pronaf, que garante financiamento da agricultura familiar, do saneamento básico, financiamento estudantil (Fies) que beneficia mais de 3 milhões de estudantes, Bolsa Família e do financiamento do Minha Casa Minha Vida. São todos programas que os bancos privados não têm nenhum interesse em operar, pois não têm taxa de retorno que os interessa”.

Para Fábio, outra grande importância também dos bancos públicos é a grande presença deles em todo território nacional. "Isso é fundamental para a cidadania”.

+ VEJA TAMBÉM