23 de Agosto de 2019
17º/30º
NOTÍCIAS » SAÚDE

Como os jogos podem ajudar no tratamento da ansiedade infantil

Com um pouco e de criatividade e tempo, é possível ajudar seu filho a lidar com a ansiedade

A ansiedade nas crianças e nos adolescentes é muito comum e pode trazer com ela outras sensações como preocupação, nervosismo ou medo daquilo que não se pode controlar. Em uma época importante de desenvolvimento físico e mental, tais sensações podem atrasar alguns dos processos mais importantes no caminho a uma vida adulta saudável. Mas a solução para isso pode estar em algo natural para as crianças: jogos e brincadeiras.

Crianças podem ter pensamentos e sentimentos ansiosos sobre enfrentar coisas que aconteceram no passado ou sobre coisas que ainda não aconteceram. Uma das estratégias de enfrentamento que as crianças com ansiedade costumam usar é tentar controlar as coisas para que nada de incerto possa acontecer.

Isso pode levá-las a insistir em que as coisas sejam de uma determinada maneira ou elas podem querer participar apenas de atividades onde possam criar suas próprias regras.
Crianças ansiosas também podem resistir a mudanças ou tentar evitar novos aprendizados ou
experiências. Nestes momentos, a ajuda da família é imprescindível e insubstituível. Com um
pouco e de criatividade e tempo, é possível ajudar seu filho a lidar com a ansiedade.

É normal que todas as crianças experimentem algum nível de ansiedade durante a infância e adolescência. No entanto, quando a ansiedade começa a influenciar e afeta negativamente uma ou mais áreas da vida, é importante abordá-la para que a situação não se agrave.

Embora a ansiedade possa ocorrer por si só, não é incomum que ela apareça juntamente com
outras questões. Por exemplo, muitas crianças com transtorno de déficit de atenção, autismo, transtornos comportamentais, depressão e transtorno de processamento sensorial também apresentam alta ansiedade.

Todas as crianças podem se beneficiar aprendendo a tolerar e lidar com a ansiedade, especialmente as que sofrem com crises mais intensas.

Existem muitas abordagens e estratégias terapêuticas para ajudar a reduzir a ansiedade em crianças. O ideal é encontrar oportunidades para incorporar essas estratégias em situações naturais ao longo do dia.

Jogos de tabuleiro ou jogos de estratégia são excelentes para que as crianças trabalhem a tolerância e aprendam a lidar com situações de ansiedade. Esses jogos ajudam a promover a flexibilidade, já que nunca seguem um mesmo roteiro e a criança não pode controlar nem o processo e nem o resultado.

Por conterem diversas variáveis, esses jogos ajudam a trabalhar a tolerância frente a
mudanças de situação.

Esses tipos de jogos também ajudam as crianças a aprenderem a lidar com resultados incertos
e lidar com a incerteza é fundamental para crianças ansiosas. Eles também permitem que as crianças se sintam confortáveis ​​com o "não saber”, ao mesmo tempo em que praticam habilidades de enfrentamento, dependendo da situação.

Crianças que experimentam um alto grau de ansiedade antecipatória (elas temem coisas que podem acontecer ou ainda não aconteceram) também podem se beneficiar desses jogos, pois aprendem a manter a calma quando o inevitável acontece: o personagem morre, a torre de cartas se desmonta ou o time perde.

A vantagem de trabalhar a ansiedade com jogos é que eles não sobrecarregam as crianças, já
que costumam durar um tempo determinado e os pequenos não precisam enfrentá-los por longos períodos de tempo. Trabalhar a ansiedade em sessões curtas de jogos os deixa mais preparados para enfrentá-la na vida real.

Os jogos também ajudam a desenvolver a persistência e a resiliência em crianças que costumam desistir muito rapidamente.

Aqui estão alguns jogos dos mais utilizados para ajudar crianças ansiosas ou resistentes a mudanças. Alguns deles podem ser encontrados online e outros estão disponíveis em lojas de
brinquedos por toda a cidade:

● Jogo de damas
● Xadrez
● Banco imobiliário
● Can Can
● Uno

Há também jogos de baralho que podem ser mais fáceis de reproduzir em casa: basta procurar
pelas regras na internet e usar um baralho qualquer.

Unsplash.com - Com um pouco e de criatividade e tempo, é possível ajudar seu filho a lidar com a ansiedade
Com um pouco e de criatividade e tempo, é possível ajudar seu filho a lidar com a ansiedade


Divulgação
+ VEJA TAMBÉM