18 de Setembro de 2019
17º/30º
NOTÍCIAS » EDUCAÇÃO

FEMA realiza 2º Torneio Interno de Robótica

Vencedores integrarão a turma do módulo avançado do curso junto com outros oito alunos e os melhores disputarão a Olimpíada Brasileira de Robótica 2020

O 2º Torneio Interno de Robótica da Fundação Educacional do Município de Assis (FEMA), realizado nos últimos dois sábados, dias 3 e 10 de agosto de 2019, foi um sucesso. O torneio é parte de uma confraternização e serve como uma amostra à comunidade do que tem sido ensinado nos últimos meses.

No último dia, o torneio contou com a presença dos pais, familiares e dos coordenadores e idealizadores do evento, a professora mestra Diomara Barros e o professor doutor Almir Camolesi, além do diretor do Instituto Municipal de Educação Superior de Assis (IMESA), Gerson José Beneli.

O evento aconteceu na parte da manhã, aos sábados, e no período da tarde, às sextas-feiras, quando aconteceram os treinos oficiais do torneio. Ao todo, participaram 7 equipes de até 5 alunos, que tiveram que desenvolver, a partir de três desafios de programação, programações de um robô Lego utilizando sensores de cor ultrassônico, que possibilitasse a localização de vítimas, a medição de distância e a reconhecer trajetos inacessíveis ao ser humano.

Os participantes tiveram que elaborar também um projeto de pesquisa que possuísse temas específicos como água, espaço e cidades inteligentes. No projeto de pesquisa, as equipes escolhiam o tema, identificavam um problema, criavam uma solução inovadora e vendiam sua ideia em até sete minutos para uma banca avaliadora.

A ideia e forma do torneio é uma iniciativa do professor de Robótica, Diogo Lamotta Resino, que conta com ajuda do professor doutor Almir Rogério Camolesi, que leciona no curso de Ciência da Computação e apoio da diretoria da FEMA, que apoia financeiramente todo o projeto.

Os premiados nesta segunda edição do torneio foram: a equipe Robô Sei Lá, campeã geral, que obteve melhor média de desempenho nos dois dias e nas duas categorias, pesquisa e programação, com 238 pontos; também em primeiro lugar, a equipe Eu Avisei, com o projeto Ballo, que desenvolveu bolhas líquidas comestíveis para substituir garrafas pet. O segundo lugar geral ficou a equipe CEBII com 68 pontos, que apresentou um drone que espanta pombas nas plantações e praças através de um som ouvido apenas pelas próprias pombas. As pesquisas foram apresentadas e julgadas pelos professores Almir Camolesi e Diomara Barros.
Os quatro integrantes da equipe Robô Sei Lá foram automaticamente classificados para o módulo avançado do curso de Robótica que terá 12 alunos e ocorrerá agora nesse segundo semestre de 2019, que tem como objetivo de formar uma equipe a Olimpíada Brasileira de Robótica (OBR), que acontece em 2020. As outras oito vagas serão definidas individualmente entre os outros concluintes do módulo básico do curso até o final desse mês de agosto.

"Gostaria de agradecer a cada um dos 29 alunos que concluíram, participaram e chegaram até o fim, sem desistir. Aos pais que prestigiaram tudo nesse último sábado, torceram e fizeram uma grande festa, é uma sensação maravilhosa ter tudo isso em Assis e na FEMA, que foi pioneira em tudo isso. No final do ano tem mais!”, finaliza Diogo Lamotta Resino.

Os alunos campeões e aprovados para o módulo avançado do curso são: Gabriel Falcão, Isabella Burkle, João Pedro Lopes e Pedro Morita. As oito vagas restantes serão definidas através de uma prova prática entre os outros alunos que concluíram o módulo básico.

Divulgação - Torneio contou com a presença dos pais, familiares e dos coordenadores e idealizadores do evento
Torneio contou com a presença dos pais, familiares e dos coordenadores e idealizadores do evento


Divulgação - Equipes desenvolveram programações de um robô Lego utilizando sensores de cor ultrassônico
Equipes desenvolveram programações de um robô Lego utilizando sensores de cor ultrassônico


Divulgação - Participantes tiveram que elaborar também um projeto de pesquisa que possuísse temas específicos como água, espaço e cidades inteligentes
Participantes tiveram que elaborar também um projeto de pesquisa que possuísse temas específicos como água, espaço e cidades inteligentes


Assessoria de Comunicação FEMA
+ VEJA TAMBÉM