17 de Novembro de 2019
17º/30º
NOTÍCIAS » EDUCAÇÃO

Estudante de Paraguaçu é selecionada para Olimpíada Nacional de Língua Portuguesa

Dayana do Carmo Bartista está entre as nove escolhidas das 556 crônicas inscritas em todo o Estado de São Paulo

A estudante Dayane do Carmo Batista, de 14 anos, é de Paraguaçu Paulista e está entre os classificados para a semifinal da Olimpíada de Língua Portuguesa, realizada pelo Ministério da Educação (MEC) pelo sexto ano consecutivo.

Na categoria Crônica, Dayane está entre as nove escolhidas das 556 crônicas inscritas em todo o Estado de São Paulo.

Quem segue junto com ela para a próxima fase do concurso é sua professora Vanessa de Souza Cunha, representando não só Paraguaçu Paulista, como também a EMEF Professora Cleia Caçapava Silva.

As duas viajarão para São Paulo para participar de encontros presenciais da etapa semifinal.
Serão três dias de oficinas de formação, palestras e passeios culturais com o objetivo de ampliar o repertório, além das habilidades de leitura e escrita dos alunos participantes.

Ao todo, 443 produções de todas as categorias foram selecionadas para as semifinais regionais em todo o Brasil. Destes, serão escolhidos 173 finalistas, juntamente com seus professores, para a etapa nacional. Somente 28 serão escolhidos como os grandes vencedores de 2019.

Para chegar até esta etapa, a professora Vanessa de Souza Cunha seguiu as regras das produções da Olimpíada de Língua Portuguesa, cujo tema deste ano é "O lugar onde vivo". A temática propicia aos alunos estreitar vínculos com a comunidade e aprofundar o conhecimento sobre a realidade local, contribuindo para o desenvolvimento de sua cidadania.

Nesta edição, a premiada escritora mineira Conceição Evaristo é a grande homenageada.

O tema foi trabalhado pela professora com os alunos do 9º ano da EMEF Profª Cleia Caçapava e foi pedido para eles falarem sobre o bairro onde vivem. O texto de Dayane, na categoria Crônica e intitulado "A grafitagem das vovós" foi inspirado em uma grafitagem feita no Bairro Lina Leuzzi.

A diretora do EMEF Cleia Caçapava, Samia Guerino, afirma que toda equipe da escola está festejando a conquista da aluna Dayane e da professora Vanessa.

"Parabenizamos a aluna Dayane e sua professora Vanessa por terem chegado até a semifinal. E estamos na torcida para que estejam na final", disse.

De acordo com o MEC, a edição deste ano conta com mais de 170 mil inscrições de todos os Estados e mais de 40 mil escolas inscritas. Além das categorias poema, memórias, crônica e artigo de opinião, a novidade de 2019 é a categoria documentário para alunos do 1º e 2º anos do Ensino Médio.

Os trabalhos inscritos são divididos em cinco gêneros, de acordo com as séries: poema (5º ano), memórias literárias (6º e 7º), crônica (8º e 9º), documentário (1º e 2º anos do Ensino Médio) e artigo de opinião (3º ano do Ensino Médio).

Divulgação - Na categoria Crônica, Dayane do Carmo Batista está entre as nove escolhidas das 556 crônicas inscritas em todo o estado de São Paulo
Na categoria Crônica, Dayane do Carmo Batista está entre as nove escolhidas das 556 crônicas inscritas em todo o estado de São Paulo


Divulgação - Dayane do Carmo Batista com a professora Vanessa de Souza Cunha, representando não só Paraguaçu Paulista como também a EMEF Professora Cleia Caçapava Silva
Dayane do Carmo Batista com a professora Vanessa de Souza Cunha, representando não só Paraguaçu Paulista como também a EMEF Professora Cleia Caçapava Silva


Assessoria de Comunicação
+ VEJA TAMBÉM