11 de Dezembro de 2019
17º/30º
NOTÍCIAS » SAÚDE

Santa Casa de Ourinhos interrompe atendimentos agendados para pacientes do Iamspe

Hospital alega atraso no repasse de verba e medida atinge os servidores públicos estaduais; casos de urgência e emergência serão atendidos. Órgão promete regularizar dívida de R$ 363 mil e ameaça multar hospital

A direção da Santa Casa de Ourinhos (SP) anunciou na noite desta segunda-feira (2) a interrupção do atendimento para os conveniados do Iamspe, ou seja, para funcionários públicos estaduais.

O motivo da interrupção, segundo o hospital, seria o atraso do estado no repasse de aproximadamente R$ 363 mil, valor que deveria ter sido pago no último dia 18 de novembro.

A medida atinge apenas os chamados atendimentos eletivos, que incluem as cirurgias e os exames agendados e as consultas médicas. Os atendimentos de urgência e emergência estão mantidos.

Neste ano, de janeiro a novembro, a Santa Casa de Ourinhos realizou mais de 16,2 mil atendimentos a usuários do Iamspe, sendo a maioria deles de caráter ambulatorial (15.709). Foram realizados ainda 538 internações e 217 cirurgias.

Além de pacientes de Ourinhos, a Santa Casa recebe pacientes de mais de 60 municípios. No Centro-Oeste Paulista, o Iamspe possui postos de atendimento próprio localizados nas cidades de Assis, Bauru e Marília.

TV Tem - Santa Casa de Ourinhos manteve os atendimentos de urgência e emergência para os servidores públicos estaduais
Santa Casa de Ourinhos manteve os atendimentos de urgência e emergência para os servidores públicos estaduais


Regularização e multa

Em nota, o Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual (Iamspe) informou que "a regularização dos pagamentos deverá ocorrer ao longo deste mês de dezembro, conforme disponibilização dos recursos orçamentários”.

O texto diz ainda que o hospital pode ser multado porque, segundo o termo de credenciamento, a instituição teria de avisar com antecedência mínima de 60 dias a disposição de suspender o atendimento. O valor da multa é de 30% sobre o valor do contrato.

G1
+ VEJA TAMBÉM