23 de Fevereiro de 2020
17º/30º
ENTRETENIMENTO » COLUNISTAS

Educação: o caminho para novas oportunidades

COLUNISTA - Arildo Almeida

Alguns estão em férias, outros já voltaram a sua rotina. Há ainda os que dizem que o ano só
começa depois do carnaval. Mas, a verdade é hora de pensar nas novas oportunidades de
crescimento de todos nós. E a educação é o caminho.

A educação sempre é avaliada em índices de desenvolvimento humano. Não por acaso, Assis é
a 16ª melhor cidade para se viver no estado de São Paulo, segundo uma pesquisa do Pnud – órgão das Nações Unidas –, baseada no IDHM (Índice de Desenvolvimento Humano Municipal).

Assis tem mais de 50 escolas públicas e particulares que oferecem educação infantil e ensinos fundamentais e médio, mais educação para jovem e adulto (EJA), cursos técnicos e profissionalizantes, além das diversas instituições de ensino superior.

O ensino superior cresceu muito em todo o país nos últimos anos. Novas instituições surgiram, as antigas ampliaram cursos existentes e criaram novos. O acesso ao ensino superior também cresceu. Não só pelos programas governamentais, mas pelas oportunidades criadas pelas próprias organizações. Essa semana, o colunista Rodrigo Hubner Mendes destacou o programa de bolsas do Insper, que beneficiou 530 pessoas e formou cerca de 270. Essas bolsas são financiadas com recursos obtidos por doações de fontes diversas. O destaque foi porque a instituição deu uma oportunidade para que mais pessoas tivessem acesso ao ensino superior.

Nossa cidade conta com várias instituições de ensino superior. A FEMA é uma delas e tem um amplo programa de bolsas. Isso porque, há muitos anos, a Fundação entendeu que a oportunidade ao ensino de qualidade pode ser ofertada para um número muito maior de pessoas, não só as que podem pagar por ele.

Hoje, a FEMA tem 11 cursos presenciais – nas áreas de humanas, exatas e de saúde – e 864 bolsas, incluindo as do Fies. São 864 pessoas que têm acesso à educação superior de qualidade. E esses números só tendem a crescer, já que para esse ano, a FEMA terá novos cursos presenciais e também em EAD. O primeiro curso à distância da Fundação será o de Pedagogia.

Por que Pedagogia? Porque só a educação pode transformar a sociedade e fazer com que cada cidadão seja o agente de sua própria mudança.

Bom dia, Assis!!!

Divulgação
Arildo Almeida
Arildo Almeida é arquiteto formado pela Universidade de Taubaté (UNITAU) e o atual presidente da Fundação Educacional do Município de Assis (FEMA).
+ VEJA TAMBÉM