29 de Janeiro de 2020
17º/30º
ENTRETENIMENTO » BLOG

Tutora busca por gato desaparecido no Jardim Paraná em Assis

Soninho tem três anos, é siamês com traços de angorá, além de pelagem escura

A tutora de um gato está à sua procura em Assis. O animal atende pelo nome de Soninho e fugiu nas proximidades do Jardim Paraná.

O gato tem três anos, é siamês com traços de angorá, além de pelagem escura. A família tem uma criança que está doente por conta do desaparecimento do bichinho.

Caso alguém tenha informações pode entrar em contato pelo telefone (18) 99614-1024.

Divulgação


Tutores buscam por cachorra desaparecida em Assis

Meg, como é chamada, fugiu nas proximidades do Jardim Europa

Os tutores de uma cachorra que atende pelo nome de Meg estão à sua procura em Assis. A cachorrinha fugiu na manhã deste sábado, 25 de janeiro, nas proximidades da Avenida Sebastião Mendes de Brito, no Jardim Europa.

Meg é da raça Yorkshire, tem a pelagem caramelo claro e é dócil. A família tem duas crianças que estão chorando muito pela falta da cachorrinha.

Caso alguém tenha informações pode entrar em contato pelo telefone (18) 99771-5678.


Divulgação - Meg é da raça Yorkshire e fugiu na manhã deste sábado, 25 de janeiro
Meg é da raça Yorkshire e fugiu na manhã deste sábado, 25 de janeiro


Coisa de Bicho recebe doações de roupas para bazar beneficente

Podem ser doadas roupas femininas, masculinas e infantis, desde que bom estado

A ONG Coisa de Bicho está recebendo doações de roupas femininas, masculinas e infantis para a realização de seu próximo bazar beneficente.

As doações podem ser entregues na Rua Fernão Dias, 258; na Avenida Paschoal Santilli, 1285, na Vila Progresso.

Os interessados em colaborar podem ainda ligar ou enviar mensagem de WhatsApp para os números (18) 99608-3418 e (18) 99726-2181, que as voluntárias vão buscar as doações.

O valor arrecadado com o bazar será destinado para o custeio de tratamentos oferecidos aos animais em situação de rua.

Neste sábado tem feira de adoção em Assis

Evento ocorre das 13h às 17h

Neste sábado, 25 de janeiro, a entidade SOS Pets participa de mais uma feira de adoção e pet shop em Assis.

O evento terá diversos animais disponíveis para adoção responsável e que estão sob os cuidados das voluntárias da ONG.

A 1ª Expo Pet ocorre no Assis Plaza Shopping das 13h às 17h. Quem visitar a feira concorrerá a prêmios e ganhará brindes.

Durante o evento também será possível tirar dúvidas com uma médica veterinária e um adestrador.

Haverá ainda exposição de Coleiras e Placas de Identificação para Cães e Gatos.

Para mais informações acesse www.facebook.com/sospetsassis.

divulgação - A Expo Pet ocorre neste sábado em Assis
A Expo Pet ocorre neste sábado em Assis


Bem-Estar

6 espécies de plantas para trazer vida para o seu apartamento

Boas energias, tranquilidade, contato com a natureza, purificação do ar... são inúmeros os motivos para ter plantas em casa

Um dos estilos mais em alta para apartamentos de luxo em São Paulo, povoar o espaço com muitas plantas traz inúmeros benefícios para a saúde dos residentes, deixa o espaço muito mais colorido e incorpora uma prática muito boa para o seu dia a dia. Preocupar-se com os cuidados destinados ao cultivo de plantas em casa é um vício do bem, terapêutico em sua essência e transforma o seu ambiente em um centro de paz de espírito para você, sua família e seus convidados.

Antes de sair comprando plantas, tenha em mente alguns pontos. Pense se existe disponibilidade diária para a jardinagem durante a sua semana. As possibilidades de espécies para a sua casa se restringem ou crescem dependendo do tempo que você tem para cuidar delas.

"Também é importante saber com que tipo de ambiente você está lidando. Luz solar, umidade, calor e frio são fatores determinantes para definir que espécies são bem vindas em sua residência", afirma Arildo Blefari, arquiteto da Planass Arquitetura de Assis.

Árvore da Felicidade

Com crescimento lento e com um potencial de crescimento de até 2 metros de altura, trata-se de uma planta que precisa de luz natural durante o dia. A umidade do solo precisa estar sempre em dia, exigindo que ela seja regada regularmente.

Zamioculca

Bastante adaptável para apartamentos, a Zamioculca não exige tanta luminosidade. Por outro lado, é uma planta que demora a atingir o seu auge pois tem o crescimento lento. Para deixá-la ainda mais bonita, borrife gotinhas de água em suas folhas e cuide de seu crescimento com adubação e regas periódicas.

Divulgação - É importante saber se seu ambiente tem luz solar, umidade, calor e frio, fatores determinantes para definir que espécies são bem vindas em sua residência
É importante saber se seu ambiente tem luz solar, umidade, calor e frio, fatores determinantes para definir que espécies são bem vindas em sua residência


Filodendro

No campo das espécies suspensas, o Filodendro é ótimo exemplo. Assim como muitas plantas pendentes, não demanda tanta atenção ainda que você tenha que se preocupar com sua rega diariamente. Você também pode optar por utilizar o Filodendro como trepadeira, escolhendo uma parede em que ele possa crescer saudável dessa forma.

Bambu da Sorte

Ícone de prosperidade entre os orientais, o Bambu da Sorte se dá bem longe da luz solar e pode ser regado de acordo com o seu julgamento quanto à terra ou água em que a planta está. Ótima opção para o seu apartamento e um grande aliado na decoração do seu ambiente.

Camedórea-elegante

A camedórea-elegante é uma planta que se adapta melhor aos ambientes de pouca luminosidade natural ou até mesmo isentos de luz. Por essas características, acaba sendo uma espécie bastante inclinada à necessidade de uma irrigação mais consistente. Similar a uma palmeira, trata-se de uma planta que pode alcançar tamanhos mais altos, mas ainda assim ideais para apartamentos.

Begônia

Comumente encontradas em tons de vermelho e rosa, é raro mas também possível achar begônias amarelas. Ela não gosta da luz solar, portanto é importante acomodá-la em um espaço com sombra durante todo o dia. Regue-a três vezes por semana sempre de olho se há abundância de água. Em caso de encharcamento, você pode perder a raiz da planta.

São inúmeras as possibilidades de plantas destinadas à decoração de apartamentos. Mas mais importante que escolher a espécie ideal para o seu dia a dia, é entender exatamente como cuidar desses esverdeados e novos habitantes da sua casa. Só tope a mudança caso tenha tempo para dedicar-se!

Leia mais: Arquiteto comenta anúncio do Classic Blue da Pantone como a cor do ano para 2020

Filhotes são abandonados e estão à disposição para adoção responsável em Assis

Eles estão abrigados na loja Vitrine Animal

Quatro filhotes de cachorro foram abandonados na Avenida Rui Barbosa, em Assis. Os três machos e uma fêmea foram deixados dentro de um caixa em frente à uma loja na sexta-feira, 17 de janeiro.

Os filhotes não tem raça definida, aparentam ter em média 50 a 60 dias de vida e, após atendimento veterinário, já passaram por exames, foram vermifugados, limpos e alimentados.

Apesar de todo o sofrimento que já passaram, eles estão à procura de uma adoção responsável para poderem ganhar um lar cheio de amor e carinho.

Caso alguém tenha interesse em adotá-los, pode entrar em contato pelos telefones (18)99705-9916 ou (18)3323-6636, ou ainda ir até a Vitrine Animal, onde eles foram acolhidos. O endereço é Avenida Rui Barbosa, 1822, no Centro de Assis.

Divulgação


Dicas para turbinar as redes sociais

Não há como produzir, reproduzir, vender ou revender sem pensar nas redes sociais e todo universo da internet, com suas infinidades de opções

Como falar de marketing no mundo de hoje sem falar de redes sociais? É impossível! E será que você sabe como turbinar as redes sociais? Temos algumas dicas preciosas para você.

O marketing exige um tremendo esforço em estratégias e utilização dos mais diversos recursos. Não há como produzir, reproduzir, vender ou revender sem pensar nas redes sociais e todo universo da internet, com suas infinidades de opções. Além disso, sabemos que cada vez mais há um movimento migratório no comportamento do consumidor quanto ao meio de compra.

O processo de compra inicia-se muito antes do ‘check out’. Quando alguém imagina que precisa de um produto é possível dizer que estamos dando início à ação da compra.

O consumo pode se dar pela necessidade ou pelo convencimento.

Tudo ao redor de alguém pode ser responsável por engatilhar uma decisão. Imagina, então, estar imerso no universo do seu cliente e participar diretamente desse processo!

Você está preparado para atingir o seu público através das redes?

Possuir boas estratégias e ter ótimos recursos é fundamental.

Se é disso que você precisa, está no lugar certo. Vou te dizer algumas coisas sobre as redes e te mostrar ferramentas que te ajudarão de modo profissional!

O que é o seu negócio?

Vamos começar falando do seu negócio. Você sabe definir exatamente do que se trata o seu empreendimento?
Você pode ser um empreendedor tendo ou não tendo um espaço físico. Pode ser que você ofereça produtos, ou que você preste serviços.

Mas você saberia dizer em uma frase simples o que é?

E o que significa?

A definição do seu negócio é fundamental. É comum que alguns negócios sejam relacionados à diversas atividades ou produtos, principalmente em e-commerces.

Mas, é preciso ter cuidado em que você destaca para o seu cliente.

Ao montar estratégias de marketing você vai usar recursos e maneiras de atingir seu cliente para que ele consuma o que você oferece.

Se não estiver claro para as pessoas o que elas estarão adquirindo ou contratando, não tem como obter sucesso.
Portanto, tenha exatamente esclarecido e definido o que é o seu negócio.

Para quem é o seu negócio?

Uma vez definido do que se trata seu empreendimento, você precisa saber para quem você vai trabalhar.

Você sabe o que você vende, mas para quem você vai oferecer os seus produtos?

Você já definiu sua prestação de serviço, mas será que há quem contrate? Onde estão os clientes? Qual é o perfil dos clientes?

Quando falamos de redes sociais precisamos definir o público alvo. Não há como conseguir atingir todas as pessoas em todos os lugares.

Quanto maior for o seu público mais difícil será atingir alguém. Toda estratégia para poder ser montada exigirá conhecimentos mais profundos sobre o alvo.

Se você tem uma loja de roupas femininas e está criando páginas nas redes sociais, não quer oferecer seus produtos ao público masculino.

Você vai aumentar a possibilidade de venda aumentando o acesso de mulheres que gostam do estilo de roupa que você vende.

Portanto, use promoções focadas no seu público, não desperdice tempo, energia e recursos com quem estiver fora desse grupo.

Os diferentes focos das redes sociais

Cada rede social utiliza um modo de publicação.

São formatos diferentes, com modos diferentes de acesso, de exibição, de formatos.

É mais fácil mostrar seus produtos em imagens e vídeos no instagram do que no twitter, por exemplo.

Entre o instagram e o facebook também há diferenças em como as publicações são oferecidas às pessoas.

Pense bem nos formatos que você utilizará para atingir seu público nas redes.

É preciso otimizar os vídeos, os formatos dos arquivos, os tamanhos dos arquivos, tanto em imagens quanto em vídeos.
Tanto no instagram quanto no facebook, abuse dos vídeos curtos!

Eles podem ser postados no feed ou nos stories, e são excelentes para que você consiga mostrar produtos com mais detalhes.

Faça um feed interessante, com cada postagem pensada em como o instagram irá aparecer para o cliente que está do outro lado!

Estabeleça um relacionamento contínuo com a sua audiência. Alimente suas redes sociais com frequência.

As redes sociais interferem nas suas publicações. Portanto, procure sempre entender melhor como fazer suas postagens atingirem o maior número de pessoas dentro do seu público alvo.

O poder dos vídeos

Os vídeos são recursos que envolvem o público. Você pode usar os vídeos independentemente de qual for seu negócio.
Apresentações, tutoriais, pequenas promoções… as possibilidades são variadas e muito eficazes.

O aumento do consumo desse tipo de mídia é notável, visto que o próprio youtube aparece com mais frequência como ferramenta de busca que outros buscadores.

É possível fazer vídeos com muito conteúdo e que gera muito mais engajamento nas redes do que as publicações estáticas.

Uma ótima dica para você conseguir fazer os melhores vídeos para redes sociais é o Adobe Spark!

Nele você encontra o Spark Video e o Spark Post. Ambos são ferramentas muito fáceis de usar.

Faça criações de qualquer tipo de vídeo, com qualquer tipo de conteúdo de modo absolutamente prático.

Aproveite as finalizações possíveis com o adobe spark, que trarão o ar profissional que você precisa às suas publicações.

Turbine suas redes sociais com posts para promover maior engajamento com a sua página e aumentar suas vendas!

Tutores pedem ajuda para encontrar cachorro que fugiu em Assis

Ele atende pelo nome de Thor e criança está doente sentindo sua falta

Os tutores de um cachorro que atende pelo nome de Thor estão pedindo ajuda para localizá-lo, em Assis.

O animal fugiu na madrugada de segunda-feira e desde então não retornou. A família tem uma criança de seis anos que está muito doente sentindo a falta do cachorro.

Thor tem a pelagem branca, é manso e uma feridinha na região do quadril que pode ajudar na sua identificação.

A família afirma que o cachorro se perdeu nas proximidades da Rua da Matriz, na Vila Maria Isabel, próximo ao Posto de Saúde. Caso alguém tenha informações sobre ele pode entrar em contato pelo número (18) 99631-0130.

Divulgação - Cachorro que atende pelo nome de Thor e fugiu na Vila Maria Isabel
Cachorro que atende pelo nome de Thor e fugiu na Vila Maria Isabel


Tutora busca por gato desaparecido em Assis

Ele atende pelo nome de Rabito e fugiu no Jardim Canadá

A tutora de um gato que atende pelo nome de Rabito está à sua procura em Assis.

O animal tem a pelagem amarela, é castrado e o rabo torto, o que pode ajudar na sua identificação.

Rabito fugiu nas proximidades da Igreja El Rapha, no Jardim Canadá. A família está sentindo muito sua falta e pede para que, caso alguém tenha informações sobre seu paradeiro, entre em contato pelos telefones (18) 99727-1363 ou (18) 99705-5436.

Divulgação - Gato atende pelo nome de Rabicho e fugiu nas proximidades do Jardim Canadá em Assis
Gato atende pelo nome de Rabicho e fugiu nas proximidades do Jardim Canadá em Assis


Voluntários pedem ajuda para custear cirurgia de gata resgatada em Assis

Despesas giram em torno de R$760,00

Os voluntários da SOS Pets estão pedindo ajuda financeira para custear a cirurgia de uma gata resgatada em Assis.

Zoe, como é chamada, foi resgatada das ruas com a pata com um ferimento grave. Ela precisou passar por cirurgia ortopédica nesta terça-feira, 7 de janeiro, e necessita de uma segunda cirurgia, pois houve fratura em dois locais.

As despesas estão em R$760,00, que precisam ser quitadas para que Zoe possa continuar o tratamento.

Divulgação - Zoe terá que passar por uma segunda cirurgia ortopédica
Zoe terá que passar por uma segunda cirurgia ortopédica


Quem puder levar a contribuição diretamente na Vitrine Animal, na Avenida Rui Barbosa, 1822, ou depositar nas contas abaixo, a Zoe agrade de todo coração.

Ela é um bebê de 3 meses que já conheceu o abandono e merece uma segunda chance.

Caixa econômica Federal
Ag. 4101
Poupança 1489-5
Op. 013

Banco do Brasil
Ag. 223-2
C.c. 51.872-7

CPF 372.545.038-25
Titular: Bruna da Silva Bellé

Tutores buscam por cachorra que desapareceu na Vila Xavier em Assis

Ela atende pelo nome de Mel

Na tarde desta terça-feira, 7 de janeiro, uma cachorra que atende pelo nome de "Mel”, desapareceu na Vila Xavier em Assis.

Os tutores estão à procura do animal e pedem ajuda da população.

Quem encontrou entrar em contato pelos telefones: (18) 99725-9784 ou (18) 9705-7156.

Divulgação - Cachorra atende pelo nome de Mel
Cachorra atende pelo nome de Mel


Cachorra busca por tutores em Assis

Animal foi encontrado na manhã desta quinta-feira, 26 de dezembro

Uma cachorrinha está em busca de seus tutores em Assis. O animal foi resgatado na manhã desta quinta-feira, 26 de dezembro, na Rua Domingos Gerolim, na Cohab da Rodoviária.

A cachorrinha parece ter tutores, está bem cuidada, além de lacinho e coleira.

Caso alguém a identifique, pode entrar em contato pelo telefone (18) 99734-6433.

Divulgação - Cachorrinha é da raça Poodle e está em busca de seus tutores em Assis
Cachorrinha é da raça Poodle e está em busca de seus tutores em Assis


Bem-Estar

O que acontece com seu corpo quando você come demais

Fazer refeições fartas pode nos deixar com mais fome — mas não é porque seu estômago 'aumenta'

Já sei como me sinto depois de cada ceia de Natal: sonolento, lerdo e, sem dúvida, empanturrado. Mas na hora do almoço, no dia seguinte, tenho certeza de que arrumarei um "espaço" para o enterro dos ossos. Se você parar para pensar, é bem estranho que no dia seguinte a uma refeição farta a gente seja capaz de comer novamente a mesma quantidade de comida. Será que não aprendemos a lição da primeira vez?

Por que ainda sentimos fome depois de verdadeiros banquetes, como na ceia de Natal? Será que comer demais "aumenta" o estômago, o que significa que você tem mais espaço para comer no dia seguinte? Só de pensar nisso estou ficando com fome.

A resposta é que, para a maioria das pessoas, você não sente fome, apesar da enorme quantidade de comida que consumiu recentemente. Você sente fome justamente por isso.

Mas, em primeiro lugar, o que é a sensação de fome?

Contrações, roncos e dilatações

Aquela pontada que te dá vontade de comer é resultado de uma série de mudanças fisiológicas dentro do organismo.

É verdade que seu estômago muda de tamanho quando está cheio ou com fome. Ele se contrai à medida que a refeição é digerida para ajudar a encaminhar os alimentos em direção ao intestino. E ronca conforme o ar e a comida se movimentam, e os alimentos são empurrados para baixo, em um fenômeno chamado borborigmo, que geralmente é o primeiro sinal de que podemos estar com fome, uma vez que é sonoro e físico.

Depois de roncar, o estômago se expande novamente, se preparando para a comida — e isso é desencadeado pelos hormônios.

Mas não é bem verdade que comer "aumente" o estômago. Como o estômago é muito elástico, ele volta à sua capacidade de repouso (cerca de 1-2 litros) após uma refeição farta. Na verdade, o estômago da maioria das pessoas tem capacidade semelhante — nem altura, nem peso influenciam.

O que talvez não tenhamos consciência é da liberação dos hormônios da fome: o NPY e AgRP do hipotálamo e a grelina do estômago. A grelina é liberada quando o estômago está vazio e estimula a produção de NPY e AgRP no cérebro. Esses dois hormônios são responsáveis ​​por criar a sensação de fome, anulando os hormônios que nos dão a sensação de saciedade.

Talvez contraintuitivamente, os níveis de grelina tendem a ser mais altos em indivíduos magros, e mais baixos em pessoas obesas. Você poderia supor que um hormônio que estimula a fome estaria mais presente em pessoas que comem mais — mas essa contradição provavelmente reflete o quão complicado é o nosso sistema endócrino.

Divulgação G1 - Ceia de Natal é momento em que algumas pessoas podem exagerar na comida
Ceia de Natal é momento em que algumas pessoas podem exagerar na comida


Saciedade

Embora apenas três hormônios sejam em grande parte responsáveis ​​por gerar a sensação de fome, são necessários cerca de uma dúzia para nos fazer sentir saciados.

Alguns deles, GIP e GLP-1, são responsáveis ​​por estimular a produção de insulina para regular o metabolismo dos carboidratos. Vários outros hormônios estão envolvidos na desaceleração da movimentação dos alimentos dentro do estômago, para dar tempo ao corpo de fazer a digestão.

Para pessoas obesas que têm baixos níveis de grelina, pode ser que altos níveis de insulina, necessários para metabolizar uma dieta rica em carboidratos, estejam inibindo a produção de grelina.

Dois são essenciais para reduzir a sensação de fome: CKK e PYY. Em pacientes com banda gástrica ajustável, que reduz o tamanho do estômago, o PYY é particularmente alto. E contribui para a perda de apetite.

Embora o estômago tenha um sistema hormonal para informar ao cérebro quando está vazio, isso geralmente é aumentado pela associação que fazemos entre a fome e os períodos do dia. Portanto, mesmo que você tenha almoçado muito bem, ainda pode sentir fome no jantar.

"Se você sempre come um pedaço de chocolate ou petisco depois do jantar, quando senta no sofá para assistir à televisão, seu corpo pode começar a associar o hábito de sentar no sofá com ver televisão e comer algo agradável, e, como resultado, quando você vai para o sofá, sente desejo", diz Karolien van den Akker, pesquisadora do grupo Centerdata.

"Isso pode acontecer até quando você está saciado; quando suas reservas de energia estão cheias."

Comer demais não é ruim, explica Van den Akker. Diferentemente do diagnóstico clínico de compulsão alimentar, em que quantidades muito grandes de comida são consumidas em um curto espaço de tempo, sendo geralmente associada a sentimentos de repulsa, culpa ou vergonha, comer demais pode ser visto simplesmente como um hábito que as pessoas não gostariam de ter.

Memória e desejo

Mas o desejo de comida adquirido também pode tornar muito difícil manter uma dieta bem-sucedida.

Quando aprendemos a associar as propriedades gratificantes dos alimentos, principalmente daqueles com alto teor de açúcar, a horários, cheiros, ambientes e comportamentos específicos, a memória dessa sensação é ativada e você começa ter desejo. Isso desencadeia não apenas respostas psicológicas, mas fisiológicas, como salivação.

Você pode ter ouvido falar no cão de Pavlov — experimento em que um sino é tocado na hora das refeições, para que o cachorro associe o som do sino à comida. Por fim, o animal acaba salivando só de ouvir o sino.

Os seres humanos não são muito mais sofisticados que os cães nesse sentido. Em outro experimento, os pesquisadores mostraram formas simples — círculos e quadrados — aos participantes. Quando a figura era um quadrado, eles recebiam um pedaço de chocolate e, a partir de então, começaram a ter vontade de comer chocolate sempre que viam um quadrado. Assim como os cães, os seres humanos podem ser condicionados a esperar alimentos com base em sugestões simples.

"Essas associações se desenvolvem rapidamente e mesmo com pequenas quantidades de chocolate, como de 1g a 2g", diz Van den Akker.

"Parece bem fácil adquirir esses desejos, mas é difícil se livrar deles. Seu corpo se lembra daquele momento específico em que você comeu chocolate. O desejo pode facilmente se transformar em um desejo diário — mesmo após apenas quatro dias de repetição."

Às vezes, até nosso humor pode se tornar um gatilho para o condicionamento. As pessoas geralmente relatam ter menos autocontrole se estiverem de mau humor ou cansadas.

"Nesse caso, as emoções podem se associar diretamente à comida saborosa, de modo que a emoção negativa pode desencadear o desejo", acrescenta Van den Akker.

Mais social, mais comida

Em princípio, qualquer humor, mesmo positivo, pode se tornar um gatilho de desejo, desde que seja consistentemente seguido por comida. E tem sido mostrado reiteradamente que comemos mais quando estamos na companhia de amigos.

Mesmo quando você controla o consumo de álcool, em ocasiões especiais, seja pelo tempo que passamos à mesa e uma série de outros fatores, comemos mais quando estamos sendo sociais. Talvez porque o prazer das companhias ao nosso redor dificulte a concentração no controle de porções. Até pessoas sentadas em um laboratório com uma tigela de macarrão vão comer mais se tiverem um amigo para conversar.

Esse conhecimento também tem implicações na quebra de maus hábitos alimentares.

"Quando estamos tentando ajudar as pessoas a comer menos, focamos em "desaprender" os desejos de comida adquiridos. Aqui, também tentamos garantir que elas aprendam que comer algo bom uma vez não significa que se deve fazer o mesmo nos próximos dias também ", diz Van den Akker.

Isso é importante porque outros estudos mostram que quebrar um bom hábito alimentar uma única vez pode ser suficiente para ter uma recaída no mau hábito.

Talvez não seja surpresa, portanto, que sintamos fome depois de uma refeição farta com a família e os amigos. Sentimos fome no dia seguinte — ou até no mesmo dia mais tarde — não porque nosso estômago "aumentou", mas porque nos acostumamos a comer excessivamente em ocasiões especiais.

Se nossos cérebros se deparam com todos os sinais - cheiros, sons, ambiente - associados a uma refeição farta no dia seguinte a um banquete, como no Natal, ele começa a nos preparar para a segunda rodada.

Bem-Estar

Receitas veganas especiais para as festas de fim de ano

SVB lança novo e-book gratuito com diversas opções de receitas veganas

O final do ano chegou e a Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB) não poderia deixar de preparar aquela sugestão de receita deliciosa, contribuindo para uma celebração mais saudável e sustentável. Desta vez, um e-book gratuito e com receitas inéditas está disponível com dicas que incluem desde aquele petisco delicioso de entrada, passando pelo prato principal e, claro, finalizando com uma sobremesa maravilhosa. Afinal de contas, a proximidade das datas festivas sempre vem acompanhada daquela velha questão: o que preparar para a família e os convidados?

Assinado pela chef consultora da SVB, Myllena Salles, que também faz parte do time do programa Segunda Sem Carne (SSC) e auxilia nos treinamentos culinários, o e-book Ceia de Natal é mais uma prova sobre o potencial gastronômico e culinário dos vegetais. As receitas são variadas e podem ser conferidas gratuitamente por meio do link https://materiais.svb.org.br/ceia-vegana. Basta se cadastrar para ter acesso ao conteúdo completo.

Mas para facilitar a sua vida, separamos três receitas para uma refeição completa e deliciosa.

Confira logo abaixo as sugestões e boas festas!

ENTRADA - BOLINHO DO MAR DE SHIMEJI

Ingredientes:

500 gramas de shimeji branco; 300 gramas de mandioca cozida e amassada; dois dentes de alho amassados; uma folha nori triturada; meio limão espremido; três colheres de sopa de coentro picado; uma colher de chá de pimenta do reino; uma xícara de farinha de trigo; Sal a gosto; e óleo para fritar.

Modo de preparo:

- Comece limpando o shimeji, removendo a parte inferior. Deixe o shimeji seco com o auxílio de papel toalha ou pano. Em seguida, triture o shimeji no processador até que fique levemente granulado, use o modo pulsar para controlar, para que não fique muito processado ao ponto de massa;

- Em uma vasilha grande, coloque a mandioca bem cozida e amassada ao ponto de purê, misture os demais ingredientes;

- Misture até que fique homogêneo e a massa firme para moldar;

- Molde os bolinhos em forma de croquete, passe levemente na farinha de trigo, remova o excesso e frite por imersão em óleo quente;

- Evite colocar em papel toalha após frito, de preferência deixe secando a gordura em uma grade.

PRATO PRINCIPAL - MEDALHÃO DE SHITAKE AO MOLHO DE LARANJA

Ingredientes:

Para o medalhão - 800 gramas de shitake; quatro dentes de alho amassados; uma colher de chá de cominho; um quatro de xícara de azeite; uma colher de sopa de páprica defumada; três colheres de sopa de shoyu; três colheres de sopa de cebolinha picada; uma xícara de farinha de rosca ou até dar o ponto; sal a gosto.

Para a abobrinha - duas abobrinhas grandes; Azeite; uma colher de chá de pimenta do reino; Sal a gosto.

Para o molho de laranja - Suco de quatro laranjas pêra; uma colher de chá de açúcar; um galho de alecrim; uma cebola pequena picada; um quarto de colher de chá de noz moscada, uma colher de sopa de amido de milho; Sal a gosto.

Preparo:

Medalhão - Comece batendo o shitake no processador até que fique granulado, não bata muito para que não vire uma massa. Transfira o shitake batido para um bowl e coloque os demais ingredientes para o medalhão, misture até que fique homogêneo e a massa firme, caso seja necessário adicione um pouco mais de farinha de rosca para chegar no ponto de moldar. Molde os medalhões deixando um pouco menor do que o tamanho da espessura da abobrinha, pois a abobrinha irá diminuir de tamanho. Coloque em uma forma untada com óleo vegetal e leve ao forno por 25 minutos ou até que fiquem firmes e dourados, reserve.

Molho - Refogue a cebola e adicione o galho de alecrim, deixe o alecrim por 2 minutos e depois remova. Em seguida, coloque o suco das laranjas, o açúcar, o sal e a noz moscada e deixe cozinhando em fogo baixo. Dissolva o amido de milho com um pouco de água e adicione à panela, mexa até que comece engrossar e desligue o fogo. Coloque o molho sobre os medalhões, leve ao forno novamente por 10 minutos e sirva.

Abobrinha - Remova as pontas das abobrinhas e corte no sentido do comprimento. Coloque as abobrinhas em uma peneira, salpique sal e deixe por aproximadamente por 10 minutos para eliminar a maior parte da água. Em seguida, coloque pimenta do reino, acerte o sal e frite as abobrinhas na frigideira dos dois lados até que fiquem douradas. Espere esfriar e envolva o medalhão com a abobrinha ainda na assadeira onde está o medalhão, prenda a abobrinha com um palito de dente e reserve.

Rendimento: sete porções.

GUARNIÇÃO - SALPICÃO DE GRÃO DE BICO

Ingredientes:

200 gramas de grão bico; uma folha de louro; uma cenoura ralada; 100 gramas de milho; 100 de ervilha; 100 gramas de batata palha; 80 gramas de uva passas; uma cebola roxa fatiada em meia lua; 150 gramas de vagem; 100 gramas de azeitona verde; 30 gramas de salsinha picada

Para a maionese - 100 mililitros de água; 25 gramas de extrato de soja; cinco gramas de sal; dois dentes de alho; 40 gramas de gergelim; 100 mililitros de óleo vegetal; meio limão; Sal a gosto.

Preparo:

- Comece deixando o grão de bico de molho por, no mínimo 8 horas, após o tempo de molho, descarte a água e leve os grãos à panela de pressão, com uma nova água cobrindo os grãos. Acrescente a folha de louro, sal e um fio de óleo vegetal e cozinhe por aproximadamente 25 minutos, até que os grãos estejam macios. Escorra a água e reserve os grãos para esfriarem. Corte a vagem em cubos e refogue com um pouco de azeite por 5 minutos até que estejam macias e deixe esfriar. Em uma vasilha coloque todos os ingredientes, misture bem e reserve.

Maionese - Bata os ingredientes no liquidificador, exceto o óleo, por um minuto, para que triture o gergelim e o alho até que fique um líquido liso. Diminua a velocidade e adicione o óleo aos poucos, deixando cair em fio enquanto bate. Aumente a velocidade conforme o óleo for acabando e a maionese engrossando. Em seguida, misture toda a maionese à vasilha dos ingredientes do salpicão e, por últimoo, a batata palha. Sirva frio.

SOBREMESA - PANNACOTTA COM GELEIA DE MORANGO

Ingredientes:

Para a Pannacota - 400 gramas de amendoim cru sem sal; um litro de água; uma colher de chá de agar agar; uma colher de chá de extrato de baunilha; meia xícara de açúcar

Para a geleia - 500 gramas de morangos maduros; uma colher de sopa de hortelã picada; um limão taiti; uma xícara de açúcar.

Preparo:

Pannacota - Deixe o amendoim de molho por no mínimo quatro horas. Em seguida, coloque o amendoim e um litro de água filtrada no liquidificador e bata por três minutos, até que triture todo o amendoim e fique homogêneo. Em seguida, passe o leite em uma peneira fina ou um voal, descarte o resíduo e reserve o leite.

Coloque o leite frio em uma panela, misture o agar agar até que se dissolva completamente e, em seguida, adicione os demais ingredientes. Leve ao fogo médio por aproximadamente 15 minutos, até que comece ferver e engrossar, sempre mexendo para que não grude no fundo. Desligue o fogo e coloque em taças de sobremesa e leve à geladeira para firmar.

Geleia - Bata todos os ingredientes no liquidificador até que formem um purê liso, em seguida, coloque a mistura em uma panela pequena e cozinhe em fogo médio até que comece engrossar e caramelizar, mexendo às vezes para não queimar no fundo. Quando a pannacota firmar, coloque a geleia por cima e leve a geladeira novamente para gelar.

Rendimento: cinco porções.

Coisa de Bicho e Unidos da V.O fazem bazar neste domingo em Assis

Evento ocorre das 9h às 18h

Neste domingo, 21 de dezembro, os voluntários da entidade Coisa de Bicho e da escola de samba Unidos da Vila Operária realizam um bazar beneficente de Natal.

O evento ocorre das 9h às 18h no barracão da escola, na Rua Tibiriçá, nº 1.

Serão vendidos diversos itens novos e seminovos, como roupas femininas, masculinas, bebê e infanto-juvenil, além de plus size.

Os valores serão a partir R$1,00 a peça e máximo de R$3,00! Imperdível.

Divulgação


Bem-Estar

Cuidados na hora de presentear os filhos neste Natal

50% dos brasileiros afirmam em pesquisa que as crianças influenciam na decisão de compra; e 8% deixam de pagar alguma conta para presentear os filhos

Com o Natal próximo, cresce ainda mais a movimentação de compras de presentes para este fim de ano. Segundo pesquisa da realizada pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), crianças e adolescentes têm um papel cada vez mais importante na decisão daquilo que ganharão, uma vez que 50% dos filhos participam da escolha do presente.

Outro dado destacado pela pesquisa revela que 8% dos pais deixam de pagar alguma conta para presentear o filho. Para a educadora parental Luiza Mendonça, que também é fundadora do AppGuardian - app de controle parental que conecta pais e filhos - é importante a participação do filho na hora da compra do presente, mas alerta que as contas da família precisam ser prioridade e a decisão final tem que ser sempre dos adultos.

"Quem tem filhos sabe que aguentar o famoso ‘compra para mim, pai’ e ‘compra para mim, mãe’ é normal. Mas é fundamental que os pais fiquem atentos aos exageros, pois faz parte do amadurecimento da criança também ouvir ‘não’ para entender de forma clara quais são as regras e limites praticados dentro de casa e da família, ensinando-as dessa forma a lidarem com as suas frustrações", destaca Luiza.

A especialista listou algumas dicas na hora de presentear os filhos com itens comprados neste Natal:

Saber direcionar o dinheiro para as prioridades

Mesmo com os preços mais baixos, uma dica importante é: não comprar só por comprar. A família, quando está com algum tipo de crise financeira, precisa entender muito bem para onde o dinheiro deve ir prioritariamente, do contrário, a chance de começar o ano novo no vermelho é grande.

Dizer não aos filhos

É essencial que as crianças aprendam a lidar com frustrações e os pais podem ajudá-las nisso ao posicionarem o "não" com firmeza e respeito. Caso a criança não entenda ou não concorde, diálogo é sempre a melhor opção: dizer para ela que entende que ela gostaria de comprar determinada coisa e não pode por causa de determinados motivos. E, claro, o mais importante, sustentar esse "não". Somente dessa forma elas estarão mais preparadas para lidar com expectativas com as quais irão se deparar na fase adulta.

Limitar acesso da criança às propagandas na TV e internet

Quanto mais as crianças ficam conectadas na internet ou TV, mais suscetíveis ficarão às propagandas que aumentam as vontades da criança para o consumo. É fundamental que os pais fiquem alertas ao conteúdo consumido pelo seus filhos na internet e ao tempo de tela que ficam expostos diariamente, estimulando atividades fora de casa e criando regras claras e limites diários de uso. Aplicativos de controle parental são uma boa opção de ferramenta para ajudar pais nessa rotina digital.

Estimular que a criança doe os brinquedos antigos

Mesmo com o limite de acesso às propagandas, as crianças estão cada vez mais ligadas com lançamento de novos brinquedos e equipamentos tecnológicos, como celulares, tablets, videogames, etc. Para evitar que se acumule produtos sem uso dentro de casa, vale incentivar dentro de casa ações de solidariedade, como doação dos brinquedos mais antigos. Pode ser para crianças menos favorecidas, para instituições ou bazares. O mais importante é praticar o desapego e abrir espaço para o novo, afinal, muitos itens estarão com descontos atrativos durante o dia mais esperado do ano no varejo.

Tutora procura por cachorro desaparecido em Assis

Toddy fugiu nas proximidades da Santa Casa

A tutora do cachorro Tody está à sua procura em Assis. O cachorro, que é da raça popularmente conhecida como Salsichinha, fugiu nas proximidades do estacionamento da Santa Casa.

Ele tem 7 anos de idade, a pelagem preta e detalhes em caramelo.

Caso alguém tenha informações sobre seu paradeiro pode entrar em contato pelos telefones (18) 99790-3495 e (18) 98181-7683. Gratifica-se.

Divulgação - Tody tem 7 anos de idade, a pelagem preta e detalhes em caramelo
Tody tem 7 anos de idade, a pelagem preta e detalhes em caramelo


Tutores buscam por gata que desapareceu no Centro de Assis

A gata desapareceu na sexta-feira, 6 de dezembro

Os tutores da gata Nina, que desapareceu na sexta-feira, 6 de dezembro, estão à sua procura.

A gata desapareceu da casa da família, na Rua São Paulo, região central de Assis, próximo ao Clube da Ferroviária.

A família pede que se alguém tiver informações que colaborem para a localização da gata Nina, pode entrar em contato pelo número (18) 99659-4864.

divulgação - Gata Nina tem pelagem clara
Gata Nina tem pelagem clara


Tutora busca por gata desaparecida em Assis

Ela atende pelo nome de Kat

A tutora de uma gata que atende pelo nome de Kat está à sua procura em Assis.

Kat tem 8 meses, é da raça Siamês e o rabo curto, o que pode auxiliar na sua identificação. A família tem uma criança que está doente devido ao desaparecimento do animal.

A gata desapareceu por volta das 20h30 deste domingo, 8 de dezembro, nas proximidades do bairro Park Pinheiros.

Caso alguém tenha informações sobre a gata, pode entrar em contato pelo telefone (18) 99757-3075.

Divulgação - Kat desapareceu nas proximidades do Park Pinheiros em Assis
Kat desapareceu nas proximidades do Park Pinheiros em Assis


Divulgação - Gata tem o rabo curto e é da raça Siamês
Gata tem o rabo curto e é da raça Siamês


Tutor busca por cachorro desaparecido em Assis

Animal atende pelo nome de Bob, é da raça Labrador

Um tutor está em busca do seu cachorro que fugiu nesta segunda-feira, 9 de dezembro, em Assis.

O animal atende pelo nome de Bob, é da raça Labrador, tem a pelagem preta e é muito dócil. Segundo o tutor, ele tem 11 meses de idade e pesa cerca de 35 quilos.

Bob foi visto nesta manhã nas proximidades do Supermercado Amigão, mas não está mais no local.

Caso alguém tenha informações pode entrar em contato pelo número (14) 99884-6729.

Divulgação - Animal atende pelo nome de Bob e é da raça Labrador
Animal atende pelo nome de Bob e é da raça Labrador


Coisa de Bicho promove Mega Bazar neste sábado em Assis

Evento será realizado das 9h às 17h

Neste sábado, 7 de dezembro, os voluntários da entidade Coisa de Bicho promovem mais um Mega Bazar em Assis.

O evento será realizado das 9h às 17h e é uma oportunidade para você garantir os presentes da lista de Natal.

Serão vendidos itens como roupas, acessórios, calçados e muito mais. As peças femininas, masculinas, infantis e plus size custam a partir de R$1,00.

O Mega Bazar ocorre na Rua Capitão Francisco Rodrigues Garcia, 165, ao lado da Farmácia Bisaúde no Centro de Assis.

Mais informações acesse a página www.facebook.com/coisa.bicho.

Divulgação


Tutora busca por gata que desapareceu na Vila Glória em Assis

A gata sumiu da casa onde vive na manhã deste domingo, 1º de dezembro

A tutora Camila Nuance Silva busca pela gatinha Joana, de aproximadamente dois meses, que desapareceu na manhã deste domingo, 1º de dezembro, na Rua Osvaldo Aranha, na Vila Glória, em Assis.

Ela conta que a gatinha ainda mama e sua mãe e seu irmão estão desesperados a sua procura.

"Ela sumiu de casa entre 8h30 e 12h. Ela não costuma sair de frente da nossa casa, pois é muito pequena ainda", conta.

Camila pede que se alguém tiver informações que auxiliem na localização de Joana, para que entre em contato pelo número (18) 99779-6457.

divulgação - A gata Joana tem aproximadamente dois meses
A gata Joana tem aproximadamente dois meses


Bem-Estar

Quando as crianças deixam de acreditar em Papai Noel?

Estudo também aponta como os pais devem debater o assunto com os filhos

O Papai Noel é uma das figuras mais emblemáticas da nossa cultura, especialmente a ocidental. Segundo as histórias que ouvimos desde pequeninos, o bom velhinho, com suas botas pesadas e gorro vermelho, se prepara ao longo de todo o ano para entregar os presentes durante o Natal. Mas apenas para as crianças que merecerem!

Estudiosos da Psicologia e da Saúde Mental têm debatido esse assunto e lançam o debate: afinal, os pais devem mentir a seus filhos sobre o Papai Noel?

De acordo com a especialista Kathy McKay e o psicólogo Christopher Boyle, em entrevista à revista The Lancet Psychiatry, alguns pontos envolvendo a história do bom velhinho devem ser questionados.

Divulgação


Um dos pontos é que descobrir essa mentira pode minar a confiança entre pais e filhos.

"A moralidade de fazer com que as crianças acreditem nesses mitos deve ser questionada. Se os adultos mentem sobre Papai Noel, mesmo que seja de forma bem-intencionada, o que mais é mentira? Se Papai Noel não é real, as fadas são reais? A mágica é real? Deus existe?", dizem os autores.

A magia do Natal

Para além da ideia de ser apenas uma mentira, a figura do Papai Noel também está relacionada com os seres sobrenaturais. Mas em que momento as próprias crianças começam a perceber que o bom velhinho pode ser alguém muito mais próximo do que aquele que mora no Polo Norte?

A pesquisa de Boyle teve início em 2016 e ainda não foi concluída, mas segundo dados preliminares divulgados pelo site MSN, a idade média em que as crianças param de acreditar em Papai Noel é de 8 anos.

A pesquisa não incluiu nenhuma criança brasileira, mas na Escócia a média seria de 8 anos e meio, enquanto nos Estados Unidos seria de 7 anos.

Segundo depoimentos enviados ao psicólogo, é nessa etapa que as crianças começam a prestar mais atenção às conversas dos pais e perceberem situações como encontrar presentes no quarto deles ou até mesmo comparar a caligrafia deles com as cartinhas do Papai Noel.

Cada processo é individual

Não dá para saber como a descoberta da farsa do Papai Noel vai repercutir em cada criança, que depois se tornará um adulto e provavelmente irá seguir contando a história do bom velhinho.

Os dados prévios apontam que 56% dos entrevistados disseram não terem sido afetados na relação de confiança com os adultos, enquanto 33% ficaram chateados. 15% afirmaram terem sentido uma traição e 10% sentiram raiva.

Já adultos, 70% dos entrevistados disseram que incentivam a história e apenas 30% optam por contarem a verdade.

Ceticismo saudável

De acordo com o biólogo evolutivo Richard Dawkins, esclarecer essa farsa natalina pode ajudar as crianças a entenderem que nem sempre as histórias que os adultos contam são verdadeiras. Dessa forma, o Papai Noel ajudaria o processo dos pequenos desenvolverem um ceticismo saudável.

Para a psiquiatra Tuula Tamminen, da Finlândia, o bom velhinho e os contos de fadas podem representar um processo de amadurecimento, de a criança aprender a superar o sentimento de decepção e se orgulhar de saber mais que as crianças menores, por exemplo.

E os adultos também podem se beneficiar com essa mentira, mesmo que não saibam de forma consciente.

"Pode ser que a dureza da vida real demande criar algo melhor, algo em que acreditar, algo no que ter esperança ou que sirva para retornar a uma infância perdida há muito tempo”, finalizam os pesquisadores Kathy McKay e Christopher Boyle.

Tutores buscam por cachorro que desapareceu no centro de Assis

Ele desapareceu na avenida Rui Barbosa

Os tutores de um cãozinho da raça Yorkshire, estão a sua procura, o cão se perdeu na avenida Rui Barbosa, Centro de Assis, e a família está muito preocupada.

O cãozinho está com a pelagem tosada.

Quem tiver informações que auxiliem na sua localização deve entrar em contato com Ana Soares pelo número (18) 99695 5568, ou com Renan pelo número (18) 99802 6002.

divulgação - O cachorro é da raça Yorkshire e está tosado
O cachorro é da raça Yorkshire e está tosado


SOS Pets terá feira de adoção neste sábado em Assis

A feira ocorre das 9h às 13h

Neste sábado, 30 de novembro, das 9h às 13h, as voluntárias da ONG SOS Pets promovem mais uma Feira de Adoção em Assis.

Diversos animais, que estão sob responsabilidade das voluntárias da ONG, estarão disponíveis para adoção responsável.

As voluntárias lembram que adoção é um ato de amor, é escolher mudar o destino de um animal que teria uma vida sofrida e que precisa de cuidados.

A feira ocorrerá na Beta Dog, na Avenida Dom Antonio, 186, e terá apoio da Fitoway.

divulgação - Cartaz de divulgação da feira deste sábado
Cartaz de divulgação da feira deste sábado


Cachorro busca por tutores na região do Distrito Industrial de Assis

O animal foi encontrado nesta quinta-feira, 28 de novembro

Um cachorro de porte grande e cor caramelo foi encontrado nesta quinta-feira, 28 de novembro, na região do Distrito Industrial de Assis.

O animal aparenta estar bem cuidado e por isso os funcionários da empresa onde ele está abrigado acreditam que ele está perdido.

Quem o identificar o animal pode entrar em contato pelo número (18) 99725-6801.

divulgação - O animal é de porte grande
O animal é de porte grande


Divulgação - Cachorro é dócil e busca por tutores em Assis
Cachorro é dócil e busca por tutores em Assis


Cachorro busca por tutores em Assis

O animal foi resgatado no sábado, 23 de novembro

Um cachorro de grande porte foi resgatado no sábado, 23 de novembro, no cruzamento entre as ruas Tibiriçá e Fortuna, em Assis.

O animal foi resgatado pelo Corpo de Bombeiros, que o abriga em seu quartel até que seus tutores sejam localizados.

Quem o reconhecer deve procurar a sede do Corpo de Bombeiros, localizada na Avenida Antônio Zuardi, 1160.

divulgação - O animal está abrigado no Corpo de Bombeiros de Assis
O animal está abrigado no Corpo de Bombeiros de Assis


Tutora busca por cachorra desaparecida em Assis

Animal fugiu nesta quinta-feira, 21 de novembro, próximo da Avenida Dom Antônio

A tutora de uma cachorrinha que atende pelo nome de Dora está à sua procura em Assis.

O animal fugiu na tarde desta quinta-feira, 21 de novembro, nas proximidades da Choperia Dom Antônio.

Dora tem a pelagem marrom, é de pequeno porte e os tutores oferecem recompensa para quem encontrá-la.

Caso alguém tenha informações pode entrar em contato pelo telefone (18) 99813-8085 ou (18) 99628-6530.

Divulgação - Dora tem a pelagem marrom e é de pequeno porte
Dora tem a pelagem marrom e é de pequeno porte


Tutores buscam cachorro em Assis

O filhote desapareceu nas imediações do Jardim 3 Américas II

Os tutores de um filhote de cachorro estão à sua procura em Assis.

O animal fugiu nesta quinta-feira, 21 de novembro, mas imediações do Jardim 3 Américas II.

O cachorro atende pelo nome de Thor, tem pelagem clara e desapareceu na Rua Fernandes Salinas. A família tem três crianças muito aflitas desde o seu sumiço e uma delas faz aniversário nesta sexta-feira, mas disse que o pet ser encontrado é o presente.

Quem tiver informações que ajudem na localização do animal pode entrar em contato pelo número (18) 99729-5069.

divulgação - O filhote tem pelagem clara
O filhote tem pelagem clara


SOS Pets realiza feira de adoção neste sábado em Assis

A feira ocorre das 9h às 12h

Neste sábado, 23 de novembro, das 9h às 12h, as voluntárias da ONG SOS Pets promovem mais uma Feira de Adoção em Assis.

Diversos animais estarão disponíveis para adoção responsável.

As voluntárias lembram que adoção é um ato de amor, é escolher mudar o destino de um animal que teria uma vida sofrida e que precisa de cuidados.

A feira ocorrerá na Agrocenter Assis, na Avenida Abílio Duarte de Souza, 585, e terá apoio da Fitway.

divulgação - Cartaz de divulgação da Feirinha de Adoção
Cartaz de divulgação da Feirinha de Adoção


Tutores buscam por cachorra perdida em Assis

Animal desapareceu nas proximidades da UNIP

Os tutores de uma cachorra estão à sua procura em Assis. O animal desapareceu nesta segunda-feira, 18 de novembro, por volta das 10h.

A cachorra sumiu nas proximidades da Rua Salvador R. de Moraes, na região da UNIP. Ela é uma fêmea da raça Basset Haud, que tem a pelagem preta e caramelo.

A família tem uma criança que está chorando muito pela falta do animal.

Caso alguém tenha informações sobre seu paradeiro pode entrar em contato pelo telefone (18) 98131-3013.

Arquivo Pessoal - Cachorra fugiu nas proximidades da UNIP em Assis
Cachorra fugiu nas proximidades da UNIP em Assis


Tutora busca por gata que desapareceu na região central de Assis

A gata Belinha desapareceu nesta sexta-feira, 15 de novembro

Eliane Rodrigues Pereira, tutora da gata Belinha está a sua procura.

Elaine conta que Belinha é muito mansa e desapareceu nesta sexta-feira, 15 de novembro, da casa da família na região central de Assis, próximo ao Atacadão Duas Rodas.

Ela pede que se alguém tiver informações que ajudem a localizar Belinha, que entre em contato pelo número (18) 99685-0388.

divulgação - Belinha é muito mansa
Belinha é muito mansa


Cachorra busca por tutores em Assis

Animal foi resgatado por funcionários de uma empresa na Avenida Otto Ribeiro

Nesta quarta-feira, 6 de novembro, uma cachorrinha foi resgatada por funcionários de uma empresa nas proximidades da Avenida Otto Ribeiro, em Assis.

Eles estão em busca dos tutores do animal, que aparentemente é bem cuidada e pode ter fugido de alguma casa.

A cachorrinha tem a pelagem caramelo, é de pequeno porte e dócil.

Caso alguém a identifique, pode entrar em contato pelo telefone (18) 99657-8576.

Divulgação - Cachorra foi resgatada por funcionários de uma empresa na Otto Ribeiro, em Assis
Cachorra foi resgatada por funcionários de uma empresa na Otto Ribeiro, em Assis


SOS Pets realiza feira de adoção neste sábado em Assis

A feira ocorre das 9h às 12h no estacionamento do Hospital Veterinário Vet House

Neste sábado, 9 de novembro, a ONG SOS Pets organiza a Vet Day, feira de adoção dos animais que estão sob os cuidados dos voluntários da entidade.

A feira ocorrerá das 9h às 12h, no estacionamento do Hospital Veterinário Vet House, na Avenida Otto Ribeiro, 2272.

A feira contará com muitos bichinhos lindos e amáveis que precisam de um lar e estarão disponíveis para adoção responsável.

Quem adotar um animalzinho durante a feira ganhará da escola de idiomas KNN 50% de desconto para iniciar um curso.

divulgação - Cartaz de divulgação da Feira de Adoção desta sábado
Cartaz de divulgação da Feira de Adoção desta sábado


Bem-Estar

Câncer de mama masculino: Cinco sintomas que podem ajudar na identificação

Médicos das Oncoclínicas alertam homens sobre um possível caso de câncer de mama

Recentemente, o empresário Mathew Knowles, pai da cantora Beyoncé, revelou em entrevista ao programa de TV Good Morning America que foi diagnosticado com câncer de mama no meio deste ano. Apesar de raro, estimativas indicam que 1% dos casos da doença afeta homens.

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), o Brasil somará cerca de 60 mil novos casos de câncer de mama em 2019, número que corresponde a 28% de todos os diagnósticos da condição registrada no país. E, apesar de o Outubro Rosa ser o mês de conscientização sobre a questão voltada principalmente para mulheres, é preciso lembrar que um dos grandes mitos da saúde é que o câncer de mama não afeta homens. Das 16.254 pessoas que morreram em decorrência de câncer de mama no país no ano passado, 185 eram homens.

O oncologista Daniel Gimenes, do Centro Paulista de Oncologia (CPO) – Oncoclínicas, explica que um dos grandes mitos relacionados ao câncer de mama é justamente que ele só afeta mulheres. Homens também apresentam glândulas mamárias. Apesar da baixa incidência, o câncer de mama masculino pode se manifestar e existe um alto percentual de mortalidade. Em cerca de 100 casos da doença, apenas um ocorre no sexo masculino. Nos Estados Unidos, por exemplo, foram registrados 1910 casos e, na maioria das vezes, o diagnóstico é tardio, já que homens não costumam realizar a mamografia anualmente.

"Existe um problema muito comum que faz com que os homens não procurem um médico por questões de machismo, pois não passa pela cabeça de ninguém que o homem pode desenvolver um câncer de mama. Por isso, havendo qualquer mudança suspeita na região mamária, é preciso procurar um especialista para que o câncer não seja descoberto tarde demais”, explica Gimenes.

O tratamento e os sintomas são os mesmos. Nos homens, o diagnóstico costuma ser mais rápido pelo fato de que eles têm menor tecido mamário, facilitando a visualização de um nódulo. Mas a identificação também é feita por meio de mamografia.

Para o oncologista Mário Alberto Costa, da Oncoclínicas Rio de Janeiro, tão importante quanto estar atento aos sinais é conhecer fatores de risco e medidas preventivas. "História familiar de câncer de mama, sobretudo quando relacionada ao gene BRCA2, níveis elevados de estrogênio no homem como em indivíduos que usam compostos à base de estrogênio ou testosterona, disfunção hepática e cirrose, obesidade, doenças da tireoide, síndrome de Klinefelter, doenças testiculares e irradiação prévia da região mamária são fatores de risco. Sobre prevenção, é importante tentar remover os fatores de risco, quando possível, evitar uso de compostos hormonais, controle da dieta e peso, evitar álcool, controle de hepatopatias, entre outros”, esclarece.

Quando o assunto é tratamento, homens e mulheres enfrentam a doença igualmente. "O tratamento do câncer de mama no homem é semelhante ao tratamento na mulher e depende da fase em que a doença é diagnosticada (estadiamento) e características biológicas do tumor, podendo ser indicada cirurgia, radioterapia, hormonioterapia, quimioterapia, entre outros”, orienta o oncologista Costa.

Para Gimenes, outro ponto importante é desmitificar o câncer de mama em homens. "Há, é claro, além de uma desinformação, um preconceito em relação a este tipo de incidência. Apesar de não encararmos dados alarmantes no quesito, é fundamental que a população em geral, independente do gênero, esteja alerta. O diagnóstico precoce é fundamental para as chances de recuperação dos pacientes”, salienta.

Gimenes frisa adicionalmente que, em muitos casos, o câncer de mama em um homem é um indício sugestivo de que o paciente seja portador de uma mutação genética hereditária no gene BRCA, sendo recomendada em todos os casos a realização do teste molecular mesmo que não haja histórico de câncer na família.

Abaixo, os oncologistas Daniel Gimenes e Mário Alberto da Costa destacam os cinco principais fatores que podem ser importantes na hora de detectar um câncer de mama no homem:

Genética: Se existir um caso alguma mulher (tia, mãe, avó) com câncer de mama na família, as chances do homem desenvolver aumenta discretamente, mas se for relacionado à mutação do BRCA, os riscos são significantemente maiores. Para isso, é recomendável que o homem faça uma pesquisa de mutação para saber se terá chances de desenvolver a doença. Além disso, existe uma síndrome genética, associada ao alto nível de estrogênio, uma condição que aumenta o índice câncer de mama em homem, principalmente quando tem a mutação do gene BRCA. Se, por exemplo, um homem no qual a irmã/mãe teve câncer de mama, as chances são maiores, por isso, é preciso ser feito um acompanhamento mais de perto.

Hormônios: O principal motivo pelo qual as mulheres apresentam câncer de mama com mais frequência do que os homens são os hormônios. A mulher produz muito mais estrógeno do que o homem. A maioria dos cânceres de mama femininos se desenvolve por conta de hormônios sensíveis. O homem apresenta uma baixa taxa se estrógeno no corpo, contendo mais testosterona, que não leva a este tipo de câncer.

Caroço na área do tórax: Como os homens não tem o costume de realizar exames mamários frequentemente é preciso que se atentem a alguns sintomas suspeitos. Caroço na área do tórax é dos principais sintomas do câncer de mama masculino que pode ser acompanhado de inchaço nos linfonodos axilares.

Retração na pele: Em situações mais avançados da doença, também pode ocorrer uma retração do mamilo, ou seja, um inchaço significativo ou distorção da pele, em alguns casos acompanhados de sangue na região. Quando estes sinais são detectados, é imprescindível que se procure um médico para saber o diagnostico correto.

Cirrose/alcoolismo/obesidade: Pacientes com distúrbios do fígado (cirrose, alcoolismo e obesidade) correm mais risco de desenvolver câncer de mama e, quanto mais velho o homem for, maior a possibilidade de a doença aparecer. Na maioria das vezes o homem com câncer de mama procura uma orientação quando a neoplasia ainda está no começo, dificultando o tratamento. Quando mais cedo o câncer é diagnosticado, maiores são as chances de cura. Por isso, já que a mamografia masculina não é recomendada como um exame de rotina, homens que estão na área de risco de desenvolver um câncer de mama, precisam realizar o autoexame.

Ilustrativa - Apesar de raro, estimativas indicam que 1% dos casos de câncer de mama afeta homens
Apesar de raro, estimativas indicam que 1% dos casos de câncer de mama afeta homens


Cachorra busca por tutores em Assis

Ela foi encontrada na Avenida Dom Antônio

Uma cachorra está em busca de seus tutores em Assis. O animal foi acolhido pelos funcionários de um posto de gasolina na Avenida Dom Antônio, mas aparenta estar bem cuidado.

A equipe do posto informou que a cachorra é de porte médio, tem a pelagem branca com pintinhas pretas e é muito carinhosa.

Caso alguém a reconheça, pode entrar em contato com Renata pelo telefone (18) 99706-2334.

Divulgação - Cachorra foi encontrada em um posto de combustíveis na Avenida Dom Antônio, em Assis
Cachorra foi encontrada em um posto de combustíveis na Avenida Dom Antônio, em Assis


Divulgação - Cachorra é carinhosa e aparenta ter tutores
Cachorra é carinhosa e aparenta ter tutores


Bem-Estar

8 dicas para prevenir a prisão de ventre na criança

Saber identificar a prisão de ventre é importante para corrigir o problema o quanto antes

A prisão de ventre varia muito de criança para criança, além do fator idade. Segundo Sociedade Brasileira de Pediatria, para que seja considerada "prisão de ventre” em crianças por volta dos 4 anos, devem ser cumpridos no mínimo dois critérios durante dois meses consecutivos: Menos de 3 defecações na semana, ao menos um episódio de incontinência fecal por semana, posturas ou atitudes retentivas para evitar a defecação, defecação dolorosa, fezes de grande diâmetro no reto ou palpáveis a nível abdominal e defecções excessivamente volumosas.

A obstipação intestinal, mais conhecida como "prisão de ventre”, é muito comum na infância e as causas pode ocorrer por diversos fatores: alimentação pobre em fibras, medo de evacuar por causa da dor com a fissura anal, insuficiente ingestão de líquido e pouca atividade física. A criança que está obstipada faz menos cocô que de costume, principalmente se já está há quatro dias sem evacuar e tem dificuldade para eliminar as fezes.

No entanto, há outros sintomas como excrementos duros e secos que fazem o bumbum doer, ou mesmo, fezes líquidas que só sujam a fralda ou a roupa de baixo. "Pode ser que a parte sólida das fezes esteja presa dentro dos intestinos, e só as líquidas consigam sair. É preciso cuidado para não confundir isso com diarreia, ” alerta Loretta

Saber identificar a prisão de ventre é importante para corrigir o problema o quanto antes. Loretta Campos separou oito dicas importantes que poderão ajudar os pequenos:

1. Evite alimentos que prendem o intestino: arroz, banana, maçã e cereais. É salutar maneirar no leite;

2. Aumente as fibras com o consumo de pães e bolachas integrais, mamão, ameixa preta, feijão e brócolis;

3. Ofereça muito líquido;

4. Incentive o seu filho a correr e brincar bastante;

5. Não force a barra para que seu filho abandone as fraldas se ele ainda não estiver preparado;

6. Instigue seu filho a ir ao banheiro quando tiver vontade. Se ele nunca sente vontade, faça-o passar dez minutos no penico ou na privada depois do café e do jantar;

7. Converse com o pediatra. Ele poderá sugerir um laxativo, lubrificante natural, fibras solúveis ou supositório;

8. Se as fezes do seu filho têm sangue, o pediatra poderá orientar um tratamento para combater a fissura anal.

Divulgação - A obstipação intestinal, mais conhecida como
A obstipação intestinal, mais conhecida como "prisão de ventre", é muito comum na infância e as causas pode ocorrer por diversos fatores


Sapatos queridinhos para colocar já na wishlist de Verão!

Por Larissa Reigato

Ahhh, o Verão! A estação mais que querida, quando colocamos em nossa wishlist tudo o que queremos apostar de novidades e tendências. Seja para viajar, festas de fim de ano, office look ou até mesmo o casual, devemos pensar sempre primeiramente no conforto, mas sem deixar o estilo de lado.

Confira quais são os sapatos preferidos das it girls para esse Verão e faça suas escolhas para marcar presença nas produções das próximas estações.

Vem ver:

Divulgação


Anabela

O salto Anabela é de longe o salto mais confortável de todos, por possuir um suporte mais grosso, fazendo com que o pé se encaixe no salto.

Combinam perfeitamente com saias, vestidos, shorts, e calças. Além disso, ele tem aquele estilo boho que é a cara do Verão e já está na nossa wishlist!

Divulgação


Mule bico fino

Ele veio para ficar e prova que pode ser "cool” em todos os estilos de designs.

Não importa a produção, te deixa chique e estilosa no ato. E o mule de bico fino não é diferente...

Divulgação


Slide

O item perfeito para o verão! Fresco, prático e confortável, ele existe em diversos formatos, estilos, cores e tem tudo para ser seu melhor amigo durante a estação.

Divulgação


Slingback

Modelo que chegou de mansinho e ao longo do tempo foi conquistando corações. Os slingbacks são sapatos que possuem a parte traseira vazada, preso somente por um elástico ou faixa. Perfeito para trabalho em dias mais quentes!

Gostou das dicas? Deixe no comentário abaixo qual é o seu modelo queridinho do momento!

Bem-Estar

Bichectomia é indicada pra todos? Especialista responde

Dra. Ana Paula Quinteiro Moro, especialista em procedimentos da face e crânio, explica porque a bichectomia está se tornando tão popular

A bichectomia está em alta. O procedimento tem sido muito procurado pelas celebridades. O desejo por uma aparência mais magra e feições mais finas é o principal atrativo desta cirurgia plástica que se torna cada vez mais acessível.

A Dra. Ana Paula Quinteiro Moro, especialista em procedimentos da face e crânio, explica porque a bichectomia está se tornando tão popular até mesmo entre não famoso: "um dos grandes trunfos é o fato de o procedimento ser pouco invasivo e de recuperação rápida, além de poder ser realizado não apenas por cirurgiões plásticos, mas por dentistas e dermatologistas habilitados, estão entre os fatores que democratizaram esse sonho de beleza em nosso país”.

Como é o procedimento?
"Bichectomia consiste na cirurgia para retirada das chamadas bolas de Bichat, bolsas de gordura depositadas nas bochechas (entre a mandíbula e o osso zigomático) e não têm uma função definida. Como se trata de um tipo de gordura que não é usado pelo organismo como fonte de energia, não diminui com dieta e atividade física. Muitas pessoas acabam recorrendo ao bisturi na tentativa de afinar o contorno facial. O procedimento pode ser feito em centro cirúrgico ou consultório, sob anestesia local, e normalmente dura menos de uma hora. O profissional faz uma incisão de cerca de 1 cm de comprimento no interior da bochecha para deslocar a a gordura, que pode ser removida parcial ou totalmente. Os pontos são retirados depois de uma semana, período em que a face pode ficar inchada e apresentar hematomas leves".

A mudança estética é garantida?

A expectativa de bochecha negativa nem sempre será atendida. A especialista revela os motivos.

"Dependendo da estrutura facial, a bichectomia vai proporcionar uma mudança muito sutil, a ponto de não ser a opção ideal para conseguir o visual esperado”e neste caso, o tratamento deve ser complementado com preenchimentos em mandíbula e maçã do rosto".

Contra-indicações

A bichectomia é contraindicada para pessoas com o rosto muito magro, grávidas, pacientes com patologias hepáticas, renais e cardíacas, coagulopatias ou que tenham recebido radioterapia na região.

Riscos

Apesar de ser um procedimento simples, pode causar lesão no nervo facial, a qual prejudica movimentos da região e causa dores, além de poder afetar o ducto parotídeo, que transporta a saliva na boca, gerando acúmulo do líquido causando inchaço da bochecha, até ser drenado.

Outros riscos, como infecções, assimetria facial e retirada excessiva da "bola de Bichat”, com esqueletização da face, que é o envelhecimento precoce da região. A gordura localizada na bochecha tem a função de sustentar a pele facial e, por isso, sua ausência pode resultar em flacidez na região com o passar dos anos.

A Dra. Ana Paula explica que também a escolha do profissional é importante para minimizar riscos nos procedimentos.

"É de fundamental importância, escolher um cirurgião que estude o formato e as proporções faciais antes de indicar e planejar a plástica", conclui.

Divulgação - Dra. Ana Paula Quinteiro Moro
Dra. Ana Paula Quinteiro Moro


Cachorros são bons companheiros para praticar corrida

Médico veterinário acredita que a atividade física, além dos benefícios para a saúde, melhora o relacionamento entre tutor e animal

Correr traz diversos benefícios para o ser humano, e quando a atividade física é feita ao lado do seu melhor "AUmigo”? O médico veterinário das rações premium especial Max, Marcello Machado, afirma que tutores que correm com cachorro, também ajudam o animal no combate à obesidade, redução do estresse, aumento da resistência respiratória e o fortalecimento da musculatura. Além dos benefícios para a saúde, a corrida estimula o cão a explorar novos lugares, cheiros e melhora o relacionamento com o tutor.

De acordo com o médico veterinário, a prática de exercícios físicos faz parte da fisiologia e comportamento natural do pet, mas alguns cuidados devem ser tomados. O treino (distância e intensidade) deve ser gradual, iniciando bem baixo e aumentar aos poucos. "O cão precisa de descanso para se recuperar do esforço e não é recomendado treinar todos os dias. O cachorro pode correr de duas até três vezes por semana, mas essa quantidade varia e antes de começar os treinos, consulte um veterinário de confiança para saber se o pet está liberado para fazer atividades físicas e quais são seus limites.”, alerta Machado.

É importante ficar atento à disposição do seu cachorro antes de fazer exercícios. Se ele parecer desanimado, deixe-o descansando. Quando for realizar a atividade, o tutor deve se atentar em algumas dicas para não prejudicar, conforme orientações do médico veterinário:

· Leve uma garrafinha de água e/ou uma tigela para colocar água e hidratar seu cão antes, durante e após os treinos;

· Evite fazer os treinos nos horários mais quentes do dia (entre 10h e 16h) e após as refeições do seu animal. Além do calor que pode machucar a pata do cão, ele pode sentir desconforto, fadiga e ter vômitos;

· Monitore seu cão durante o exercício. Se ele ficar ofegante ou deitar bruscamente no chão, pare e ofereça água. Não ultrapasse os limites do seu pet e retorne caminhando para sua residência ou carregue o animal no colo;

· Fique atento às características do seu cachorro: peito grande, pernas longas, corpo esguio e aerodinâmico, como cães das raças Border Collie, Galgo, Pastores e Saluki. Se um "vira-lata” possuir essas características descritas, ele pode ser também um bom corredor. Mas, não são todas as raças de cães que têm perfil de corredor. Cachorros com focinho achatado possuem características genéticas que atrapalham na hora da atividade física.

Divulgação - Além dos benefícios para a saúde, a corrida estimula o cão a explorar novos lugares, cheiros e melhora o relacionamento com o tutor
Além dos benefícios para a saúde, a corrida estimula o cão a explorar novos lugares, cheiros e melhora o relacionamento com o tutor