01 de Outubro de 2020
20º/30º
ENTRETENIMENTO » COLUNISTAS

"CIDADES INTELIGENTES"

COLUNISTA - Ricardo Carneiro

Cidades inteligentes ou Smart Cities são aquelas que utilizam tecnologia para gerar eficiência nas operações urbanas, de tal forma que mantém seu desenvolvimento econômico ao mesmo tempo que melhora a qualidade de vida da população. São cidades automatizadas e mais sustentáveis, sendo que devem estar alinhadas ao Plano Diretor do município.

Entenda quais são os quatro pilares de uma cidade inteligente e aprenda sobre conectividade, mobilidade, segurança e sustentabilidade.

Com a população vivendo em áreas urbanas e a previsão de aumento considerável destes índices nas próximas décadas, as cidades precisam se estruturar mais do que nunca.

A demanda por serviços de qualidade e acessíveis a toda a população, só cresce. Com isto, a capacidade dos governos locais de atender às exigências é desafiada.

Mas, ao mesmo tempo que esse crescimento ocorre, as tecnologias que temos à disposição também se tornam mais variadas e amplas. Sensores, dados, softwares, gadgets: tudo isso pode ser utilizado nas cidades para otimizar serviços.

A infraestrutura tecnológica reúne, conecta e processa big data prestando serviços municipais abertos, transparentes e eficientes.

Nas Cidades Inteligentes, o governo está aberto a envolver-se e ser envolvido por iniciativa dos cidadãos na base de uma relação aberta, transparente e de confiança. As tecnologias de informação são utilizadas para resolver os problemas sociais, econômicos e ambientais, com a participação dos cidadãos, implementa e apoia um ecossistema de inovação urbana, onde se aplica o co-design e a co-criação de processos e serviços de inovação tecnológica e social para a solução dos problemas com o foco no bem estar e felicidade dos cidadãos.
Divulgação
Ricardo Carneiro
Ricardo Carneiro é Advogado, formado em Direito pela UNIP, Ambientalista e Promovedor das "Cidades Inteligentes".
+ VEJA TAMBÉM