28 de Novembro de 2021
20º/30º
Entretenimento - Colunistas

COP-26 - O maior evento climático do mundo

COLUNISTA - Elisa Barbosa

De 1 a 12 de novembro ocorreu em Glasgow, Escócia, a 26ª Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas (COP-26), principal cúpula da ONU para debate sobre questões climáticas.

O evento, que ocorreria em 2020, mas foi adiado devido à pandemia de Covid-19, teve quatro principais pontos em discussão: 1. Garantir que o mundo elimine as emissões de carbono até meados do século e mantenha a meta de não ultrapassar o aumento da temperatura global em 1,5°C; 2. Adaptação para proteger as comunidades e habitats naturais; 3. Mobilização de finanças de nações mais ricas para nações de menor renda para ajuda na adaptação climática e diminuir novos aumentos de temperatura, o que já deveria ter sido cumprido em 2020, porém, com nova meta determinada para 2025; e, finalmente, 4. Trabalho conjunto, com colaborações entre governos, empresas e sociedade civil e, claro, finalizar o Livro de Regras de Paris para tornar o Acordo totalmente operacional.

Um rascunho divulgado na manhã de sexta-feira (12), último dia de evento, menciona o fim do uso progressivo de carvão e demais combustíveis fósseis. Apesar de a versão final ainda estar sendo negociada, especialistas já criticam a versão existente, tendo em vista que As menções ao carvão e aos combustíveis fósseis foram suavizadas após uma campanha dos principais produtores de carvão, petróleo e gás do mundo - como Arábia Saudita, China, Rússia e Austrália, que queriam que os trechos totalmente removidos.

O Brasil assinou um acordo sobre proteção de florestas que prevê zerar o desmatamento no mundo até 2030. Também aderiu a um acordo para reduzir emissões de metano em 30% até 2030.
Divulgação
Elisa Barbosa
Elisa é advogada atuante na área de migração pelo Instituto ProBono e ProMigra/USP, mestre pela UNESP e consultora em ESG - OAB/SP 365.622
Receba em primeira mao nossas noticias!
Participe de nossos grupos:
+ VEJA TAMBEM