14 de Agosto de 2022
20º/30º
Entretenimento - Colunistas

Falta de tempo não é mais desculpa

COLUNISTA - Cláudia Bueno

"Não tenho tempo, não tenho dinheiro, não tenho vontade, não tenho ânimo"... essas são apenas algumas frases que escuto e recebo de pessoas interessadas em começar ou que querem apenas saber sobre o trabalho que desenvolvo no Treinamento Presencial ou no Online como Personal Trainer.

De todas as possibilidades, a única que posso te ajudar, sem medo, é a FALTA DE TEMPO.
Ninguém tem tempo, eu não tenho tempo, você não tem tempo, nós CRIAMOS o tempo, priorizamos a agenda, remarcamos os compromissos, riscamos aquele horário, isso não é negociável, assim como aquela reunião importante com um cliente em potencial também não é!

Assim começamos a coluna de hoje, falando sobre como vamos priorizar nossa agenda e dar ênfase aos resultados que queremos atingir com o exercício físico. Menos tempo, mais intensidade? Será possível ter bons resultados em menos tempo de treino? Espero responder essas duas perguntas para vocês hoje!

Temos muitos estudos, muitos mesmo, que verificam qual o melhor treino para perder peso ou para aumentar nossos músculos, e a verdade é que há inúmeras formas de fazer isso. Comecemos com emagrecimento, vontade nacional, seja por saúde, seja pela estética.

Há muitas possibilidades de reduzirmos percentuais de gordura apenas com exercícios de 12-20 minutos diários, aí quero enfatizar: DIÁRIOS! Todos os dias, sem falta, sem negociar. Treinos rápidos, práticos e eficientes, como diz o ditado, é melhor pingar do que secar, ou seja, você precisa ser constante, ter o compromisso de fazer todos os dias, para suar a camisa mesmo!!! Separar exercícios que combinem grandes grupos musculares, aumento da frequência cardíaca e troca de planos, essa é uma ferramenta que utilizo bastante.

Se falarmos em hipertrofia muscular, podemos trabalhar entre 30-45 minutos, dia sim, dia não, e aí nesses dias vamos "matar um leão" por dia, ou seja, aumentamos intensidade, aumentamos exercícios, combinados ou não, grandes grupos musculares com pequenos grupos e assim por diante.

Tudo vai depender do que tempo que você vai se dispor a fazer tudo isso e quais são seus objetivos pessoais. Professor e aluno sempre devem ter isso em mente, a realidade de cada cliente/aluno, objetivo do aluno com o exercício físico e, por fim o acompanhamento para manter seu aluno em constante evolução.

Você pode ter vontade, mas se não tiver CORAGEM para começar, vai ficar onde está, arrumando inúmeros motivos para não se mexer, não se exercitar, mas a verdade é que depois que começamos nunca mais queremos parar! SE PERMITA: amanhã é SEGUNDA-FEIRA, um ótimo dia para CRIAR tempo!!!

Divulgação - COLUNISTA - Cláudia Bueno (Foto: Divulgação)
COLUNISTA - Cláudia Bueno (Foto: Divulgação)

Divulgação
Cláudia Bueno
Cláudia Bueno, Educadora Física - CREF/PR: 017404
Receba em primeira mao nossas noticias!
Participe de nossos grupos:
+ VEJA TAMBEM