12 de Agosto de 2020
20º/30º
ENTRETENIMENTO » COLUNISTAS

Ninguém fica rico cavando o chão com picaretas

COLUNISTA - Elda Jabur

Toda grande fortuna tem uma história diferenciada para ser descoberta.

A fortuna dos Trump.

Fred Trump (1905- 1999). Pai de Donald Trump fez fortuna no ramo da construção civil, através de subsídios públicos e fiscais. Construiu prédios nos bairros do Brooklyn do Queens, em Nova Yorque. Terminava as obras por um valor abaixo do orçamento financiado pelo estado. Assim ele embolsava a diferença.

Trump filho.

Tornou-se presidente do país mais poderoso do mundo, herdou do pai o mesmo estilo de negociação. Seu pai foi o financiador e lhe facilitava as amizades na política e no setor bancário.

Conseguia também redução de impostos para as suas construções. Só na construção de um hotel conseguiu essa regalia que lhe gerou uma economia de 160 milhões de dólares. Dessa maneira conseguiu comprar o Hotel Plaza ( rede de hotéis mais luxuosos e caros que existem), antiga sede do Banco de Manhattan. Assim seguiu sua carreira de milionário.

A joia da coroa.

A construção do Trump Tawer. Um edifício de 58 apartamentos na Quinta Avenida. A parte térrea é o templo do comércio de luxo da cidade. Para a família é reservada o último andar como residência.

Em 1983 seu nome para outras empresas ganhando milhões de dólares em royalties.

Foi por dez anos apresentador de programa de TV O aprendiz. Já era considerado sem papas na língua. Criticava e demitia os participantes do programa. Com isso conquistou uma legião de admiradores. As pessoas sentem um prazer sádico ao ver outras sendo humilhadas.

Sua frase preferida” Vou até o inferno para pagar o menos possível”. Será isso de acordo com a lenda que diz sobre algumas pessoas que fazem até pacto com o diabo para enriquecerem?

Ele cita esse seu comportamento como em grande exemplo deixado por seu pai.

Existem também as marcas de roupas como seu nome. Por mais incrível que pareça, as roupas são fabricadas no México. O país de quem os governos americanos roubaram muitas terras. E Trump, desde o início de seu governo, quis construir um grande muro para impedir o acesso de miseráveis ao seu país.

Realmente, um comportamento enigmático o das pessoas que se transformam em admiradores e seguidores desses personagens.

Com tudo isso, ele ainda tem a chance de ser reeleito para a presidência dos EUA.

Divulgação
Elda Jabur
é professora de História formada peLa Unesp de Assis. Trabalhou no Sesi e no Estado até aposentar-se. Há muito tempo dedica-se a escrever para jornais, faz óleo sobre tela e pertence à Ordem Rosacruz - AMORC há mais de 30 anos. Reside na Cidade de Cândido Mota/SP.
+ VEJA TAMBÉM