04 de Dezembro de 2022
20º/30º
Entretenimento - Colunistas

Novembro: se está azul, está ok

COLUNISTA - Cláudia Bueno

Primeiro domingo do mês de novembro, pelo título já sabe do que vamos falar, não é mesmo?

Novembro azul foi a escolha do mês para se falar sobre o tão "câncer" de próstata, e não foi à toa que ele foi escolhido, já que boa parte dos homens tem um certo receio de falar sobre o tema, especialmente pela forma em que o teste preliminar de câncer de próstata é feito.

Chega a ser engraçado, mas realmente o preconceito e as brincadeiras podem afastar os homens de uma detecção precoce e de um tratamento com sucesso a respeito do tema. O novembro azul deve ser levado a sério, mas principalmente deve ser REALIZADO com muita seriedade!

Dito isso vamos ao que me interessa: exercício físico e câncer de próstata. Vou listar alguns benefícios a respeito do exercício físico antes, durante e após o câncer, levando em consideração que estes resultados podem ser encontrados em revistas científicas sérias e com excelente idoneidade. Tudo que trazemos por aqui a respeito de informação, é baseada em estudos e não reflete "apenas" minha opinião sobre determinados assuntos específicos.

Exercícios físicos e seus benefícios para homens em geral: aumento de massa muscular, aumento de testosterona, diminuição de riscos cardiovasculares, diabetes e manutenção de massa óssea e diminuição de cortisol (hormônio do estresse).

Exercícios físicos PRÉ-TRATAMENTO (quando se tem um diagnóstico de câncer): atenua a atrofia muscular, diminui o tempo de hospitalização e aumentam as chances de indicação cirúrgica.

Exercícios físico DURANTE o tratamento: reduz a ansiedade, reduz os sintomas depressivos, manutenção de massa muscular e óssea e redução da fadiga (muito comum em pacientes com câncer).

Exercícios físicos APÓS o tratamento: TODOS OS CITADOS ACIMA, prevenção do aparecimento de recidiva (reaparecimento) e morbidades ligadas a mortalidade como obesidade, diabetes tipo 2 e doenças cardiovasculares.

É sempre importante ressaltar que o Profissional de Educação Física irá atuar com uma equipe multidisciplinar, onde respeitará as indicações médicas, sendo que sua atuação sempre se baseará no laudo pelo médico responsável, sendo assim sendo monitorado/orientado pelo mesmo.

Vou dedicar este mês para falarmos sobre este tema tão importante e tão vasto. Coragem: amanhã é segunda-feira! Nos vemos em breve!!!
Divulgação
Cláudia Bueno
Cláudia Bueno, Educadora Física - CREF/PR: 017404
Receba em primeira mao nossas noticias!
Participe de nossos grupos:
+ VEJA TAMBEM