27 de Setembro de 2022
20º/30º
Entretenimento - Colunistas

Pro - cras - ti - na - ção

COLUNISTA - Fernando Nascimento

A arte de deixar para depois o que você pode fazer agora.

Difícil de escrever (separei em sílabas propositalmente), ainda mais difícil de falar, mas muito fácil de fazer.

Outro dia encontrei um amigo que não via há algum tempo.

Papo vai, papo vem, falamos rapidamente sobre família, igreja, trabalho, futebol, política e talvez alguma outra coisa.

Ao final da conversa, despedidas e a frase campeã: "precisamos marcar alguma coisa lá em casa".

"Precisamos sim, vamos marcar".

Nunca marcamos.

Perdi a conta de quantas vezes tive conversas assim.

Se você é uma pessoa adulta, certamente já passou por algo parecido.

É uma verdade difícil de engolir, mas somos procrastinadores.

Sempre damos um jeitinho de enrolar, empurrar com a barriga ou resolver outra hora.

Adiamos decisões de começar a fazer algo, e substituímos por coisas não tão importantes assim.

É uma tendência muito presente em nossa vida pós-moderna: acumulamos tarefas, apagamos mini-incêndios, não damos conta de cumprir toda agenda e deixamos para depois. Diariamente.

Às vezes, temos dificuldade de enfrentar uma situação, às vezes temos preguiça, às vezes não nos organizamos.

Muitas podem ser as causas.

E duas soluções são simples de aplicar:

reconhecermos as áreas em que precisamos melhorar, afinal, imagino que você esteja pensando nas situações que deixou para depois, e partirmos para a ação. Sabemos onde somos menos produtivos, então, vamos melhorar de verdade.

Devemos ouvir aquela vozinha - nossa consciência - que nos diz que não podemos adiar. Pode parecer algo inofensivo mas, depois de um tempo, a procrastinação se torna rotina, quase um vício. Nossa produtividade, nossos relacionamentos, e nossa vida, sofrem consequências, muitas vezes ruins ou irreversíveis.



Abandonar é um remédio amargo, mas necessário.

Não é uma tarefa das mais fáceis.

Dá até vontade de começar depois. Mas, é melhor não.

Tente iniciar hoje mesmo, pelas tarefas pequenas, organizando coisas básicas e mais fáceis.

E vá se aprofundando na organização de sua rotina. Busque ajuda, se necessário.

A procrastinação é proporcional ao percurso que queremos andar. Quanto mais deixamos para depois, mais tempo demoraremos para alcançar.

Isto deveria ser suficiente para abandonarmos definitivamente essa prática.

Bora fazer, agora, o que precisamos fazer agora?

#tamojunto


Divulgação AssisCity
Fernando Nascimento
Copywriter Junior e Social Media Junior
Receba em primeira mao nossas noticias!
Participe de nossos grupos:
+ VEJA TAMBEM