10 de Dezembro de 2022
20º/30º
Entretenimento - Colunistas

Três letrinhas básicas: CTA

COLUNISTA - Fernando Nascimento

Passaram-se 42 quilômetros e mais alguns metros.


Primeira coisa foi vencer o pelotão da frente, aquele pessoal que inicia a corrida como se não houvesse amanhã. Muita água foi consumida, não apenas para beber, mas para jogar no corpo, afinal, o calor está insuportável.


Uma maratona não é nada fácil. Tem que dosar as passadas, acelerar e diminuir o ritmo constantemente. De vez em quando, mastigar uma barrinha energética ou comer (ou beber, sei lá), um gel de carboidrato.


Subidas, descidas, retas, curvas, foi bom comer aquele macarrão ontem à noite, energia está curta, mas suficiente. Durante o percurso, tomou-se cuidado com aqueles malucos que gostam de se aparecer e atrapalhar os corredores.


Reta final, segundo colocado ficou para trás, últimos metros, fita logo ali, pronta para ser rompida e levar o corredor à glória da medalha de ouro e….


Ele pára a dois metros da linha de chegada.


Fim da história.


Divulgação - Fernando Nascimento - Foto: Divulgação
Fernando Nascimento - Foto: Divulgação



Antes de você me xingar, quero falar da moral que está por trás desta historinha inacabada.


Já ouviu falar em CTA? É uma sigla, em inglês, que significa Call to Action, ou Chamada para Ação.


Como o próprio nome diz, a intenção clara é fazer com que alguém tome uma decisão por algo.


As pessoas devem se interessar por aquilo que você escreve ou fala. O título, conteúdo e tópicos têm que ser interessantes e impactantes e, ao final, não pode faltar a chamada para ação.


Compre, obtenha, deixe seu e-mail, saiba mais, assine nossa newsletter, baixe o e-book, inscreva-se, entre, siga, curta, compartilhe, coma, beba. E o que mais a imaginação do escritor mandar.


Alguns pequenos exemplos de CTA.


Na verdade, não adianta ter o melhor texto, os melhores vídeos ou fotos, um perfil bacana nas redes ou a propaganda mais lembrada, se seu cliente não fizer alguma coisa ou não se decidir por você.


A experiência tem que ser completa.



Seria o equivalente a correr uma maratona, com a possibilidade de ganhar, e não cruzar a linha de chegada.


O esforço foi gigantesco, mas não valeu a pena.


Comunique-se, de forma que a pessoa que você quer alcançar faça o que você precisa.


Em algum lugar desta publicação tem meu Whatsapp e meu perfil no Instagram. Tem coisas legais, me siga lá, mande uma mensagem, curta e comente este texto, dê uma força (eu não poderia finalizar o texto sem uma CTA, bem direta hehe).


E, talvez isto não interesse mas, não sou corredor. Longe disso. Bora começar a praticar alguma atividade física?


Abração!
COLUNISTA - Fernando Nascimento
Fernando Nascimento
Copywriter Junior e Social Media Junior
Receba em primeira mao nossas noticias!
Participe de nossos grupos:
+ VEJA TAMBEM