12 de Agosto de 2020
20º/30º
NOTÍCIAS » EDUCAÇÃO

Alunos do FEMA Robótica participam de competição da NASA

Equipe Panzertronics é uma das 20 equipes selecionadas pela Agência Espacial Americana para participar da Competição de Caça aos Asteróides 2020

Os alunos Pedro Morita Bannwart, Gabriel Pereira Falcão e Eduardo Souza Ramos Pedroni, do FEMA Robótica, projeto de extensão da Fundação Educacional do Município de Assis (FEMA), foram classificados para participar da Competição Caça Asteróides 2020, um projeto promovido em parceria entre o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI) e o International Astronomical Search Collaboration (IASC/NASA), com apoio do Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict), que tem como objetivo aproximar a ciência robótica e espacial de crianças do mundo inteiro.

Segundo o cronograma da competição, as equipes precisam ir até o site do IASC para ter acesso a um banco de dados gerados pela NASA para que, através de um software chamado Astromética, eles procurem asteróides e os classifiquem com alguns dados, conforme foi ensinado no treinamento pelo qual passaram no dia 26 de julho de 2020, em uma reunião com representantes da NASA no Google Meet. "Depois de classificá-los, nós salvamos tudo em uma pasta que foi destinada para a gente do FEMA Panzertronic e aguardamos o feedback da NASA. Se nós realmente localizarmos um asteroide na imagem enviada por eles, o aluno que fez a descoberta tem o direito de nomear o astro com seu próprio nome”, conta Diogo Lamotta Resino, professor do curso de extensão FEMA Robótica e um de seus idealizadores.

Divulgação


De acordo com o professor, a competição vai até o dia 10 de julho e ao final todos os participantes das equipes receberão um certificado internacional emitido pela própria NASA e assinado pelo atual ministro de estado do Ministério da Ciência, Inovação e Tecnologia, Marcos Pontes. Diogo explica que "concorremos com 477 equipes do mundo inteiro e ficamos entre as 20 selecionadas. Nós ficamos sabendo da competição através de um link no Facebook, logo em seguida os meninos toparam formar uma equipe e tivemos a felicidade de estar entre os selecionados”, conta. O professor explicou que as imagens são geradas através do Observatório da NASA que fica no Havaí, Estados Unidos, e para a melhor visualização das imagens é preciso torcer que o tempo e o céu estejam favoráveis no momento da captação. "Até o momento, a equipe do FEMA Robótica já encontrou 5 asteróides que aguardam a confirmação da NASA", conta Diogo.

Os alunos, que foram classificados juntos com 20 outras equipes do Brasil e do mundo, fazem parte do FEMA Robótica. O projeto é destinado aos alunos do ensino público e privado de Assis, entre 11 e 17 anos, que desejam se aprofundar em conhecimentos matemáticos, físicos e químicos e já está em sua 4ª edição, as inscrições para uma nova turma foram abertas no dia 17 e foram até 30 de junho de 2020.

O projeto é organizado pela Coordenadoria de Informática, que comporta os cursos de Análise e Desenvolvimento de Sistemas e Ciências da Computação, que tem a frente a professora mestra Diomara Barros e é idealizado pelos professores Almir Camolesi, coordenador do FEMA Robótica, e Diogo Lamotta Resino, professor do curso de extensão. O projeto tem parceria com a Diretoria de Ensino das Escolas Públicas da cidade, bem como também com as Escolas Particulares. O FEMA Robótica é 100% viabilizado financeiramente pelo corpo executivo da Instituição, com o aval do diretor executivo, professor Eduardo Vella, e do presidente Arildo Almeida.

Assessoria FEMA
+ VEJA TAMBÉM