26 de Maio de 2022
20º/30º
Notícias - Local

Assisense de coração, idoso completa 100 anos ao lado da família neste domingo, 19

Francisco Elias Barboza está em Assis há 92 anos e conta histórias sobre sua vida

Você já imaginou completar 100 anos de vida recebendo homenagens e muito carinho de seus familiares? Pois é isso o que o senhor Francisco Elias Barbosa está vivendo neste domingo, 19, em Assis.

Nascido no dia 19 de novembro de 1917, em Botelho, uma cidade do Estado de Minas Gerais, o senhor Francisco veio para Assis com 8 anos de idade e desde então tem visto a olhos nus as transformações pelas quais a cidade passou e vem passado.

A sua bisneta Franciele Barboza dos Santos foi quem decidiu dividir esse momento com outras pessoas e tornar pública a homenagem ao bisavô centenário.

Em entrevista ao Portal AssisCity, senhor Francisco contou um pouco sua vida e sobre a emoção de comemorar um século de vida.

"Eu cheguei em Assis em 1924 e as ruas ainda eram de terra. Não havia mercados nem quase nada, principalmente carros. A gente só conseguia andar a pé ou a cavalo. As luzes que o pessoal vê hoje nos postes também não existiam, porque só o que a gente via eram as lamparinas feitas de lata e que ajudavam a iluminar as casas. Eu me lembro que quem mandou asfaltar a cidade foi Tonico Silva, mas com o passar do tempo as coisas foram crescendo e hoje em dia vejo como tudo mudou", afirma.

Senhor Francisco teve 9 filhos e hoje a família está enorme, já que ele tem 33 netos, 30 bisnetos e 5 tataranetos. Há 30 anos ele trabalhou no Restaurante Modelo e atualmente mora no Jardim São Nicolau.

"Eu me lembro de uma história engraçada de quando eu tinha 8 anos. Fui colher feijão e ganhei 400 mil réis, o que naquela época era muito dinheiro! Fiquei tão alegre que fui direto para comprar doces. Mas o engraçado é que não tinha sacola para a gente carregar as compras e eu saí com os bolsos cheios de balas! Foi uma sensação deliciosa, porque eu trabalhava muito para ganhar 200 mil réis, então quando ganhei 400!", diz bem humorado.

Neste domingo, 19, senhor Francisco irá reunir a sua família para uma comemoração especial em Cândido Mota. Serão 75 familiares que estarão presentes, dentre netos e bisnetos, tararanetos.

"Olha, ao longo desses 100 anos posso dizer que me sinto muito feliz e realizado. Agradeço a toda a minha família pelos cuidados e por serem tão importantes. Queria deixar um agradecimento especial para minha filha Maria Aparecida Barboza, que dedica sua vida para cuidar de mim, e minha falecida esposa Juvina de Jesus Barboza, com quem convivi ao longo de 52 anos. O melhor presente para mim é ver a família que construí e que pude ver crescer, para celebrar essa data especial perto deles! Obrigado a todos", conclui.


Francisco Elias Barboza


Francisco com a bisneta Franciele Barboza dos Santos

Redação AssisCity/ Fotos: Divulgação
Receba em primeira mao nossas noticias!
Participe de nossos grupos:
+ VEJA TAMBEM