27 de Setembro de 2020
20º/30º
NOTÍCIAS » LOCAL

Assisenses têm WhatsApp clonado e amigos caem em golpe

Ao menos três assisenses tiveram o whatsapp clonados

Nesta terça-feira, 12 de agosto, ao menos três assisenses tiveram o aplicativo de mensagens WhatsApp clonados.

Claudio Desiró conta que recebeu mensagens de três amigos diferentes pedindo para pagar boletos, mas que logo percebeu que era golpe.

"Mandaram mensagens para muitos dos contatos dos três pedindo para pagar boletos e fazer depósito em contas, sendo que algumas pessoas caíram no golpe; já sabendo o que estava acontecendo eu conversei com a pessoa a fim de tirar mais informações, mas quando perceberam que eu já sabia me bloquearam”, conta.

Desiró explica ainda que os amigos relataram que receberam ligações pelo WhatsApp de números que não tinham na agenda e que na ligação pediam para confirmar um código que enviariam para atualizar o aplicativo.

"Acho importante lembrar que caso as pessoas recebam mensagens deste tipo, para que desconfiem e liguem pelo próprio aplicativo para os números, e, caso a ligação não seja atendida, devem bloquear o número e nunca passar o código que recebem por SMS”, ressalta.

divulgação - Trecho da conversa
Trecho da conversa


O fotografo Jean Galvão, um dos assisenses que caiu no golpe, explica que não conhecia a forma como o golpe foi aplicado.

"Recebi uma ligação dizendo ser da assessoria de uma senadora e que queriam me convidar para participar de um evento. Como há poucas semanas entrei em contato com alguns políticos, achei que a ligação estava relacionada a um desses contatos; então a pessoa que ligou disse que me enviaria um código, que depois seria enviado por e-mail, para que eu tivesse acesso ao local do evento. Quando recebi o código, acabei passando para a pessoa e em menos de um minuto depois da ligação meu WhatsApp já não estava ativo e recebi pelo aplicativo Messenger uma mensagem de uma amiga, com um print já pedindo dinheiro; logo depois um amigo de fora também me ligou”, conta.

Jean lembra que das 14 às 20 horas, quando conseguiu bloquear sua conta no WhatsApp, recebeu inúmeras ligações de mensagens de amigos que desconfiaram dos pedidos.

"Eu tenho mais de 1,6 mil contatos no WhatsApp. Muitos deles receberam os pedidos. Quem aplicou o golpe havia investigado minha vida nas redes sociais, pois para alguns contatos informou que o valor seria para pagamento de uma câmera, para outros que seria para auxiliar nos projetos sociais que desenvolvo. Infelizmente, um dos meus amigos caiu no golpe e depositou R$ 980,00 na conta que informaram e só depois que fez o depósito ele percebeu que era um golpe”, relata.

Jean conta ainda que registrou boletim de ocorrência, mas que foi informado na Delegacia que nada poderia ser feito.

"Descobri por um amigo que entrando em contato por e-mail com o suporte do WhatsApp, conseguiria bloquear a conta. Porém, a pessoa que me atendeu na Delegacia não havia me informado sobre esta possibilidade, a polícia não sabia como proceder no caso, que demonstra um despreparo para lidar com crimes virtuais”, conclui.

Redação AssisCity
+ VEJA TAMBÉM