19 de Janeiro de 2022
20º/30º
Notícias - Local

Caçambeiros protestam em frente à Prefeitura de Assis sobre fechamento de aterro

Segundo Luis Remo Contin, o aterro de inertes será fechado para descarte de entulhos a partir de 15 de janeiro

Na manhã desta quarta-feira, 12 de janeiro, um grupo de caçambeiros se reuniu em frente à Prefeitura Municipal de Assis para protestar e reivindicar um novo local para o descarte de entulhos de construção civil, após o fechamento do aterro de inertes.

Luis Remo Contin, em entrevista ao Portal AssisCity, afirmou que além de perderem o espaço de descarte, o valor por metro cúbico também vai aumentar.

"É complicado. Buscamos um acordo com o Poder Público, pois a prefeitura está encerrando os trabalhos no aterro de inertes e a partir do dia 15 nós não teremos mais local para descartar os entulhos de construção civil", reclama.

Divulgação - Caçambeiros se reúnem em frente ao Paço Municipal - Foto: Divulgação
Caçambeiros se reúnem em frente ao Paço Municipal - Foto: Divulgação


Em outubro de 2021 foi anunciado pela Prefeitura Municipal o encerramento das atividades do aterro de inertes e a transformação do local em um Ecoponto, recebendo apenas materiais recicláveis.

Um caçambeiro, que preferiu não se identificar, procurou o Portal AssisCity para demonstrar sua indignação e afirmou que o Poder Público quer que a classe decida sobre o destino dos resíduos. "É um absurdo, nós só transportamos o material, mas precisamos de um apoio, de um local apropriado para o descarte", desabafa.

Divulgação - Grupo de caçambeiros reivindicam fechamento de aterro - Foto: Divulgação
Grupo de caçambeiros reivindicam fechamento de aterro - Foto: Divulgação


Luis Remo ainda ressaltou que a Prefeitura cogitou uma pedreira, que fica cerca de 30 km da cidade, para efetuar o descarte, mas que ficaria fora de mão e teria aumento no custo para os caçambeiros e para os usuários.

"Com as mudanças o valor da caçamba triplicar. Isso vai prejudicar a população e os caçambeiros, pois o metro cúbico vai subir, a distância aumentar e com o valor do combustível vai ser difícil manter um preço baixo", finaliza.

O Portal AssisCity tentou contato com a Secretaria de Obras, mas até o momento não obteve respostas.
Divulgação - Vários caminhões estacionaram na Prefeitura Municipal - Foto: Divulgação
Vários caminhões estacionaram na Prefeitura Municipal - Foto: Divulgação

Redação AssisCity
Receba em primeira mao nossas noticias!
Participe de nossos grupos:
+ VEJA TAMBEM