28 de Junho de 2022
20º/30º
Notícias - Local

Coordenadoria de Informática da FEMA promove evento sobre mulheres na tecnologia

Realizado na noite de 31 de março de 2022, no Cine FEMA Piracaia, o evento contou com a presença de mulheres atuantes no mercado da tecnologia da informação, que falaram sobre programação e suas trajetórias profissionais

A coordenadoria dos cursos de informática da Fundação Educacional do Município de Assis (FEMA) realizou, na noite de quinta-feira, 31 de março de 2022, o encontro Ada Lovelace - mulheres na tecnologia, no Cine FEMA Piracaia. O evento foi destinado para todas as pessoas que se interessam pela área.

De acordo com a coordenadora dos cursos de Análise e Desenvolvimento de Sistemas e Ciência da Computação, professora mestra Diomara Martins Reigato Barros, um dos principais objetivos do evento é mostrar que a área de tecnologia não é um trabalho só para homens, apesar de eles serem a maioria nesse mercado. "Nós pensamos nesse espaço, no mês de março, para mostrar como as mulheres desenvolvem bem o seu trabalho e para chamar a atenção de meninas que querem trabalhar com tecnologia. Por isso convidamos grandes mulheres para falar sobre as atividades que elas desenvolvem em suas carreiras. Escolhemos esse nome para o evento porque Ada Lovelace foi a primeira programadora do mundo", declara.

Em seu discurso, o vice-diretor acadêmico, professor doutor Alex Poletto, parabenizou a coordenação do curso pela organização do evento e resgatou as importantes conquistas realizadas por mulheres na história da ciência. "Primeiramente, quero parabenizar a professora Diomara pelo belíssimo trabalho que vem exercendo frente aos cursos de informática da FEMA e pela organização desse evento. Nós temos grandes mulheres que fizeram história na área da tecnologia, como Augusta Ada, que fez o primeiro software; Grace Hopper, uma das cientistas da computação que inventou a linguagem de programação COBOL; Hedy Lamarr, conhecida como a mãe do Wi-Fi, era uma atriz e inventora que teve as ideias iniciais do Wi-Fi e desenvolveu uma técnica para comunicação de aspecto espelhado, dando origem a tal tecnologia sem fio; Katherine Johnson contribuiu com a missão Apolo 11, que levou os primeiros homens à lua; e muitos outros exemplos que comprovam o quão importante é motivarmos as mulheres a entrarem cada vez mais nessa área de TI", fala Poletto.

Divulgação - Encontro realizado na Cine Piracaia em Assis - Foto: Divulgação/FEMA
Encontro realizado na Cine Piracaia em Assis - Foto: Divulgação/FEMA


O diretor-acadêmico do Instituto Municipal de Ensino Superior de Assis (IMESA), professor mestre Gerson José Beneli, em seu discurso, reiterou a importância que a equipe de docentes da área de Informática teve ao longo destes 2 anos de pandemia, "eu gostaria de dizer que, como diretor do IMESA, braço acadêmico da FEMA, nós temos trabalhado incansavelmente para trazer e fazer com que a instituição se modernize. Neste período enfrentamos 2 anos de pandemia, 2 anos de muitas dificuldades e desafios, mas enfrentamos juntos. Eram desafios imensos, mas tenho certeza de que vencemos todos. E nada disso seria possível sem os professores da área de Informática e os profissionais de TI que, quando precisamos, em menos de 1 semana já estávamos tendo aulas remotas e com os nossos professores capacitados. Felizmente, a ciência produziu as vacinas e elas fizeram o seu efeito e nós estamos aqui juntos, presencialmente, participando desse evento", disse Benelli no discurso de abertura.

O presidente da FEMA, Arildo José de Almeida, reiterou a importância dos profissionais de TI para o desenvolvimento da cidade e do mundo. "Todos os alunos de Informática presentes no evento são extremamente importantes para a FEMA, porque estão agora no processo de transformação do conhecimento e, futuramente, serão as pessoas que mudarão o status de nossa cidade, estado e país. A educação é transformadora e o conhecimento nos faz olhar para novos horizontes, afinal, ao olhar uma tela preta, cheia de códigos, esses profissionais conseguem decifrar, muitas vezes, soluções nunca imaginadas. Do mercadinho a uma grande estrutura corporativa, até às cidades inteligentes que planejamos para o futuro, tudo perpassa necessariamente por trânsito de informações. E são esses alunos que criarão ferramentas para oferecer um serviço de qualidade para a comunidade, através da TI", finaliza Arildo.

A programação do encontro contou com palestra sobre carreira de Tecnologia da Informação (TI) e o mercado de trabalho, com a analista de sistemas e pós-graduanda, Mariana Ribeiro Mendes; mesa redonda com a agile master, Aline Dias; analista de sistemas, Natacha Santos Modro; analista e desenvolvedora de softwares, Elizabete Aparecida dos Santos Fracasso; coordenadora de desenvolvimento, Emiliana Martins Reinof e com a administradora de banco de dados, Kate Caroline Prestes Rodrigues.

Denominado anteriormente de "Mulheres na área de TI", o objetivo do evento foi propagar o trabalho que as mulheres desenvolvem na área da tecnologia, considerando que é um mercado de trabalho onde a maioria é do sexo masculino.
Receba em primeira mao nossas noticias!
Participe de nossos grupos:
+ VEJA TAMBEM