04 de Dezembro de 2020
20º/30º
NOTÍCIAS » LOCAL

Duas candidatas a vereadora em Assis têm um voto e uma não registra voto nas urnas

Há várias possibilidades para um candidato chegar a esse resultado

Em Assis, nas eleições municipais desse domingo, 15, dos 309 candidatos a vereador, duas candidatas ao cargo de vereadora obtiveram um voto cada, enquanto uma candidata não obteve voto.

Ivaldite Ferreira, do PSL, partido isolado, ou seja, sem coligação, obteve apenas um voto. O mesmo aconteceu com a candidata Angela Tebaldi, do PSDB, que teve apenas um 1 voto computado. Já Thais Progresso, do PSDB, não obteve nenhum voto.

Há várias possibilidades para um candidato chegar a esse resultado, e é possível notar que a maioria desses casos é mulher.

PROPORCIONALIDADE

Apesar de Assis ter elegido duas mulheres na Câmara nesta eleição, a quantidade de mulheres no Poder Legislativo permanece significativamente menor em relação aos homens. Nessas eleições a regra estabelecida pela Justiça Eleitoral foi 1/3 do sexo oposto, no mínimo. Para lançar uma chapa completa de candidatos a vereadores que é de 23 candidatos, cada partido teria que ter ao menos, 7 mulheres na composição. Sendo assim, se um partido lançar apenas 6 mulheres, logo perderia o direito de ter 16 candidatos homens e assim, obrigatoriamente ficariam 14 homens e 6 mulheres.

Com essa exigência, muitas mulheres participam do pleito com o intuito de ajudar o partido sem pretensão alguma de ser eleita e nem sempre fazem campanha.

Outra possibilidade diz respeito ao momento que o mundo está passando com a pandemia do novo Coronavírus, com restrições sanitárias, tais como evitar aglomerações.

Divulgação - Ivaldite Ferreira
Ivaldite Ferreira

Divulgação - Angela Tebaldi
Angela Tebaldi

Divulgação - Thais da Progresso
Thais da Progresso

Redação AssisCity
+ VEJA TAMBÉM