13 de Abril de 2021
20º/30º
Notícias - Local

Energisa realiza 51 mil procedimentos de manutenção na rede de energia elétrica nas regiões de Assis e Tupã

Reparos programados foram executados ao longo de 2020 para manter a qualidade nos serviços de fornecimento de energia

Para garantir a qualidade dos serviços de energia elétrica para os consumidores, a Energisa Sul-Sudeste, que atende 27 municípios nas regiões de Assis e Tupã, realiza um cronograma de manutenções programadas na rede elétrica das áreas urbanas e rurais. Ao longo de 2020, o trabalho preventivo resultou em 51.808 reparos, entre substituição de postes, troca de componentes como cabos e conexões, além de podas de árvores com risco para a rede elétrica.

De acordo com o gerente do Departamento de Construção e Manutenção da Energisa Sul-Sudeste, Luiz Moreto, essas atuações periódicas contribuem para reduzir a incidência de ocorrências de falta energia. "Assim como qualquer equipamento, os componentes da rede elétrica têm uma vida útil. Substitui-los por novos e mais modernos antes de apresentarem problemas, é fundamental para manter o sistema em operação de forma confiável e segura", explica Moreto.

Conforme os dados do departamento, durante o ano passado, 99% dos serviços efetuados dentro do plano de manutenção preventiva nas regiões de Assis e Tupã referem-se à poda de árvores, cujos galhos ofereciam risco à fiação elétrica. As podas são realizadas por equipes devidamente treinadas, que utilizam técnicas adequadas que priorizam a preservação das espécies.

Na área de abrangência da Energisa Sul-Sudeste, que compreende 82 municípios situados no interior de São Paulo, Sul de Minas Gerais e Guarapuava (PR), os trabalhos de manutenções programadas ultrapassaram 218.244 operações durante todo o ano; também com destaque para os serviços de poda de árvores, que totalizaram 211.722 operações em redes de baixa, média e alta tensão, seguidos das demais atividades de manutenção, que somaram 6.502 reparos.

Tecnologia em benefício do cliente

Visando garantir a continuidade do fornecimento de energia durante as manutenções, a Energisa investe em diversas tecnologias. Uma dessas importantes frentes tecnológicas é o serviço conhecido como "Trabalho em Linha Viva". Nesse procedimento são utilizados veículos com cestos aéreos (ferramenta acoplada no caminhão com altura de 10 a 13 metros), escada, plataforma e equipamentos que isolam a rede elétrica, e permitem que os eletricistas tenham contato com a rede elétrica de média tensão, em segurança. Outra técnica utilizada é o "mega jumper", que permite transpor um trecho isolado da rede elétrica, evitando que os clientes fiquem sem energia.

"Toda a operação é planejada justamente para que o cliente não seja afetado durante a execução dos serviços de manutenção. Ou seja, o trabalho executado em Linha Viva é realizado com a rede ligada, o que não causa transtorno aos consumidores. Além disso, os profissionais envolvidos nos serviços executados em Linha Vivia são especialistas nesse tipo de operação, passam por um treinamento diferenciado e usam todos os equipamentos de proteção individual para trabalharem em contato com a rede de média tensão ligada, com segurança", detalha Moreto.

Desligamento programado

Por questões técnicas e de segurança da comunidade e dos colaboradores empenhados nas manutenções, há situações específicas em que é necessário o desligamento da rede elétrica durante os procedimentos. "Nesses casos, a Energisa tem o compromisso de informar os clientes com 72 horas de antecedência para que tenham ciência do intervalo e se programem para o período em que a rede elétrica estará desligada".

Os comunicados de desligamento programado apresentam as regiões que receberão a melhoria, hora de início e previsão do horário de finalização do serviço. Os clientes têm acesso a essas informações por meio do site da Energisa, avisos em rádios locais e envio de SMS para os números cadastrados na companhia. Vale ressaltar que o desligamento da rede elétrica só ocorre quando for realmente necessário.

Para saber se a sua região está passando por esse processo de melhoria, basta acessar o site www.energisa.com.br e clicar no banner "desligamento programado". Moreto lembra que a rede elétrica é aérea e pode ser afetada por ações climáticas ou mesmo acidentes de trânsito. Nesses casos, a manutenção se transforma em emergencial e não há tempo hábil para informar os clientes sobre a necessidade de desligamento da rede. "Nessas situações, tentamos realizar o reparo no menor tempo possível, porém, adotando todas as medidas de segurança para preservar tantos os colaboradores quantos os clientes. Para isso, usamos tecnologias e equipamentos para reduzir o tempo do desligamento", diz.

divulgação

Divulgação
Receba em primeira mao nossas noticias!
Participe de nossos grupos:
+ VEJA TAMBEM