25 de Janeiro de 2021
20º/30º
Notícias - Local

Mãe de Giulia Sampaio alerta sobre rifas fakes em prol de sua filha

Giulia se envolveu em um acidente em dezembro e precisou passar por procedimentos cirúrgicos

A assisense Ana Paula Sampaio alerta a população de Assis e região sobre rifas fakes que estão sendo feitas no nome de sua filha Giulia Sampaio que sofreu um grave acidente na Avenida Rui Barbosa.

Ana Paula conta que enquanto Giulia estava internada realizou uma rifa, mas que ela foi encerrada enquanto Giulia ainda estava internada. "O intuito era para custear a cirurgia, que foi feita pelo SUS e por isso encerramos. Além disso, correu uma rifa que acabou no dia da cirurgia dela por pessoas que me pediram", diz a mãe.

Divulgação - Publicações fakes estão sendo feitas em nome de Giulia
Publicações fakes estão sendo feitas em nome de Giulia


Algumas pessoas que se solidarizaram com a situação de Giulia promoveram um leilão que está sendo feito. "Essa é única ação e as rifas publicadas nas redes sociais são fakes.
Peço que qualquer informação sobre essas rifas fakes sejam passadas para mim pelo número de telefone (18) 9963-13711. Não autorizei e esse dinheiro não está chegando para nós e sim para pessoas de má fé", finaliza a mãe de Giulia.

Acidente

A adolescente Giulia Sampaio, de 17 anos, sofreu um grave acidente no dia 13 de dezembro, quando ela e o amigo Leandro Rosendo foram arrastados por um carro por 50 metros na Avenida Rui Barbosa em Assis.

Divulgação - Giulia se recuperou do grave acidente que sofreu em dezembro
Giulia se recuperou do grave acidente que sofreu em dezembro


Leandro não resistiu aos ferimentos e faleceu após um dia do ocorrido. Giulia ficou internada por 9 dias, passou por procedimentos cirúrgicos e recebeu alta. Muitos amigos se solidarizaram com o acidente sofrido pela adolescente e fizeram campanhas para doação de sangue e também uma vakinha, além de se reunirem em uma grande corrente de oração pela vida da jovem.

No dia 28 de dezembro a Polícia Civil prendeu o motorista que matou Leandro. Na ocasião, o delegado Marcel Ito Okuma e o promotor de Justiça Luis Fernando Rocha anunciaram a prisão preventiva do homem, que foi indiciado pelo crime de homicídio doloso.
Redação AssisCity
Receba em primeira mao nossas noticias!
Participe de nossos grupos:
+ VEJA TAMBEM