15 de Outubro de 2021
20º/30º
Notícias - Local

Morador reclama de falta de medição e valor exagerado em contas da Sabesp

Segundo ele, sua conta veio cerca de R$ 60,00 acima do valor médio mensal

Marcos Roberto, morador da Rua General Carneiro, Centro de Assis, reclama dos valores elevados em contas de água fornecidas pela Sabesp no mês de outubro, referente aos gastos do mês de setembro.

Segundo Marcos, não foi feita a medição na sua casa, na casa de vizinhos e também de alguns parentes e todos receberam as contas com valores bem mais altos.

"Na minha casa a média de consumo é de R$ 120,00, este mês a conta veio no valor de R$ 180,00, já na casa da minha mãe uma senhora de 80 anos, a média é de R$ 60,00, este mês veio R$ 120,00, é um absurdo, estamos sendo roubados, este mês não foi feita a medição; a Sabesp fala que está aperfeiçoando um novo sistema, e nós não conseguimos contestar o valor", conta.

Procurada pela reportagem, a Sabesp emitiu nota em que informa estar modernizando e substituindo seu sistema comercial com o objetivo de aprimorar o atendimento e seus canais de relacionamento com a população.

"As mudanças tiveram início em todos os municípios operados pela Sabesp no dia 30 de setembro e a fase de transição segue até dia 13 de outubro. Até lá, alguns serviços como pedido de mudança de titularidade, análise de débitos, dentre outros, estarão, temporariamente, indisponíveis. A Sabesp pede a compreensão dos clientes durante esse período de transição. A Companhia reforça que as mudanças são para melhor atender os clientes. Dentre os benefícios, com o novo sistema, o cliente poderá ter acesso a segunda via da conta via e-mail; será mais fácil fazer parcelamento e ter toda a programação dos pagamentos; será possível acessar a agência virtual com nome de usuário e senha; dentre outras facilidades", explica a nota.

A nota informa ainda que "em razão dessas novidades, a conta emitida pela Sabesp trará algumas mudanças visuais e poderá ser emitida pela média neste mês. Neste caso, a diferença de consumo será compensada na próxima fatura com leitura real. O cliente não será prejudicado. É importante destacar que a população deve manter atualizado o cadastro junto à Companhia. A partir de agora, na conta enviada aos clientes, onde era informado o número do RGI, passa a constar o número de Fornecimento (formado por 11 dígitos)."
Redação AssisCity
Receba em primeira mao nossas noticias!
Participe de nossos grupos:
+ VEJA TAMBEM