25 de Junho de 2022
20º/30º
Notícias - Local

Novo Enem 2024: Anglo Xereta alerta para as mudanças nos próximos anos

Alterações foram feitas para seguir novo modelo do Ensino Médio que entrou em vigor este ano

O Exame Nacional de Ensino Médio (ENEM) passará por algumas alterações em 2024 para se adequar as mudanças no novo modelo do ensino médio, que entrou em vigor em março deste ano.

O foco da prova será nas habilidades que cada aluno desenvolveu ao longo do Ensino Médio. O plano é que a avaliação passa a ter questões discursivas e de múltipla escolha distribuídas de uma nova forma.

A professora e coordenadora pedagógica do Colégio Anglo Xereta de Assis, Viviane Lameu, explicou sobre essas mudanças: "A nova sistemática do Ensino Médio tem sido implementada desde o ano passado por algumas escolas e outras este ano. O colégio Anglo Xereta por exemplo, atento as tendências, já iniciou a nova sistemática para o primeiro e segundo ano do Ensino Médio e está processo de adequação para o terceiro", explicou.

A prova continuará sendo em dois dias. "No primeiro dia a prova será direcionada para a formação geral básica, sem divisão por disciplina, condizente com a estrutura do novo ensino, com ênfase em língua portuguesa e matemática", explica.

Divulgação - Viviane Lameu - Graduada em Letras pela UNESP de Assis e Mestra e Doutora em Educação pela UNESP de Marília
Viviane Lameu - Graduada em Letras pela UNESP de Assis e Mestra e Doutora em Educação pela UNESP de Marília


Ainda, no primeiro dia, a matéria de Inglês terá uma novidade: "O inglês vai aparecer na prova de maneira bem interdisciplinar, por exemplo, um conteúdo da matéria de história, escrita em inglês, para o aluno resolver", comenta.

Segundo a coordenadora, no segundo dia de prova existirá quatro blocos em que o aluno na hora da inscrição poderá optar. "Serão perguntas focadas nas áreas de conhecimento escolhidas pelo próprio estudante", disse.

Vejam os blocos:

1º bloco: linguagens e suas tecnologias + ciências humanas;
2º bloco: matemática e suas tecnologias + ciências da natureza e suas tecnologias;
3º bloco: matemática + ciências humanas e sociais;
4º bloco: ciências da natureza + ciências humanas;

De acordo com a coordenadora pedagógica do Colégio Anglo Xereta de Assis, o novo modelo é mais coerente e condiz com o que o aluno estará aprendendo no colégio: "Se os alunos estão num processo de formação nesse período do Ensino Médio que contempla essa estrutura, nada mais coerente do que o exame avaliar de acordo com o que tem sido trabalhado nas escolas", explicou ela.

E finalizou dizendo que "o Enem é uma forma de ingresso em renomadas universidades. E dependendo do curso que o aluno escolher, a universidade contará com a pontuação maior em áreas do curso escolhido. Com isso, o novo modelo de avaliação acaba ajudando as universidades na hora de avaliar o aluno, escolhendo um dos quatro blocos que foi aplicado e qual deles o aluno se saiu melhor", analisa a professora Viviane Lameu.
Redação AssisCity
Receba em primeira mao nossas noticias!
Participe de nossos grupos:
+ VEJA TAMBEM