27 de Junho de 2022
20º/30º
Notícias - Local

"O povo vai cobrar na urna" afirma agricultor após vereadores barrarem projeto de melhoria em Zona Rural de Assis

O projeto previa pavimentação asfáltica nas principais vias que dão acesso aos bairros rurais

Os agricultores dos bairros rurais da região do Cervinho estão indignados com o resultado da votação do Projeto de Lei 19/2022 no valor de R$ 7 milhões que seria para fazer a pavimentação asfáltica em um trecho de faz acesso a diferentes bairros.

De acordo com Antônio Bernardino, agricultor há mais de 30 anos e morador da Água do Pinheiro, o projeto beneficiaria mais de 20 mil pessoas que passam pela estrada no decorrer do mês.

"Faz tempo que solicitamos essa pavimentação e esse seria um benefício para tudo que está relacionado ao dia a dia do produtor rural. Muitos pensam que é só o Cervinho que seria beneficiado, mas não, seriam beneficiados mais de 20 km de estrada que dá acesso a vários bairros rurais, como as aguas do Pinheiro, das Antas e Bonita", informa.

Antônio pondera ainda a respeito da importância da estrada para toda a região rural: "Ali que acontece o escoamento da produção e diariamente passam cargas de mandioca, verduras, milho, soja e até mesmo os gados para frigoríficos, além, é claro, do transporte escolar de nossas crianças e as idas para a cidade para fazer compras".

Divulgação - Estrada do Cervinho que dá acesso aos bairros rurais de Assis - Foto: Divulgação/AssisCity
Estrada do Cervinho que dá acesso aos bairros rurais de Assis - Foto: Divulgação/AssisCity


Edvaldo Donizete, também produtor e morador da Água do Pinheiro, destaca os prejuízos que diariamente enfrentam pelas más condições da estrada.
"Minha caminhonete tem me dado um gasto de R$ 4mil em oficina, no mínimo duas vezes ao ano. Essas estradas precárias prejudicam a chegada da produção na cidade e eu já perdi uma carga toda porque meu carro estragou e não consegui chegar a tempo da entrega", reclama.

Os agricultores apontaram duas dificuldades principais que encontram devido à falta de asfalto no local. A primeira seria quando o tempo está seco, já que mesmo passando a máquina mensalmente, buracos se abrem na estrada e a trepidação dos veículos se torna comum.

A outra é na época de chuva, que a terra vira lama e os carros muitas vezes não têm condições de se locomover. "A verdade é que essa reprovação da verba feita pelos vereadores prejudicou milhares de moradores e o que mais me impressiona é que no meio dos que votaram contra o projeto há dois que conhecem veemente as dificuldades que encontramos aqui, mas mesmo assim não pensaram em nós", desabafa Antônio.

Divulgação - Antônio Bernardino e Edvaldo Donizete - Foto: Divulgação/AssisCity
Antônio Bernardino e Edvaldo Donizete - Foto: Divulgação/AssisCity


Edvaldo afirmou que este é um pedido para que se tenha um olhar diferenciado aos produtores rurais. "Nós suplicamos para que olhem para nós. Somos nós que movimentamos o país e é através de nós que chegam os alimentos às mesas, inclusive do Poder Legislativo. Não nos deixem abandonados, a população rural existe", conclama.

Para finalizar, Antônio lembra o resultado das últimas eleições municipais, e diz que o povo está cobrando seus representantes. "Tivemos uma troca de quase 80% na Câmara. Muitos figurões ficaram de fora, isso porque o povo está cobrando, e nós da zona rural também vamos às urnas e nós vamos cobrar com veemência o descaso que está sendo feito há anos com os produtores", finaliza.

O projeto
O Projeto de Lei 19/2022 no valor de R$ 7 milhões seria para dotar de pavimentação asfáltica as principais vias que dão acesso aos bairros rurais, contemplando a execução de serviços de pavimentação asfáltica e drenagem da ASS 070 - Assis/ Cervinho e da ASS 457 - "Amarílio Nogueira".
A discussão teve o parecer favorável da Comissão de Constituição e Justiça e parecer contrário da Comissão de Orçamento, Finanças e Contabilidade.

Com mais de duas horas de debates polêmicos, reclamação de falta de projeto técnico para realização das obras, valor final a pagar pelo financiamento, vereadores se dividiram em igualdade na votação dos projetos.

Divulgação - Trecho que receberia pavimentação asfáltica - Foto: Divulgação/AssisCity
Trecho que receberia pavimentação asfáltica - Foto: Divulgação/AssisCity


Votaram contra esse projeto de R$ 7 milhões os vereadores Alexandre Cachorrão, Fabinho Alerta Verbal, Fernando Sirchia, Gerson Alves, Jonas Campos, Vinícius Símili, Viviane Del Massa e o presidente Ramão no desempate.

A favor dos projetos votaram Tenente Gênova, Douglas Azevedo, Pastor Edinho, Fernando Vieira, Carlinhos Zé Gotinha, Pastor Nivaldo e Rogério Nascimento.

Projeto de Lei 18/2022
No mesmo dia, a câmara ainda votou contra ao Projeto de Lei 18/2022 no valor de R$ 12 milhões que previa a implantação de anel viário na cidade para promover acesso rápido integrando vias, favorecendo a mobilidade urbana ao desafogar o trânsito intenso nas principais avenidas, bem como reduzir a circulação de veículos pesados pelo centro da cidade. Esse projeto teve os mesmos votos contra e a favor.
Redação AssisCity
Receba em primeira mao nossas noticias!
Participe de nossos grupos:
+ VEJA TAMBEM