01 de Dezembro de 2021
20º/30º
Notícias - Região

Avó vê em aulas remotas do neto a oportunidade de voltar a estudar em Cândido Mota

Denise Riti Finoti, de 64 anos, assistiu todas as aulas do neto Enzo Finoti Zibordi

A educação muda vidas e o conhecimento é um dos maiores bens que o ser humano pode conquistar. Para a dona Denise Riti Finoti, de 64 anos, a oportunidade veio na pandemia, com o início das aulas remotas do neto dela, Enzo Finoti Zibordi.

Estudando no 3° ano do ensino fundamental, o garoto de 11 anos ganhou uma grande companheira de estudo: a avó, que, durante o período, assistiu a todas as aulas, fazendo anotações e atividades junto do neto.

De acordo com Joseane Martins, coordenadora da Escola Estadual Clotilde de Castro Barreira, em Cândido Mota, na casa de moram Enzo, a mãe dele e a avó Denise.

"Ela parou de estudar no 4° ano, e quando viu o neto nas aulas online começou a se interessar, e ele começou a chama-la para assistir as aulas. No primeiro momento, ela ficou só assistindo e, depois, já pegou um caderno e começou a acompanhar essas aulas junto com ele", explicou.

Divulgação - Deise e Enzo estudaram juntos por todo o período de aulas online - Foto: Divulgação
Deise e Enzo estudaram juntos por todo o período de aulas online - Foto: Divulgação


Denise seguia as aulas do Centro de Mídias e também as aulas com os professores, mas a escola só ficou sabendo desse aprendizado em conjunto, com o retorno das aulas presenciais.

"Nós realizamos uma reunião com os pais, e ela veio participar da reunião e inclusive triste porque iria acabar essas aulas online e aí ela contou toda essa história sobre o seu aprendizado", contou Joseane.

Divulgação - Denise preencheu três cadernos com atividades das aulas de Enzo - Foto: Divulgação
Denise preencheu três cadernos com atividades das aulas de Enzo - Foto: Divulgação


Enzo levou para os professores os três cadernos que a avó preencheu nesse período e, de acordo com a coordenadora, Denise espera diariamente o neto chegar da escola pra ver o que ele fez e acessar o centro de mídias para assistir as aulas no período da tarde.

"Então ela continua com as aulas, mesmo com o retorno das atividades presenciais. E foi uma história que emocionou muito a gente. Os professores estão empenhados e enviam atividades para que ela possa fazer em casa. É lindo ver essa atitude, em um momento tão difícil, para alunos e educadores, a dona Denise conseguiu tirar tantas coisas boas", finalizou Joseane.
Redação AssisCity
Receba em primeira mao nossas noticias!
Participe de nossos grupos:
+ VEJA TAMBEM