05 de Agosto de 2021
20º/30º
Notícias - Região

Diretora da Apae de Palmital morre aos 44 anos por complicações da COVID-19

Ana Lúcia deixa o esposo Bruno e o filho João Francisco

Morreu na manhã desta quinta-feira, 17 de junho, a pedagoga Ana Lúcia Bueno, de 44 anos, por complicações da COVID-19.

Ana Lúcia era diretora da APAE de Palmital e ficou internada por mais de um mês, lutando contra as complicações causadas pela doença.

Ana Lúcia havia sido internada no dia 10 de maio no Hospital e Maternidade de Assis, sendo transferida três dias depois para a UTI, devido ao agravamento de condições respiratórias.

Com o agravamento de seu quadro, Ana Lúcia precisou ser intubada no dia 17 de maio e no dia 31 após apresentar melhora foi extubada, passando a respirar pela traqueostomia. Porém, contraiu uma superbactéria, fazendo tratamento com antibióticos.

Na sexta-feira, 11 de junho, o quadro de Ana Lúcia voltou a se agravar devido a uma hemorragia. Nesta quarta-feira, 16, Ana Lúcia havia apresentado melhora e sido transferida para a UTI geral do hospital.

Ana Lúcia era casada com o advogado Bruno Garcia Martins e deixa o filho João Francisco de 5 anos.

Ainda não há informações sobre o horário e local de seu velório e sepultamento.

divulgação - Ana Lúcia Bueno, 44 anos
Ana Lúcia Bueno, 44 anos

Redação AssisCity com informações Jornal da Comarca
Receba em primeira mao nossas noticias!
Participe de nossos grupos:
+ VEJA TAMBEM