Buscar no site

Eleições 2024: Pré-candidato à prefeito, Vermelho projeta Educação e mudanças no Distrito Industrial em Maracaí

Luís Fernando Vermelho foi o primeiro pré-candidato à Prefeito de Maracaí a ser entrevistado pelo Portal AssisCity e pela Rádio Difusora de Assis na série de entrevistas sobre as Eleições 2024

Redação AssisCity

  • 27/06/24
  • 14:00
  • Atualizado há 2 semanas

O Portal AssisCity, em parceria com a Rádio Difusora, segue com a série de entrevistas com pré-candidatos a prefeito de toda a região. Nesta quarta-feira, 26 de junho, os apresentadores Elielton de Oliveira e Gerônimo Paes receberam o pré-candidato à chefe do poder executivo de Maracaí, Luís Fernando Vermelho do Progressista.

Portal AssisCity/Divulgação - Luís Fernando Vermelho foi o primeiro pré-candidato à Prefeito de Maracaí a ser entrevistado pelo Portal AssisCity e pela Rádio Difusora de Assis na série de entrevistas sobre as Eleições 2024 - FOTO: Portal AssisCity/Divulgação
Luís Fernando Vermelho foi o primeiro pré-candidato à Prefeito de Maracaí a ser entrevistado pelo Portal AssisCity e pela Rádio Difusora de Assis na série de entrevistas sobre as Eleições 2024 - FOTO: Portal AssisCity/Divulgação

Vermelho é vereador do município pela terceira vez consecutiva e exerce a função de presidente da Câmara Municipal. Eleito pelo PSD nas eleições anteriores, ele migra ao Progressista por se identificar politicamente como centro-direita.

Neste pleito pretende disputar o cargo de prefeito visando o desenvolvimento "A gente quer progredir. Coloquei meu nome à disposição da população para que possa representá-la e fazer a cidade se desenvolver cada vez mais", afirma.

O vereador ganhou três eleições para o legislativo e conta com o apoio do ex-prefeito Tatu, com quem começou sua carreira política: "apoiei a campanha dele de vereador e depois a de prefeito. Ele vem no apoio com o PSD e o Republicanos", conta.

O pré-candidato que já foi da situação em gestões anteriores à atual e, inclusive se licenciou do cargo de vereador para administrar a Secretaria de Obras durante o mandato de Tatu, chega para a disputa de 2024 contra o atual prefeito Paulinho e esclarece que manifesta seus votos no Legislativo em acordo ao que considera benéfico para o munícipe "não é porque o prefeito é do meu partido que vou passar a mão na cabeça. Independente se é do meu partido ou não, eu faço o que é melhor para a população e não voto contra só para prejudicar", explica.

Com relação a composição do grupo político, Vermelho esclarece que está disposto a trabalhar muito na campanha e "a gente não negocia cargos. Vamos compor com o melhor que tivermos. Serão pessoas capacitadas e técnicas para cada vez mais desenvolver o município", afirma.

O político conta que já trabalhou em empresa privada e por isso cobra resolutividade "eu cobro porque nós passamos requerimento e quando não temos respostas a população cobra. Estamos indo para quatro anos de mandato e tem coisas do primeiro ano que não foram resolvidas. Coisas simples, mas que afetam a vida das pessoas", afirma.

Vermelho destaca que estabelece a saúde e a educação como primordiais e menciona que a boa qualidade atual da saúde em Maracaí não é apenas mérito da administração atual, mas também resultado das gestões anteriores e do trabalho da Câmara Municipal: "está bom o atendimento, no hospital principalmente. Mas, isso é uma questão que vem há anos. Não é só da gestão de agora. A reforma do pronto socorro foi feita na gestão do Tatu. O aparelho de raio-x eu consegui através de um deputado. A gestão vem acertando no atendimento e mutirões de cirurgias com a ajuda do Legislativo através das emendas impositivas que colocamos lá. A minha emenda eu coloco cem por cento para o hospital", conta.

Sobre a Educação, Vermelho afirma que "o município regrediu na questão do IDEB (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica)" e acredita que a solução pode ser "um incentivo, um curso e capacitação para os professores, dar melhores condições a eles. Precisamos ouvir os professores", explica.

Ao comentar sobre geração de emprego e renda, o pré-candidato relata que no distrito industrial "temos terrenos parados que poderiam estar gerando empregos. Nós comentamos em fazer a incubadora de empresas. Nossa ideia é pegar emendas, construir um barracão multiuso e dividi-lo em tamanhos menores e alocar as empresas. O empresário sairia do aluguel de dentro da cidade e iria para o distrito e poderia se desenvolver melhor", explica.

Vermelho comenta sobre a associação de catadores de materiais recicláveis para projetar novos seguimentos associativos "hoje é uma cooperativa, e se deu certo a cooperativa de catadores de materiais por que não abrir uma cooperativa de costureiras? Grandes empresas mandam o material e as mulheres entram com a mão-de-obra. Isso depende do Executivo. Nosso Município não tem um diretor de Indústria e Comércio que vá atrás de empresas para se instalarem nos terrenos que ficaram vazios. Não tem uma política pública pensando no futuro", enfatiza.

Ao considerar a questão orçamentária, Vermelho comenta sobre os custos da festa de rodeio "Em dezembro pagou-se cem mil e agora em maio no aniversário da cidade pagou-se no mesmo show duzentos mil reais. E o comerciante fala que não estão pagando a sua nota de quinhentos reais. Não sou contra o rodeio. Tem que estipular os gastos. Para que gastar tanto e deixar máquinas paradas e sem dinheiro para arrumar", alega.

Ele complementa dizendo que na sua gestão a qualidade dos shows não irá diminuir: "não vai chegar nesse ponto. Eu vou administrar a cidade de verdade e não vou deixar abandonadas as máquinas e a frota do jeito que está", projeta.

Sobre a administração dos recursos, sem explicar especificamente quais medidas irá adotar para viabilizar seu objetivo, o pré-candidato apenas definiu que "vou saber empregar bem esse dinheiro. É igual a casa da gente. Se eu não souber gerir minhas coisas, eu não consigo gerir uma prefeitura. Eu tenho responsabilidade e vou ser um bom gestor e deixar as contas em dia", afirma.

Como mensagem aos munícipes, Vermelho disse "eu quero que você me conheça melhor. Não julgue o livro pela capa. Eu tenho a capacidade e tenho no meu coração que posso fazer a cidade de Maracaí se desenvolver", finaliza.

As Eleições 2024 ocorrem em todo o país no dia 06 de outubro desse ano.

Receba nossas notícias em primeira mão!

Mais lidas
Ver todas as notícias locais
Colunistas Blog Podcast
Ver todos os artigos