24 de Junho de 2021
20º/30º
Notícias - Saúde

71% dos pacientes COVID-19 da Santa Casa de Assis tiveram alta

No período foram realizadas 680 internações. Em 30 de abril, Instituição tinha 47 pacientes ainda internados

A Santa Casa de Assis divulgou novos números no atendimento ao Covid-19. Nos últimos meses o número de casos aumentou, principalmente após as novas cepas e consequentemente o número de internações de casos graves.

A taxa de ocupação das UTIs COVID-19 SUS e privado se mantem no limite, assim como as Enfermarias que também têm recebido um número maior de pacientes registrando também ocupação máxima em alguns dias.

Nem sempre é possível vencer a luta contra o COVID-19, mas há esperança para que a ciência e a saúde vençam a batalha. Profissionais que atuam na linha de frente, nas alas COVID-19 do Hospital, vivenciam uma triste realidade onde pacientes muitas vezes não resistem e são vencidos pela doença. Mas antes disso médicos e equipe de enfermagem se dedicam para devolver as famílias pacientes curados pela doença.

A esperança diante deste cenário alarmante é que a Instituição Hospitalar, que desde o início da pandemia tem sido referência para Assis e região, tem enfrentado a doença bravamente conseguindo ampliar o atendimento, com a recente abertura de mais 24 novos leitos de Enfermaria, incrementados aos 10 já existentes, somados a equipe, que tem trabalhado arduamente no enfrentamento da doença.

Devemos reconhecer que o trabalho vem dando resultado, considerando que a alta hospitalar da Santa Casa de Assis é maior que a média nacional e internacional. Das 680 internações ocorridas no período de abril de 2020 a abril de 2021, 47 pacientes ainda permaneciam em tratamento no final do mês. E dentre os 633 atendimentos finalizados, 71% tiveram alta hospitalar e puderam retornar para suas famílias, 2% foram transferidos para outras instituições de saúde e 27% faleceram.

"Nossa missão é salvar vidas e a 'Santa Equipe' tem trabalhado arduamente para devolver as famílias seus entes queridos acometidos por Covid-19. Sabemos que nem sempre conseguimos, mas não desistimos de lutar. Cada alta é motivo de grande comemoração para nós. O paciente não é sozinho, ele também representa uma família e sua recuperação impacta diretamente no filho, no pai, na mãe, na esposa. Neste sentido, mesmo diante de um momento extremamente difícil, mantemos a fé e a esperança', ressalta a provedora da Santa Casa de Assis, Profª Drª Telma Gonçalves Carneiro Spera de Andrade.

Para vencer o COVID-19 é preciso somar forças e entender que todos estamos na linha de frente no enfrentamento da doença. De um lado estão os profissionais de saúde, lutando no tratamento da doença em Hospitais. Do outro está a sociedade que precisa fazer sua parte e respeitar todas as medidas preventivas vivendo esse momento com responsabilidade e empatia.

Assim, a Instituição novamente faz um apelo à população para que se possível fique em casa, use máscara e higienize as mãos com frequência, além de respeitar o distanciamento social e evitar aglomerações. A vacinação continua, mas é pequena a parcela da população já imunizada, por isso os cuidados preventivos ainda são fundamentais no enfrentamento da doença.

Gráfico
Assessoria da Santa Casa de Assis
Receba em primeira mao nossas noticias!
Participe de nossos grupos:
+ VEJA TAMBEM