01 de Dezembro de 2022
20º/30º
Notícias - Saúde

Alunos de Enfermagem da FEMA realizam treinamento para atendimento de múltiplas vítimas

Em parceria com o SEST SENAT, entrevias, eixo, São Francisco, SAMU e o Corpo de Bombeiros de Assis, o curso realizou um treinamento com o enfoque para a organização do atendimento pré-hospitalar e o atendimento intra-hospitalar

O curso de Enfermagem da Fundação Educacional do Município de Assis (FEMA), em parceria com o Serviço Social do Transporte e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (SEST SENAT), a entrevias, a eixo, a São Francisco, o SAMU e o Corpo de Bombeiros de Assis, realizou um treinamento para atendimento de múltiplas vítimas em que o enfoque era a organização do atendimento pré-hospitalar e o atendimento intra-hospitalar.

Em uma simulação, um ônibus tombou com algumas vítimas e em outra houve uma colisão de um caminhão com um carro. Os alunos vivenciaram tanto o papel de vítima, quanto o papel de atendimento. Após o socorro das vítimas, eles utilizaram como estratégia o método start, para classificação das vítimas e deslocamento para o atendimento intra-hospitalar.

De acordo com a coordenadora do curso de Enfermagem, Dra Adriana Avanzi Marques Pinto, os alunos vivenciarem como é essa recepção e o atendimento de múltiplas vítimas, essa foi a ideia principal da atividade. "Porque os alunos do quinto ano estão estagiando nas portas de entradas da UPA, então eles estiveram inseridos na prática desses cenários e puderam vivenciar também como o atendimento pré-hospitalar acontece, além de também participarem do cuidado infra-hospitalar, ao receberem essas vítimas", explica Adriana.

Nesta atividade os professores estiveram presentes foram, o Dr Daniel Augusto da Silva, a Dra Rosângela Gonçalves da Silva e a Dra Talita Domingues Caldeirão.

Segundo a professora, Dra Talita Domingues Caldeirão, a experiência da simulação de um acidente com múltiplas vítimas favorece na aprendizagem dos alunos à medida que promove aumento da confiança e maior engajamento do acadêmico em relação à sua conduta, decorrente da vivência de diversas situações em um cenário previamente programado. "Frente às constantes mudanças na educação do ensino superior, o curso de enfermagem da FEMA destaca a importância da implantação de novos métodos de ensino-aprendizagem, como a simulação nas habilidades de urgência e emergência. A simulação realística tem como proposta ser ferramenta inovadora e complementar no ensino da enfermagem. É uma tecnologia diferenciada que qualifica o ensino. Isso garante que o estudante desenvolva habilidades e possibilita o docente a detectar previamente prováveis situações de enfrentamento assim como as diversas equipes envolvidas na simulação como o corpo de bombeiros e entre outros", cita Talita

Divulgação - Simulação do atendimento - Foto: Divulgação FEMA
Simulação do atendimento - Foto: Divulgação FEMA


Para o professor Dr Daniel Augusto da Silva, as atividades de simulação são ferramentas muito importantes no aprendizado, e essa não foi diferente. "Ao participarmos de uma simulação com múltiplas vitimas, como essa, temos a oportunidade de vivenciar situações próximas à realidade, fato que proporciona a atuação e aprendizado para além da teoria. Foi visível a satisfação de todos os alunos em participar do simulado e de como demonstraram melhor compreensão e entendimento sobre como atuar em incidentes com múltiplas vítimas", comenta o professor.

A professora Dra. Rosângela Gonçalves da Silva explica que ela ficou responsável, junto com a professora Talita e Adriana, pela orientação intra-hospitalar, o momento da recepção de um paciente que foi acidentado, por exemplo. "Desenvolvemos diversas atividades práticas nessa simulação. Nós recebíamos esses pacientes, trazidos de fato pelo SAMU ou pela ambulância da Entrevias, então os médicos que estavam acompanhando esses casos passavam os casos para os alunos, explicando o que foi feito até o momento, e então nós dávamos continuidade ao atendimento. Esse é um exercício muito importante, porque é assim que capaccitamos os nossos alunos para atuar com efetividade durante esse tipo de situação", finaliza a professora.
Assessoria de Comunicação - FEMA
Receba em primeira mao nossas noticias!
Participe de nossos grupos:
+ VEJA TAMBEM