15 de Outubro de 2021
20º/30º
Notícias - Saúde

Filha reclama de demora no sistema CROSS na transferência do pai para um hospital

Enquanto isso, o idoso está recebendo atendimento na UPA de Assis

Uma moradora de Assis questionou a demora no sistema CROSS (Central de Regulação de Ofertas de Serviços de Saúde) para transferir o pai que está aguardado vaga para uma UTI em Assis.

De acordo com Adriana, Ademar Inácio de 70 anos deu entrada na UPA de Assis na madrugada de quinta-feira, 5 de agosto, com problemas renais e insuficiência cardíaca congestiva. Ela foi informada de que o pai precisava ser transferido para uma UTI porque o estado dele era grave, mas no momento não havia vaga.

"A equipe de saúde fez o pedido da transferência do meu pai no sistema CROSS, que é uma burocracia. E enquanto isso meu pai está lá naquele lugar lotado e consciente reclamou para mim que está sem tomar as medicações no horário e que não está sendo muito bem cuidado por conta dos números de pacientes que estão lá", conta a filha.

Adriana ainda destaca que a vaga na UTI é mais importante por conta do atendimento ser mais rigoroso para a situação que o pai se encontra.

Divulgação - Ademar, de 70 anos, está desde a madrugada de quinta-feira, 5, na UPA de Assis
Ademar, de 70 anos, está desde a madrugada de quinta-feira, 5, na UPA de Assis


"Meu pai disse que está a três dias sem tomar banho e que disseram pra ele que só vai tomar quando for transferido para a UTI, o que deixa a gente ainda mais desesperada pelo momento em que ele está passando e ainda ter que viver esse desconforto", ressalta.

A Secretaria Municipal de Saúde foi informada sobre o caso e após checar as informações relatou que o caso do idoso no momento é estável e que o hospital regional que é referência está lotado.

"O papel do município está sendo feito e tudo só depende das vagas disponíveis no sistema. A equipe da CROSS de São Paulo está diariamente atualizando as informações e buscando referências para essas pessoas que necessitam de leitos. Nós não conseguimos interferir nessa lista", responde a saúde.

Sobre o atendimento na UPA, a unidade enviou uma nota sobre a situação do idoso.

"O paciente está na Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) de Assis, aguardando vaga de transferência para UTI, que é liberada pela CROSS Marília. Ele está sob a supervisão da equipe técnica, cujo médico de plantão é especialista em UTI e, portanto, todos os procedimentos adequados estão sendo tomados", informa.
Redação AssisCity
Receba em primeira mao nossas noticias!
Participe de nossos grupos:
+ VEJA TAMBEM