25 de Outubro de 2021
20º/30º
Notícias - Saúde

Médico assisense relata vitória de paciente com quase 200 quilos e outras comorbidades após contrair COVID

Carlos Morelli trabalha em Belford Roxo, no Rio de Janeiro, e, além de contrair a doença também perdeu um irmão para o vírus

Quando uma vida é salva é uma grande vitória em cima da COVID-19, doença que tira das famílias pais, mães, filhos e irmãos e deixa a dor da saudade. Para salvar vidas e evitar a dor em familiares e amigos, o médico assisense Carlos Morelli tem atuado na linha de frente no combate à doença, na cidade de Belford Roxo, no Rio de Janeiro.

Dr. Carlos Morelli é secretário especial da Coordenação dos Médicos de Belford Roxo, e após contrair a doença e ficar 20 dias internado, venceu o vírus e passou a dedicar-se mais ainda aos pacientes, em especial ajudando-os no controle das emoções e psicológico.

O médico assisense relata a vitória de um paciente de 26 anos, em estado grave, com quase 200 quilos e outras comorbidades como pressão alta, diabetes, entre outros fatores que poderiam agravar seu estado.

"Nossa equipe médica e de enfermagem se dedicou muito a esse paciente, que conseguiu se recuperar 100% e voltar para casa sem risco. Além dos cuidados com o paciente acometido pela COVID, nossa equipe ainda teve a sensibilidade de conversar e incentivar o paciente para que se fortalecesse e se recuperasse. Eram palavras de apoio e esperança. O paciente precisa disso, pois seu estado emocional fica muito abalado e precisa mais do que cuidados médicos", relata o médico assisense que perdeu o irmão Durval Morelli Neto para a doença.

Divulgação - Carlos Morelli atua na linha de frente contra a COVID-19 no Rio de Janeiro - Foto: Divulgação (Arquivo Pessoal)
Carlos Morelli atua na linha de frente contra a COVID-19 no Rio de Janeiro - Foto: Divulgação (Arquivo Pessoal)


O paciente ainda teve alta com um encaminhamento ao nutricionista para receber tratamento para a obesidade.

"Salvar uma vida é uma vitória para o paciente e para a equipe médica. São vários fatores de comorbidades que colocavam esse paciente em um quadro de agravamento crítico. Todos os profissionais da saúde se dedicaram e estão de parabéns por essa vitória contra a COVID-19", declara Carlos Morelli.

Batalha pessoal

O médico também enfrentou sua batalha pessoal com a doença, quando ainda em 2020 testou positivo para COVID e ficou internado em estado grave cerca de 20 dias.

Após isso, sua batalha em salvar vida continuou, e em janeiro de 2021 o médico foi vacinado contra a COVID-19 no Rio de Janeiro e continuou atuando com mais segurança.

Em junho de 2021, em Assis, Durval Morelli Neto, de 41 anos, irmão de Carlos, era internado com complicações graves da COVID-19 e mesmo com muita luta não resistiu e morreu após 15 dias no hospital.
Redação AssisCity
Receba em primeira mao nossas noticias!
Participe de nossos grupos:
+ VEJA TAMBEM