Buscar no site

Abril Marrom: Direito dos portadores de visão monocular e cegueira

Por Daniel Bergamini Levi

Daniel Bergamini Levi

  • 18/04/23
  • 10:00
  • Atualizado há 45 semanas

Abril é o mês dedicado à conscientização sobre a importância da prevenção e tratamento das diversas formas de cegueira. Chamado de "Abril Marrom", o período busca alertar a população sobre os cuidados necessários para evitar a perda da visão e promover a inclusão dos deficientes visuais na sociedade.

Entre os temas abordados durante o mês, um assunto de grande relevância para os aposentados e pensionistas portadores de visão monocular e cegueira é o direito à isenção do imposto de renda e a devolução do imposto de renda pago desde a data do diagnóstico até os últimos cinco anos.

De acordo com o entendimento da Justiça brasileira, o direito à isenção do imposto de renda para os portadores de visão monocular ou cegueira permanecem ainda que tenham recuperado a visão através de procedimentos cirúrgicos oftalmológicos (ex. transplante de córnea).

Divulgação - Daniel Bergamini Levi
Daniel Bergamini Levi

No entanto, muitos aposentados e pensionistas portadores de visão monocular e cegueira têm encontrado dificuldades para obter a isenção do imposto de renda e a devolução do que já foi pago devido a imensa burocracia imposta pelos Órgãos responsáveis.

O advogado tributarista, Dr. Daniel Levi, alerta que poucos portadores de visão monocular e cegueira tem conhecimento desse direito pois a Administração Pública não divulga o tema.

Nesse sentido, o "Abril Marrom" se torna uma importante oportunidade para discutir e sensibilizar a sociedade sobre as barreiras que as pessoas com deficiência enfrentam no dia a dia e reforçar a importância do acesso aos direitos previstos na lei para uma melhor qualidade de vida.

Receba nossas notícias em primeira mão!

Veja também
Mais lidas
Ver todas as notícias locais
Colunistas Blog Podcast
Ver todos os artigos