11 de Abril de 2021
20º/30º
Entretenimento - Blog

Tutora busca por cachorro desaparecido na vila Maria Alves

Rodolfo escapou do colo de seu tutor e ainda não conseguiram o encontrar

Na noite deste sábado, 10 de abril, os tutores do cachorrinho Rodolfo ficaram desesperados após seu desaparecimento e pedem ajuda da população para encontrá-lo.

Thaynara Rosa, tutora do cachorrinho, contou que Rodolfo escapou do colo de seu padrasto e mesmo indo atrás dele, o perderam de vista. "Precisamos encontrar ele, estamos desesperados", pediu a tutora.

Rodolfo é de médio porte, com a pelagem preta e algumas manchas brancas. Quem tiver informações sobre o cachorro pode entrar em contato pelo número (18) 9979-60821.

Divulgação

Tutora busca por calopsita que desapareceu próximo a UNESP de Assis

A calopsita Alvin sumiu na tarde de sexta-feira, 2 de abril

Ingrid Vieira Cardoso, tutora da calopsita Alvin está a sua procura.

Ingrid explica que Alvin sumiu por volta das 16h20 de sexta-feira, 2 de abril, da casa onde moram na Vila Tênis Clube nas proximidades da UNESP.

Ingrid oferece recompensa de R$ 150,00 para quem devolver Alvin.

Quem tiver informações sobre Alvin pode entrar em contato com Ingrid pelo telefone (11) 96083-9809 ou com Alanis pelo número (13) 98124-1115.

divulgação - Calopsita Alvin
Calopsita Alvin

Especialista ajuda identificar sintomas de intoxicação por chocolate em animais de estimação

Veterinário alerta tutores a não fornecerem chocolate aos pets; consumo pode levar à morte.

O consumo de ovos de chocolate durante o período da Páscoa requer cautela aos tutores de pets. O doce consumido por humanos não pode ser dado aos animais de estimação e a ingestão pode levá-los à morte.

Segundo o coordenador do curso de Medicina Veterinária da Anhanguera de Sorocaba (SP), Tiago Ladeiro de Almeida, substâncias presentes no chocolate feito para consumo humano são prejudiciais aos animais por serem tóxicas ao organismo. O profissional aponta os principais sintomas que pets podem sentir ao consumirem chocolates destinados a humanos.

"Os sintomas mais recorrentes em cães e gatos são vômitos em grande quantidade, diarreia, temperatura corpórea alta, vontade excessiva de beber água e urina em grande quantidade", alerta.

Tiago também alerta que ao apresentarem sintomas, os animais devem ser encaminhados com urgência ao médico veterinário para realizar o processo de desintoxicação do organismo.

"Não há um antídoto para o chocolate e o tratamento instituído é a terapia de suporte, com fluidoterapia e medicações que vão anular os efeitos da intoxicação. Caso o animal seja levado ao veterinário em um período de até três horas após ingestão, normalmente o profissional irá tentar provocar o vômito do chocolate e realizar uma lavagem gástrica", explica.

Divulgação - Ovos de chocolate não podem ser dados para animais de estimação — Foto: Reprodução/TV TEM
Ovos de chocolate não podem ser dados para animais de estimação — Foto: Reprodução/TV TEM

O profissional também alerta aos tutores para que em caso de urgência, não tentem fazer o processo em casa.

"O procedimento de desintoxicação deve ser realizado apenas por um médico veterinário", afirma.

Alternativas:

Apesar de não poderem consumir os mesmos chocolates dos tutores, os pets não ficam de fora das comemorações. Guloseimas feitas sob medida podem ser consumidas, como petiscos de banana, aveia e mel, além de muffins e chocolates especiais que permitem uma Páscoa mais saborosa aos bichinhos.

No entanto, o veterinário orienta que é importante manter prudência no fornecimento dos petiscos aos pets.

"Qualquer petisco novo para o animal deve ser dado em pequena quantidade para não causar indisposição estomacal ou uma diarreia", finaliza.

Tutor busca por cachorro que desapareceu na vila Ribeiro em Assis

Pepe sumiu na sexta-feira, 26 de março

Matheus Toni Entringer, tutor do cachorro Pepe está a sua procura.

Matheus explica que Pepe é da raça Shitzu e sumiu da casa da família, na Vila Ribeiro, próximo ao Clube São Paulo, na sexta-feira, 26 de março.

"Temos crianças pequenas que estão muito tristes, e estamos muito preocupados com o Pepe, pedimos que se alguém tenha visto ele, para que entre em contato conosco", considera.

O telefone para contato é (18) 99750-0493.

divulgação - Cachorro Pepe
Cachorro Pepe

Tutora busca por cachorro que desapareceu no Jardim Paraná em Assis

Leon tem uma orelha com deficiência e cortada, ele possui também uma cicatriz na costela

Luana da Silva Evangelista, tutora do cachorro Leon está a sua procura.

Luana conta que Leon sumiu neste sábado, 27 de março, da casa da família no Jardim Paraná.

"Estamos muito preocupados, pois já procuramos por toda parte e não o encontramos, estou oferecendo uma recompensa para quem localiza-lo e temos crianças doentes pela falta dele", considera.

Luana explica que Leon tem uma orelha com deficiência e cortada metade, além disso ele possui uma cicatriz na costela.

Quem tiver informações pode entrar em contato pelo número de telefone (18) 99732-2394.

divulgação - Cachorro Leon
Cachorro Leon

Aneel: Contas de luz terão bandeira amarela em abril

Com a medida, as contas de luz seguem com a cobrança de uma taxa adicional de R$ 1,343 a cada 100 quilowatts-hora consumidores (kWh).

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informou na noite desta sexta-feira, 26, que vai manter a bandeira amarela no mês de abril. Com a medida, as contas de luz seguem com a cobrança de uma taxa adicional de R$ 1,343 a cada 100 quilowatts-hora consumidores (kWh).

É o quarto mês consecutivo que o órgão aciona bandeira neste nível. Em nota, a agência reguladora explicou que em março foram registradas chuvas abaixo do esperado nas principais bacias do sistema elétrico nacional, e que os reservatórios das hidrelétricas seguem com níveis "relativamente" reduzidos para essa época do ano.

Abril é um mês de transição entre o período de chuvas, conhecido como "úmido", para o "seco" nessas regiões, o que, segundo a agência, indica que não deve alterar as tendências de queda na quantidade de água que chega aos reservatórios. A conjuntura é desfavorável para a geração hidrelétrica, que produz energia mais barata.

Sistema de bandeiras

As bandeiras tarifárias foram criadas em 2015 para sinalizar ao consumidor o custo da geração de energia elétrica no País. Na prática, as cores e modalidades - verde, amarela ou vermelha - indicam se haverá ou não cobrança extra nas contas de luz.

A bandeira verde, quando não há cobrança adicional, significa que o custo para produzir energia está baixo. O acionamento das bandeiras amarela e vermelha representa um aumento no custo da geração e a necessidade de acionamento de térmicas, o que está ligado principalmente ao volume dos reservatórios e das chuvas.
Bem-Estar

Agravamento do cenário da Covid-19 no Brasil aumenta sintomas de ansiedade e depressão

Diante do quadro atual da pandemia, especialista aponta principais queixas de pacientes em psicoterapia

Após um ano do primeiro caso confirmado do novo coronavírus no país, estamos ainda hoje vivendo um momento muito crítico na saúde. A crise sanitária persiste e está alcançando números cada vez mais preocupantes. Isso tem mexido com o psicológico do brasileiro. De acordo com dados colhidos pela pela Universidade de São Paulo (USP), o Brasil lidera uma lista de 11 países com mais casos de depressão e ansiedade durante a pandemia.

Ainda na pesquisa, o Brasil é o país que apresenta mais casos de ansiedade (63%) e depressão (59%); em segundo lugar ficou a Irlanda, com 61% das pessoas com ansiedade e 57% com depressão, e em terceiro aparecem os Estados Unidos, com 60% e 55%, respectivamente.

A psicóloga Bettina Correa, integrante do Grupo de Telemedicina Iron, aponta que as principais queixas que ela percebeu nas recentes sessões envolvem crises de ansiedade, insônia, compulsão alimentar descontrolada e ainda instabilidade emocional. Ela lista abaixo e comenta sobre cada um desses sintomas e o impacto na vida das pessoas.

Ansiedade - Muitos pacientes neste período de pandemia estão apresentando muitos sintomas de ansiedade. Alguns manifestam por meio de picos ou até mesmo crises de ansiedade aguda, enquanto outros por meio de comportamentos compulsivos, como a compulsão alimentar. A incerteza do que irá acontecer, a diminuição considerável da prática de atividade física, o período de isolamento e de solidão, o excesso de notícias tristes e dolorosas são fatores que agravam essa situação.

Insônia - Uma das principais questões que vem chamando a atenção é a alteração do padrão de sono, principalmente a insônia. A alteração na rotina, diminuição da prática de atividade física, aumento de atividades paradas, aumento do uso de telas como TV, celular e computador, e até mesmo a ansiedade prejudica o sono.

Compulsão alimentar - Há uma grande parcela de pessoas que se queixa do aumento de peso desde o início do isolamento social. Com o aumento de ansiedade, piora da qualidade do sono, diminuição da atividade física e até mesmo a falta de interação social, muitas pessoas acabam comendo mais vezes ao dia, especialmente doces e fast-food.

Instabilidade emocional - É muito comum escutar das pessoas ao nosso redor que "não sabem o que estão sentindo." Acordam felizes, mas ao longo do dia ficam irritados, tristes, eufóricos, angustiados, ansiosos, tudo em menos de 24 horas. Há uma enorme insegurança quanto ao fato da pandemia em si, além da falta de recursos de alívio dessas sensações e sentimentos, tanto pela significativa diminuição de contato com outras pessoas, quanto pela falta de atividades de um modo geral.
Culinária

Mitos e verdades sobre o chocolate nosso de cada dia

Com a Páscoa se aproximando, parece que a vontade de comer chocolate cresce. Mas será que ele é contraindicado para os casos de doenças como diabetes e obesidade? É melhor optar pelo chocolate amargo? Será que ele é menos calórico?

Pessoa com diabetes não pode comer chocolate.

MITO! Claro que pode, inclusive, não só as formas diets. Se a dieta está equilibrada, pratica atividade física, está usando as medicações corretamente e está com o diabetes controlado não tem motivo para restringir o consumo, mas sem exageros.



Comer chocolate todos os dias causa diabetes.

MITO! O que causa diabetes, além da predisposição genética, é o excesso de peso. Então, se o consumo de chocolate leva a pessoa ao excesso de peso, provavelmente pode ser que essa pessoa acabe tendo diabetes. Mas se o consumo é feito em pequenas porções diariamente, mas aliado a isso é feita atividade física todos os dias, mantém uma boa alimentação, equilibrada e de qualidade nutricional e o peso adequado, dificilmente a pessoa terá diabetes. No entanto, é sempre bom conversar com o endocrinologista para avaliar o controle do diabetes e da obesidade.



Chocolate engorda.

VERDADE! É um alimento muito calórico e pode sim contribuir para o ganho de peso.



O chocolate amargo é mais saudável e não engorda.

VERDADE e MITO! O chocolate amargo tem mais substâncias que podem trazer benefícios à saúde, além de promover maior saciedade em relação à vontade de consumir doce. No entanto, muitas vezes é até mais calórico do que o chocolate não amargo. Sendo assim, não está liberado para comer à vontade.



Pessoas com obesidade não podem comer chocolate.

MITO! Podem, sim, desde que estejam dentro do peso estipulado pelo médico endocrinologista, pratiquem atividade física e estejam com a dieta equilibrada.



Existe uma recomendação para a ingestão do chocolate.

MITO! Não existe essa recomendação formal, mas o indicado é consumir em pequenas quantidades para não provocar ganhos de peso e alteração no colesterol.

Como preparar o pet para as temperaturas mais baixas do outono

Médico-veterinário lista cinco problemas mais comuns durante a estação, como doenças respiratórias, pulgas e carrapatos

São Paulo, março de 2021 - O dia 20 de março marca o início do Outono. O período, que traz temperaturas mais baixas, serve também de alerta para os principais cuidados com a saúde dos pets. Por isso, Márcio Barboza, médico-veterinário e gerente técnico da MSD Saúde Animal, separou seis dicas para que os tutores possam aproveitar a época com os animais sem dor de cabeça. Confira abaixo.

"A mudança de clima acarreta diversos problemas para os humanos e isso não seria diferente para os cães e gatos. É muito importante que os donos estejam atentos desde a vacinação até o comportamento do pet, principalmente dos filhotes e idosos, fase em que os cuidados devem ser redobrados pelo fato da imunidade ser mais frágil", explica Barboza.

• Doenças respiratórias

Nessa época do ano, os animais estão suscetíveis a doenças como a gripe canina, também conhecida como Tosse dos Canis, a qual provoca tosse seca e cinomose, doença altamente contagiosa e com alta taxa de mortalidade. Os gatos também têm doenças provocadas por vírus que têm os mesmos sintomas de um resfriado;

De acordo com o médico-veterinário, a única solução para proteger os pets é a vacinação. "A vacina deve ser aplicada anualmente. Uma das formas é por meio da administração intranasal, com aplicação na narina do animal, que é indolor e pode ser feita em filhotes a partir de três semanas de vida. A imunização é conferida rapidamente e por volta de 72h os cães já estão protegidos".

• Carrapatos e pulgas

Os parasitas estão presentes em todas as estações e podem procriar e infestar o animal e o ambiente em que ele vive. Ainda, é importante ficar atento porque pulgas e carrapatos podem ser trazidos pelo próprio tutor para dentro de casa.

"Por isso, é essencial possuir uma proteção completa, que inclui limpeza do local em que o animal vive e - o principal - a utilização de um produto de longa ação para poder cortar o ciclo de vida desses parasitas e conseguir evitar futuras infestações", alerta o especialista.

• Osteoartrose

Doenças crônicas articulares, conhecidas como osteoartrose, e problemas de coluna podem surgir no animal. O tutor deve ficar alerta para perceber se o animal está sentindo dor, dificuldade ao se levantar, coluna arqueada ou se está mancando. Portanto, a ida ao consultório é necessária e o médico-veterinário é o profissional ideal para analisar e indicar o melhor tratamento.

• De olho na hidratação

Hidratação e passeios também merecem atenção especial. Nessa época, é natural que os pets bebam menos água, principalmente os idosos e, com isso, os tutores podem oferecer outros alimentos, como frutas, para incentivar a ingestão. Já os passeios devem ser modificados para horários agradáveis. Com as temperaturas mais altas, a recomendação é passear com o pet durante a manhã ou no final da tarde, já com a chegada do outono, esses horários geram ventos gelados que podem causar resfriados.

• Conselho especial do veterinário

Barboza aconselha os tutores de cães e gatos a realizaram o check-up, consulta realizada de maneira periódica, em média de 4 a 6 meses, para avaliar a saúde do animal. "É com essa avalição que os profissionais conseguem ver como está o estado do pet e recomendar os cuidados necessários para a prevenção de doenças e tratamento necessário, caso algo esteja errado, de forma personalizada", finaliza.
Culinária

Benefícios do açafrão para a dieta e saúde

Especiaria é boa fonte de substâncias antioxidantes e anti-inflamatórias

O açafrão, também conhecido como açafrão-da-terra, tem um número elevado de propriedades anti-inflamatórias. A principal responsável por essa ação é a curcumina, o pigmento que dá a cor amarelo-ouro à cúrcuma. "Essa especiaria também atua como medicamento natural e fitoterápico, um poderoso suplemento alimentar e dietético", diz a endocrinologista e nutróloga Gabriela Abdo Camargo, da Clínica Leger.

A médica também garante que o açafrão traz benefícios à saúde, no suporte ao tratamento de inúmeras doenças clínicas e crônicas como artrite, diabetes, colesterol, hepatite e até malária. "Um dos seus principais compostos ativos é a curcumina. O seu mecanismo de ação anti-inflamatória age na cascata do ácido araquidônico, também conhecida como cascata da inflamação, inibindo as moléculas envolvidas no processo inflamatório. Esta inibição se dá de forma modular e envolve diversos fenômenos biológicos que interferem nas ativações celulares e nos sinalizadores moleculares, denominando a atividade terapêutica anti-inflamatória", completa.

Se você ainda não se convenceu do poder desta rica especiaria, a endocrinologista Gabriela Abdo Camargo lista os principais benefícios do açafrão para a dieta e saúde e, como incluí-lo no cardápio:

Reduz a inflamação no organismo - Usada na culinária indiana, o extrato de cúrcuma (ou açafrão-da-terra) é um tempero com propriedades anti-inflamatórias. Estudos mostram que essa substância aumenta a resistência das células aos danos oxidativos, além de reduzir os processos inflamatórios no organismo. O consumo desse extrato ainda inibe o crescimento de bactérias, parasitas e fungos, que provocam doenças.

Protege o coração - O açafrão evita o acúmulo de colesterol "ruim", o que protege o coração e evita que você tenha um ataque cardíaco ou derrame. Além disso, a ciência descobriu que a curcumina reduz o risco de insuficiência cardíaca.

Evita envelhecimento precoce - Muitos estudos indicam que essas propriedades encontradas no açafrão são atribuídas principalmente aos carotenoides - crocina e safranal - com propriedades antioxidantes e coletores seletivos de radicais livres.

Evita o diabetes - Essa poderosa substância também pode prevenir o diabetes em desenvolvimento. Um estudo, feito com pré-diabéticos, incluiu o extrato de curcumina na dieta por nove meses. Um grupo realmente consumia o açafrão e o outro não. Ao final da pesquisa, nenhum dos indivíduos que recebeu as doses de curcumina desenvolveu o diabetes tipo 2.

Como incluir o açafrão no cardápio - "Na dieta use o tempero em pó à vontade em sopas, pães, bolos, biscoitos, omeletes, tapiocas, e também em aves, carnes e cozidos, legumes, arroz, feijão, ervilha, etc. A versão em pó também pode ser utilizada em sucos e polvilhada em saladas e sopas. Mas vale lembrar que, o açafrão é contraindicado durante a gravidez, lactação e para crianças menores que quatro anos de idade", finaliza a médica.

Assisense procura por tutores de gata que apareceu em sua casa

Marcia é moradora do Condomínio Parque Pinheiros

A assiense Marcia procurou a equipe do Portal AssisCity para pedir ajuda e encontrar os tutores de uma gatinha que apareceu em sua residência nesta semana, no Condomínio Parque Pinheiros na Vila Cláudia.

A gata tem pelo branco com manchas preta e marrom, está bem cuidada e não é de nenhum morador do Condomínio.

Marcia pede para que os tutores da gatinha entrem em contato pelo número (18) 99711-3803.

Divulgação - Gatinha está bem cuidada
Gatinha está bem cuidada

Tutores buscam por cachorrinha que desapareceu no centro de Assis

Serena desapareceu na noite de quarta-feira, 17 de março

Tutores estão a procura da cachorrinha Serena que desapareceu da casa da família no Centro de Assis.

Serena sumiu por volta das 22h de quarta-feira, 17 de março, na rua Capitão Assis.

Seus tutores pedem que se alguém tiver informações sobre ela, para que entrem em contato pelo número de telefone (18) 99638-9977.

divulgação - Cachorrinha Serena
Cachorrinha Serena

Bem-Estar

Tendências da moda 2021: Conheça os looks e acessórios que estarão em alta

Estilista Anne Garcia apresenta as cores, acessórios e estilos que serão destaques neste ano Estilista Anne Garcia apresenta as cores, acessórios e estilos que serão destaques neste ano

Tecidos, acessórios, cores e estilos, são muitas as opções para escolher o seu look, não é mesmo? Para você selecionar as suas peças e estar sempre na moda, a estilista Anne Garcia mostra as principais tendências para 2021, considerado o ano das pessoas mais ousadas. Confira as dicas!

Cores

As cores de destaque em primeiro lugar são o amarelo e laranja. Tons como o vermelho e azul elétrico (bem chamativo) também estarão em alta. Você vai arrasar com qualquer tom de amarelo, mas preste atenção com a tonalidade da pele, pois - em alguns casos - o amarelo pode "apagar" a pessoa, se tiver a pele muito clara.

Não podemos esquecer das cores pastéis, principalmente, para os dias mais quentes do ano. O cinza também vai chegar com tudo, a combinação de cinza e amarelo, dependendo das peças, fica deslumbrante!

O branco total, da cabeça aos pés, também está em alta. "É ultra chique, mas tome cuidado. Dependendo do local, não aconselho. Após meia hora de uso o branco vira marrom. Convenhamos que branco tem que ser branco! Quando ocorrer essa situação, troque o branco pelo nude", orienta Anne.

Tecidos

Os tecidos da vez são o veludo liso, couro e vinil com efeito segunda pele. Agora você poderá sair de "mulher gato", sim! Anne ressalta para ter cuidado ao usar roupas muito apertadas, pois o uso ao longo do dia pode bloquear a circulação sanguínea e causar danos à saúde, como varizes. "É bom estar na moda mas devemos ter responsabilidade até mesmo na hora de nos vestir", afirma a estilista.

Quem gosta de flores? Neste ano, as estampas florais serão bastante utilizadas. Para as mais românticas, fica a dica: flores pequenas, grandes e bordados florais, podem usar sem medo e sem limite.

Calça

As calças da moda são de cintura baixa, nesta temporada pode deixar de lado as calças de cintura alta. Mas, cuidado para manter a silhueta do corpo, pois se forem muito apertadas podem "deformar".

Estilos

Sabe quem voltou com tudo? As calças leggins dos anos 80 com cores vibrantes, neon, fluo ou glitter. Como combinar? Com tudo! Use como quiser, não tem como errar.

As mangas bufantes continuarão em alta, é elegante e versátil. As franjas nas saias, blusas e acessórios chegaram para ficar, sejam elas curtas ou longas, para o dia ou para à noite. Segundo Anne, as franjas trazem um ar de modernidade, a mulher que usa franja ou pluma é segura de si, não são todas que têm essa ousadia.

Agora é a vez do jeans! Peça básica de todos os guarda-roupas, em 2021, terá um estilo mais confortável e largo, ficando descolado. Nada de jeans aderente ao corpo.

Acessórios

Usem e abusem dos acessórios grandes, as correntes estilo rock, seja como pulseira, colar ou - até mesmo - na bolsa e na roupa. O ideal é que ele chame a atenção e faça com que o seu acessório não passe despercebido.

Os lenços vão continuar na moda 2021, cada dia mais versátil, então seja criativo para utilizar de diversas formas, nas blusas, biquínis, saias, como quiser!

Guarde as maxi e mini bolsas, porque agora chegou a vez da bolsa que a sua avó utilizava, lembra? A famosa bolsa da Rainha Elizabeth II está em alta, estilo bolsa de mão e elegante. Pode confiar!

Por fim, Anne enfatiza sobre a compra consciente, de acordo com a necessidade e gosto de cada um, não é necessário consumir tudo o que o mercado oferece. "Além disso, nada de ficar mal ou se sentir inferior por não comprar aquela peça ou acessório que você tanto ama. Use a criatividade, improvise e sorria! O sorriso está sempre na moda", afirma a estilista.

Tutores buscam por cachorro que desapareceu na Vila Xavier

Fred desapareceu no final da tarde deste domingo, 14 de março

A moradora da Vila Xavier em Assis, Camila Souza Silva e seu irmão Gabriel, estão a procura do cachorro da família Fred.

Fred que é da raça Pinscher desapareceu da casa da família no final da tarde deste domingo, 14 de março.

Eles pedem que se alguém tiver informações que colaborem para a localização do cachorro, para que entre em contato pelos números de telefone e whatsapp (18) 99620-3088 e (18) 98131-2062.

divulgação - Cachorro Fred
Cachorro Fred

Criança fica doente após desaparecimento de cachorrinho em Assis

Thor desapareceu nas proximidades da Avenida Dom Antônio

A tutora Marcia procurou o Portal AssisCity para anunciar o desaparecimento do cachorrinho do seu neto, que sumiu no sábado, 6 de março, na Vila Glória em Assis.

Segundo a mulher Thor desapareceu nas proximidades da Avenida Dom Antônio, ele é dócil e tem a pelagem branca.

A mulher pede para que qualquer notícia seja dada com urgência pois seu neto está com febre e chorando pelo animal. O telefone para contato é (18) 99763-5323.

Tutores buscam por cachorrinho desaparecido na Vila Progresso em Assis

Marley sumiu no domingo a tarde

Os tutores do cachorrinho Marley estão desesperados com o desaparecimento do animal, que fugiu de sua residência no domingo, 7 de março, nas proximidades da Vila Progresso em Assis.

Marley é dócil, gosta de brincar e correr, tem a pelagem branca e manchas pretas no corpo.

Para qualquer notícias sobre o animal, basta entrar em contato pelo número de telefone (14) 99614-4083.

Divulgação - Marley está desaparecido desde domingo
Marley está desaparecido desde domingo

Família busca por cachorro que desapareceu na Vila Glória em Assis

Thor está desaparecido desde a terça-feira, 2 de março

Márcia Aparecida da Silva, moradora da Vila Glória em Assis, está a procura do cachorrinho Thor que está desaparecido desde a terça-feira, 2 de março.

Márcia conta que tem dois netos que estão muito tristes com o sumiço do cachorro.

Ela pede que se alguém tiver informações que colaborem para a localização de Thor para que entre em contato pelo telefone (18) 99750-0162.

divulgação - Cachorro Thor
Cachorro Thor

Bem-Estar

Mitos sobre a sexualidade feminina, terapeuta sexual dá dicas para mulheres descobrirem o próprio corpo

Falta de estímulo e carga cultural estão ligadas às falsas crenças que cercam a sexualidade das mulheres

O estigma de que mulheres se interessam menos em sexo do que os homens, surgiu da falta de estímulo e também da carga cultural de que sentir prazer consigo mesma é errado. Para a terapeuta sexual, Deva Dasi Abigail, é necessário descontruir a barreira social para descobrir seu próprio bem-estar.

Ela explica que o primeiro passo para todas as adultas que desejam ter uma boa vivência em sexualidade é descobrir as próprias sensações. "É imprescindível que nós conheçamos o nosso corpo. Por que se a gente não conhece o próprio corpo, como vamos querer quer o outro adivinhe o que queremos? Somos os verdadeiros responsáveis pelo nosso próprio prazer", enfatiza.

Deva explica que o clitóris existe unicamente para o prazer feminino com potencialização de sentir três vezes mais sensações do que os homens, e para tê-las é necessário o toque e conhecimento individual. Para iniciar o autoconhecimento, ela recomenda que o toque seja de viés exploratório, sensorial e consciente, sem ser interferido por fonte externas ou nutrindo fantasias que podem gerar frustração.

Apesar dos homens serem mais estimulados desde a infância à vivência sexual, isso não justifica que somente eles possuem mais necessidade. A grande diferença entre o feminino e masculino, também está no tempo de resposta para o prazer. Enquanto eles estão prontos ao ato rapidamente, elas precisam de mais tempo para responderem.

A terapeuta garante que é preciso equilibrar a balança através de preliminares, estímulos ao longo do dia e que a mulher se sinta segura e confortável. "Enquanto o homem corre cem metros rasos, a mulher corre uma maratona. O sexo para a mulher começa no bom dia", finalizou.

divulgação Internet - Mitos sobre a sexualidade feminina, terapeuta sexual dá dicas para mulheres descobrirem o próprio corpo
Mitos sobre a sexualidade feminina, terapeuta sexual dá dicas para mulheres descobrirem o próprio corpo

Tutores buscam por cachorrinho desaparecido em Assis

Pipoca faz tratamento e precisa tomar medicações regularmente

Na noite desta quinta-feira, 4 de março, o cachorrinho Pipoca sumiu de sua residência, localizada na Cohab 4, em Assis.

Os tutores estão preocupados, pois o animal faz uso de remédios regularmente para pele.

Pipoca é da raça Shih-tzu e tem a pelagem branca e preta.

Para qualquer informação sobre o cachorrinho basta entrar em contato pelos números de telefones: (18) 99610-1503 ou (18) 99790-3276.

Divulgação

Bem-Estar

Cinco características essenciais para o profissional de comunicação

Centro universitário lança cursos de pós-graduação com foco na atualização do setor

A transformação digital mudou o modo de se fazer comunicação. Os profissionais devem ficar atentos às tendências, ferramentas tecnológicas e conceitos que mudam com frequência. Algumas competências como capacidade analítica, adaptabilidade e conhecimento de ferramentas e técnicas são fundamentais para os comunicadores.

Essas mudanças geram impactos para os profissionais de organizações públicas e privadas, assim como empreendedores de diferentes segmentos. Clóvis Teixeira Filho, coordenador de pós-graduação da área de Comunicação do Centro Universitário Internacional Uninter, explica que as competências comunicacionais têm sido cada vez mais solicitadas, em diferentes áreas de atuação. "Assistimos ao crescimento da produção audiovisual amadora e profissional, a ampliação do e-commerce, além da utilização intensa de mídias sociais e novas formas de fazer jornalismo e publicidade. O trabalho com comunicação hoje é cada vez mais dinâmico e digital", afirma.

Assim como em outras áreas, é essencial para um profissional da comunicação buscar entender as últimas novidades do setor e sempre estar atualizado. A Uninter tem quatro cursos de pós-graduação para quem procura uma nova direção na carreira, são eles: Gestão de Empresas de Radiodifusão, Gestão de Mídias Digitais, Produção Audiovisual para Web e Planejamento de Comunicação Integrada. "Os cursos abordam questões emergentes da mídia digital e suas possibilidades de mensuração, compartilhamento de conteúdo, assim como novos formatos publicitários e processos de produção jornalística", afirma o pró-reitor de pós-graduação da Uninter, Nelson Castanheira.

São cursos que têm valor acessível, duração de nove meses e possibilidade de escolha de disciplinas (para os cursos Flex). "A área de comunicação se transforma rapidamente e temos acompanhado isso em todas as nossas propostas. Abordamos nos cursos, os últimos temas que estão norteando o mercado de trabalho", finaliza Teixeira.

Confira a relação das cinco características mais buscadas nos profissionais de comunicação:

Ser adaptável

Ter em mente que um projeto pode mudar é fundamental para os profissionais da área. Muitas vezes isso acontece após a equipe receber novos dados e ter flexibilidade e saber lidar com as mudanças. Otimizar as ações para obter melhores resultados é essencial.

Contar uma história - discurso

Uma boa história é algo envolvente. Saber construir um storytelling que cative o público mostrando os pontos em comum do personagem da matéria ou de uma empresa é algo importante na construção de um discurso.

Veículos de comunicação, empresas, perfis em redes sociais e youtubers, por exemplo, têm um discurso a seguir e saber como contar isso é fundamental para o desenvolvimento dos canais de comunicação.

Trabalho em equipe

As profissões da área de comunicação geralmente têm uma rotina repleta de desafios e trabalhar em equipe pode ajudar. Não apenas entre os profissionais da equipe de comunicação, mas também entre outros setores como vendas.

Domínio de ferramentas

Para saber como a mensagem está sendo recebida e por quem, é fundamental ter acesso a números e para isso é preciso conhecer técnicas e ferramentas. Atualmente as principais são: SEO, Google Ads, Google Analytics, WordPress, Mídias Sociais, E-mail Maketing e Mídias pagas.

Ser analítico

Saber interpretar os números e as informações é fundamental para realizar ações mais assertivas, tanto nas atuações em mídias sociais quanto em matérias jornalísticas.

Com a internet, os dados passaram a ser fundamentais para traçar um direcionamento das áreas ligadas a comunicação, como marketing.

Sobre o Grupo Uninter

O Grupo Uninter está entre os maiores players do segmento educacional, e é a única instituição de ensino a distância do Brasil recredenciada com nota máxima pelo Ministério da Educação (MEC). Além disso, o centro universitário conquistou o conceito 4 no Índice Geral de Cursos (IGC), divulgado pelo MEC. O resultado aliado à nota máxima de seu programa de educação a distância (EAD), consolida a Uninter como a melhor instituição EAD no Brasil, à frente dos outros cinco maiores grupos educacionais que atuam na modalidade. Já formou mais de 500 mil alunos e, hoje, tem mais de 300 mil alunos ativos nos mais de 400 cursos ofertados entre graduação, pós-graduação, mestrado e extensão, nas modalidades presencial, semipresencial e a distância. Possui polos de apoio presencial estrategicamente localizados em todo o território brasileiro. Para saber mais acesse uninter.com

Cinco características essenciais para o profissional de comunicação

Centro universitário lança cursos de pós-graduação com foco na atualização do setor

A transformação digital mudou o modo de se fazer comunicação. Os profissionais devem ficar atentos às tendências, ferramentas tecnológicas e conceitos que mudam com frequência. Algumas competências como capacidade analítica, adaptabilidade e conhecimento de ferramentas e técnicas são fundamentais para os comunicadores.

Essas mudanças geram impactos para os profissionais de organizações públicas e privadas, assim como empreendedores de diferentes segmentos. Clóvis Teixeira Filho, coordenador de pós-graduação da área de Comunicação do Centro Universitário Internacional Uninter, explica que as competências comunicacionais têm sido cada vez mais solicitadas, em diferentes áreas de atuação. "Assistimos ao crescimento da produção audiovisual amadora e profissional, a ampliação do e-commerce, além da utilização intensa de mídias sociais e novas formas de fazer jornalismo e publicidade. O trabalho com comunicação hoje é cada vez mais dinâmico e digital", afirma.

Assim como em outras áreas, é essencial para um profissional da comunicação buscar entender as últimas novidades do setor e sempre estar atualizado. A Uninter tem quatro cursos de pós-graduação para quem procura uma nova direção na carreira, são eles: Gestão de Empresas de Radiodifusão, Gestão de Mídias Digitais, Produção Audiovisual para Web e Planejamento de Comunicação Integrada. "Os cursos abordam questões emergentes da mídia digital e suas possibilidades de mensuração, compartilhamento de conteúdo, assim como novos formatos publicitários e processos de produção jornalística", afirma o pró-reitor de pós-graduação da Uninter, Nelson Castanheira.

São cursos que têm valor acessível, duração de nove meses e possibilidade de escolha de disciplinas (para os cursos Flex). "A área de comunicação se transforma rapidamente e temos acompanhado isso em todas as nossas propostas. Abordamos nos cursos, os últimos temas que estão norteando o mercado de trabalho", finaliza Teixeira.

Confira a relação das cinco características mais buscadas nos profissionais de comunicação:

Ser adaptável

Ter em mente que um projeto pode mudar é fundamental para os profissionais da área. Muitas vezes isso acontece após a equipe receber novos dados e ter flexibilidade e saber lidar com as mudanças. Otimizar as ações para obter melhores resultados é essencial.

Contar uma história - discurso

Uma boa história é algo envolvente. Saber construir um storytelling que cative o público mostrando os pontos em comum do personagem da matéria ou de uma empresa é algo importante na construção de um discurso.

Veículos de comunicação, empresas, perfis em redes sociais e youtubers, por exemplo, têm um discurso a seguir e saber como contar isso é fundamental para o desenvolvimento dos canais de comunicação.

Trabalho em equipe

As profissões da área de comunicação geralmente têm uma rotina repleta de desafios e trabalhar em equipe pode ajudar. Não apenas entre os profissionais da equipe de comunicação, mas também entre outros setores como vendas.

Domínio de ferramentas

Para saber como a mensagem está sendo recebida e por quem, é fundamental ter acesso a números e para isso é preciso conhecer técnicas e ferramentas. Atualmente as principais são: SEO, Google Ads, Google Analytics, WordPress, Mídias Sociais, E-mail Maketing e Mídias pagas.

Ser analítico

Saber interpretar os números e as informações é fundamental para realizar ações mais assertivas, tanto nas atuações em mídias sociais quanto em matérias jornalísticas.

Com a internet, os dados passaram a ser fundamentais para traçar um direcionamento das áreas ligadas a comunicação, como marketing.

Pets são para a vida e não só durante a quarentena

Diversos estudos já mostram que gatos e cães promovem momentos de alegria, companheirismo, incentivam atividades e beneficiam a saúde física e mental dos humanos

Pets têm necessidades de cuidados e atenção que devem ser levadas em consideração por quem deseja ser tutor.

Não é novidade para os tutores de pets o quanto eles impactam positivamente a vida como um todo, da rotina até a saúde. Durante os meses de confinamento, que se tornaram parte do dia a dia desde março de 2020, pudemos experimentar uma convivência diária mais intensa com eles e compreender os reais benefícios que ela traz. Foi durante este período, também, que a quantidade de tutores de gatos e cães cresceu no Brasil. Porém, existe um lado preocupante neste cenário, já que o número de abandonos de pets também aumentou recentemente, no momento em que estamos completando quase 1 ano de isolamento social. Ou seja, está claro que muitos tutores tomaram a decisão de ter um animal de estimação de forma precipitada, sem buscar informações essenciais sobre a guarda responsável do animal.

Mais que uma boa companhia, assim como nós, os animais de estimação possuem necessidades fisiológicas, emocionais, exigem cuidados com sua saúde, idas regulares ao Médico-Veterinário, carinho e atenção. Assim, é imprescindível que o tutor tenha ciência da importância da guarda responsável antes de tomar a decisão de levar um pet para casa.

A Mars Petcare, líder global em nutrição animal e detentora de marcas como ROYAL CANIN®, PEDIGREE®, WHISKAS® e OPTIMUM?, acredita que uma das melhores maneiras de ajudar os pets a terem uma vida melhor é educando os tutores e futuros tutores sobre suas responsabilidades. A Dra. Natália Lopes, Médica-Veterinária e Gerente de Comunicação Científica da ROYAL CANIN® Brasil, explica alguns pontos que o tutor deve se atentar para ter a melhor experiência na jornada de cuidados com o seu pet:

Entenda se você está pronto para ser um tutor

O primeiro passo é questionar se você realmente está preparado para assumir esse compromisso que pode durar muitos anos e exigirá de você, inclusive, investimento financeiro e de tempo, com cuidados, vacinações, idas ao Médico-Veterinário, ou seja, com a saúde e bem-estar geral do pet.

Faça uma pesquisa profunda sobre o assunto

Entenda, de maneira mais detalhada, sobre as necessidades do pet, assim como a forma que ela impactará a sua rotina. Pesquise todas as informações possíveis - como, por exemplo, alimentação, necessidades de passeios, cuidados com pelagem, apoio profissional em casos de viagens, etc - para ser bem sucedido nesta nova jornada que, certamente, exigirá tempo e dedicação.

Saiba onde buscar ajuda quando preciso

Existem profissionais prontos para te ajudar com informações de qualidade. Porém, o ideal é que você construa um relacionamento sólido e próximo com o Médico-Veterinário do pet. Assim, todos os cuidados, tanto de rotina quanto os emergenciais, poderão ser avaliados pelo profissional. Ele também será fundamental para orientá-lo sobre o relacionamento estabelecido entre vocês para que seja o mais positivo possível.

A escolha do pet e a recepção em casa

A escolha do pet que mais se adequa ao estilo de vida do tutor é tão fundamental quanto os outros passos, pois é a partir daí que o tutor deverá se empenhar em compreender melhor o animal, suas necessidades específicas e características comportamentais. Também é importante trabalhar na adaptação do lar para que o pet tenha um ambiente confortável e que atenda suas necessidades, tornando a relação harmoniosa e segura.

Assisense procura cachorra pitbull que desapareceu no Parque Colinas

Duas crianças estão tristes pelo seu desaparecimento

Igor Keki Garcia está a procura da pitbull Alerquina que desapareceu por volta das 16 horas desta quarta-feira, 24 de fevereiro, no Parque Colinas.

Igor explica que há duas crianças que são muito apegadas à cachorra e estão tristes devido ao desaparecimento de Alerquina. "Temo que elas fiquem doentes e peço ajuda para encontrá-la", diz Igor.

Se alguém tiver informações sobre a localização de Alerquina pode entrar em contato pelo número de telefone (18) 98801-8535.

divulgação - Cachorra atende pelo nome de Alerquina
Cachorra atende pelo nome de Alerquina

Moradora pede ajuda para localizar tutores de cachorro perdido em Assis

O cachorro é bem dócil e está no Condomínio Viverde II

Jacqueline Galvão Ribeiro Chahde, moradora do Parque Universitário em Assis, pede ajuda para localizar os tutores de um cachorro que apareceu no Condomínio Viverde II, onde ela mora.

Jacqueline conta que o cachorro apareceu no Condomínio no dia 18 de fevereiro e é bem dócil.

"Ele é bem dócil, gosta de crianças e está no Condomínio há dias. Nós queremos localizar os seus tutores, pois não podemos ficar com ele e caso seus tutores não sejam localizados, ele precisará de um novo lar", diz.

Se alguém reconhecer o cachorro, ou quiser adotá-lo, pode entrar em contato com Jacqueline pelo número de telefone (18) 99651-9857.

divulgação - Cachorro encontrado no condomínio
Cachorro encontrado no condomínio

Criança de 2 anos sofre com desaparecimento de cachorra; família oferece recompensa para quem localizá-la

O animal de pequeno porte sumiu na Vila Carvalho em Assis

Na noite de quinta-feira, 18 de fevereiro, a cachorrinha Attena, da raça Red Nose, sumiu de sua residência, na Rua Capitão Altino, próximo à Escola Estadual Cleophânia em Assis.

Segundo o tutor David, seu filho de dois anos não para de chamar pela cachorrinha e sentiu a falta dela durante a noite de ontem e a manhã de hoje. Attena tem duas pintinhas marrons em uma das patas da frente, mas não soube informar se na pata direita ou esquerda.

divulgação - Criança de 2 anos sofre com desaparecimento de cachorra; família oferece recompensa para quem localizá-la
Criança de 2 anos sofre com desaparecimento de cachorra; família oferece recompensa para quem localizá-la


A família oferece recompensa para quem encontrar Attena. Se alguém tiver qualquer informação do paradeiro da cachorra deve entrar em contato pelo número de telefone (18) 99667-7895.

divulgação - Criança de 2 anos sofre com desaparecimento de cachorra; família oferece recompensa para quem localizá-la
Criança de 2 anos sofre com desaparecimento de cachorra; família oferece recompensa para quem localizá-la

Tutores buscam por cachorrinha desaparecida na Vila Progresso

Lara está desaparecida desde segunda-feira, 15

A cachorrinha Lara desapareceu nesta segunda-feira, 15, de uma residência na Vila Progresso em Assis, e sua tutora pede ajuda para encontrá-la.

Lara tem a pelagem preta e branca e o rabinho cortado desde de filhote, quando foi adotada. A cachorrinha tem 16 anos e já é bem velinha, e a família está desesperada para encontrá-la. "Por favor, precisamos encontrá-la, ela é muito boazinha e está conosco há 16 anos", pede a tutora.

Divulgação - Lara está desaparecida desde o dia 15 de fevereiro
Lara está desaparecida desde o dia 15 de fevereiro


Para mais informações basta entrar em contato pelos números de telefones (18) 99618-3058 e (18) 99712-1877.

Dia do Gato: Cinco mitos e verdades sobre a saúde dos felinos

Médico-veterinário ressalta que, apesar de serem independentes, os gatos requerem a mesma atenção que os cães, principalmente com pulgas e carrapatos

Segundo uma pesquisa da Comac (Comissão de Animais de Companhia), mais da metade de domicílios brasileiros têm animais, sendo 21% deles com gatos, que têm ganhado espaço nos lares brasileiros. No entanto, muita gente ainda acredita que os felinos por serem mais independentes precisam de menos atenção que os cães. Por isso, Ahmed Addali, médico-veterinário e gerente de produtos da unidade de negócios pet da MSD Saúde Animal, separou cinco fakes e fatos sobre cuidados preventivos da saúde desse pet.

"Um exemplo é o cuidado com pulgas e carrapatos. Como o felino é um animal mais caseiro, muitos tutores acreditam que não precisam utilizar medicamentos para combater a infestação desses parasitas, o que é muito importante para garantir saúde ao bicho", explica Ahmed.

Gatos precisam de produtos que combatam pulgas e carrapatos

VERDADE. Como exemplificado pelo médico-veterinário, pulgas e carrapatos atacam cachorros e também gatos. Isso porque esses parasitas convivem principalmente dentro do lar, por isso, os felinos também correm risco de serem infectados, já que os próprios tutores podem trazer esses bichinhos para dentro de casa.

"Vocês sabiam que quando surge uma pulga ou carrapato no seu gato significa que 95% desses insetos estão morando na sua casa? Por isso, para uma proteção completa, é essencial que, além da limpeza do local em que o animal vive, o tutor utilize um produto de longa ação para poder cortar o ciclo de vida desses parasitas e conseguir evitar futuras proliferações", explica Ahmed. "Outro ponto importante é que os felinos possuem dificuldade na utilização de medicamento em comprimidos e, atualmente, existe no mercado a aplicação transdermal, que facilita a administração e garante proteção para o ambiente e a família", completa.

Divulgação


Gatos gostam de leite e são sujos

MITO. Gatos não precisam de nada mais que água fresca e ração específica para a espécie. Leite só em desenho animado, visto que o alimento pode causar diarreia a alguns deles.

Com relação à higiene, os animais possuem a sua própria forma de se limpar e, por isso, não necessitam de grande frequência de banhos pois costumam se limpar com a língua, e isso não quer dizer que eles são sujos. No entanto, outro ponto importante na higiene, é que a caixa de areia seja mantida limpa para o felino fazer as suas necessidades.

Gatos não precisam de lazer e diversão

MITO. É claro que cada gato possui sua personalidade. Alguns são calmos e outros mais "elétricos", no entanto todos eles precisam de entretenimento. Quando esses pets não possuem brinquedos, acessórios e espaço, podem arranhar móveis, por exemplo, já que têm a necessidade de lixar as suas unhas. Por isso a dica é: aposte em arranhadores, além de outros produtos para ocupar o tempo do animal.

Castrar evita doenças e ajuda no controle da natalidade pet

VERDADE. Essa iniciativa pode trazer inúmeras vantagens à vida de um animal. Além de trazer mudanças no comportamento do gato, como deixá-lo mais tranquilo, a castração diminui a possibilidade de o felino desenvolver doenças, como o câncer. Além disso, é importante frisar que essa atitude combate a procriação inesperada e, com isso, ameniza o abandono.

Gatos não precisam de ida periódica ao médico veterinário

MITO. Não podemos esquecer que consultas preventivas também são importantes para os gatos. "Esses pets necessitam de visitas de rotina ao veterinário para avaliação da saúde e orientação sobre prevenção de doenças, uso de medicamentos, alimentação e comportamento, como assim como os humanos. A ida periódica à clínica veterinária pode proporcionar uma melhor qualidade de vida aos felinos", finaliza o médico-veterinário.
Bem-Estar

O que são pólipos? E por que eles merecem nossa atenção?

Quando encontrados no intestino, eles devem ser retirados para prevenir o câncer. Entenda!

Quem já passou pela colonoscopia, ou conhece alguém que também fez o exame, já ouviu falar sobre a retirada de pólipos durante o procedimento. Principalmente porque essa informação é sinalizada no laudo do exame. Mas afinal, o que são esses pólipos? E por que eles merecem nossa atenção?

Segundo o coloproctologista Fábio Lopes, do Grupo OncoProcto do Hospital Felício Rocho, os pólipos se formam a partir do crescimento anormal da mucosa do intestino grosso (cólon e reto). "É uma condição comum, eles podem atingir entre 15 e 20% da população", diz o médico.

Risco de câncer

A principal preocupação com a presença desses pólipos no intestino é o risco de se transformarem em um câncer no futuro. Segundo dados do Instituto Nacional do Câncer - INCA, o câncer colorretal é a terceira neoplasia mais comum no Brasil. "Não é possível estimar exatamente em quanto tempo um pólipo pode virar um câncer, mas sabemos que quanto mais cedo eles forem retirados, menores as chances de se tornarem malignos", pondera o médico.

Uma condição que preocupa os especialistas é o surgimento devido às condições hereditárias, como a polipose adenomatosa familiar, a síndrome de Peutz-Jeghers e a de Lynch. "No caso da Polipose Adenomatosa Familiar, os pólipos começam a se formar na primeira infância até a adolescência. A chance dessas pessoas terem um câncer de intestino chega a quase 100% aos 25, 30 anos", diz Lopes. "Já a síndrome de Lynch pode predispor ao desenvolvimento do câncer a partir dos 30 ou 40 anos."

Porém, mesmo indivíduos que não sejam portadores dessas síndromes podem desenvolver pólipos que no futuro poderão se transformar em câncer. "Essas pessoas que não são portadoras dessas síndromes, na verdade representam a maioria dos portadores de pólipos. É importante ressaltar que existem diversos tipos histológicos de pólipos com riscos diferentes de malignização", pondera o médico.

Colonoscopia

O principal exame para identificar a presença de pólipos e também para retirá-los é a colonoscopia, indicada para adultos com 45 anos ou mais. "Esta é a idade ideal para quem não tem nenhum fator de risco ou nenhum sintoma. Mas em casos de câncer colorretal na família ou presença de sintomas específicos, esse exame pode ser feito mais cedo", diz.

"Muitos pacientes têm receio de fazer a colonoscopia pois se trata de um exame realizado com sedação e preparação longa. Mas, embora tenha os riscos inerentes ao procedimento, ele é mais simples do que se imagina e muito importante", comenta o especialista. "É um exame indolor e rápido", sintetiza.

Quando procurar um médico?

Segundo Fábio Lopes, o surgimento dos pólipos na maioria das vezes não vem acompanhado de nenhum sintoma. Porém, em alguns casos, pode haver sangramentos nas evacuações, cólicas, diarreias, presença de muco ou "catarro" nas fezes e obstrução.

"Deve procurar um especialista aquele paciente que tem casos de câncer de intestino na família ou que tenha tido esses sintomas de forma recorrente. Além de todas as pessoas assintomáticas a partir de 45 anos", orienta.

Tutor busca por cachorra desaparecido na Vila Ribeiro em Assis

A Pinscher atende pelo nome de Pituca

O tutor Sebastião, morador da Rua Euclides da Cunha, na Vila Ribeiro, em Assis, busca por sua cachorrinha que desapareceu no último domingo, 14 de fevereiro.

A Pinscher, que atende pelo nome de Pituca, possui olhos e pelos pretos. A família está desesperada, pois a cachorra é muito apegada ao filho de Sebastião, que tem 12 anos e sente falta da pet.

Caso alguém os encontre ou tenha informações, entre em contato pelo número (18) 98811-6451 (Lia).

Divulgação - Tutor busca por cachorra desaparecido na Vila Ribeiro em Assis
Tutor busca por cachorra desaparecido na Vila Ribeiro em Assis

Culinária

Descubra quais são os nutrientes para prevenção do Alzheimer

Vitaminas, ômega 3 e selênio estão entre as indicações da nutricionista do Mundo Verde

O Fevereiro Roxo é o mês destinado para a conscientização da Doença de Alzheimer. Fatores de risco como o histórico familiar e a idade aumentam as chances de desenvolvimento deste transtorno mental e comportamental que leva à redução das funções cognitivas de forma progressiva, ocasionando dificuldades básicas na rotina diária como escovar os dentes e tomar banho.

Por outro lado, um estilo de vida que inclui alimentação saudável associado à prática regular de atividade física pode atuar na prevenção da doença e de seus sintomas. Marcela Mendes, nutricionista do Mundo Verde, rede referência em saúde e bem-estar, apresenta dicas de nutrientes para incluir no dia a dia e também esclarece seus benefícios e em quais alimentos é possível encontrar. Confira:

1ª dica: As vitaminas do complexo B (destaque para B1, B6, B9 e B12) têm forte relação com o funcionamento cerebral e a redução de substâncias que aumentam o risco de desenvolvimento da doença.

Onde encontrar: Nos peixes, leguminosas, oleaginosas, carnes, leites e derivados.

2ª dica: Com alto poder antioxidante e anti-inflamatório, as vitaminas C e E protegem os neurônios do estresse oxidativo e do envelhecimento.

Onde encontrar: Em alimentos como as frutas cítricas (limão, abacaxi e na laranja) e em vegetais de folha verde (couve, espinafre, agrião, brócolis). Já a vitamina E, pode ser encontrada em óleos vegetais, sementes, azeite e oleaginosas, como castanhas, nozes e amêndoas;

3ª dica: A vitamina D é importante para a saúde cognitiva, auxiliando na memória e na saúde cerebral.

Onde encontrar: A principal forma de obtenção da vitamina D é por meio da exposição solar, mas também pode ser consumida através da suplementação do consumo de alguns alimentos como vísceras, gema de ovo, peixes e laticínios;

4ª dica: O Selênio atua como antioxidante, prevenindo as células contra a agressão dos radicais livres e consequentemente, do envelhecimento. Forte atuação na saúde cerebral e prevenção de doenças como a de Alzheimer.

Onde encontrar: Oleaginosas, em especial a castanha-do-Brasil, carnes, ovos e peixes;

5ª dica: O Ômega 3, principalmente de origem animal, uma gordura fonte de EPA e DHA, substâncias importantes para o bom funcionamento do sistema nervoso. Atua como anti-inflamatório cerebral, ajuda na memória e cognição.

Onde encontrar: Atum, sardinha e salmão, óleos vegetais (canola, soja e linhaça), algas, nozes, sementes de linhaça e chia.

Receita de Mingau de aveia com mix de nuts

Ingredientes:

150ml de leite vegetal (amêndoas, castanhas ou coco)

1 colher de sopa de aveia em flocos (finos ou grossos) sem glúten Mundo Verde Seleção

1 colher de sopa de farelo de aveia sem glúten Mundo Verde Seleção

Um punhado de mix de nuts trituradas (aproximadamente 30g) Mundo Verde Seleção

Um fio de mel orgânico Mundo Verde Seleção

Modo de preparo:

Leve o leite vegetal ao fogo e esquente levemente. Acrescente o farelo de aveia e a aveia em flocos e mexa, com fogo baixo, até engrossar. Desligue o fogo, acrescente o mel e as nuts trituradas. Consuma em seguida.

Rendimento: 1 porção

Receita: Fonte de fibras, sem glúten e sem lácteos.

Calorias por porção: 300 kcal
Bem-Estar

Saúde no verão: 4 dicas para proteger os olhos

Nesta época do ano, os cuidados vão além da pele. A seguir, saiba como proteger os olhos dos raios solares que podem causar irritações e outros danos

Muito se fala em cuidados com a pele durante o verão. Mas é importante lembrar que os olhos também precisam da nossa atenção. Você sabia? A exposição contínua aos raios solares, principalmente nos horários de maior incidência de luz, pode agredir a visão.

A seguir, oftalmologistas alertam para recomendações básicas para te ajudar nos dias de diversão ao ar livre.

- Óculos de sol: A recomendação é escolher um óculos de sol com 100% de proteção contra raios UV. Em geral, eles têm um aviso colado na lente. "Caso não tenha a proteção UV, o óculos ainda vai gerar sensação de conforto, diminuindo a claridade intensa, porém sem nenhuma segurança, já que os olhos continuarão expostos aos raios danosos para a retina e que prejudicam a saúde ocular", destaca o oftalmologista Durval Moraes Carvalho.

- Barreira física de chapéus e bonés: esses acessórios também protegem a região ao redor dos olhos, inibindo o encontro dos raios solares com os olhos. É uma proteção complementar aos óculos de sol.

- Atenção à água salgada do mar: para quem vai à praia, a dica é prestar atenção à concentração de sal na água e aos microrganismos presentes nela, ambos, em contato direto com os olhos, podem causar irritação e até infecções. Evite tocar nos olhos quando estiver no mar. Quando sair da água, enxágue com água doce.

- Higienização de lentes de contato e óculos: para quem usa lentes e óculos, a regra é mantê-los sempre limpos. Em ambientes de praia ou piscina, em resposta a qualquer sinal de irritação, esses objetos devem ser retirados para higienização. Na hora de mergulhar, a recomendação também é retirá-los. Vale lembrar que existe uma alternativa para as pessoas que não querem ficar refém desses objetos: as cirurgias refrativas são as mais indicadas pelos oftalmologistas. Uma sugestão é recorrer à tecnologia de ponta das lentes implantáveis, com menor risco, como a Evo Visian ICL (implantable contact lens), da Advance Vision.
Culinária

Kiwi é uma fruta nutritiva?

Descubra quais propriedades benéficas essa fruta tem para a saúde.

Muito apreciado pelas pessoas, o kiwi é uma fruta coringa no plano alimentar, inclusive em dietas de emagrecimento, por apresentar um baixo valor calórico e uma alta densidade de nutrientes. É considerado o fruto comercial com alta de vitamina C, até mais do que a laranja. Além disso, estudos mostram o conteúdo nutricional do kiwi e suas propriedades benéficas para a saúde. Veja a seguir.

Poder nutricional do kiwi

O kiwi é uma fruta com sabor peculiar e alto teor de compostos bioativos, apresentando benefícios para a saúde digestiva, imunológica e metabólica. Além do seu alto teor de vitamina C, ele contém uma variedade alta de fibra alimentar, potássio, vitamina E e folato, incluindo uma ampla concentração de antioxidantes, fitonutrientes e enzimas, que agem para fornecer benefícios funcionais e metabólicos.

Quanto à saúde digestiva atribuída ao consumo de kiwi, destaca-se em sua composição a presença de um tipo de fibra, a actinidina, uma enzima proteolítica natural exclusiva do kiwi que decompõe as proteínas e facilita a digestão gástrica e ileal, além dos fitoquímicos que podem estimular a motilidade intestinal.

Kiwi é fonte natural de neurotransmissores?

Você sabia que existem alimentos com neurotransmissores em sua composição? Na natureza, encontramos alimentos de origem animal, frutas e hortaliças que fornecem precursores de neurotransmissores para produção endógena, como por exemplo a banana que é rica em triptofano, mas também aqueles que fornecem naturalmente estas substâncias como parte de processos metabólicos essenciais e interações ecológicas, ou derivados de processos de tecnologia.

O kiwi é fonte natural de serotonina, um neurotransmissor responsável pela modulação de comportamentos, consumo alimentar, sono e até na motilidade gastrointestinal. Sua deficiência no corpo está associada às desordens como ansiedade, estresse e depressão. Sendo assim, a inclusão de alimentos fontes dessa substância é uma forma de auxiliar na melhora do quadro e ajudar na promoção de bem-estar e sensação de prazer.

Confira uma receita de suco de kiwi para incluir no seu dia a dia:

Ingredientes

3 kiwis
1 cacho de uvas verdes sem sementes
Suco de 1 laranja
Raspas de gengibre
Gelo a gosto

Preparo: bata todos os ingredientes no liquidificador e sirva gelado

Cachorrinha localizada em Cândido Mota procura seus tutores

A cachorrinha foi encontrada próximo ao SAAE de Cândido Mota

Moradores de Assis encontraram na terça-feira, 2 de fevereiro, uma cachorrinha perdida próximo ao SAEE em Cândido Mota, e agora buscam por seus tutores.

Isabela, explica que a cachorrinha está em sua casa desde que foi localizada, mas que querem que ela reencontre seus tutores.

"Nós a encontramos muito magra, mas ela é muito dócil e carinhosa, por isso acreditamos que ela está perdida, nós testamos vários nomes e ela atende quando a chamamos de Mel", relata.

Isabela pede que quem reconhecer Mel entre em contato com ela pelo número de telefone (18)997002025, ou ainda com Felipe (18) 996138900 ou Aline (18) 997896327.

divulgação - Cachorrinha atende pelo nome de Mel
Cachorrinha atende pelo nome de Mel

Bem-Estar

Cinco motivos para hidratar a pele no verão

Especialista explica a importância de manter uma boa hidratação cutânea e alerta sobre os cuidados necessários durante a estação mais quente do ano

O período do ano mais desejado pelos brasileiros já começou. As altas temperaturas e a necessidade de fazer mais atividades ao ar livre podem comprometer a saúde da pele. Apesar disso, muitas pessoas negligenciam este cuidado nesta época.

"A exposição aos raios solares é extremamente importante para a produção de vitaminas e o bem-estar do corpo e da mente. Porém, é sempre importante usufruir deste recurso com consciência e proteção", explica a dermatologista Dra. Luciana Conrado.

Os cuidados com a pele independem da estação do ano, usar filtro solar em dias frios é essencial, mas é preciso redobrar a atenção durante o verão. "Além da fotoproteção, outro cuidado indispensável no calor é a hidratação da pele. Por isso, é um hábito que deve ser incluído na rotina diária", alerta a dermatologista, que lista cinco motivos para priorizar a hidratação da pele durante o verão:

1. Há perda de água no tecido cutâneo

A exposição intensa aos raios solares aumenta o fluxo natural de perda de água no corpo. Por isso, é fundamental a ingestão de água durante todo o dia para o bom funcionamento do organismo e para a saúde e bem-estar da pele.

2. Uso excessivo de ar-condicionado

Além dos passeios ao ar livre, em dias quentes, é comum que o uso de ar-condicionado seja mais frequente. A baixa temperatura do ar em um espaço pequeno e fechado, como dentro do carro, em escritório ou em casa, pode provocar o ressecamento da pele.

3. Provoca o envelhecimento precoce

O excesso de exposição ao sol pode causar o aparecimento de rugas, linhas de expressão e com isso, acelerar o envelhecimento da pele precocemente. O cuidado aqui não é apenas para o rosto, mas para os lábios, pescoço, colo e mãos que são regiões que costumam ser afetadas. A hidratação também auxilia na prevenção do envelhecimento cutâneo.

4. Pele ressecada pode provocar oleosidade

Você não leu errado! Por mais contraditório que possa parecer, o ressecamento pode causar o efeito rebote no organismo, nas glândulas sebáceas aumentando a oleosidade no rosto. A exposição ao sol aumenta a transpiração e faz com que a pele perca água e fique desidratada. É por isso que, além da quantidade adequada de consumo hídrico e alimentos ricos em vitamina E, é preciso incluir na rotina o uso de produtos hidratantes na face e no corpo.

5. Evita dermatites e coceiras

Todos os tipos de pele sofrem no verão. Mas, as secas e sensíveis tendem a ser mais prejudicadas, pois além do ressecamento podem desenvolver hipersensibilidade na região mais exposta ao sol, com irritação, coceira e até feridas que podem ser evitadas se a pele estiver com a hidratação adequada.

O recomendado é o consumo de pelo menos 2 litros de líquido por dia, alimentação saudável e o uso de sabonetes, creme e loções com ação hidratante, que são essenciais para a saúde da pele, além é claro do filtro solar que deve ser reaplicado, em média, a cada duas horas de contato com o sol, várias vezes ao longo do dia.

Dermatite atópica: saiba em quais raças de cães a doença alérgica é mais comum

Animais sem raça definida raramente manifestam a síndrome, segundo a veterinária Juliana Caltabellotta Gomes Morad, de Sorocaba (SP).

Na maioria das vezes, a coceira em animais de estimação não é um fator que causa preocupação nos donos. Porém, se isso acontecer de forma intensa e contínua, os tutores devem ficar em alerta: este sintoma pode indicar que o pet tem dermatite atópica.

Segundo a veterinária especialista em dermatologia Juliana Caltabellotta Gomes Morad, de Sorocaba (SP), a dermatite atópica é uma síndrome diferente das outras doenças alérgicas e não tem cura. É uma doença muito complexa, que faz com que os animais fiquem sensíveis ao ambiente e/ou aos alimentos, muito semelhante à dermatite atópica de humanos.

Ainda de acordo com Juliana, apesar de ser uma doença hereditária, os primeiros sintomas costumam aparecer quando o cão completa em torno de um ano de idade. Mas esse cenário tem mudado nos últimos tempos: animais cada vez mais jovens estão manifestando sintomas sérios da doença.

Foi justamente após os seis meses de idade que Bonnie, cadelinha de Ricardo Limoli, morador de Sorocaba, começou a apresentar os sinais da doença.

"Quando criança, ela começou a se coçar muito e depois apareceram umas bolas na pele dela. Começamos a investigar, passei por vários veterinários aqui em Sorocaba, tentei até fazer terapia com floral e nada resolvia. Achei que fosse alergia alimentar e um dia o veterinário falou que era alergia atópica", comenta Limoli.

A demora em conseguir um diagnóstico preciso fez com que Ricardo tivesse prejuízos financeiros. "Eu estou há sete anos nesta luta com ela e agora parece que veio um remédio da Europa que foi feito para essa alergia dela, que é muito caro. Eu gastei muito dinheiro com isso, como se fosse um filho. Era uma luta que não terminava nunca", desabafa o tutor.

A doutora explica que, por se tratar de uma doença genética, algumas raças são mais pré-dispostas a apresentar dermatite atópica. Dentre elas estão shih-tzu, lhasa apso, bulldog francês, pug e yorkshire. É raro a doença se manifestar em cães sem raça definida.

G1 - Ricardo Limoli, morador de Sorocaba, trata a dermatite atópica da cachorrinha Bonnie desde que ela era filhote
Ricardo Limoli, morador de Sorocaba, trata a dermatite atópica da cachorrinha Bonnie desde que ela era filhote


A especialista ainda esclarece que, como a doença depende da interação com o ambiente para se manifestar, mesmo que alguns animais nasçam com a dermatite atópica, nem todos vão externar seus sintomas.

"O cachorro que normalmente vive em sítio, chácara ou fazenda dificilmente vai ter dermatite atópica por mais que ele tenha genética, porque o organismo dele já foi desafiado desde muito cedo. Agora, aquele cachorro que vive dentro do apartamento com tudo muito limpo e impecável, ele tem muito mais chance de manifestar, porque o sistema imune dele sempre foi muito preservado, da mesma forma que uma criança que vive de pé descalço tem muito menos chances de desenvolver uma doença alérgica do que aquela que cresceu fechada em um apartamento", explica Juliana.

Juliana também comenta que nos gatos a doença não é chamada de dermatite atópica. Ela recebe o nome de atopic-like por ter uma patogenia e sintomas se manifestando de formas diferentes. Alguns gatos podem ter coceira e úlcera na cabeça, outros podem manifestar feridas na pele, e ainda outros coceira na boca ou placas pelo corpo e também queda de pelos.

Sintomas
Os principais sintomas nos animais com dermatite atópica são coceira e lambedura de patas, segundo a especialista. Após isso, os sinais vão evoluindo e o animal pode ter infecções por bactéria, por levedura e pela malassezia.

Outro sintoma comum apontado pela especialista é a dor de ouvido (otite), assim como vermelhidão no corpo, principalmente nas axilas, no abdômen, ao redor dos olhos e da boca.

Também há chance de que a doença evolua e cause queda de pelo nessas regiões pelo fato do animal arrancar os pelos de tanto se coçar.

G1 - Veterinária especialista em dermatologia, Juliana Caltabellotta Gomes Morad, explica quais são os principais sintomas dos animais com dermatite atópica
Veterinária especialista em dermatologia, Juliana Caltabellotta Gomes Morad, explica quais são os principais sintomas dos animais com dermatite atópica


Diagnóstico

Juliana explica que o diagnóstico para dermatite atópica precisa, primeiramente, excluir todas as outras doenças alérgicas. Não existe um exame específico que possa ser realizado. Até mesmo uma dieta hipoalergênica é realizada por dois meses antes do diagnóstico para dermatite atópica ser concluído.

Tratamento

Segundo a veterinária, o tratamento varia para cada animal. O processo deve levar em conta que ele pode reagir aos alérgenos do ambiente, pó, pólen e ácaro, e visar diminuir essa reação exacerbada que está causando inflamação na pele.

Além do tradicional corticoide, a doutora conta que hoje em dia existem outros recursos com menos efeitos colaterais para o tratamento da dermatite atópica.

"Temos que controlar as bactérias e leveduras que têm na pele de um animal atópico, mais do que de um animal saudável, e tratar as infecções e evitar que elas voltem. A pele desses animais é mais seca, ela tem uma perda maior de água, então a gente tem que hidratar muito e repor esses lipídios, por tópico ou via oral, melhorando a alimentação."

"Cada animal é único e cada um vai responder de uma maneira diferente ao tratamento. Cada tutor também tem uma condição diferente de tratar esse animal, seja financeiramente, por tempo, porte do animal, pelagem. É uma série de coisas que a gente precisa colocar na balança na hora de instituir um tratamento", explica Juliana.

Moradora de Assis doa filhotes de gato

São três filhotes disponíveis para adoção

A moradora de Assis, Vitória Costa está doando para posse responsável três filhotes de gato de aproximadamente 60 dias.

divulgação


São duas fêmeas e um macho. As fêmeas são um de pelagem branca e uma de pelagem preta; já o macho tem pelagem preta.

divulgação


Quem tiver interesse deve entrar em contato pelo telefone (18) 99767-2251.

divulgação

Bem-Estar

Como a cultura do cancelamento pode afetar o comportamento dos adolescentes?

Em um período cheio de incertezas, muitos jovens podem ter problemas no comportamento devido à pressão nos estudos, isolamento social por causa da pandemia e até atitudes que podem viralizar na internet, redes sociais.

Mas o que é cancelamento?

Associado àquilo que se chama de cultura do cancelamento, anda muito em voga ultimamente, se refere ao ato de "cancelar" alguém ou uma atitude que começa nas redes sociais e pode se estender para o mundo fora do digital também.

Ser cancelado pode ser visto como uma forma de boicote, mas não ocorre somente com pessoas famosas, muitas vezes com desconhecidos que viralizam nas redes sociais por alguma atitude questionável e, em decorrência disso, perdem emprego, são humilhadas e excluídas até nos ambientes que antes frequentavam.
Bem-Estar

Cuidados com o carro em enchentes

As chuvas têm alagado rapidamente muitas áreas da Grande S.Paulo e os prejuízos com carro podem chegar a mais de R$ 1mil.

Para enfrentar as chuvas com segurança, o engenheiro mecânico e especialista em manutenção de automóveis, Denis Marum, explica algumas ações preventivas que devem ser tomadas para não danificar o carro:

·A dica principal é evitar entrar em áreas alagadas.

·Fique atento aos aplicativos de trânsito e no noticiário de rádio para saber como evitar as áreas alagadas.

·Se tentou passar em alagamento, não deixar de acelerar o carro durante toda travessia. Passar em 1ª marcha e devagar (porque a aceleração do carro evita a entrada de água pelo escapamento)

·Verifique a passagem de caminhões e carros ao seu lado ou em sentido contrário para evitar marola e a água não alcance a entrada do filtro de ar

·Se o carro morrer, não tente fazê-lo pegar. Peça ajuda e retire-o do local onde está parado.

·Lembre-se que a altura máxima, para passar numa área alagada, é a metade da roda.

Para quem foi vítima de alagamentos e o carro ficou na água, é preciso ser rápido na manutenção interna do veículo e os cuidados com o motor. "Depois de enfrentar a enchente, o carro precisa ir para uma oficina e passar pela verificação detalhada e lavagem interna completa, senão a perda e a desvalorização serão ainda maiores", explica Denis Marum.

* é necessário trocar os óleos do motor, transmissão e diferencial do veículo;

* limpar a parte externa do radiador;

* verificar o filtro de ar e água nos faróis;

* fazer limpeza no sistema de freios;

* fazer a limpeza interna: lavar bancos, carpete e forrações para evitar o mau cheiro.

Tutores buscam por Lhasa-Apso desaparecido no Parque Colinas em Assis

O cachorrinho atende pelo nome de Óliver

A família do cachorrinho Óliver está a sua procura, desde que ele desapareceu, no sábado dia 29, nas proximidades do Parque Colinas em Assis.
Olíver é da raça Lhasa-Apso e tem 6 anos e a pelagem branca.

A família pede para que qualquer informação sobre o cachorrinho que entre em contato pelo número de telefone (18) 99629-5529.

Divulgação - Tutores buscam por Lhasa-Apso desaparecido no Parque Colinas em Assis
Tutores buscam por Lhasa-Apso desaparecido no Parque Colinas em Assis

Família encontra cachorrinha perdida em Assis e busca pelo dono

A cachorrinha é da raça Shih-tzu e está abatida sentindo falta dos donos

Nesta terça-feira, 2 fevereiro, uma família entrou em contato com o Portal AssisCity para pedir ajuda para encontrar os tutores de uma cachorrinha da raça Shih-tzu, encontrada nas proximidades da Vila Fabiano em Assis.

Ana encontrou a cachorrinha na Rua Leonor e pede para que se alguém souber quem são os donos entre em contato, pois a cachorrinha está abatida, sentindo falta dos donos.

Para qualquer informação basta ligar no número de telefone (18) 99661-8534.

Tutores oferecem recompensa para quem localizar cachorra desaparecida em Assis

July sumiu no final da manhã deste domingo, 31 de janeiro

Os tutores da cachorra July oferecem recompensa para quem localiza-la.

July sumiu da casa da família na Vila Operária, próximo ao Supermercado SESI no final da manhã deste domingo, 31 de janeiro.

July é da raça poodle e muito mansa.

Quem tiver informações podem entrar em contato pelos telefones: (18) 99736-9062 falar com Tiago e (18) 99139-4766 falar com Camila.

divulgação - Cachorra July
Cachorra July