09 de Agosto de 2022
20º/30º
Entretenimento - Blog

Tutora busca por gatinha desaparecida no Jardim Europa em Assis

Ela atende pelo nome de Nina e tem a cor cinza rajado

A tutora Maju, está em busca de sua gatinha que está desaparecida desde o dia 10 de julho, domingo, no Jardim Europa em Assis.

A gatinha desapareceu próximo a rotatória do lion, sentindo Amigão Supermercados. Ela atende pelo nome de Nina, sem raça definida de cor cinza claro rajado.

Nina tem apenas 7 meses, tem o rabinho bem peludo, é mansa, porém assustada.

Divulgação - Nina de 7 meses - Foto: Divulgação
Nina de 7 meses - Foto: Divulgação


A tutora pede para quem tiver alguma informação sobre o paradeiro da Nina ou tiver encontrado, que entre em contato através do telefone (18) 99694-9701.

Tutora procura gatinha desaparecida em Tarumã

A gatinha é mansa, de raça siamês e atende pelo nome de Luna

A tutora Giovana de Tarumã, está em busca de sua gatinha que está desaparecida.

A gatinha é mansa, de raça siamês de cor castanho escuro e atende pelo nome de Luna.

Ela foi vista pela última vez no portão de sua casa, sábado, dia 23 de julho, na rua Arapongas na Vila dos Pássaros.

Divulgação - A gatinha atende pelo nome de Luna - Foto: Divulgação
A gatinha atende pelo nome de Luna - Foto: Divulgação


"Minhas crianças estão chorando querendo ela de volta, se alguém pegou peço que devolvam", diz Giovana.

Ela ainda pede para quem tiver alguma informação sobre a gatinha que entre em contato urgente, através do número (18) 99804-1375.

Tutora busca gatinho desaparecido e oferece recompensa de R$400,00

O gatinho foi resgatado por Andressa, mas ao chegar na casa da nova tutora ele fugiu

Um gatinho desapareceu nas proximidades do Jardim Eldorado e sua tutora está desesperada para encontra-lo.

Segundo Andressa, ela resgatou o animal, cuidou, castrou e arrumou um lar para ele, mas ao deixa-lo na nova casa, por ser muito arisco, fugiu e ninguém teve mais notícias de seu paradeiro.

Divulgação - Gatinho desapareceu no Jardim Eldorado - Foto: Divulgação
Gatinho desapareceu no Jardim Eldorado - Foto: Divulgação


"Nós estamos procurando ele, pois está fazendo tratamento para uma alergia que ele tem na pele, por isso resolvi oferecer R$400,00 para quem encontra-lo e me devolver", explicou Andressa.

Qualquer informação pode ser passada pelo número (18) 99767-8869.

Tutora busca por gatinho desaparecido no Parque Universitário

A família oferece recompensa para quem encontrá-lo

Neste sábado, 23 de julho, um gatinho desapareceu no Parque Universitário em Assis. A tutora Ivone entrou em contato com o Portal AssisCity, pedindo ajuda para encontrá-lo.

O gatinho atende pelo nome de Hatchi e é de pelagem marrom preto e branco, (Siamês). Segundo sua tutora ele é manso e talvez tenha se assustado e fugido para um outro bairro.

Divulgação - O gatinho atende pelo nome de Hatchi - Foto: Divulgação
O gatinho atende pelo nome de Hatchi - Foto: Divulgação


Quem tiver alguma informação sobre o paradeiro de Hatchi, entrar em contato através do número (18) 99614-2030.

A família ainda oferece recompensa para quem encontrar e devolver o gatinho.
Culinária

5 cortes bovinos para você economizar no churrasco

Por Nilson Pinto

Sendo uma paixão do brasileiro, o churrasco é sempre uma opção. Mas, na atual situação e com o aumento expressivo no valor das carnes, é preciso fazer melhores escolhas para manter a programação.

Quando falamos em carnes boas, logo se associa à picanha e a outros cortes mais nobres, entretanto, não necessariamente só cortes mais caros são os melhores, tudo é uma questão de preparo.

Então, aqui vão alguns cortes bovinos que ficam deliciosos e vão te ajudar a economizar no seu churrasco:

Ponta de Peito: fica na parte dianteira do boi, possui uma textura mais firme, mas não deixa de ser um ótimo corte para churrasco.

Para garantir uma maciez, grelhe por várias horas na parte superior da grelha. Uma boa opção é embalar no papel celofane, que simula um processo de cozimento em panela de pressão por cerca de duas horas e longe do fogo, garantindo, assim, sabor e maciez.

Se ao desembalar do celofane a carne ainda não estiver douradinha, retire o papel e a coloque de volta ao fogo só para finalizar.

Miolo de Acém: é um corte muito saboroso e tem uma boa quantidade de gordura, garantindo muita suculência.

É uma carne de cocção rápida, ou seja, o ideal é manter em fogo alto até atingir o ponto desejado. Uma curiosidade é que o corte denver steak, que tem ganhado grande popularidade, é parte do miolo de acém. Ele tem grande marmoreio e suculência, sendo a "parte nobre".

Maminha: está localizada na parte inferior da alcatra e apresenta uma capa de gordura fina e macia, por isso, o ideal é ser preservada no preparo.

Uma sugestão é selar a peça inteira, diretamente na grelha, sob calor intenso ou também cortar em steaks e fazer no espeto, como fazemos a própria picanha. Fica deliciosa!

Paleta: também é um corte que certamente agrada aos amantes de carne, inclusive o shoulder steak é proveniente dessa parte. Recomendo um fogo forte, a cocção da carne é rápida na grelha.

O corte tem uma membrana no meio e muitos recomendam tirar, porém, eu costumo não fazer a retirada, com o fogo ela fica mole e imperceptível na textura.

Cupim: também faz parte do dianteiro do boi, é uma carne com bastante gordura entremeada, o que garante um sabor único. Minha maneira favorita de fazer cupim na churrasqueira é fazendo beefs bem fininhos e temperado com sal. Em minha opinião, não é necessário manteiga, uma vez que a quantidade de gordura natural já garante bastante sabor e maciez.

Claro que esses são só os cortes bovinos, mas frango e linguiça também fazem sucesso com a galera, portanto, vale não os excluir. Com essas dicas, você garante um super churrasco sem onerar muito o bolso.
Viagem

5 parques naturais para visitar com as crianças nas férias escolares

Confira:

A chegada das férias escolares é sinônimo de descanso e muita diversão para crianças. Já para a família, o desafio é criar um roteiro de atividade que tire os mais jovens de frente das telas. Nesse sentido, o contato com a natureza pode ser uma ótima alternativa. Além de possibilitar a diminuição do tempo em frente aos computadores, tablets, smartphones e afins, os passeios em parques trazem benefícios à saúde física, mental e emocional, permitindo que a criança melhore a imunidade, memória, sono, aprendizado, sociabilidade e capacidade física.

As constatações estão em uma pesquisa liderada pelo Instituto Alana, organização especializada no crescimento e desenvolvimento de crianças inseridas em contextos urbanos. O mesmo estudo revela ainda que o contato com a natureza pode reduzir significativamente os sintomas de TDAH (Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade), estresse e obesidade na infância.

No ano passado, o Instituto Semeia, organização sem fins lucrativos que atua para a valorização das unidades de conservação do país, lançou o guia "Parques tamanho família: Um novo olhar sobre a infância nas Unidades de Conservação do Brasil". O material norteia gestores na construção de estruturas e promoção de atividades para melhorar a experiência e acessibilidade de crianças e jovens à essas áreas protegidas.

"Evidências apontam que, além de causar impactos positivos na saúde das crianças, o contato com a natureza na infância pode promover comportamentos mais conscientes e favoráveis à preservação do meio ambiente na vida adulta. Portanto, é fundamental mobilizar a nova geração para maior valorização e apoio à conservação da biodiversidade", afirma Mariana Haddad, coordenadora de Conhecimento do Instituto Semeia.

Além disso, o isolamento social imposto pela pandemia fez crescer nas pessoas a percepção sobre a importância da vida ao ar livre e do contato diário com a natureza. E é certo que parques são parte da solução para a promoção de bem-estar e a recuperação do estresse pós-traumático que vivemos, coletivamente, com a Covid-19.

Confira cinco parques naturais para levar as crianças durante as próximas férias escolares:

1 - Floresta Nacional de Brasília, DF (Saiba mais aqui)

Uma das principais áreas de proteção do Cerrado, a Floresta Nacional de Brasília possui 9 mil hectares povoados pela fauna e flora do bioma característico da região central do país. Criada em 1999, a unidade de conservação abriga a maior parte das nascentes que irrigam aproximadamente 70% da maior represa do Distrito Federal.

Por lá é possível acampar sob as estrelas, observar e interagir com a natureza e viver experiências inesquecíveis. Há trilhas curtas, como a Murundus, espaço para piquenique e banheiros disponíveis. Para garantir que a experiência seja a melhor possível para todos, a dica é reservar um período de descanso entre as atividades, respeitando o tempo e o interesse das crianças. Não se esqueça de consultar a previsão do clima antes de reservar a visita.

2 - Parque Estadual da Cantareira, SP (Saiba mais aqui)

Moradores da capital paulista que não desejam percorrer grandes distâncias para usufruir do contato com a natureza podem recorrer ao Parque Estadual da Cantareira. Uma das maiores áreas de mata tropical nativa do mundo, o espaço abriga centenas de espécies ameaçadas de extinção, como a jaguatirica, o gavião-pomba e o gato-do-mato.

Refúgio natural para quem vive no maior centro urbano do Brasil, o parque reúne quatro principais núcleos (Pedra Grande, Engordador, Águas Claras e Cabuçu) e dispõe de atividades como observação de aves, passeio de bicicleta, banho de cachoeira e trilhas sinalizadas. A boa estrutura de visitação do local também inclui uma área social para alimentação. Leve sanduíches, frutas e barrinhas de cereal para compor o lanche da família.

3 - Parque Nacional de São Joaquim, SC (Saiba mais aqui)

Em meio aos municípios de Urubici, Orleans e Grão-Pará, o Parque Nacional de São Joaquim se destaca como um dos atrativos mais populares da região serrana de Santa Catarina. Além de possuir dezenas de cascatas, paredes de pedra e mirantes por toda a extensão, o primeiro parque nacional do estado também abriga atrações emblemáticas como o Morro da Igreja e a Pedra Furada.

Devido à baixa temperatura média anual na localidade, a ocorrência de neve é muito frequente, especialmente nos meses de junho, julho e agosto. Nesta época, uma visita ao parque é sinônimo de oportunidade única: estar em um reduto de Mata Atlântica no auge do inverno e presenciar como a natureza se comporta sob essa condição climática.

Famílias com crianças pequenas podem se aventurar na Trilha da Cascatinha, caracterizada como uma caminhada leve pelas margens de um rio, com direito à observação de aves e contemplação de belas paisagens ao longo do percurso.

A prática de esportes de aventura também é possível, desde que todos estejam vestidos com roupas leves, que permitam a movimentação do corpo.

4 - Parque Nacional de Ubajara, CE (Saiba mais aqui)

Repleto de belas trilhas e cachoeiras, o Parque Nacional de Ubajara, no Ceará, abriga também uma gruta que recebe o mesmo nome da unidade de conservação. Situada em uma depressão de 535 metros, a Gruta de Ubajara possui 1.200 metros de extensão, 75 metros de profundidade e está disponível para acesso.

O teleférico do parque encontra-se desativado para manutenção. Como alternativa, as famílias podem apreciar as paisagens naturais de Ubajara no Mirante Gameleira. Além da vista panorâmica, o ambiente oferece atividades como arvorismo e banho em olho d'água.

Outra opção para incluir no passeio ao ar livre é fazer uma das trilhas na companhia de um guia autorizado, com direito a roteiro histórico-cultural e visita às cachoeiras. Com aproximadamente 300 metros de extensão, a Trilha da Ibiapaba é um exemplo de trajeto leve, curto e acessível para crianças e adultos.

5 - Parque Nacional do Iguaçu, PR (Saiba mais aqui)

O Parque Nacional do Iguaçu, no Paraná, abriga uma das maiores e mais impressionantes quedas d'águas do mundo, cuja extensão totaliza quase 2.700 metros. Essa unidade de proteção abriga algumas das espécies representativas da fauna e flora brasileiras que estão ameaçadas de extinção, como o papagaio de peito roxo, a onça-pintada, a ariranha e o tamanduá-bandeira.

Patrimônio Mundial Natural da Humanidade pela UNESCO desde 1986, o parque desperta em crianças e adultos o sentimento de valorização do patrimônio natural nacional e o desejo de preservá-lo. Experiências como a observação dos animais e tour guiado auxiliam no desenvolvimento integral de percepções e sentidos infantis, criando lembranças para toda a vida.

5 destinos imperdíveis na Patagônia Argentina

Descubra:

Região localizada no extremo austral da América do Sul, a Patagônia está disposta nos territórios da Argentina e Chile, sendo delimitada a leste pelo Oceano Atlântico e oeste pelo Pacífico. Graças a sua localização, é conhecida por suas condições climáticas extremas e paisagens exuberantes que vão desde pradarias a fiordes e geleiras.

Na Argentina, onde está sua maior extensão, essa região compreende as províncias de La Pampa, Neuquén, Rio Negro, Chubut, Santa Cruz e Terra do Fogo. E abriga alguns dos atrativos mais conhecidos pelos viajantes brasileiros, como a temporada de esqui de Bariloche, o glaciar Perito Moreno e Ushuaia, a cidade do "fim do mundo".

Mas a Patagônia não se resume aos passeios mais famosos. O que não faltam por lá são opções de aventura e ecoturismo, como trekkings e trilhas em parques nacionais, navegações pelos lagos andinos, roteiros de 4x4, observação de baleias, entre outros.

Pensando nisso, a Patagonia Experiencia Travel, agência especializada em experiências em roteiros pela região, que figura entre os desejos da maioria dos viajantes, selecionou cinco destinos imperdíveis para conhecer na Patagônia Argentina. Descubra:

Bariloche

Segundo pesquisa da Decolar, Bariloche é o 5º destino preferido dos brasileiros para as férias de julho de 2022. E não é à toa, afinal é um dos lugares mais conhecidos dos brasileiros pela temporada de neve.

Mas engana-se quem pensa que se resume às estações de esqui. Além do famoso Cerro Catedral, há atrações como o Circuito Chico, a Cachoeira dos Cántaros, a Ilha Victoria e o Bosque de Arrayanes.

Em Bariloche, além de praticar esportes de neve, como esqui e snowboard, também é possível se aventurar em passeios de caiaque, kitesurfe, escalada e rafting durante as estações mais quentes.

Divulgação - Bariloche - Foto: Divulgação Patagonia Experience Travel
Bariloche - Foto: Divulgação Patagonia Experience Travel


Villa La Angostura

A apenas 80 quilômetros de Bariloche, Villa La Angostura está localizada na costa norte do Lago Nahuel Huapi. O destino também é bastante visitado no inverno, principalmente por conta do Cerro Bayo, um centro de esqui local com pistas de diversos níveis de dificuldade.

Mas a cidade também conta com um clima romântico, abrigando pousadas charmosas, hotéis de luxo e restaurantes de alta gastronomia.

E é conhecida como "Os Jardins da Patagônia", principalmente por conta do Parque Nacional Los Arrayanes, que abriga as tradicionais árvores de troncos alaranjados.

Divulgação - Villa la Angostura - Foto:  Divulgação/ Patagonia Experience Travel
Villa la Angostura - Foto: Divulgação/ Patagonia Experience Travel


El Calafate

Considerada a capital nacional dos glaciares, El Calafate é a porta de entrada para desbravar os 726.927 hectares do Parque Nacional Los Glaciares, um dos principais atrativos da região patagônica.

E é justamente no parque que está o grande destaque local: o glaciar de Perito Moreno. A enorme geleira tem 250 km² de área e 60 metros de altura e pode ser visitada por meio de um minitrekking, caminhada pelas passarelas do mirante ou ainda em um passeio de barco.

Em El Calafate, vale a pena visitar ainda a Estância Cristina, de onde se pode observar o Glaciar Upsala, e Cerro Frias, que reúne atividades de aventura na montanha, além de fazer passeios de barco, trem ou 4×4 e observação de animais marinhos.

Divulgação - Glaciar Perito Moreno, El Calafate - Foto: Divulgação/ Patagonia Experience Travel
Glaciar Perito Moreno, El Calafate - Foto: Divulgação/ Patagonia Experience Travel


Ushuaia

Ushuaia é a cidade mais austral do mundo, o que significa que é o ponto mais ao sul do planeta, e por isso recebeu o apelido de "Cidade do Fim do Mundo".

Repleto de atrativos naturais exuberantes e curiosidades, o destino atrai viajantes aventureiros em busca de trilhas e passeios por parques nacionais, passeios de catamarã no Canal de Beagle, esqui nas montanhas de Cerro Castor, entre outras coisas.

Além de uma visita ao Parque Nacional Tierra del Fuego, que abriga uma floresta subantártica sombreada por enormes faias, vale a pena conhecer os lagos Fagnano e Escondido, o Cabo San Plablo e a Laguna Esmeralda.

Divulgação - Ushuaia - Foto: Divulgação/ Patagonia Experience Travel
Ushuaia - Foto: Divulgação/ Patagonia Experience Travel


El Chaltén

El Chaltén, também conhecida como "a Capital Nacional do Trekking", é um paraíso dos amantes de ecoturismo, reunindo uma infinidade de trilhas e atividades ao ar livre.

Entre os destaques locais estão as Lagunas de los Tres e Capri, que possibilitam avistar o Monte Fitz Roy, já na fronteira com o Chile; o Lago del Desierto e o Glaciar Huemul.

Divulgação - El Chaltén - Foto: Divulgação/ Patagonia Experience Travel
El Chaltén - Foto: Divulgação/ Patagonia Experience Travel


A cidade também é um ótimo lugar para observar animais selvagens, com uma população e aves, incluindo o papagaio da Patagonia, assim como o Huemul sul-andino, uma espécie de veado nativo das montanhas argentinas e chilenas.

Tutora busca por gatinho desaparecido no Residencial Ouro Verde

O gato é cuidado pela comunidade do local

Uma tutora entrou em contato com o Portal AssisCity para encontrar um gatinho que desapareceu nas proximidades do Residencial Ouro Verde, em Assis.

Segundo ela o animal, de pelagem preta, é cuidado por toda a comunidade, muito dócil e bonzinho.

Divulgação - Gatinho está desaparecido - Foto: Divulgação
Gatinho está desaparecido - Foto: Divulgação


"Nós não demos nome oficial para ele, cada um o chamava de uma forma carinhosa, estamos preocupados, última vez que foi visto estava nas proximidades do Jairão e do IEDA", pontuou.

Qualquer informação sobre o gatinho pode ser passada pelo número (18) 98135-0623.

3 passos para aliar o ar-condicionado com a decoração da sua casa

Alie o ar-condicionado à decoração de sua casa

Adquirir um ar-condicionado é um dos melhores investimentos para sua casa. Além de melhorar a qualidade do ar, o aparelho proporciona muito mais conforto e saúde para você.

Mas, como aliar todo esse conforto à sua decoração? Da mesma maneira que acontece com outros aparelhos eletroeletrônicos, é possível harmonizar seu ar-condicionado com o ambiente com alguns cuidados. Para te ajudar, criamos um artigo que te dará algumas dicas e mostrará exemplos incríveis para você seguir, confira!

Divulgação


Ar-condicionado e decoração, como alinhar os dois sem gastar muito?

Como existem diversos modelos de ar-condicionado, o primeiro passo é escolher o tipo de aparelho certo para o seu ambiente!

Primeiro passo: Modelos de ar-condicionado

Veja abaixo os modelos mais comuns e qual se adequa mais a sua necessidade!

Divulgação


Ar-condicionado split

O "queridinho" dos arquitetos e dos decoradores é o modelo Split, já que ele possui um design muito moderno por isso, é fácil "incorporá-lo" à sua decoração. Costuma ser perfeito para salas e escritórios, por exemplo.

Ar-condicionado split inverter

Não há diferenças estéticas entre os dois modelos e sim na tecnologia, o equipamento inverter trabalha de forma constante, ocasionando assim redução no gasto de energia e baixíssimo nível de ruído. Ou seja, perfeito para quem deseja economizar e ter o melhor da refrigeração em sua casa!

Ar-condicionado split inverter perfeito para a decoração do seu quarto, veja abaixo:

A marca LG tem uma excelente opção para a decoração da sua casa, conheça o ar-condicionado artcool gallery, fizemos um artigo especial contando tudo sobre este aparelho incrível em formato de quadro, confira aqui: 4 dicas para tornar seu lar mais aconchegante.

Ar-condicionado cassete
O modelo cassete é um dos melhores amigos da decoração de escritórios e ambientes com grande circulação de pessoas, por ser instalado no teto, o aparelho passa despercebido. Ou seja, é super discreto, potente e possui um ótimo aproveitamento do espaço.

Ar-condicionado portátil
Com certeza este é o modelo mais prático que você verá, pois, ele não necessita de instalação, são perfeitos para quem gosta de mobilidade! Atualmente, existem modelos com o design super inovador e que se adequam de forma integral ao seu ambiente.

O truque com esse equipamento é aproveitar os cantos dos móveis em que ele se encaixa ou até mesmo colocá-lo no cantinho da parede, ao final da cortina.

Confira os modelos perfeitos para sua casa aqui!
Existem também outras categorias de ar-condicionado, acesse ao nosso blog e veja mais sobre cada uma delas! E vale a dica, considere aspectos como: espaço em que ele vai ser instalado, quantas pessoas vão circular no ambiente e por quanto tempo ficará ligado. Para isso, você deve calcular quantos BTUs são necessários para seu ambiente. Isso facilitará sua escolha.

Segundo passo: Posição

Divulgação


A posição em que você vai colocar seu ar-condicionado também é muito importante. Se tiver a oportunidade, a dica aqui é fazer um espaço sob medida, evitando a aparência de improvisação em seu ambiente.

Também é possível decorar seu equipamento com a aplicação de adesivos coloridos, sendo facilmente encontrados em lojas especializadas. Escolha as cores que mais combinam com os objetos de decoração e com os móveis. Você vai amar o resultado!

Terceiro passo: Instalação Correta

Divulgação


Uma das etapas mais importantes, é a instalação do seu aparelho, pois isso impacta diretamente na decoração da sua casa! Para ter uma instalação de ar-condicionado feita de modo correto, o melhor é procurar um profissional especializado.

Atente-se a alguns detalhes: a evaporadora de ar nunca deve ser instalada atrás de cortinas e de persianas, pois isso compromete a saída de ar do aparelho e prejudica seu funcionamento.

Portanto, realizar a instalação do seu ar-condicionado com um profissional técnico é garantia de serviço bem feito, sem deixar marcas da sua parede ou fios espalhados. E o melhor, ele sim, vai conseguir identificar na decoração da sua casa quais são os pontos estratégicos para colocar o seu aparelho, alinhando o ar-condicionado à decoração da sua casa.

Aproveite e conte com a instalação da Leveros, temos técnicos especialistas prontos para lhe atender e ainda contamos com o pagamento facilitado, parcele em até 10x sem juros.

Gostou das dicas? Agora é só se inspirar e deixar sua casa ainda mais linda e confortável!

A solução completa está aqui
Climatização é na Leveros. Aqui, você encontra tudo que precisa para controlar a temperatura de seu ambiente, deixando-o ainda mais aconchegante. Temos as melhores marcas e modelos do mercado, confira o nosso site ou visite uma das nossas lojas!

Tutora procura por gatinha desaparecida na Vila ribeiro

Mimi foi vista pela última vez nas proximidades do Supermercado São Judas Tadeu

Na noite de segunda-feira, 11 de julho, a gatinha Mimi sumiu de sua residência, deixando seus tutores preocupados.

Josiane entrou em contato com o Portal AssisCity para divulgar o desaparecimento da gata, que foi vista pela última vez na Vila Ribeiro, nas proximidades do Supermercados São Judas Tadeu.

A gatinha tem 8 meses de vida e a família está desesperada com o seu sumiço.

Qualquer informação sobre o paradeiro de Mimi pode ser passada pelo (18) 99725-0876 e (18) 99637-4315.
Divulgação - Mimi está desaparecida desde segunda-feira, 11 - Foto: Divulgação
Mimi está desaparecida desde segunda-feira, 11 - Foto: Divulgação

Tutora procura por cachorrinha desaparecida na Vila Nova Florínea em Assis

Lilica está desaparecida desde sexta-feira, 1°

A tutora Magda Gomes está em busca de sua cachorrinha Lilica, que desapareceu de sua casa na manhã de sexta-feira, 1° de julho, e não foi mais vista.

De acordo com Magda, Lilica é de porte pequeno e estava com uma roupinha com estampa de onça.

"Eu moro na Vila Nova Florínea, mas ontem passamos o dia procurando por ela e a última informação que tive é de que foi vista nas proximidades da Nova Assis. Nós pedimos encarecidamente que se alguém estiver com ela, que nos devolva", pediu.

Divulgação - Lilica desapareceu na sexta-feira, 1° de julho - Foto: Divulgação
Lilica desapareceu na sexta-feira, 1° de julho - Foto: Divulgação


Para qualquer informação sobre o paradeiro de Lilica, basta entrar em contato com Magda pelo (18) 99642-2612 ou Talita pelo (18) 99686-9189.

Tutora busca por cachorro desaparecido próximo ao Centro

Sheik foi visto pela última vez às 13h desta quinta-feira

Na tarde desta quinta-feira, 30 de junho, por volta das 13h, o cachorrinho Sheik desapareceu de sua residência na Rua Luiz Pizza, 616, no Centro de Assis.

A última informação que a tutora Anna Victória teve do cachorrinho é de que ele foi visto nas proximidades da Avenida Dom Antônio.

Divulgação - Sheik desapareceu na tarde desta quinta-feira, 30 - Foto: Divulgação
Sheik desapareceu na tarde desta quinta-feira, 30 - Foto: Divulgação


"Peço ajuda para encontra-lo, ele é um pouco arisco. Fazem quatro horas que estou rodando a cidade e até agora nada, nem contei para minha filha, pois ela vai ficar arrasada", desabafou.

Para qualquer informação sobre o paradeiro de Sheik basta entrar em contato pelo número (18) 98816-6786.

Tutor busca por cachorrinha desaparecida na Vila Ribeiro

A cachorrinha é da raça Pinscher e atende pelo nome de Mel

Um tutor está em busca de sua cachorrinha que desapareceu na manhã desta quinta-feira, 28 de junho, próximo ao mercado São Judas.

A cachorrinha é da raça Pinscher, de cor caramelo e atende pelo nome de Mel.

Divulgação - Mel - Foto: Divulgação
Mel - Foto: Divulgação


O tutor Victor Hugo pede para quem tiver informações sobre o paradeiro de Mel que entre em contato através do número: (18) 98134-9555.

5 eletrodomésticos para montar sua cozinha americana

Conheça os eletrodomésticos essenciais para cozinha americana

O Blog da Leveros preparou cinco dicas para você montar sua cozinha americana, pois o ambiente da cozinha tem se tornado cada vez mais um espaço de convivência, perdendo a nomenclatura de área restrita, ficando integrada aos demais ambientes da casa, criando um espaço cheio de vida e energia, com aromas e texturas, onde as pessoas se unem para cozinhar e alguns casos, até mesmo as crianças são encorajadas a aprender esta arte. Pensando nisso, preparamos um artigo sobre alguns dos eletrodomésticos indispensáveis para montar sua cozinha americana, veja como este espaço pode transformar o seu lar!

O que é cozinha americana?
Você já deve ter ouvido por aí que a cozinha é a nova sala de estar, né!? Neste sentido, a cozinha americana foi criada com o intuito de ser um espaço de entretenimento para famílias e amigos, mas ainda com o viés de local utilitário com otimização, pensada para quem não tem muito espaço para um ambiente útil e aconchegante!

5 eletrodomésticos para montar sua cozinha americana:

1. Cooktop

Divulgação


Para quem deseja ter modernidade na cozinha, apostar no cooktop é a chave para dar um ar de sofisticação na bancada. Mas mesmo que sua cozinha não seja tão moderna, você consegue utilizar este eletrodoméstico em diferentes estilos de cozinhas, que vão desde o mais simples até mais gourmet.

Você pode optar por modelos de cooktop mais atuais ou escolher o mais simples, tudo vai depender do seu projeto. Existem 3 tipos disponíveis no mercado sendo eles:

Cooktop Elétrico: Esse modelo funciona por resistência, parecido com o chuveiro, sabe!? Os emissores de calor ficam por baixo da placa de vidrocerâmica ou vidro temperado.

Cooktop por Indução: Os modelos de indução são os mais modernos e consequentemente, os mais caros também. O sistema usa a indução criada por um campo elétrico para gerar calor.

Cooktop à Gás: Este modelo é o mais acessível do mercado, além de se parecer mais com um fogão convencional.

Descubra qual o melhor cooktop para sua cozinha americana neste post!

2. Forno elétrico

Divulgação


O forno elétrico é um eletrodoméstico indispensável para a cozinha americana, principalmente para quem possui um cooktop, pois além de ser um complemento, trás sofisticação para o ambiente e é funcional! Ele possui diversas funções para o atingir o ponto certo do seu assado. A maioria dos modelos já vem com o grill, ideal para finalizar receitas com crocância e de forma precisa.

Ainda tem dúvidas sobre esse eletrodoméstico? Clique aqui e confira quais vantagens e desvantagens do forno elétrico.

3. Coifa

Divulgação


Pensou na melhor experiência de controle aliada a elegância? Então, você precisa adquirir uma coifa! Este eletrodoméstico retira toda a gordura e cheiros do ar, purificando a cozinha e os ambientes à sua volta e se você planeja ter uma cozinha americana, aderir à coifa é algo essencial.

O modelo de ilha é o mais comum para cozinhas americanas, pois são projetadas para ficarem onde não tem parede, este modelo é um pouco mais caro, mas também são mais elegantes.

4. Fritadeira sem óleo

Divulgação


A famosa airfryer a fritadeira sem óleo é um eletrodoméstico que deve compor sua cozinha americana, além de não soltar fumaça, não deixa aquele cheiro de gordura pela cozinha.

Existem diversos modelos no mercado, com tamanhos e capacidades diferentes, quanto maior a potência, melhor será o resultado da sua receita. E o melhor, você consegue preparar os alimentos de forma saudável e sem precisar utilizar óleo.

5. Purificador de água
Ter um bom purificador de água em casa é um investimento para sua saúde, afinal, o líquido é fundamental para o bom funcionamento do corpo. Este eletrodoméstico, além de deixar a água mais pura por meio da limpeza, elimina até mesmo bactérias, cloretos e até alguns odores. Entenda mais sobre os tipos de purificador de água neste post.

Encontre os melhores purificadores aqui!

Aproveite e confira os eletrodomésticos disponíveis no site Leveros. Confie em quem está a mais de 40 anos no mercado levando bem-estar a milhares de famílias!

Veículo leva cachorrinha embora e tutor faz campanha para encontrá-la

Malu estava nas proximidades do Parque da Juventude no momento que foi levada

Na terça-feira, 21 de junho, por volta das 12h, a cachorrinha Malu foi levada embora por um veículo que passou nas proximidades do Parque da Juventude, em Assis, e o tutor procurou o Portal AssisCity para anunciar seu desaparecimento.

Segundo Leandro Queiróz, tutor, Malu havia saído para fazer xixi e um vizinho viu o momento em que o carro parou, colocou a cachorrinha para dentro e foi embora.

"Nós estamos desesperados, tenho dois filhos pequenos que estão chorando pela falta dela em nossa casa, e tenho certeza que ela também está sentindo a nossa", contou Leandro.

Divulgação - Malu usava uma coleira vermelha com pingente de osso no momento do desaparecimento - Foto: Divulgação
Malu usava uma coleira vermelha com pingente de osso no momento do desaparecimento - Foto: Divulgação


Ainda de acordo com o tutor a cachorrinha está na família há 10 anos e tem problemas de saúde. "Ela precisa de cuidados especiais, toma remédio e não pode ficar sem eles, pedimos que quem esteja com ela nos devolva".

Malu estava com uma coleira vermelha com um pingente de osso, no momento do desaparecimento.

Qualquer informação sobre o paradeiro da cachorrinha pode ser passada pelos números (16) 99783-8950 e (16) 98144-4056.

Tutora busca por gatinha desaparecida nas proximidade do Parque Buracão

Pitica faz uso de medicação controlada

A tutora da gatinha Pitica, Ana Clara, entrou em contato com o Portal AssisCity para anunciar o desaparecimento dela, no dia 11 de junho, nas proximidades do Parque Buracão.

Segundo Ana Clara, a gata faz uso de medicamentos controlados para convulsão. "Nós estamos completamente desesperados, ela não pode ficar sozinha, pedimos para que se a encontrarem nos devolva", pediu.

Qualquer informação sobre Pitica deve ser passada pelo número (18) 99131-1807.
Divulgação - Pitica desapareceu no dia 11 de junho - Foto: Divulgação
Pitica desapareceu no dia 11 de junho - Foto: Divulgação

Bem-Estar

"Excesso de felicidade" nas redes sociais gera frustração; como lidar?

Positividade tóxica presente nos conteúdos pode afetar a saúde mental

O crescimento e ampliação da presença digital nunca foram tão intensos quanto agora. Além de plataformas como Instagram e Facebook, Youtube e Tik Tok, assuntos como multiverso e metaverso também estão em alta. On e offline têm barreiras cada vez mais sutis, com as pessoas estando "lá" e "cá" com praticamente a mesma intensidade.

Foi na fase de isolamento social que, até mesmo de quem nunca havia feito um story ou post, passou a utilizar com mais frequência as redes sociais. Aumentou também o volume de informações, passando a ocorrer o que se chamou de infodemia, ou a epidemia da informação. Com tanta coisa passando nas timelines o dia todo, há uma alteração na percepção e até uma desumanização: ninguém erra, ninguém falha, tudo é perfeito, todos são profissionais irretocáveis. E aí é que mora o problema.

De acordo com pesquisa da Universidade de São Paulo (USP), 59% dos casos de depressão no mundo ocorreram durante a pandemia e 63% dos de ansiedade ocorreram no Brasil, líder absoluto no planeta. Não por acaso, o brasileiro é um dos que mais passa tempo nas redes sociais no mundo todo.

O que é essa ideia de felicidade?

"Esse "mundo comercial de margarina" pode até estimular e inspirar pessoas, mas a realidade é que, em grande parte do tempo, gera frustração para quem teve perdas familiares, perdas nos negócios, enfrenta problemas de saúde e por aí em diante. Em alguns momentos, parece um mundo paralelo onde a maioria é feliz, ou só posta a felicidade", explica a empresária e especialista em redes sociais, Adriana Coutinho. Adriana é conhecida por ter trabalhado com famosos como Pocah, Cleo Pires, Luisa Sonza, entre outros nomes de grande exposição nas redes.

"Trabalho com grandes marcas e artistas há anos, e também senti o efeito rebote desse mundo artificial de felicidade. Eu, que sou uma profissional que trabalha criando ideias, tive minha criatividade bloqueada justamente pela exposição a esse excesso de felicidade. No auge dessa sensação, precisei sair das redes sociais por 15 dias para viver offline", ressalta a empresária.

Como se proteger da positividade tóxica

Se proteger e tomar atitudes para aproveitar de forma mais saudável a internet é algo que beneficia o indivíduo como pessoa, como profissional, como ser social, e certamente impacta com positividade o seu entorno também. A especialista Adriana Coutinho deixa algumas dicas do que deve ser evitado nas redes para diminuir o impacto da positividade tóxica.

- Comparar a vida do outro com a sua. Acredite, as pessoas não dizem a verdade o tempo todo! O Instagram não é BBB, então não tem câmeras 24 horas mostrando tudo o que acontece. As pessoas tendem a postar sempre só momentos bons. Inclusive, é mais recorrente do que se pode imaginar o fato de que as pessoas produzem momentos bons só para postar!

- Ter como principal objetivo a fama. As redes sociais têm esse poder de tornar pessoas desconhecidas em super famosos, mas será que você estará disposto a segurar essa barra? Prefira ganhar dinheiro, fortalecer pessoas e se divertir!

- Passar horas consumindo conteúdo raso. É viciante, porém totalmente contraproducente. Se valorize! Valorize seu tempo… ele é tão curto.

- Seguir pessoas por obrigação. Pegue as rédeas das suas redes sociais, você comanda, você escolhe!

- Se importar com a opinião de quem não produz nada e te critica. Gente maior que você ou vai te elogiar ou não estará nem aí para o que você posta, siga seu plano.

E a última dica: faça o detox digital em sua vida e deixe de seguir pessoas que te angustiam, foca na sua melhor versão e colha os resultados.

Anatel passa a proibir ligações de robôs que desligam na sua cara

As operadoras têm 30 dias para bloquear chamadas de robôs, e dez dias para enviarem à Anatel uma lista de números que fazem ligações curtas em massa.

Para tentar combater o telemarketing abusivo, a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) anunciou nesta sexta-feira (3) a publicação de uma medida cautelar que proíbe os robocalls —aquelas ligações telefônicas feitas por robôs que desligam logo depois que a pessoa atende.

Na medida, a Anatel ordena que as operadoras bloqueiem números que façam mais de 100 mil ligações por dia, em chamadas que duram menos de 3 segundos. Esse perfil, segundo a Anatel, configura um comportamento incompatível com o de um ser humano.

As operadoras têm 30 dias para bloquear chamadas de robôs, e dez dias para enviarem à Anatel uma lista de números que fazem ligações curtas em massa. O bloqueio poderá ser suspenso se a empresa ou pessoa que faz chamadas automáticas parar com a prática.

A Anatel também estabeleceu uma multa de R$ 50 milhões às operadoras que não obedecerem à nova regra.

"Esta é a medida mais dura que a Anatel já proferiu em sua história", disse Emmanoel Campelo, membro do Conselho Diretor e ex-presidente interino da Anatel. "Vai ser nesse tom que a Anatel vai tratar esse problema até que ele seja resolvido."

A medida deve ser publicada no Diário Oficial da União na próxima segunda-feira (6), quando começa a contar o prazo estipulado para as operadoras. A proibição não se aplica aos serviços de emergência e utilidade pública

Robocalls são programas produzidos por empresas de tecnologia para realizar determinadas ordens, como ligações em massa. As chamadas que duram menos de 3 segundos, segundo a Anatel, servem apenas para confirmar linha —se você atende, o robô sabe que a linha está ativa para receber outras chamadas de telemarketing.

Muitos desses robocalls usam números de telefone "piratas", que não são atribuídos a um CPF ou CNPJ. A medida cautelar da Anatel também ordena que as operadoras bloqueiem chamadas desses números sem identificação.

0303 não resolve
Desde 10 de março, por determinação da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), ligações de telemarketing começaram a ser identificadas pelo prefixo 0303. Mas o prazo ainda não vale para todos os tipos de números, de modo que muita gente ainda recebe ligações em massa sem o prefixo.

Segundo a Anatel, a adoção do 0303 é parte da estratégia de ataque ao que a agência chama de "telemarketing abusivo", mas não é a única arma. A proibição de robocalls faz parte da estratégia.

O uso do 0303, porém, está em disputa na Justiça. Entidades que representam o setor de telemarketing entraram com uma ação no STF (Supremo Tribunal Federal) com o objetivo de derrubar a exigência do prefixo.

As empresas dizem que a norma da Anatel viola a Constituição por supostamente "afetar o exercício de atividade empresarial" e "prejudicar a livre iniciativa". A agência, por sua vez, diz que encara a judicialização como "um movimento natural", mas defende o uso do 0303 como forma de coibir ligações irritantes.

Cachorrinha com Distúrbios Genéticos está desaparecida em Assis

Babalu faz uso de remédios e não pode ficar sozinha

A cachorrinha Babalu está desaparecida de sua casa, desde o 12h, desta terça-feira, 31 de maio e sua tutora está desesperada.

Beatriz Oliveira Silva contou ao Portal AssisCity que Babalu tem Distúrbios Genéticos e que toma remédios controladamente e pode não sobreviver sem eles.

Divulgação - Babalu está desaparecida - Foto: Divulgação
Babalu está desaparecida - Foto: Divulgação


"Eu peço encarecidamente que quem ver ou encontrar ela que entre em contato comigo o mais rápido possível, estou desesperada", suplicou.

Para qualquer notícia sobre o paradeiro de Babalu basta entrar em contato pelo número (18) 98827-2628.

Tutora pede ajuda para encontrar gatinha desaparecida na Dom Antônio

Zoe foi vista pela última vez nas proximidades da Agroveteq

Uma gatinha desapareceu nas imediações da Agroveteq, próximo da Avenida Dom Antônio e sua tutora Jacyara Cerqueira está à sua procura.

A gata tem três cores, amarelo, preto e branco e atende pelo nome de Zoe.

Divulgação - Gatinha Zoe - Foto: Divulgação
Gatinha Zoe - Foto: Divulgação


Se alguém souber de qualquer informação sobre o paradeiro de Zoe, entrar em contato através dos números: (18) 996-50-0914 ou (18) 99604-0561.

A família tutora de Zoe pagará gratificação para quem devolver a gatinha.

Divulgação - A gata tem três cores e desapareceu nas imediações da Agroveteq - Foto: Divulgação
A gata tem três cores e desapareceu nas imediações da Agroveteq - Foto: Divulgação

Tutores procuram por cachorra que desapareceu de casa na Vila Operária

O animal atende pelo nome de 'Lili'

Um morador da Vila Operária está à procura de sua cachorra que desapareceu de casa na noite de sábado, 28 de maio, em Assis.

De acordo com Marcos, o animal vira-lata tem a pelagem das cores preta e branca e atende pelo nome de 'Lili'.

"Peço ajuda de toda a cidade para que nos ajudem a encontrar nossa cachorrinha que sumiu de casa aqui na rua Otacílio Dorácio Mendes. Minha mãe que está passando por problemas de saúde está muito abalada e chorando muito com o sumiço da Lili", conta.

Se alguém viu ou estiver com a cachorra, favor entrar em contato pelo telefone (18) 99720 4973.

Divulgação - O animal tem a pelagem das cores preta e branca
O animal tem a pelagem das cores preta e branca

Tutor busca por cachorra desaparecida próximo à chácara Bela Vista

Ela atende pelo nome de Margareth e está desaparecida desde sexta-feira, 27 de maio

O tutor Claudemir Santos está à procura de sua cachorrinha, sem raça definida que está desaparecida, desde sexta-feira de manhã, 27 de maio.

A cachorrinha é da cor marrom com o focinho preto e atende pelo nome de Margareth.

Divulgação - Margareth está desaparecida desde sexta-feira, 27 de maio
Margareth está desaparecida desde sexta-feira, 27 de maio


Margareth desapareceu próximo à chácara Bela Vista no posto San Fernando em Assis.

Divulgação - A cachorrinha é da cor marrom com o focinho preto
A cachorrinha é da cor marrom com o focinho preto


Quem souber alguma informação sobre o paradeiro da Margareth, entrar em contato imediatamente com a família, através do número (18) 99746-9894.

Tutora busca por gatinha desaparecida na Dom Antônio

Zoe foi vista pela última vez nas proximidades da Agrovetec

A tutora Jacyara Cerqueira entrou em contato com o Portal AssisCity para anunciar o desaparecimento de sua gatinha Zoe.

Segundo a mulher, Zoe desapareceu na Dom Antônio, nas proximidades da Agrovetec.

"Peço que se alguém viu a Zoe que entre em contato comigo, estou desesperada e não sei mais onde procurar", pediu.

Os telefones para passar qualquer notícia sobre o paradeiro de Zoe são: (18) 99650-0914 ou (18) 99604-0561.
Divulgação - Gatinha Zoe - Foto: Divulgação
Gatinha Zoe - Foto: Divulgação

Bem-Estar

Risco de doenças vasculares aumentam durante o frio

As temperaturas cairão a pelo menos 10°C no sul e sudeste do país, o que é considerado abaixo do normal para maio

Segundo o Climatempo, as temperaturas cairão a pelo menos 10°C no sul e sudeste do país, o que é considerado abaixo do normal para maio. De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia, essa frente fria é a soma da presença do fenômeno La Niña - ocasionando um resfriamento das águas no oceano pacífico -, uma massa de ar polar vinda da Antártida e um ciclone extratropical a caminho do sul do continente.

Um estudo feito em São Paulo por médicos da Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein, divulgado em 2018, aponta que o risco de doenças como infarto e insuficiência cardíaca é 30% maior durante a estação mais fria do ano. A pesquisa foi realizada entre 2008 e 2015 com dados do Cadastro Nacional de Saúde.

Dentro disso, há um aumento no número de casos de doenças vasculares nos períodos mais frios por conta de um mecanismo conhecido como vasoconstrição. Este ocasiona a contração dos vasos sanguíneos, o que gera uma dificuldade para a circulação sanguínea em extremidades do corpo como pernas e pés.
Bem-Estar

15 coisas sobre cabelo branco que todos deveriam saber

Dr Ademir Leite Junior, médico e tricologista, lista 15 coisas sobre cabelo branco que todos deveriam saber

Embora estejam simbolicamente ligados a chegada da maturidade, o aparecimento dos cabelos brancos segue uma lógica biológica que pode ou não acompanhar a idade cronológica da pessoa. Atualmente os cabelos brancos estão valorizados mesmo entre um público que antes mal considerava ostentar o visual dos fios totalmente prateados, é crescente o número de mulheres que estão preferindo deixar os fios seguirem o ciclo natural da perda de cor.

Mas, afinal, como é de fato esse processo do embranquecimento dos cabelos? E quem gostaria de retardar o surgimento deles, tem essa possibilidade? Além da ausência da cor natural, quais são as diferenças entre cabelos brancos e pigmentados?

Quem responde a essas dúvidas é o médico e tricologista Dr. Ademir C. Leite Jr. O profissional lista 15 coisas sobre cabelo branco que todos deveriam saber:

1 - Podem aparecer em qualquer idade, mesmo ao nascimento, mas normalmente costumam dar seus primeiros sinais após os 30 anos de idade para a maioria das pessoas.

2 - Da mesma forma que há adolescentes que começam a ter cabelos brancos existem idosos que não ficam com os cabelos grisalhos.

3 - O termo canície é utilizado para definir o processo de embranquecimento dos cabelos.

4 - Cada folículo piloso (raiz do cabelo) apresenta um conjunto de células que produzem a melanina (pigmento do cabelo) e que estão ativas (trabalhando). Neste mesmo folículo há um estoque de células que renovam as células ativas na medida que estas vão envelhecendo.

5 - Uma vez que se esgota este conjunto de células (as ativas e as do estoque de renovação), os cabelos ficam brancos.

6 - É o estoque de células que temos em cada raiz do cabelo que faz com que eles mantenham o pigmento por maior tempo. Se este estoque é grande nossos cabelos tenderão a ficar brancos mais tardiamente.

7 - Além do consumo das células que produzem os pigmentos dos nossos cabelos (melanócitos), existem momentos em nossa vida em que a produção do pigmento diminui. Isto se dá por eventos traumáticos ou estresse.

8 - Existem casos de doenças e medicamentos que podem acelerar o aparecimento de cabelos brancos.

9 - É sabido que uma elevada quantidade de radicais livres nos folículos pode provocar o aparecimento precoce de fios brancos.

10 - Não há nenhum medicamento que tenha efeito comprovado na recuperação da coloração dos cabelos.

11 - As colorações sintéticas ainda são os métodos mais eficazes de cobrir os fios brancos e de disfarçá-los.

12 - Cabelos brancos apresentam a mesma estrutura anatômica dos fios pigmentados, porém não apresentam exatamente o mesmo pigmento que dá a cor aos mesmos.

13 - É mentira que a cada fio branco arrancado nascem outros sete fios brancos. Uma vez arrancado um fio branco pode voltar a nascer branco novamente, mas isso nunca interferirá na pigmentação dos fios ao redor dele, uma vez que cada fio de cabelo tem seu próprio conjunto de células que produzem a melanina (pigmento dos cabelos)

14 - O estresse parece ter um envolvimento direto com o aparecimento precoce dos fios brancos.

15 - Fios brancos devem ser tratados da mesma forma que fios pigmentados, uma vez que anatomicamente são idênticos aos fios com cor.

Maio Roxo: alerta sobre as Doenças Inflamatórias Intestinais

O mês é dedicado às Doenças Inflamatórias Intestinais, e especialista informa sobre sintomas, diagnóstico e controle

Mais de sete milhões de pessoas no mundo sofrem de Doenças Inflamatórias Intestinais (DII): a Doença de Crohn e a Retocolite Ulcerativa . Estas doenças ainda não têm cura e são crônicas. Os adultos jovens (entre a segunda e terceira década de vida) são os mais acometidos.

As idas mais frequentes ao banheiro e as dores abdominais podem ser facilmente confundidas com outros problemas de saúde, o que torna o quadro mais difícil de ser diagnosticado na fase inicial. Este atraso pode desviar o caminho até o acompanhamento com o especialista e o tratamento ideal.

Para que a população se atente aos sintomas e à necessidade do encaminhamento a um profissional adequado, a médica gastroenterologista Ana Elisa Rabe Caon, do grupo Imuno Brasil, fala sobre o assunto e traz dicas para pacientes com essas condições que poucas pessoas conhecem.

"É importante saber reconhecer os principais sinais e sintomas das Doenças Inflamatórias Intestinais para possibilitar uma pronta avaliação com um especialista. O diagnóstico e a intervenção precoces são importantes, pois podem mudar o curso da doença e minimizar suas complicações. Sabemos que as DIIs não têm cura, mas com o tratamento adequado, podemos recuperar a qualidade de vida do paciente.

A abordagem das DIIs evoluiu muito nas últimas décadas. Temos cada vez mais medicamentos seguros disponíveis e a escolha do tratamento ideal deve ser individualizada e levar em consideração as particularidades e preferências de cada paciente. Devido à complexidade das DIIs, seu acompanhamento habitualmente é multidisciplinar, envolvendo clínicos, cirurgiões, nutricionistas, psicólogos, enfermeiros e outros profissionais da saúde". - Ana Elisa Rabe Caon

Saiba mais sobre as Doenças Inflamatórias Intestinais

- As DDIs são caracterizadas por problemas de imunidade que causam inflamação no intestino e podem trazer uma série de complicações que interferem no cotidiano da pessoa.

- Os principais sintomas são: diarreia, cólica, fadiga, vontade frequente de ir ao banheiro, dor no abdômen, sensação de inchaço abdominal, sangramento nas fezes, perda de apetite, perda de peso e febre. Ainda, os pacientes poderão apresentar olhos vermelhos, manchas na pele, dores articulares e alterações no fígado.

- O diagnóstico é dado após avaliação global dos sintomas, exames de sangue, exames de endoscopia e exames de imagem (tomografia, ressonância e ultrassonografia).

- O tratamento é personalizado para cada pessoa. Alguns podem se manter muito bem por vários anos com medicamentos, enquanto outros podem necessitar de tratamento cirúrgico. Os pacientes devem seguir uma dieta saudável, evitando alimentos ultraprocessados, e manter acompanhamento regular com o especialista.

- É de suma importância que não se interrompa o tratamento por conta própria para que não haja complicações futuras e a doença continue controlada.
Bem-Estar

Férias de Inverno: sono e atividades físicas potencializam o descanso

O período de temperaturas amenas exige também atividades físicas, alimentação saudável e boas noites de sono para limpar o cérebro

Por conta do clima mais frio, as férias de julho costumam ser um momento de descanso e relaxamento para o corpo. Ou seja, um ótimo momento para se refletir sobre os hábitos que podem estar impedindo a saúde física e mental. Estudos e pesquisas apontam que negligenciar as rotinas de sono e continuar com maus hábitos na hora de dormir podem ser prejudiciais à saúde. Com a chegada da estação com baixas temperaturas, vale repensar sobre dieta, exercícios, sono e melhora no bem-estar do corpo.

A atividade física regular nessa temporada e a atenção redobrada à ingestão de alimentos gordurosos e calóricos para manter a temperatura corporal precisam ser avaliadas. Para manter-se saudável, os especialistas recomendam dar pelo menos dez mil passos por dia, o equivalente a 8 km, considerando que um passo médio tem 80 cm. No caso dos sedentários, a dica é ir devagar, aumentando dois mil passos por semana.

A Dra. Verena Senn, neurobióloga e Chefe de Pesquisa do Sono da Emma - The Sleep Company, reforça: "O sono é um impulsionador do humor natural. Quando você dorme adequadamente todas as noites, você acorda mais disposto, dando à sua mente e corpo o tempo necessário para recarregar e acordar se sentindo revigorado. Pense em dormir (pelo menos 7-9 horas por noite) como recarregar uma bateria. Quando a bateria está totalmente carregada, ela tem a energia positiva e motivação que precisa para ter um bom desempenho em todas as áreas da vida."

Limpando o cérebro

O ser humano passa quase um terço da vida dormindo, e isso é uma coisa boa porque o bem-estar físico e mental depende disso. As razões pelas quais precisamos dormir são para restabelecer a saúde do cérebro, fortalecer a capacidade de memória e sistema imunológico, para regular os processos metabólicos e hormonais do corpo e para participar de uma terapia noturna que ajuda a equilibrar nossas emoções.

"O sono desempenha um papel vital para nos manter em forma e saudáveis. Quando se tem um sono de boa qualidade a cada noite, a pessoa tende a acordar sendo a melhor versão de si mesma, tendo dado à sua mente e corpo o tempo necessário para recarregar e, então, acordar se sentindo revigorada", explica a neurobióloga.

Ao conseguir isso, estamos preparando o corpo e a mente para um aumento positivo no desempenho no dia seguinte, notadamente também em esportes e exercícios, algo que as pessoas fazem cada vez menos com a chegada do inverno.

Sono e exercício

O exercício físico estimula o corpo a segregar o cortisol, hormônio do estresse , que ativa o mecanismo de alerta no cérebro, de modo que se exercitar regularmente melhora a qualidade do sono. O exercício durante o dia queima e esgota as reservas de energia, então é preciso um sono de qualidade para recuperá-la e restaurar tecidos.

De acordo com a equipe de pesquisadores da Emma, alguns estudos sugerem que o exercício deve durar mais de uma hora para realmente beneficiar o indivíduo do aumento do tempo total de sono e do sono mais profundo, embora isso dependa do nível de aptidão da pessoa. Pessoas atléticas tendem a precisar de maior duração do exercício para estimular o benefício do sono. Por isso, dormir bastante após o exercício é importante - para os atletas e para quem tem o esporte como hobby. É como o corpo se recupera, combate inflamação, repara a força muscular, reabastece a energia celular e muito mais.

Dormir antes do exercício é importante

A falta de sono adequado traz desvantagens. Dormir menos de 8 horas por noite, ou pior ainda, dormir apenas 6 horas, tem consequências como: o corpo se cansa 10-30% mais rápido do que o normal, a força muscular diminui, os níveis de oxigênio são reduzidos, e podemos nos machucar mais facilmente. Os especialistas e pesquisadores da Emma recomendam um mínimo de 30 minutos de exercício, mas apenas 2-3 horas antes de dormir. Exercícios regulares podem ajudar muito a melhorar a qualidade do sono, especialmente para pessoas que sofrem de dificuldades na hora de descansar.

Além de seus benefícios fisiológicos, o exercício também pode proporcionar aos indivíduos uma sensação de controle e autoeficácia sobre seus próprios padrões de sono, o que pode ser tão eficaz no enfrentamento de distúrbios do sono e insônia.

Horas ideais de descanso

A Fundação Nacional do Sono geralmente recomenda que o sono tenha as seguintes durações, de acordo com a faixa etária: 14-17 horas para recém-nascidos, 12-15 horas para bebês, 11-14 horas para crianças, 10-13 horas para pré-escolares, 9-11 horas para crianças em idade escolar, 8-10 para adolescentes, 7-9 horas para adultos jovens e adultos, 7-8 horas para adultos mais velhos.

Por isso é tão importante investir em um colchão que não seja nem muito mole e nem muito duro e mantenha a coluna ortopedicamente alinhada. Colchões de espuma, como o Emma Original, além de contar com uma tecnologia exclusiva que aumenta o fluxo de ar garantindo uma temperatura agradável para dormir, ainda suaviza a contrapressão para a cabeça, ombro, lombar e pélvis, impedindo que o corpo afunde no colchão, garantindo uma coluna saudável e ajudando no alívio de dores.

Dicas da Emma para dormir bem e acordar melhor ainda

- Tenha uma rotina regular de dormir;
- Adote práticas de higiene do sono;
- Não vá para a cama sem ter sono;
- Exercite-se pelo menos 30 min/dia ou uma hora, mas não mais do que 2-3 horas antes de dormir;
- Não tire cochilos depois das 15h;
- Evite cafeína, nicotina e bebidas alcoólicas, pelo menos 2-3 horas antes de dormir;
- Evite refeições pesadas e bebidas no final da noite;
- Tenha um tempo para relaxar antes de ir para a cama, de preferência sem assistir TV;
- Mantenha o quarto escuro, fresco e livre de qualquer dispositivo eletrônico, como telefones, tablets, laptops, TVs, etc;
- Tome um banho quente e sinta-se confortável com um cobertor antes de dormir;
- Por último, mas não menos importante: invista em um colchão confortável e de alta qualidade, um bom travesseiro e roupas de cama macias e confortáveis.
Bem-Estar

Conheças as principais dúvidas sobre a recuperação pós abdominoplastia

Após a realização de uma cirurgia plástica, é comum surgirem as mais variadas dúvidas; confira a seguir quais são as principais

Realizar uma plástica no abdômen para remoção da pele excedente é o sonho de muitas mulheres em busca de autoestima e confiança.

Após realizá-la, além da ansiedade para visualizar os resultados, surgem algumas dúvidas que podem não ter sido questionadas antes do procedimento.

Para te ajudar, reunimos abaixo as principais dúvidas a respeito do pós-operatório e as respostas para elas. Confira!

Características do pós-operatório da cirurgia plástica no abdômen
Por se tratar de um procedimento delicado, a plástica no abdômen exige alguns cuidados no momento da recuperação, tanto para alívio da dor do paciente que se submeteu a plástica quanto para que os resultados em si sejam satisfatórios.

Durante os dez dias iniciais após a operação, por exemplo, é necessário que haja repouso intenso. Entretanto, a recuperação total demora aproximadamente dois meses e os resultados definitivos são vistos somente depois do sexto mês.

É claro que esse período é variável, afinal cada pessoa possui características diferentes e, obviamente, em vista disso, a resposta de cada corpo pode mudar em relação outra pessoa que fez o mesmo procedimento.

Inclusive, quando se concilia a lipoaspiração, aquela cirurgia que visa remover o excesso de gordura, ou mamoplastia, popularmente conhecida por prótese de silicone, o pós-operatório é mais delicado e mais doloroso e a recuperação é mais demorada.

É importante que seja respeitado o período de internação depois da cirurgia, que varia de dois a quatro dias e, no geral, é imprescindível usar alguns itens, sendo eles:

Dreno: nada mais é do que um recipiente que realiza a drenagem do sangue e dos líquidos que se acumulam no local da cirurgia. O uso normalmente é somente durante a internação, mas não fica restrito somente a este momento;

Cinta modeladora: a função da cinta modeladora é dar proteção ao abdômen, além de evitar que líquidos se acumulem. Não pode ser retirada por, no mínimo, uma semana;

Meias de compressão: o objetivo das meias de compressão é evitar que coágulos se formem, por essa razão, o uso dela só é liberado para o banho.

As atividades do cotidiano podem ser retomadas pouco a pouco, após a alta hospitalar, desde que não gerem nenhum tipo de dor ou incômodo.

Se todas as recomendações do médico cirurgião forem seguidas, as chances de possíveis complicações são minimizadas. Contudo, é justamente nesse momento que infinitas dúvidas surgem. Para ter a resposta das diversas questões, continue a leitura.

Quais são as principais dúvidas sobre a recuperação após a cirurgia do abdômen?
Descubra quais são as maiores dúvidas a respeito do processo de recuperação da cirurgia plástica de abdômen e veja se encontra a resposta para suas próprias dificuldades. Veja!

Como devo dormir?
Uma dúvida bem comum após ter se submetido a uma cirurgia na barriga é quanto a melhor maneira de dormir.

Dessa forma, destacamos que é de extrema importância dormir com a barriga para cima, recostada e com as pernas dobradas. É importante evitar dormir de bruços ou de lado, pois dessa forma o abdômen é pressionado e a cicatriz pode ser machucada.

Como não são todas as pessoas que tem condições de arcar com os custos de ter temporariamente, após a cirurgia, uma cama articulada, é possível adaptar qualquer cama para que os cuidados pós-operatórios.

Assim, recomenda-se colocar almofadas na região das costas, para que o tronco seja um pouco elevado e abaixo dos joelhos, para manter as pernas levantadas. No mínimo por 15 dias essa posição deve ser mantida, ou até o desconforto cessar.

Qual a melhor posição para andar?
Para andar, é importante manter o tronco dobrado para frente, curvando as costas e segurando o abdômen com as mãos, proporcionando mais conforto e alívio da dor.

Ao sentar, é recomendável buscar por assentos com apoio nas costas e os pés precisam também ficarem mantidos no chão.

Como deve ser o banho?
Como já falamos, a cinta modeladora é mantida no corpo durante uma semana, não podendo ser removida. Por essa razão, o banho não deve ser tomado. Contudo, para manter a higiene pessoal, pode-se utilizar lencinhos umedecidos.

Após este período, o banho pode ser tomado, desde que com a ajuda de alguém, para não ser feito qualquer esforço que possa se tornar prejudicial.

Qual o momento de retirar a cinta modeladora e as meias de compressão?
Continuamente, a cinta é mantida por aproximadamente uma semana. Após esse prazo, é possível retirá-la para o banho e para tratar a cicatriz, mas deve ser mantida ao longo do dia, por cerca de 45 dias.

Já as meias de compressão podem ser retiradas para o banho e recolocadas logo após e definitivamente, pode-se parar de usá-las quando as atividades do cotidiano retornam.

Como a dor pode ser aliviada?
Para responder a essa pergunta, ninguém é melhor que seu próprio médico, que conhece seu histórico. Entretanto, alguns analgésicos são excelentes e podem ser alinhados a cremes e géis de massagem relaxante.

Quando é o momento de trocar os curativos e retirar os pontos?
Como regra, os curativos são trocados ao final de quatro dias, prazo este que pode ser encurtado caso existam manchas de sangue ou de algum líquido amarelo. Nessas hipóteses, um médico deve ser procurado com antecedência.

Quanto aos pontos, é somente após decorridos oito dias que eles podem ser retirados, pelo mesmo médico que realização todo o procedimento cirúrgico.

Qual é a recomendação quanto a exercícios físicos?
Para que não se formem coágulos, é bom se movimentar. Por isso, são liberadas curtas caminhadas a cada duas horas. A academia, do contrário, deve ser recomeçada depois de um mês, evitando os abdominais e a musculação, que só pode ser retomada em cerca de três meses.

Como precisa ser a alimentação?
Dentro de quatro horas após a cirurgia, não é possível comer. Passadas a quinta hora de cirurgia, torradas e chás são liberadas e por fim, depois de oito horas, são admitidos caldo, sopas, chás e pães.

Procure um médico cirurgião de confiança, realize uma avaliação e faça a abdominoplastia de seus sonhos!
Bem-Estar

Como fortalecer a imunidade com chás caseiros

Alimentação pobre em vitaminas e minerais e estresse podem contribuir para a imunodeficiência

As baixas temperaturas intensificam a sensação de frio, aumentando o risco de gripes e resfriados. Alguns fatores como baixa imunidade podem contribuir para que o organismo fique mais propenso a agentes infecciosos, como vírus e bactérias, fazendo com que o indivíduo fique doente com frequência.

Segundo Márcia Xavier, nutricionista e professora do curso de Nutrição da Faculdade Santa Marcelina, para saber se a imunidade está baixa, pode ser verificado com exames bioquímicos e também observar alguns sintomas no corpo, como por exemplo: cansaço excessivo, doenças simples que ficam graves, como gripes recorrentes, herpes labial, estomatite e amigdalite na boca, infecções respiratórias persistentes e constantes, queda de cabelo e unhas fracas, podem ser sinais que a imunidade esteja baixa. "A alimentação saudável contendo alimentos ricos de vitaminas e minerais, principalmente ricos e vitaminas C e do complexo B, são a melhor maneira de prevenir a baixa da imunidade.

A seguir, a nutricionista dá dicas de chás que fortalecem o sistema imunológico.

Gengibre

Tem como principal função melhorar o sistema imunológico por possuir um excelente antioxidante e acaba inibindo a ação dos radicais livres, que prejudicam nossa saúde. Além disso, ele é rico em vitamina C e B6.

Alho

O alho tem propriedades funcionais importantíssimo, por ser rico em vitamina C e possui antioxidantes que acaba defendendo o organismo contra vírus e bactérias.

Erva doce

Um chá muito conhecido, porém, poucas pessoas sabem que ele ajuda a melhorar o sistema imunológico por conter grande quantidade de Vitamina C, mineral e ferro. Ambos são excelentes para uma boa manutenção da nossa saúde.

Chá de Guaco

Pouco utilizado, porém tem um grande potencial na melhora da imunidade, pois tem ação antioxidante e anti-inflamatória, com atuação das vitaminas C e B.

Tutores buscam por cachorra desaparecida no bairro Pacaembu

Ela atende pelo nome de Chitara e está com o rabinho machucado

Um casal está à procura de sua cachorrinha, da raça boxer que desapareceu da casa da família no bairro Pacaembu em Assis, neste domingo, 08 de maio.

A cachorrinha é da cor branca, atende pelo nome de Chitara e está com o rabinho machucado e passando por um tratamento.

O casal tem um filho pequeno, muito apegado a cachorrinha.

Divulgação - Chitara é da raça boxer e está desaparecido desde domingo, 08 de maio
Chitara é da raça boxer e está desaparecido desde domingo, 08 de maio


Quem souber alguma informação sobre o paradeiro de Chitara, entrar em contato através do celular: (18) 99825-6078

Tutores pagam recompensa de R$500,00 por cachorra desaparecida em Cândido Mota

Ravena desapareceu no bairro São Geraldo

Nesta sexta-feira, 5 de maio, a tutora Priscila entrou em contato com o Portal AssisCity para pedir ajuda da população para encontrar Ravena, uma cachorra que desapareceu na cidade de Cândido Mota.

Segundo a tutora, Ravena está desaparecida há quatro dias e não sabem mais onde procurar. "Ela é da raça Pit Bull, muito dócil e carinhosa, ela acabou se assustando e saiu correndo, meu irmão foi atrás dela, mas não conseguiu alcança-la", explicou.

Divulgação - Cachorra atende pelo nome de Ravena - Foto: Divulgação
Cachorra atende pelo nome de Ravena - Foto: Divulgação


A família de Ravena está oferecendo R$500,00 de recompensa para quem encontrar a cachorra e devolve-la para a família. "Ela nunca teve filhotes, é bem cuidada e amamos muito ela, pedimos que a população nos ajude", finalizou.

Para qualquer informação sobre o paradeiro de Ravena basta entrar em contato pelo (18) 99807-9153.
Culinária

Prepare caipirinhas com cerveja e surpreenda seus convidados

Cerveja Madalena ensina 3 receitas de drinks para acompanhar os encontros com amigos do fim de semana

Que a cerveja é a bebida queridinha do brasileiro não é novidade. Uma análise realizada a pedido do Sindcerv (Sindicato Nacional da Indústria da Cerveja) apontou que só em 2021 o Brasil vendeu cerca de 14,3 bilhões de litros da bebida, patamar alcançado pela última vez há oito anos, segundo o levantamento. O montante representa uma alta de 7,4% em comparação com o ano anterior, que por sua vez já havia representado um crescimento de 5,4% sobre 2019.

E além de queridinha e democrática, com o fim de semana se aproximando, que tal inovar no encontro com os amigos e familiares? Na moda dos drinks diferenciados, é possível incluir a cerveja no preparo de diversos deles e surpreender seus convidados.

Pensando nisso, a Cerveja Madalena separou 3 receitas simples, fáceis e surpreendentes de caipirinha de cerveja que prometem agradar diversos paladares. Os drinks acompanham bem churrasco ou aperitivos.

Confira abaixo:

Caipirinha de Cerveja simples

Ingredientes:

3 limões

3 colheres (sopa) de açúcar

450 ml da Madalena IPA ou Madalena Lager

Gelo

Modo de fazer:

Corte os limões em tiras, misture com o açúcar, adicione o gelo e a cerveja, mexa bem e sirva.

Caipirinha de cerveja com vodka

Ingredientes:

450 ml da Madalena de sua preferência

1/2 limão picado em tiras

2 doses de vodka

2 doses de limão espremido

Gelo

Açúcar à gosto

Modo de fazer:

Misture em um copo o gelo com o limão, o açúcar e as doses. Mexa bem, complete com a cerveja e sirva.

Caipirinha de cerveja com tequila e laranja

Ingredientes

450 ml da Madalena de sua preferência

1 limão siciliano em rodelas

Suco de 2 laranjas

1 dose de tequila

Gelo

2 colheres (sopa) de açúcar

Modo de fazer

Amasse as rodelas de limão com o açúcar, acrescente os demais ingredientes deixando a cerveja por último e sirva.

Corpo de Bombeiros captura Pit Bull na Vila Tênis Clube e procura tutores

Cachorro está bem cuidado e com coleira

Na manhã desta segunda-feira, 18 de abril, a equipe do Corpo de Bombeiros de Assis foi acionada para capturar um Pit Bull que estava perdido nas proximidades da Vila Tênis Clube de Assis.

De acordo com a equipe, o animal foi resgatado e se encontra no quartel do Corpo de Bombeiros de Assis, localizado na Avenida Antônio Zuardi, 1160, na Vila Operária.

Divulgação - Cachorro encontrado nas proximidades do Tênis Clube - Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros
Cachorro encontrado nas proximidades do Tênis Clube - Foto: Divulgação/Corpo de Bombeiros


O cachorro é macho, tem a pelagem branca com manchas marrons e está com coleira e bem cuidado.

"Queremos encontrar o dono do animal para devolvê-lo. Provavelmente, ele tenha escapado de alguma casa, no decorrer da manhã", considera a equipe.
Culinária

Aprenda fazer um sanduíche de carne-seca

A receita é uma sugestão nutritiva e deliciosa de lanche ou aperitivo

A Mimoo, marca de alimentos saborosos e que cabem no bolso, ensina hoje uma receita prática e ideal para o fim de semana: Sanduíche de carne-seca. O sanduíche é uma boa opção como lanche. Se cortado em tamanhos menores, torna-se um aperitivo delicioso para receber a família e os amigos.

A receita é fácil e rende 10 porções. Para aprender como fazer, confira o modo de preparo a seguir:

Ingredientes
20 fatias de pão de forma à escolha
800 g de queijo mussarela ralado ou fatiado
400 g de Requeijão Mimoo
200 g de Manteiga Com Sal Mimoo

Para a carne-seca:
500 g de carne-seca de boa qualidade
1 cebola-roxa grande
1 colher (sopa) de salsinha picada
30 g de manteiga
Azeite, pimenta-do-reino e sal a gosto

Modo de preparo
- Lave e corte a carne em quatro pedaços. Depois, coloque de molho na véspera.
- Troque a água algumas vezes para que não fique salgada. Cozinhe coberta com água nova até amolecer bem (cerca de 30 minutos).
- Retire da água e desfie com a mão.
- Descasque a cebola e corte em pequenos cubos. Em uma frigideira, aqueça o azeite e a Manteiga Mimoo.
- Coloque a carne-seca desfiada para que comece a ficar levemente tostada.
- Retire da frigideira e reserve. Acrescente mais azeite e manteiga e refogue a cebola até começar a dourar.
- Refogue mais um pouco. Junte a carne-seca, misture bem e corrija o sal se achar necessário.
- Polvilhe com salsa somente quando a carne esfriar para que não perca a cor.

Montagem
- Separe duas fatias do seu pão de forma preferido e preencha-as com 80 g de queijo mussarela.
- A ideia é espalhar o queijo no pão a ponto de não ser possível ver o pão através do queijo. Então, seja generoso na quantidade.
- Adicione uma porção da carne-seca sobre o queijo em um lado e espalhe bem para que cubra toda a fatia.
- Agora, é hora de adicionar o Requeijão Mimoo sobre a carne e pronto: leve as fatias a um forno elétrico ou forno convencional a 240ºC por 5 minutos ou até que o queijo derreta. Pré-aqueça uma frigideira a 180ºC.
- Quando o queijo estiver derretido, retire do forno e, com a ajuda de uma espátula, junte as duas metades, pressionando levemente para que o recheio se junte ao queijo.
- Vire sempre a metade sem o recheio sobre a metade com o recheio para que ele não caia.
- Na frigideira, adicione uma colher (sobremesa) de manteiga e unte toda a base da frigideira. Agora, está na hora de grelhar o seu sanduíche.
- Coloque o sanduíche na frigideira e, para que todo o pão fique crocante, a dica é que você gire o sanduíche algumas vezes durante o processo de grelhar, que leva entre 3 e 5 minutos, dependendo da temperatura da frigideira.
- A temperatura muito quente faz queimar por fora e não aquecer por dentro. Já o fogo bem baixinho aumenta o tempo do processo, mas aquece por dentro e grelha por fora.
- Agora, com a ajuda de uma espátula, levante o sanduíche da frigideira, adicione mais uma colher (sobremesa) de manteiga à frigideira e repita o processo com o lado não grelhado do pão.
- Após alguns minutos neste processo de girar e virar o lado, o sanduíche estará pronto para ser servido.
- Corte-o em quatro para servir como aperitivo, se preferir. Tradicionalmente, é servido cortado ao meio.

Tempo de Preparo: 45 minutos
Porções: 10

Cachorro Spake está desaparecido há duas semanas no Jardim Paulista

Ele usava uma coleira preta

Um cachorro sem raça definida, escapou de casa, sábado, dia 02 de abril nas imediações do Jardim Paulista.

O cachorro atende pelo nome de Spake e usava uma coleira preta.

A tutora Raquel pede ajuda para encontrar seu animalzinho.

Divulgação - Spake escapou de casa, dia 02 de abril
Spake escapou de casa, dia 02 de abril


Seu filho de 5 anos sente muito a falta do cachorrinho e a família ainda sai em busca dele pela cidade, na esperança de encontra-lo.

Quem tiver alguma informação sobre Spake, pode entrar em contato pelo número (18) 98802-5649.

Cachorro Lupi está desaparecido há quase 1 mês

O cachorro estava com a família há mais de 15 anos

Um cachorrinho sem raça definida, está desaparecido há quase 1 mês em Assis.

O cachorro é de pelagem caramelo, com manchinhas brancas no rosto. Ele atende pelo nome de Lupi.

Lupi já é velhinho e desapareceu próximo ao Supermercado São Judas.

A tutora Tânia contou ao Portal AssisCity, que o cachorro está junto da família há mais de 15 anos. Seus filhos de 10 e 13 anos sentem muito a falta do animalzinho e estão desesperados.

"Ele sumiu no dia 15 de março, de noite, provavelmente quando sai de casa para colocar o lixo na rua. Na hora não percebi, só fui ver que ele não estava de madrugada, quando ele não veio dormir comigo como de costume", desabafa a tutora.

Divulgação - O cachorro estava com a família há mais de 15 anos
O cachorro estava com a família há mais de 15 anos


A família tem esperanças de encontrar Lupi e pede para que se alguém tiver informações sobre seu paradeiro que entre em contato pelo telefone: (18) 99705-8149.

Cachorra desaparece durante viagem de família a Paraguaçu Paulista

Ela está desaparecida desde 29 de março

Uma cachorrinha sem raça definida está desaparecida desde o dia 29 de março, na Vila Nova na cidade de Paraguaçu Paulista.

A cachorrinha é velhinha, da cor caramelo e atende pelo nome de Babi.

A família mora em Rio Claro, mas foi visitar parentes na cidade e levaram a cachorrinha na viagem.

Divulgação - A cachorrinha atende pelo nome de Babi
A cachorrinha atende pelo nome de Babi


Se alguém tiver informações sobre o paradeiro de Babi a família pede para entrar em contato pelos números de telefones: (18) 99709-0224 ou (19) 99996-1046.
Bem-Estar

Câncer de pulmão: imunoterapia e terapias avançadas estão revolucionando o combate à doença

Tratamentos baseados no conceito de oncologia de precisão, cirurgias minimamente invasivas e programa antitabagismo estão entre as grandes aliadas para qualidade de vida dos pacientes

A ciência tem transformado a maneira de tratar diferentes tipos de câncer. E, no caso das neoplasias de pulmão, as alternativas terapêuticas avançam a passos largos, permitindo ao paciente um arsenal poderoso de condutas que podem ser indicadas para o enfrentamento da doença.


Diante deste cenário, estratégias que combinam modalidades de tratamento sistêmico (baseados na adoção de medicações via oral ou intravenosa, como por exemplo a quimioterapia) e local (radioterapia) podem ser adotadas no início do tratamento para reduzir o tumor antes de uma cirurgia para retirada da parte do pulmão acometido, ou mesmo como tratamento definitivo quando a cirurgia está contraindicada. A radioterapia isolada também é utilizada algumas vezes para diminuir sintomas como falta de ar e dor. "A indicação depende principalmente do estadiamento, tipo, do tamanho e da localização do tumor, além do estado geral do paciente", diz Mariana Laloni, oncologista da Oncoclínicas São Paulo.

O tratamento da imunoterapia oferece ferramentas para o sistema imune enxergar essas células anormais e combatê-las mais fortemente. Isso se dá por meio de medicamentos orais, injetáveis ou tópicos (pomadas) que estimulam a produção de citocinas (moléculas de proteína que agem contra as células cancerosas). O prognóstico é melhor nos pacientes cujos tumores possuem o revestimento de células imunes chamadas linfócitos infiltrantes no tumor (LIT)

Embora o sistema imune possa prevenir ou desacelerar o crescimento do câncer, as células cancerosas podem ter capacidade de driblá-lo para evitar a destruição. Em algumas situações, elas podem:

Sofrer alterações genéticas que as tornam menos visíveis pelo sistema imunológico;

Ter proteínas em sua superfície que desabilitam o poder das células imunes sobre elas (formam uma camada de proteção); e
Alterar as células normais ao redor do tumor para que interfiram na forma como o sistema imune responde às células cancerosas.
Além disso, o tratamento poderá ser diário, semanal ou mensal - a frequência depende de fatores como o tipo de câncer e seu estágio, a imunoterapia a ser utilizada e a maneira como o organismo responde a ela. Alguns tipos de imunoterapia são feitos em ciclos, da mesma forma que ocorre com a quimioterapia, seguidos de um período de descanso para que o corpo se recupere e produza novas células sadias.

Para a especialista, é válido destacar o papel que a imunoterapia exerce no panorama de enfrentamento do câncer de pulmão. Baseado no princípio de que o organismo reconhece o tumor como um corpo estranho desde a sua origem, e de que com o passar do tempo este tumor passa a se "disfarçar" para não ser reconhecido pelo sistema imunológico e então crescer, a terapia biológica funciona como uma espécie de chave, capaz de religar a resposta imunológica contra este agente agressor.

"Embora o sistema imune esteja apto a prevenir ou desacelerar o crescimento do câncer, as células cancerígenas sempre dão um jeitinho de driblá-lo e, assim, evitar que sejam destruídas. O papel da imunoterapia é justamente ajudar os 'soldados' de defesa do organismo a agir com mais recursos contra o câncer, produzindo uma espécie de super estímulo para que o corpo produza mais células imunes e assim a identificação das células cancerígenas seja facilitada - devolvendo ao corpo a capacidade de combater a doença de maneira efetiva", explica a especialista.

Não à toa, as medicações imunoterápicas vêm conquistando protagonismo no tratamento de tumores de pulmão e de outros tipos de câncer. A abordagem terapêutica tem trazido resultados importantes também para cânceres de bexiga, melanoma, estômago e rim. Estudos atestam ainda a eficácia no tratamento de Linfoma de Hodgkin e de um subtipo do câncer de mama, chamado triplo negativo. "Na última década, a imunoterapia passou rapidamente de uma descoberta promissora para um padrão de cuidados que está contribuindo para respostas positivas para diversos casos de pacientes oncológicos", pontua Mariana Laloni.


Tipos de imunoterapias


Existem diversos tipos de imunoterapia utilizados no tratamento oncológico. Os principais são:

- Inibidores de checkpoint: são drogas que bloqueiam os checkpoints imunes. Um dos papéis do sistema imunológico é atacar as células normais e anormais do organismo. Para fazer isso, usa pontos de verificação - ou checkpoints -, que são as moléculas de controle das células imunológicas que precisam ser ativadas ou desativadas para iniciar uma resposta de defesa. As células cancerosas podem utilizar esses checkpoints para evitar serem combatidas, e por isso os medicamentos imunoterápicos os tornam alvos. Pode apresentar efeitos adversos como danos teciduais inflamatórios, diarreia, colite, rash cutâneo, dermatite, elevação de transaminases, hipofisite e tireoidite;

- Transferência de células T adotivas: aumenta ainda mais a capacidade natural das células T de combater o câncer. Nesta abordagem, as células imunes são retiradas do tumor e as mais ativas contra o câncer são selecionadas ou alteradas em laboratório para se tornarem ainda melhores no ataque às células cancerosas - elas são cultivadas em grandes quantidades e, quando prontas, transferidas de volta ao organismo por meio de injeção intravenosa. Já no organismo, começam a combater as células doentes. Possíveis efeitos adversos são vitiligo e uveíte (em pacientes com melanoma) e hepatotoxicidade (naqueles com carcinoma renal);

- Anticorpos monoclonais: são medicamentos que auxiliam o corpo a identificar as células cancerosas. Os anticorpos são produzidos em laboratório para se ligar a um alvo específico nas células tumorais e podem provocar tanto uma resposta imune que destrói as cancerosas como marcá-las, facilitando a sua identificação pelo sistema imunológico. Essa técnica também pode ser chamada de terapia-alvo. Febre, calafrios, fraqueza, dor de cabeça, náusea, vômitos, diarreia, redução da pressão sanguínea e erupções cutâneas são alguns possíveis efeitos adversos;

- Vacinas: agem contra o câncer impulsionando a resposta do sistema imune às células cancerosas. Em geral, são produzidas a partir das próprias células tumorais do paciente ou de substâncias coletadas delas. Seu objetivo é tratar cânceres já existentes fortalecendo as defesas naturais do organismo contra a doença, mas também podem ser usadas para retardar ou impedir o crescimento de células cancerosas, reduzir o tamanho de tumores, prevenir recidivas da doença e eliminar células cancerosas remanescentes de outras formas de tratamento. É importante esclarecer que estas vacinas são diferentes das que previnem doenças, pois possuem um papel de tratamento, e não de prevenção. Podem desencadear febre, calafrios, fadiga, dor nas costas e articulações, náusea e cefaleia; e

- Moduladores do sistema imune: aumentam a resposta do sistema imunológico do paciente contra o câncer. Alguns destes agentes afetam partes específicas do sistema imune, enquanto outros o atingem de maneira mais geral. Possíveis efeitos adversos incluem supressão da medula óssea, hepatotoxicidade, nefrotoxicidade, neurotoxicidade, hipertensão, aumento do risco para infecções, leucopenia, disfunção gastrointestinal e trombocitopenia.

Tabagismo ainda é a principal causa de câncer

O tabagismo está na origem de 90% de todos os casos de câncer de pulmão no mundo, sendo responsável por ampliar em cerca de 20 vezes o risco de surgimento da condição. E, apesar destes dados não serem novidade, os tumores pulmonares ainda lideram o ranking das doenças oncológicas que mais matam todos os anos, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS). No Brasil, segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA), mais de 30 mil pessoas receberão o diagnóstico da doença ainda em 2022, enquanto a edição mais recente do Atlas de Mortalidade por Câncer (2019), indica que são 29.354 mortes em decorrência dessa neoplasia maligna a cada 12 meses.

A oncologista explica ainda que a maioria dos pacientes com câncer de pulmão apresenta sintomas relacionados ao próprio aparelho respiratório. "Os sinais de alerta são tosse, falta de ar e dor no peito. Outros sintomas inespecíficos também podem surgir, entre eles perda de peso e fraqueza. Em poucos casos, cerca de 15%, o tumor é diagnosticado por acaso, quando o paciente realiza exames por outros motivos. Por isso, a atenção aos primeiros sintomas é essencial para que seja realizado o diagnóstico precoce da doença, o que contribui amplamente para o sucesso do tratamento", diz.

A médica comenta que existem dois tipos principais de câncer de pulmão: carcinoma de pequenas células e de não pequenas células. "O carcinoma de não pequenas células corresponde a 85% dos casos e se subdivide em carcinoma epidermóide, adenocarcinoma e carcinoma de grandes células. O tipo mais comum no Brasil e no mundo é o adenocarcinoma e atinge 40% dos doentes", destaca.

Além disso, o tabagismo continua sendo o maior responsável pelo câncer de pulmão no Brasil e no mundo. Aliás, não apenas deste tipo de tumor: segundo o INCA, 156 mil mortes poderiam ser evitadas anualmente se o tabaco fosse evitado, sendo que cerca de 1/3 desses óbitos são decorrentes de algum tipo de câncer devido ao hábito de fumar.

E apesar do Brasil ter sido reconhecido pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como um exemplo no combate ao cigarro - o país tem um dos menores índices de fumantes do mundo, cerca de 10% da população acima de 18 anos, segundo o próprio INCA - os desafios não param de chegar. Um deles, é a chegada dos cigarros eletrônicos e outros dispositivos de vape, que têm conquistado principalmente os jovens.


"Nós vemos novas formas de tabagismo chegando, como o cigarro eletrônico, por exemplo, que tem atraído principalmente os adolescentes, pelo formato, pela novidade e pela falta de informação também sobre o impacto nocivo deles. Então, estamos vendo uma geração que tinha largado o cigarro, voltar para versões digamos, mais modernas, do mesmo mal", alerta Mariana Laloni.


Parar de fumar, alerta a especialista, é a forma mais eficaz de se prevenir contra o câncer de pulmão e diversos outros tumores, além de doenças cardíacas, doença pulmonar obstrutiva crônica, pneumonia, AVC (acidente vascular cerebral) e complicações severas decorrentes da contaminação pela Covid-19.

Tutores buscam por cachorrinho desaparecido na Vila Progresso

O cãozinho sumiu domingo passado, 03 de abril

Um cachorrinho da raça lhasa apso, está desaparecido há 1 semana em Assis.

O cachorro é de pelagem branca e cinza e atende pelo nome de Thor. Ele é cego do olho direito e está em tratamento.

Thor desapareceu no domingo, dia 03 de abril, próximo a Travessa Victor Belo, nº 186, na Vila Progresso em Assis.

Divulgação - Thor da raça lhaso apso está cego do olho direito
Thor da raça lhaso apso está cego do olho direito


Os tutores Eliel e Ellen pedem ajuda da população, para encontrarem seu cãozinho.

Quem tiver visto e souber de alguma informação sobre Thor, entrar em contato com a família, através dos números (18) 99637-5255 ou (18) 99711-5244.

Estudo diz que quanto mais as mulheres são inteligentes menos se casam; neurocientista comenta

Um estudo realizado por várias universidades inglesas revelou que as mulheres têm 40% menos probabilidade de se casarem se forem bem sucedidas ou tiverem estudos universitários ou de pós-graduação. Para o neurocientista Fabiano de Abreu Agrela, a porcentagem pode estar ligada ao fato das mulheres que se dedicam aos estudos e/ou trabalho terem menos tempo de se relacionarem.

O professor explicou que é necessário definir um comportamento a partir de fatores diversos, entre eles, a cultura e o fenótipo, para que assim se possa chegar às possíveis conclusões.

Para encontrar o resultado do estudo, os especialistas britânicos analisaram um grupo de 900 mulheres e homens por 40 anos. Todos eles foram observados desde os 11 anos de idade. Após uma série de análises, concluiu-se que quanto melhor a mulher estiver no ambiente de trabalho, mais difícil será para ela se casar.

O PhD em neurociências afirmou que, historicamente, os homens sempre quiseram uma mulher que cuidasse com mão de mãe e amor de mulher.

"Mulheres mais bem sucedidas profissionalmente, que ocupam postos de trabalho mais bem remunerados, têm maior liberdade de escolha. Pois têm independência financeira. Sem independência financeira não se tem independência alguma. As mulheres na maior parte da história se submeteram pela impossibilidade de sustento para si e sua prole", disse.

O professor também explicou que, com liberdade sexual e independência financeira, é mais raro ficarem em relacionamentos opressores e tóxicos. Mesmo amando, aprenderam a amar mais a si e sua liberdade.

"O homem culturalmente liderou na maior parte da história evolutiva, devido ao hormônio testosterona, foi formatada uma cultura de liderança na família, assim como os leões e outros animais do nosso reino, mas estamos nos adaptando aos moldes de uma sociedade diferente e, esta insegurança masculina cai quando o homem é inteligente. Homens muito inteligentes são seguros de si, pois sabem da própria capacidade e buscam mulheres inteligentes por dois motivos, um é para aperfeiçoamento da espécie, outro é para ter alguém com quem possa trocar conhecimento. Levando o relacionamento a uma, também, amizade e parceria", afirmou.

Ainda segundo Fabiano, o medo da mulher mais inteligente está relacionado com a insegurança do homem e isso pode influenciar nos números da pesquisa em questão nos levando a questionar: as mulheres mais inteligentes se casam menos ou os homens têm medo de se relacionarem com mulheres bem sucedidas?

Os autores do estudo também concordam com o ponto de vista do brasileiro: nem tudo é culpa do QI. Os pesquisadores dizem que no caso de mulheres com mais anos de estudos também pode ser dado o fenômeno de que elas passam mais tempo estudando do que outras mulheres, e que atrasam suas núpcias além do ponto de sua atração máxima e sua maior fertilidade.