18 de Junho de 2019
17º/30º
ENTRETENIMENTO » BLOG

Sustentabilidade em alta: empresas aderem a medidas sustentáveis como coleta seletiva

Cada vez mais marcas vêm se conscientizando da importância da sustentabilidade, preservação da natureza e reciclagem; confira algumas empresas e suas iniciativas

Empresas engajadas e sustentáveis já não são mais a exceção. Cada vez mais, elas têm se tornado a regra, seguindo a tendência sustentável mundial e, claro, o posicionamento de seus clientes. Uma pesquisa de mercado realizada em 2017 pela Opinion Box trouxe a percepção dos consumidores brasileiros sobre o engajamento social e a sustentabilidade das empresas - e os dados não podiam ser mais reveladores: 42% dos clientes se preocupa muito com práticas sustentáveis durante as compras, enquanto mais da metade (54%) prefere marcas que evitam o desperdício e cuidam bem do meio ambiente.

Além disso, 85% dos consumidores brasileiros dizem se sentir melhor quando consomem marcas sustentáveis. Já 65% desse público deixaria de comprar produtos de empresas que poluem o meio ambiente. E não é só nacionalmente que a valorização da sustentabilidade tem ganhado espaço: outro estudo, promovido pela Unilever e pela Europanel, mostrou que um terço dos consumidores (entrevistados no Brasil, no Reino Unido, Turquia e Índia) consomem pensando na responsabilidade socioambiental das marcas.

"Green is the new black”: empresas aderem à sustentabilidade

Em busca de relevância no mercado, cada vez mais empresas investem em ações sustentáveis. Longe de meramente declarar apoio ao meio ambiente, algumas marcas realmente têm vestido a camisa "verde” e adotado uma postura consciente no que se refere à sustentabilidade. Confira alguns exemplos:

Santa Luzia: do lixo à matéria-prima com reciclados e recicláveis

Criada em 1942 em Braço do Norte (SC), a fábrica de espelhos Santa Luzia, hoje Indústria e Comércio de Molduras Santa Luzia, além da tradição no mercado também já tem história na reciclagem. Em 2012, a companhia revolucionou sua cadeia produtiva ao substituir 98% da matéria-prima inicial, madeira, pela reciclagem de resíduos plásticos como isopor e o poliuretano (PU).

O que para muitos podia ser considerado lixo, sem utilidade, a Santa Luzia reverteu em matéria-prima: o material é todo coletado por meio de parcerias com mais de 210 cooperativas espalhadas por todo o Brasil. Além disso, essa atividade gera mais de 3.800 empregos. Hoje, cerca de 10% do Poliestireno (isopor) e do Poliuretano produzidos no Brasil tem o destino correto por meio da Santa Luzia.

Grupo Eliane: sustentabilidade de dentro para fora

Não é só no Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado em 5 de junho, que o Grupo Eliane tem trabalhado para diminuir o impacto ambiental causado pela mineração em seu processo produtivo. A empresa de revestimentos já recebeu até o Troféu Onda Verde, mais importante prêmio da área ambiental da região sul do Brasil, pelos seus cuidados constantes no aperfeiçoamento das técnicas de lavra e recuperação das áreas degradadas. As ações visam destinar essas regiões a novas atividades, como agricultura, habitação, pastagem e reflorestamento.

Especializadas na fabricação de cerâmica, todas as fábricas da empresa prezam pela proteção dos recursos hídricos. Exemplo claros dessa filosofia sustentável são a construção de um sistema focado no tratamento de efluentes em Criciúma; além de um projeto para fechamento do circuito de resíduos em Cocal do Sul, garantindo o tratamento e reaproveitamento total dos rejeitos, bem como a Estação de Tratamento de Efluentes da Bahia.

Na sede do Grupo Eliane, não é diferente: a água da chuva é captada, tratada e utilizada pela companhia. E todos os resíduos sólidos criados com as atividades da empresa são separados para reaproveitamento, destinação adequada ou reciclagem posterior.

Eucatex: reaproveitamento é palavra de ordem

Indústria brasileira de papel e celulose criada em 1951, a Eucatex possui o selo FSC (Forest Stewardship Council® ou Conselho de Manejo Florestal) em todos os seus produtos provenientes de madeira. Assim, a marca atesta a responsabilidade da origem do material utilizado em seus processos.

A empresa investe ainda no Programa de Reciclagem Eucatex visando o reaproveitamento dos resíduos de madeira. Dessa fofma, a poluição é reduzida e a energia é gerada por meio da utilização de biomassa, além de reforçar a sua responsabilidade ambiental, já que a Eucatex também deixa de descartar os resíduos nos aterros e terrenos baldios em um raio de 100km da sua fábrica em Salto, interior de São Paulo, para usar esse material na co-geração de energia. Outro diferencial é que parte da madeira que seria descartada é usada em reformas ou na troca de móveis.

Sustentabilidade em ação: como implantar a coleta seletiva e outras medidas nas empresas?

Em busca de tornarem mais sustentáveis e engajadas socialmente, muitas marcas buscam implantar medidas como a coleta seletiva ou o reaproveitamento de resíduos. Mas antes de começar é importante entender como funciona a coleta seletiva.

Coleta seletiva em prática: como funciona?

Um projeto de coleta seletiva de sucesso demanda planejamento para que cada etapa seja verificada, além das parcerias essenciais com fornecedores para reaproveitamento dos resíduos. Outro ponto importante é a condução periódica de uma educação ambiental na empresa, assim, será possível contar com uma equipe verdadeiramente engajada com a causa.

Hoje, as formas mais comuns de coletas seletivas no Brasil são: a coleta porta a porta e a por Pontos de Entrega Voluntária (PEV’s) - a primeira pode ser realizada tanto pelo servidor público de limpeza quanto pelo prestador de serviço. Já os pontos de entrega voluntária consistem em locais estrategicamente situados perto de conjuntos de residências ou instituições para a entrega dos resíduos segregados com a coleta posterior feita pelo poder público. Há ainda a coleta por cooperativas ou associações de catadores de materiais recicláveis.

Implantando ações sustentáveis nas empresas

Seja a coleta seletiva, reaproveitamento de resíduos ou da água da chuva, o futuro de toda humanidade exige atitudes responsáveis para manutenção do meio ambiente. Com planejamento adequado de todo processo é possível implementar ações sustentáveis nas empresas e, dessa forma, dar o exemplo para seus colaboradores e consumidores. O meio-ambiente agradece!


85% dos consumidores brasileiros dizem se sentir melhor quando consomem marcas sustentáveis


Assisense pede ajuda para encontrar cavalo que fugiu

Animal desapareceu nas proximidades do Jardim Santa Amélia, em Assis

Os tutores de um cavalo estão em busca do paradeiro do animal, após ele fugir em Assis.

Segundo Lucas Almeida, ele deu o cavalo para seu irmão menor e a criança está muito triste, já que o animal fazia parte da família.

O animal estava em um pasto no Jardim Santa Amélia, nas proximidades do antigo colégio Diocesano. Ele atende pelo nome de Juvenal, tem a pelagem marrom escura e uma mancha branca entre a boca e a testa.

Caso alguém tenha informações do cavalo, pode entrar em contato com a família pelo telefone (18) 99690-3588.


Cavalo atende pelo nome de Juvenal e tem uma mancha branca que pode ajudar na identificação


Tutores buscam por gato desaparecido nas proximidades do Parque Buracão em Assis

O gato tem aproximadamente seis meses e não costuma sair de casa

Um gato está desaparecido nas proximidades do Parque Buracão em Assis, e seus tutores estão a sua procura.

O gato que não costuma sair de casa tem pelagem inteira cinza, olhos verdes, é macho, não castrado e tem aproximadamente 6 meses.

Quem tiver informações que ajudem a encontra-lo pode entrar em contato pelo número (18) 98140-6071.


O gato tem pelagem inteira cinza e olhos verdes


Animais enxergam as cores de maneira diferente do ser humano

Para que um animal possa perceber as inúmeras cores, precisa ter pelo menos duas classes diferentes de células sensíveis à cor em seu olho

A retina das pessoas capta três tipos de cores: o azul, vermelho e verde, o que permite enxergar uma variedade enorme de cores. Existem dois tipos de células sensíveis à luz no olho: os cones e os bastonetes. Os humanos possuem até seis milhões de cones na retina. Enquanto os bastonetes respondem à intensidade luminosa (níveis baixos ou altos de luz), os cones leem as frequências da luz, permitindo que as cores sejam identificadas, informa Vininha F. Carvalho, editora da Revista Ecotour News.

Assim, os bastonetes permitem ver de noite ou com pouca luz e os cones possibilitam perceber distintas cores. Tanto nos bastonetes como nos cones, existem moléculas de um tamanho relativamente grande que absorvem os fótons que chegam a elas e que são as que produzem finalmente impulsos elétricos no nervo óptico.

O cérebro dos animais interpreta a combinação das frequências de uma forma diferente. Para que um animal possa perceber as inúmeras cores, precisa ter pelo menos duas classes diferentes de células sensíveis à cor em seu olho, os cones, e uma capacidade cerebral que possa entender as mensagens que recebe destas células.

Os gatos reagem apenas às cores violeta, azul, verde e amarelo. Como resultado dessa condição, a visão deles é embaçada e eles não conseguem ver os detalhes de objetos. Apesar de não terem uma visão capaz de distinguir muitas cores, eles são capazes de detectar qualquer movimento. Isto também é reflexo do campo de visão dos gatos, que é de 200°. O do ser humano é de 180°. Tal característica permite que o animal tenha uma visão panorâmica mais ampla.

"O gato enxerga no escuro cerca de seis a oito vezes melhor do que os humanos, e isso se deve a presença de diversos bastonetes na visão, que é um componente da retina responsável pela recepção de luz no escuro", salienta Vininha F. Carvalho.

O cão pode ver em cor, mas não tantas cores como os humanos, já que possui só dois tipos distintos de cones. Ele consegue distinguir o azul do amarelo, do vermelho ou do verde, mas não diferencia o vermelho do verde. Os caninos veem na escuridão de quatro a cinco vezes melhor do que o ser humano.

A pomba possui até cinco tipos diferentes de cones, logo percebe mais cores do que um ser humano. A borboleta possui quatro tipos diferentes de cones. Um tipo de camarão tem pelo menos doze classes de células sensíveis à cor e provavelmente seja o animal que mais cores percebam.

Há casos de animais que não possuem cones e só disponha de bastonetes em seu olho. Eles não poderão perceber cor alguma, apenas mudanças de intensidade de luz. Seu mundo é um mundo de sombras, no qual as sombras menos escuras correspondem a mais luz e as menos escuras, a menos luz. Este é o caso, por exemplo, das salamandras.

Também não verá a cor um animal que, além de bastonetes, só possua um tipo de cone (são necessários dois, no mínimo, para distinguir cores). Assim, seu mundo não será em escala de cinzas como, no caso da salamandra, mas na escala da única cor que percebam seus cones. Isso é que acontece com o polvo.

Ainda há o caso de animais que possuem células sensíveis a frequências que ficam em faixa do espectro eletromagnético não visível para os olhos humanos. É o caso das abelhas, que veem a luz ultravioleta (UV), uma frequência que é invisível para os humanos. "As abelhas usam esta visão em UV para ver os padrões das pétalas florais, os quais lhe indicam onde se encontra o néctar", conclui Vininha F. Carvalho.


Gatos enxergam no escuro cerca de seis a oito vezes melhor do que os humanos


Tutora busca por cachorra desaparecida em Assis

Ela atende pelo nome de Mel e fugiu nas proximidades da Avenida David Passarinho

Uma cachorra que atende pelo nome de Mel está desaparecida desde o dia 28 de maio, em Assis.

Segundo sua tutora, ela fugiu nas proximidades da Avenida Vereador David Passarinho.

Mel tem cerca de 7 anos, é da raça Pinscher e tem a pelagem marrom. A família tem uma criança de três anos que está sofrendo pela perda da cachorrinha.

Caso alguém tenha informações, pode entrar em contato com a tutora pelo telefone (18) 99669-6474.


Cachorra atende pelo nome de Mel e é da raça Pinscher


Tutores buscam por gata desaparecida na Vila Santa Cecília em Assis

A gata atende pelo nome de Minerva e está desaparecida desde terça-feira, 28

A família de Pedro Oliveira procura pela gata Minerva, que desapareceu na Vila Santa Cecília, em Assis, nesta terça-feira, 28 de maio.

Minerva é muito dócil e usa uma coleira vermelha.

Quem tiver informações que possam ajudar na localização da gata, pode entrar em contato pelos número (18) 99774-3950 e (18) 99745-4198.



Minerva é muito dócil e usa uma coleira vermelha


Cachorra é resgatada em Assis e moradora busca por seus tutores

A cachorra aparenta estar perdida e está bastante assustada, apesar de mansa

Uma moradora de Assis está buscando os tutores de uma cachorra resgatada na Rua João Pessoa nesta quarta-feira, 30.

A cachorra aparenta estar perdida e está bastante assustada, apesar de mansa. A cachorrinha também estava com uma coleira, que pode ajudar na sua identificação.

A responsável pelo resgate pede ajuda da comunidade para localizar os donos do animal ou um abrigo temporário, já que ela tem outros cães que não se adaptaram.

Caso alguém tenha informações sobre os tutores da cachorra ou possa abrigá-la, pode entrar em contato pelo telefone (18) 99683-9707.

Veja as fotos:







Moradora procura por cachorro que vivia próximo ao Camelódromo de Assis

Chico é cuidado por comerciantes da região há cerca de três anos

Alda Martinho é moradora do Centro de Assis e procura pelo cachorro Chico, também conhecido como Pequeno pelos comerciantes da região do Camelódromo de Assis.

Ela conta que o cachorro vive no local há cerca de três anos e algumas pessoas já tentaram adotá-lo, mas ele sempre retorna ao local, onde é muito querido e cuidado pelos comerciantes.

"Ele é muito dócil e querido por todos. Eu vou diariamente cuidar dele, mas não sabemos o que aconteceu com ele, pois há dias ele não é visto. Ficamos preocupados e por isso pedimos para que, quem tiver informações sobre o Chico, entre em contato comigo pelo número (18) 99745-5910”, finaliza.


Chico é muito dócil e cuidado por comerciantes da região


O que é e como fazer Marketing Cross Channel

Utilizar esse método é planejar as suas campanhas tendo em mente todas as formas e canais de contato que a sua empresa tem disponível para o cliente

Na hora de elaborar uma campanha de Marketing Digital muitos pensam em utilizar isoladamente as redes sociais e criar um blog ou site. No entanto, a variedade de canais online – e até offline – é tanta, que manter o foco apenas em um é um erro.

Por conta disso é que o Marketing Cross Channel surge como uma maneira inteligente e planejada para você utilizar mais de um canal disponível, afinal, em uma época em que Youtube, Facebook, e-mail e blogs são importantes, por que não fazê-los andar de mãos dadas?

O Cross Channel, em bom português, significa "cruzar canais”. Utilizar esse método é planejar as suas campanhas tendo em mente todas as formas e canais de contato que a sua empresa tem disponível para o cliente, seja ele via website, e-mails, vídeos, enfim, todas alternativas de mídia.

Sendo assim, um exemplo de cross channel é fazer uma campanha de divulgação de um pet shop na Rede Display do Google apontando para o landing page onde o usuário pode concorrer a uma promoção na loja física.

Outro exemplo seria convidar o usuário a seguir o pet shop no Facebook e, em seguida, com os seus dados, elaborar uma campanha publicitária no Instagram para lhe mostrar um produto anti-pulgas. Por fim, o usuário clica no anúncio e assim efetua uma compra.

Tudo isso pode ser considerado como uma campanha de Marketing Cross Channel, pois há o "cruzamento” de vários canais em prol de uma única ação.

Como fazer uma campanha Cross Channel

Vale lembrar que para o Marketing Cross Channel ter o êxito que você espera, todos os canais utilizados devem estar preparados. Pense, por exemplo, se o blog não contar com uma boa hospedagem de site. É provável que ele fique lento diante de tantos acessos.

Uma maneira para contornar isso é utilizar uma hospedagem cloud que disponibiliza vários recursos importantes para o seu projeto web e escalabilidade para você ter crescimento sustentável.

Além disso, não dá para pensar em Marketing Cross Channel sem conhecer o perfil do seu público. Não importa se o seu negócio é um e-commerce, blog pessoal ou um salão de beleza. Conhecer bem o seu cliente é o passo inicial para saber quais canais você vai utilizar.

Afinal, "cruzar canais” não significa fazer bagunça. Cada mídia utilizada possui o seu propósito e saber como e quando utilizá-la é o que separa uma campanha bem feita de uma cheia de equívocos.

A necessidade da sua empresa é o que vai nortear o planejamento da sua campanha. Talvez a necessidade seja a conversão de leads, ou quem sabe a divulgação de uma promoção, ou talvez seja fortalecer a imagem da marca.

Vamos para um exemplo prático: você tem uma loja online voltada para o público geek, certo? O seu objetivo é divulgar o lançamento de um novo action figure.

Com o objetivo em mente e conhecendo bem os interesses e perfis do seu público de clientes, você vai ter condições para escolher quais canais serão utilizados nessa sua campanha.

As características dos canais existentes

Talvez seja comum as pessoas pensarem que multicanal e cross channel são sinônimos. Ledo engano, ainda que os dois envolvam a utilização de vários canais, o cross channel envolve o cruzamento dos canais, já o multicanal não.

Além disso, é importante conhecer as características básicas dos diversos canais existentes. Veja alguns dos mais utilizados e conhecidos.

E-mail Marketing

Se o seu objetivo é efetuar a conversão de leads, o e-mail marketing veio para salvar o seu dia. O e-mail marketing é personalizável, fala diretamente e individualmente com o seu cliente em potencial.

Porém, para ele ser eficiente, conte com uma ajudinha de algumas ferramentas feitas especialmente para o disparo das mensagens. O E-goi e o Mailchimp são algumas delas.

Redes Sociais

Não dá para deixar de lado o Facebook, Twitter, o Instagram e a sua turma. Hoje em dia mais de 90% da população fazem parte de uma ou até mais redes sociais.

Além disso, mais da metade dos usuários seguem marcas nas redes sociais, por isso uma campanha de Marketing Cross Chanel não pode dispensar esses canais.

Vídeos no Youtube

A tecnologia streaming e os dispositivos móveis possibilitam que boa parte do conteúdo na web seja acessado via smartphones e iPhones. Os vídeos captam com mais facilidade a atenção do consumidor e são versáteis para divulgar qualquer tipo de conteúdo.

Falando em estratégias cross channel, as plataformas de vídeos são ferramentas essenciais para complementar as estratégias e impulsionar a suas ações.

Blog

Em se tratando de espaço para gerar conteúdo, os blogs continuam firmes e fortes. Eles conseguem agregar o melhor de todas as mídias, tais como vídeos, textos, podcasts e fotos.

Lembre-se que para gerar conteúdo relevante e de qualidade para o seu público, é importante utilizar alguma ferramenta apta para avaliar as palavras-chaves das suas postagens. Uma delas é o Google Keyword Planner.

Conclusão

O Marketing Cross Channel é o reflexo do atual modelo de empreendedorismo, onde a tecnologia e as ferramentas web se mostram peças fundamentais para fisgar a atenção e o interesse do público.

Portanto, abrace as técnicas do Marketing Cross Channel no seu negócio, pois se um canal já é eficiente, a união deles é a jogada certa.

Bem-Estar

"Golpe do Motoboy": fraude atinge aposentados e correntistas de bancos

Orientação é para sempre que o consumidor tiver que inutilizar o cartão, corte ao meio, inutilizando a tarja magnética

É crescente o número de correntistas de instituições financeiras, principalmente aposentados e idosos, que têm sido vítimas da fraude popularmente conhecida como o "Golpe do Motoboy”. Nesse golpe, "falsos” funcionários do banco entram em contato com o correntista e informam que o sistema detectou uma suposta compra com características fraudulentas em sua conta bancária e questionam a sua veracidade. Por se tratar de uma "falsa” compra, o cliente informa que não a realizou, assim o suposto funcionário do banco explica que houve uma fraude no cartão e sugere o seu cancelamento através do telefone da central de atendimento localizado atrás do cartão.

Os estelionatários mencionam na ligação os dados pessoais da vítima como nome, CPF e instituição financeira. Após esse primeiro passo, o golpista, se passando por funcionário do banco, orienta o aposentado a realizar uma ligação posterior na qual confirmará alguns dados e questionará de fato as compras realizadas indevidamente em seu cartão. Então, neste intervalo de tempo, do término de uma ligação para a discagem de uma nova, estes criminosos "prendem" a linha de seu telefone, de forma que a ligação posterior, que o correntista acredita ser direcionada ao banco, fica novamente sob o controle dos golpistas. É também neste momento que é solicitado que a vítima digite a senha de seu cartão. Desta forma, todos os dados ficam expostos permitindo que os golpistas façam transações comerciais em seu nome.

E os próprios golpistas realizam um "falso” cancelamento do cartão e "por motivos de segurança” solicitam ao cliente que envie o cartão à agencia bancária, mantendo o chip, junto com uma carta escrita a próprio punho acerca do ocorrido, para que seja realizada uma sindicância, disponibilizando um motoboy para a retirada. Ocorre que, o cancelamento de fato não ocorreu e o motoboy que retira o cartão na residência do correntista é o próprio golpista, que na sequencia realiza diversas compras, empréstimos e saques na conta bancária.

Ao descobrir que caiu no "Golpe do Motoboy”, o correntista solicita ao banco o bloqueio de fato do cartão, bem como o cancelamento das compras realizadas pelos golpistas. Contudo, na maioria dos casos, a instituição bancária rejeita a solicitação e o consumidor tem que arcar com o prejuízo.

Dessa forma, muitos correntistas estão recorrendo à Justiça para pleitearem o cancelamento das compras e empréstimos realizados pelo golpista, bem como a devolução de valores sacados ou pagos. É possível também solicitar, liminarmente, a suspensão das cobranças até o término da ação, não correndo durante esse período, caso seja deferida a liminar, juros sobre o débito.

Na maioria dos casos, a liminar é deferida, sendo confirmada ao final do processo, condenando o banco a cancelar o valor cobrado e a devolver os valores pagos ou debitados da conta do correntista. Ainda existe a possibilidade de condenação em danos morais, tendo em vista todo transtorno passado pelo correntista, o abalo psicológico sofrido, além de ter todos os seus dados pessoais e bancários expostos a terceiros que o utilizam de má-fé.

Não obstante tudo isso, a orientação é para sempre que o consumidor tiver que inutilizar o cartão, corte ao meio, inutilizando a tarja magnética e também, quando possuir, corte ao meio o chip, adotando tal procedimento as chances de qualquer fraude diminuem consideravelmente. E também é recomendável nunca entregar seu cartão para qualquer funcionário. E caso tenha sido vítima do golpe, registrar de imediato um Boletim do Ocorrência (BO) na delegacia mais próxima. O "Golpe do Motoboy" é o mais utilizado por quadrilhas especializadas em aplicar golpes em pessoas da terceira idade.

*Isabela Perrella é advogada do escritório Aith, Badari e Luchin Advogados

Tutora busca por cachorra que fugiu no bairro Nova Assis

Fêmea atende pelo nome de Zara e fugiu neste domingo, 19

Uma cachorra que atende pelo nome de Zara fugiu neste domingo, 19, no bairro Nova Assis.

Segundo sua tutora, a fêmea é da raça bulldog francês e tem cerca de seis meses de idade. Zara é de pequeno porte, tem a pelagem preta e precisa tomar medicamentos diariamente.

A tutora não sabe se a cachorra conseguiu fugir ou foi levada, mas ela percebeu sua falta por volta das 19h30. Ela tem um filho pequeno que está chorando muito pela falta de Zara.

Caso alguém tenha informações sobre seu paradeiro, pode entrar em contato com a tutora pelo telefone (18) 99682-1546 (Julia).


Fêmea atende pelo nome de Zara e é da raça bulldog francês


Família tem uma criança que chora muito pela falta da cachorra


Cães e gatos também passam pela adolescência, explica especialista

Preguiça, desobediência e desejo de liberdade são algumas das características desse período

Acredite: animais também têm adolescência e passam por essa fase difícil com rebeldia. Preguiça, desobediência e desejo de liberdade são algumas das características desse período após a infância para as crianças, mas cães e gatos também apresentam os mesmos sintomas.

O médico veterinário Cleiton Rupolo, especialista da Nutrire – indústria de alimentos de alta performance para pets, explica o que ocorre nessa fase e de que forma os tutores devem agir para garantir bem-estar ao animal.

Cães

Tal e qual acontece com as crianças, os cães também saem da infância para aquela mais conhecida como "fase da rebeldia". Além das mudanças físicas, alterações comportamentais acontecem e saber como lidar nesse período é muito importante.

"A adolescência de um cão surge no começo dos seis meses de idade e vai até os 18 meses, no máximo. A produção maior de hormônios acarreta nas mudanças de interesses e podem complicar a relação dos pets com seus tutores”, explica. Mas, afeto e determinação vão auxiliar a passar etapa de forma tranquila e feliz com seu pet.

Nessa fase, o treinamento do cachorro requer mais paciência, consistência e persistência. "É bom que todos utilizem as mesmas palavras de comando e compreendam que tudo o que o animal aprender agora, vai levar para a fase adulta”, acrescenta. Quando o cão já é adestrado, pode acontecer dele não obedecer como antes, por isso, a paciência é o segredo da comunicação eficiente. "A fase da adolescência não é fácil para o animal e a rebeldia vai passar com o tempo”, diz.

Além disso, o cachorro pode ficar mais corajoso e instigado a novas descobertas. O ideal é não abrir mão da coleira na hora do passeio, por exemplo, principalmente porque eles desejarão explorar novos lugares e há perigos iminentes se o pet sair correndo pela rua. "O animal adolescente pode desejar a presença de outros companheiros, mas as brincadeiras não devem passar do limite. Muitas fêmeas, por exemplo, não aceitarão a companhia de outras fêmeas - o que pode gerar confrontos”, alerta Dr. Rupolo.

Os machos costumam se interessar pelas fêmeas nesse período e também tendenciam a marcar o território, o que também pode gerar brigas com outros machos. Todo cuidado é pouco. "Não se esqueça de deixar sempre claro quem é o líder, mas evite punições, gritos e xingamentos - isso só afasta seu cãozinho de você. Afeto é sempre a melhor forma lidar com a rebeldia do seu pet”, avalia.

Gatos

Aprender e brincar são os lemas de um gato adolescente. Além de mais carinhoso, o pet nessa fase da vida é cheio de energia e precisa se divertir bastante para gastar tudo isso. Ao mesmo tempo, os felinos também costumam dormir mais do que quando eram filhotes. "Portanto, não estranhe se o animal descansar por 15 ou 16 horas no dia”, diz o especialista.

Dr. Rupolo também alerta para os incômodos de móveis estragados. "Se você não deseja ter sofás e poltronas arranhadas, o ideal é investir em um arranhador, pois o gatinho adolescente é extremamente curioso e qualquer ambiente pode ter coisas interessantes e atrativas para afiar as unhas”, sugere.

Apesar das brincadeiras ainda serem a grande atração do gato adolescente, outra questão importante é a demarcação do território - feito tanto por machos como pelas fêmeas. "O xixi fora da caixa de areia é a forma mais comum do animal demonstrar que aquele ambiente é dele e de mais ninguém”, diz.

A castração é a forma mais segura de evitar esse comportamento - além de ser importantíssimo para a saúde do felino. Uma gata no cio pode incomodar os vizinhos e é muito desconfortável para o bichano. Por isso, é sempre indicado pedir orientação sobre o procedimento com um veterinário de confiança. "Tendo em vista que a superpopulação de animais domésticos é um caso de saúde pública, a castração auxilia a evitar o abandono de filhotes, impede as ninhadas não desejadas e prolifera a cultura da posse responsável”, diz.

"Independente de o seu companheiro ser filhote, adolescente, adulto ou idoso, seja paciente e afetuoso com ele. Há muitos mitos em torno dos gatos, um deles é de que não são tão apegados às pessoas”, completa o especialista. Porém, esses animais também sentem-se acolhidos, cuidados e seguros quando estão com seus tutores. Um gatinho adolescente só precisa de atenção e interação para que cresça saudável e se torne um adulto feliz.


Além das mudanças físicas, alterações comportamentais acontecem e saber como lidar nesse período é muito importante


Tutora busca por gata desaparecida em Assis

A gata desapareceu no final da tarde desta quarta-feira, 15 de maio

Por volta das 17h30 desta quarta-feira, 15 de maio, uma gata rajada de cinza foi vista pela última vez descendo pela rua do IAM no Jardim Europa.

A tutora da gata mudou-se recentemente para a rua Dona Palmira, próximo ao IAM, e ela fugiu assim que a família se mudou.

Quem tiver informações que possam ajudar a localiza-la pode entrar em contato com Elisa (18) 98199-5988 ou Marina (18) 99657-3711.



A gata tem pelagem rajada de cinza e é muito dócil


União dos Espíritas

"Constelação familiar" é tema de palestra espírita neste sábado, 25

A entrada é gratuita

A USE-União das Sociedades Espíritas do Estado de São Paulo-Intermunicipal de Assis convida para a palestra que será realizada no próximo sábado, dia 25, às 20 horas, na sede do Instituto de Difusão Espírita, conhecido como Nosso Lar, localizado à Praça Nicolau Carpentieri, 50, Concha Acústica, Vila Xavier.

O assisense Rodrigo Bonilha fará a exposição do tema "Constelação familiar”.

Haverá também apresentação musical do Grupo de Canto Joana D'Arc.

A entrada é franca.




Doença silenciosa: especialista alerta para a doença renal nos gatos

50% dos felinos com mais de 12 anos são acometidos por alguma doença renal

50% dos felinos com mais de 12 anos são acometidos por alguma doença renal e, infelizmente, os sintomas podem aparecer quando os rins já estão com mais de 75% das funções comprometidas. Quem alerta é o médico veterinário Thiago Marçal, especialista técnico da Nutrire.

"A doença renal crônica (DRC) é um mal silencioso e progressivo, que afeta os gatos mais velhos, mas pode aparecer em qualquer idade. As complicações variam de acordo com o estágio da doença e a prevenção ainda é o melhor remédio”, explica o veterinário. Como a DRC não tem cura, o que se faz com os tratamentos disponíveis é garantir qualidade de vida aos pacientes. "Todos os animais precisam ir ao médico ao menos duas vezes ao ano, os pets acima dos oito anos necessitam de acompanhamento médico a cada quatro meses”, conta.

São essas idas ao veterinário que garantem a descoberta precoce da doença”, diz Dr. Thiago. Segundo o especialista, é preciso estar atento às reações dos felinos, como o emagrecimento repentino e a perda de apetite. O aumento do consumo de água é um dos sintomas mais comuns em gatos com problemas renais. Consequentemente, é possível verificar também o aumento do volume da urina. "Se o animal apresenta letargia, depressão e se movimenta pouco também pode ser que esteja desenvolvendo a doença”, explica.

Os vômitos aparecem em estágios mais avançados e podem definir o tipo de tratamento, que vai desde medicamentos até internação com hemodiálise. "Se o animal faz exames de sangue e de imagem regularmente, muito dificilmente chegará de surpresa ao estágio avançado da DRC, visto que os níveis da creatinina, aliados a outros fatores, normalmente apresentam elevação. Além disso, as ecografias e ressonâncias mostram perfeitamente o estado de preservação dos rins e se os mesmos apresentam algum sinal de desgaste. O conjunto desses dois elementos é a segurança de que o pet está sendo monitorado constantemente", alerta.

Além das idas frequentes ao veterinário, Dr. Thiago indica que o tutor fique de olho no consumo de água e na alimentação do seu felino. "A ingestão da água é uma das formas de retardar a doença. Vasilhas ou fontes em diferentes locais da casa podem motivar o pet a beber mais ainda quando jovem - o que faz toda diferença na fase adulta e idosa do animal. A alimentação precisa ser balanceada, com fonte de proteína de alta qualidade e níveis controlados de fósforo, magnésio e sódio”, conta.


Vasilhas ou fontes em diferentes locais da casa podem motivar o pet a beber mais ainda quando jovem


SOS Pets promove feira de adoção neste sábado, 11 de maio, em Assis

A feira terá início às 9 horas deste sábado, 11 de maio

Neste sábado, 11 de maio, a ONG SOS Pets promove mais uma feira de adoção de animais.

A feira que ocorre das 9 às 13 horas na avenida Walter Antonio Fontana, 1.461, contará com a oferta para adoção responsável de diversos animais que estão sob os cuidados de voluntários da ONG.

Durante a feira, haverá ainda o evento Dia de Pet Feliz, com Rações Special Dogs, que oferecerá amostras grátis e também um delicioso café da manhã aos presentes.

Tutora busca por cachorro que desapareceu na vila Maria Izabel em Assis

O cachorrinho Fred sumiu na sexta-feira, 3 de maio

Carmem Freitas Santana, moradora da vila Maria Izabel, procura pelo seu cachorro Fred que despareceu na sexta-feira, 3 de maio, da casa da família.

Fred ainda é filhote, tem cerca de oito meses e sua pelagem curta e clara.

Quem tiver informações que possam ajudar a localiza-lo pode entrar em contato com Carmem através do telefone (18) 99824-4856.


Fred ainda é filhote e pelagem clara


Tutores buscam por gata desaparecida próximo ao Estádio Tonicão, em Assis

Ela atende pelo nome de Camila e fugiu na noite deste sábado, 4

Na noite deste sábado, 4, uma gata que atende pelo nome de Camila fugiu na Rua Espírito Santo, próximo ao Estádio Tonicão, em Assis.

Ela não está acostumada a sair, mas acabou fugindo e os tutores pedem ajuda para conseguirem localizá-la.

A gata tem a pelagem branca e preta, uma cicatriz recente da cirurgia de castração e as patinhas da frente ainda estão com sinais de quando foram raspadas para a operação.

Caso alguém tenha informações, pode entrar diretamente com os tutores pelo telefone (18) 99745-3841. Gratifica-se.


Gata atende pelo nome de Camila


Ela fugiu nas proximidades do Estádio Tonicão neste sábado, 4


Cachorra está desaparecida na Vila Orestes, em Assis

Ela atende pelo nome de Bianca e é da raça basset

Uma cachorra está desaparecida desde este sábado, 4, nas proximidades da Vila Orestes, em Assis.

A fêmea atende pelo nome de Bianca e é da raça basset. Ela tem a pelagem preta, com detalhes marrons no focinho.

Caso alguém tenha informações, pode entrar em contato com os tutores pelos telefones (18) 99644-0067 ou (18) 99769-6199.


Basset atende pelo nome de Bianca e fugiu neste sábado, 4


Tutora busca por cachorra desaparecida no bairro Cohab IV, em Assis

Luna é de porte médio, tem a pelagem marrom clara com detalhes brancos no peito, e o focinho escuro

Uma cachorra que atende pelo nome de Luna está desaparecida desde quarta-feira, 1º, nas proximidades do bairro Cohab IV, em Assis.

A cachorra está com uma coleira vermelha com o nome dela e o telefone de contato da tutora, mas até o momento ninguém tem informações sobre seu paradeiro.

Segundo a tutora, ela foi vista descendo a Rua Domingos Gerolim, no sentido do Terminal Rodoviário, e aparentemente seguindo uma senhora.

Luna é de porte médio, tem a pelagem marrom clara com detalhes brancos no peito, e o focinho escuro.

Caso alguém veja a cachorra, pode entrar em contato com os tutores pelos telefones (18) 3324-5977 ou (18) 99681-1774.





Tutor procura por éguas que desapareceram entre Maracaí e Paraguaçu Paulista

As éguas estavam em um pasto arrendado

Duas éguas desapareceram de um pasto arrendado próximo ao Posto São Mateus, na estrada que liga Maracaí a Paraguaçu Paulista.

O proprietário dos animais acredita que elas foram roubadas, pois o local é cercado e não teria como os animais saírem de lá.

Ele pede que, se alguém souber do paradeiro das éguas, que entre em contato com Gustavo pelo número (18) 99652-8998.


As éguas estavam em um pasto arrendado e sumiram do local



Morador procura tutores para filhotes de gatos resgatados em estrada rural de Assis

Os gatinhos estavam em uma caixa na estrada rural da Água da Pinga

Rodrigo Luís Gonçalves recolheu recentemente quatro filhotes de gatos que estavam abandonados na estada do bairro rural Água da Pinga, e agora procura tutores responsáveis para os filhotes.

"Estava passando de carro quando vimos a caixa, assim que parei o carro, os quatro filhotes já vieram correndo e miando, minha esposa ficou com dó, e nós trouxemos eles para casa, mas não podemos ficar com eles, parece que são dois machos e duas fêmeas”, conta.

Quem puder adotar os gatinhos pode entrar em contato pelo número (18) 99776 -0640.



São quatro filhotes para adoção


Cavalo morre picado por cobra e mãe pede ajuda para conseguir outro animal para o filho, em Assis

Guilherme Henrique vendia latinhas para conseguir comprar a ração do seu cavalo

Lusiani Inácio, moradora do Jardim Santa Clara em Assis, pede a ajuda da comunidade para conseguir a doação de um cavalo para seu filho Guilherme Henrique, de 12 anos.

Ela conta que Guilherme ganhou um cavalo, batizado de Maverick, há cerca de dois anos, e sempre cuidou do animal da melhor forma possível.

"Ele vendia latinhas para conseguir juntar dinheiro para comprar ração, aveia e o que mais o cavalo pudesse precisar. Ele sempre cuidou dele com muito carinho, mas há cerca de 15 dias, o cavalo foi picado por uma cobra e morreu. O Guilherme ficou muito triste, fizemos até um velório para o cavalo, e agora ele me pede um outro cavalo, mas não tenho como comprar um cavalo pra ele. Por isto peço que quem puder, nos doe um cavalo”, conta.

Ela relata que, na internet, conhecidos da família estão fazendo uma campanha para comprar um novo cavalo para Guilherme.

Quem puder colaborar com Lusiani, pode entrar em contato através do telefone (18) 99706-8281.


Guilherme Henrique e seu cavalo Maverick


Bazar "Ajudar tá na moda” é realizado na escola Carolina Burali em Assis

O bazar ocorreu no sábado, dia 13

Foi realizado no sábado, 13, mais uma edição do Bazar Ajudar Tá na Moda, uma promoção da SOS PETS, com o apoio da Fitoway. O evento foi realizado nas dependências da Escola Estadual Dona Carolina Francini Burali e contou com a presença de toda a comunidade escolar.

Segundo a professora da área de Exatas da unidade, Terezinha Pires Camargo, uma das organizadoras do bazar, o evento vem sendo realizado com sucesso há algum tempo e com parcerias muito importantes.

"Queremos agradecer a cada um que ajudou de alguma forma, a equipe e gestão da escola Carolina Burali e alunos, ao pessoal que fez a divulgação, as doações recebidas, ao pessoal dos pontos de arrecadação e à Inocência Manoel pela doação dos produtos Inoar que fizeram o maior sucesso”, ressalta.

A renda foi revertida no pagamento de parte das despesas em aberto em clinicas veterinárias e parte do que foi arrecadado foi doado para projetos assistenciais de Assis.



O bazar reuniu dezenas de interessados


Família busca por cão que desapareceu no parque Universitário em Assis

O cachorro sumiu há aproximadamente 10 dias

Janaina moradora do Parque Universitário, busca por seu cachorro Dino, que desapareceu na casa da família há aproximadamente de 10 dias.

Janaina conta que a filha está muito triste desde que o cachorro sumiu, e pede que quem tiver informações sobre ele entre em contato.

O cachorro Dino é de porte médio e tem pelagem clara.

O telefone para contato é (18) 99607-9357.



Dino tem porte médio e pelagem clara


Família busca por gato de estimação que desapareceu

O gato está desaparecido desde o dia 29 de março

A família de Adriana Teixeira, busca pelo gato Sassa, que desapareceu da casa onde moram na vila Prudenciana em Assis, no dia 29 de março.

Adriana conta que o gato pertence a sua mãe, e que ela está muito preocupada com o sumiço do animal.

O gato Sassa é inteiro preto, tem olhos amarelos e uma manchinha branca embaixo da pata dianteira direita, ele estava bem gordo e é castrado.

A família oferece recompensa para quem encontrar o gato, e pede que quem tiver informações entre em contato com Helena pelos números 33242841 e 99644-7119, Carla, 996351054, Adriana, 997844538, ou Marcos, 997781977.


Gato Sassa é inteiro preto e tem uma mancha branca embaixo da pata direita


Tutor busca lar para gatinha abandonada no Terminal Rodoviário de Assis

A gatinha foi resgatada de um banheiro no Terminal Rodoviário de Assis

O morador de Assis, Jean Galvão, está a procura de um lar para uma gatinha que está sob seus cuidados.

Ele conta que a resgatou de um banheiro, no Terminal Rodoviário de Assis, e que ela está com aproximadamente dois meses, sendo muito dócil e limpa, só come ração.

Quem tiver interesse de adota-la de forma responsável pode entrar em contato com Jean pelo telefone (18) 99752-7869.



A gatinha tem aproximadamente dois meses


Tutor busca por cachorro desparecido em Assis

Spyke sumiu da casa em que mora na vila Mercedes

Sandro Henrique Dias Alves, morador da vila Mercedes em Assis, busca pelo cachorro Spyke que desapareceu da casa da família no sábado, dia 20.

Segundo Sandro, Spyke é muito manso e carinhoso, e por isto acredita que alguém o tenha levado.

Spyke, tem pelagem clara, uma orelhinha em pé outra abaixada é super dócil e não costuma sair desacompanhado.

Quem tiver informações pode entrar em contato através do número (18) 99787-6969.


Spyke tem pelagem clara e é super dócil


Tutora busca por cachorra desaparecida no Jardim Paraná em Assis

Mel desapareceu na sexta-feira, 19

Ariane Ribeiro Gomes Leite , tutora da cachorrinha Mel, conta que ela desapareceu na sexta-feira, dia 19 de abril, da casa em moram no Jardim Paraná.

"Ela é muito dócil, e tem cinco anos, é muito amada por nós e estamos muito preocupados, quem tiver informações da Mel por favor entre em contato conosco”, considera.

Os telefones de contato são (18)99806-1644 com Ariane ou (18)99723-2541 com Igor.


Mel tem 5 anos e é muito dócil


Voluntárias organizam bazar prol de animais de rua neste sábado, 20

O bazar começa às 9 horas na rua Cruz e Souza, 145

Um grupo de voluntárias realizada neste sábado, 20 de abril, um bazar com a oferta de peças de roupas, calçados, acessórios e utensílios domésticos, em prol de animais abandonados.

De acordo com a voluntária Elaine Souza Freira, o bazar terá início às 9 horas, na rua Cruz e Souza, 145 na vila Xavier, e as peças serão a partir de R$ 1.

"O valor arrecadado será utilizado no tratamento de duas cachorras que cuidamos, elas estão em tratamento contra o câncer”, explica.

Elaine lembra que o grupo de voluntárias cuida de mais de 100 animais de rua, oferecendo diariamente alimentos a eles, e pedem que quem puder colaborar com doações de ração tanto para gato quanto para cães podem levar os alimentos até o bazar.

Moradora de Frutal do Campo doa filhotes de cachorro

Os filhotes serão de porte médio

A moradora de Frutal do Campo, Marlene Batista da Silva Santos, está doando seis filhotes de cachorro de porte médio, sendo dois machos e quatro fêmeas.

Ela conta que a sua cachorra teve sete filhotes, que já estão com dois meses e comendo sozinhos.

"Um dos filhotes já foi doado e agora restam quatro fêmeas e dois machos. Eles são lindos e amorosos, mas não tenho como ficar com os filhotes pois não tenho espaço suficiente. Meu marido é cadeirante e também precisa de cuidados constantes”, explica.

Quem tiver interesse em adotar um dos filhotes, pode entrar em contato pelo telefone (18) 99665-9859.


São dois machos e quatro fêmeas aguardando para serem adotados



Mulher pede ajuda para castrar gatas em Cândido Mota

Márcia conseguiu castrar a mãe das gatinhas

A moradora de Cândido Mota, Márcia Durcelia Honorato, pede ajuda para castrar duas gatinhas, que atualmente tem três meses.

Ela conta que está desempregada e não tem condições de castrar as gatinhas, mas que durante quatro meses juntou dinheiro e conseguiu castrar a mãe das gatinhas.

"Eu não tenho condições de castrar as gatinhas, e não gostaria de doa-las pois cuido delas desde que nasceram, por isto peço ajuda da comunidade”, conta.

Quem puder ajuda-la, pode entrar em contato pelo telefone (18) 99821-1019, ou pessoalmente na rua Mariana Alves Borges, 242, bairro Alvorada.


As gatinhas tem três meses


SOS Pets realiza bazar neste sábado, em Assis

Evento acontece na escola Carolina Burali

Neste sábado, 13 de abril, será realizado mais um bazar da entidade SOS Pets, em Assis. Desta vez, o evento acontecerá na Escola Carolina Burali, das 9h às 17h.

Serão vendidas diversas peças de roupas, acessórios e produtos de beleza, em parceria com o Programa Escola da Família.

A renda será destinada para o pagamento de algumas contas de castração de animais carentes.

A escola Carolina Burali fica localizada na Rua Santa Cruz, 958, no Centro. Para mais informações, acesse a página da SOS Pets.


Cartaz de divulgação do evento


Bem-Estar

Meu filho é viciado em tecnologia? Conheça os principais sinais

Pesquisa mostra que 50% dos pais acham que os filhos usam o smartphone mais do que deveriam

Os smartphones já estão no dia a dia das crianças. De acordo com pesquisa do Panorama Mobile Time/Opinion Box, 85% das crianças brasileiras - de 0 a 12 anos - têm acesso a dispositivos móveis, sejam em celulares e tablets próprios ou emprestados dos responsáveis. Em contrapartida, 50% dos pais acham que seus filhos usam os aparelhos mais do que deveriam.

Além do diálogo, o controle parental pode ser uma alternativa para monitorar a garotada na web. O AppGuardian - app de controle parental que conecta pais e filhos - pode ser um aliado, pois permite que os pais organizem o tempo dos filhos online - seja em celulares ou tablets. Indicado para crianças de 7 a 14 anos, a tecnologia ajuda a administrar o tempo nas redes sociais, verificar a localização das crianças em tempo real, bloquear o acesso aos aplicativos instalados, organizar a rotina de uso dos aparelhos por dia e hora e até travar todas as funcionalidades dos dispositivos móveis.

Como saber se meu filho é viciado em tecnologia

De acordo com um estudo publicado no periódico científico Cyberpsychology, Behavior and Social Networking, que avaliou 89 mil pessoas em 31 países, a dependência da internet afeta cerca de 6% da população mundial. A condição apresenta alguns sintomas. A especialista Luiza Mendonça, psicoterapeuta e criadora do app de controle parental listou 3 sinais para os pais ficarem de olho, veja:

Abstinência

Se a criança fica estressada, agitada, ansiosa ou mesmo zangada quando longe dos eletrônicos ou sem conexão com a internet, este pode ser um sintoma de dependência. Principalmente se ela se acalmar imediatamente com o acesso.

Falta de interesse pela vida off-line

Se o seu filho parar de demonstrar interesse em atividades offline, como brincar, correr e passear é preciso prestar atenção. Essa falta de interesse pode inclusive prejudicá-lo na escola.

Alteração de humor e brigas

Crianças nesta situação não costumam lidar bem com a simples menção ao consumo excessivo e a limites. Tendem a acusar os pais e outros de implicância e a não respeitarem os limites. Se isto estiver acontecendo, o sinal vermelho foi aceso.


Além do diálogo, o controle parental pode ser uma alternativa para monitorar a garotada na web


Tutores buscam por cavalo desaparecido em Assis

Animal não é visto desde domingo, 31

Os tutores de um cavalo estão em busca do animal, após ele ter fugido neste domingo, 31, em Assis.

A família mora próximo ao Frigorífico Santa Amélia e o animal fica em um local de pastagem, mas durante o final de semana acabou escapando e não foi mais encontrado.

O cavalo tem a estatura pequena, a pelagem marrom e é muito dócil.

Caso alguém tenha informações sobre seu paradeiro, pode entrar em contato pelo telefone (18) 99752-6755 (Luis).


Cavalo escapou nas imediações do Frigorífico Santa Amélia, em Assis


Família busca por gata que sumiu em Tarumã

A família parou para abastecer o carro

A gata Pipoca desapareceu neste final de semana, durante uma viagem da família, quando pararam para abastecer o carro na cidade de Tarumã.

Daniel Fernando Berto, explica que Pipoca foi adotada por sua avó ainda filhote e é muito doce, castrada e tem o rabinho torto.

"Minha avó estava indo viajar, e a Pipoca foi junto dentro da caixa de transportes, antes de viajar pararam para abastecer o carro, em um posto da cidade, e quando chegaram em Paraguaçu Paulista viram que ela não estava mais no carro; ela saiu durante a parada para abastecer; minha avó está preocupada com o sumiço da Pipoca, e pedimos que se alguém tiver informações sobre ela nos avise”, considera Daniel.

Quem tiver informações pode entrar em contato com Daniel pelo número (18) 98814-8367 ou com Sandra pelo telefone (18) 99742-5546


A gata Pipoca tem o rabo torto e é castrada


Movimento Salva Patas de Cândido Mota promove Noite Festiva nesta sexta-feira, 5

Os voluntários querem arrecadar recursos para a castração de animais de rua

Nesta sexta-feira, 5, o Movimento Salva Patas de Cândido Mota promove uma Noite Festiva na cidade. O objetivo do evento é arrecadar recursos para a castração de animais e pagamentos de dívidas já existentes.

A voluntária Mallu Parra explica que o grupo não possui um abrigo, porém promove a castração de animais de rua e busca pessoas que queiram adotá-los de forma responsável.

"A castração é um método seguro realizado pelo veterinário de sua confiança e, além de evitar a superpopulação dos animais de rua, comum em nosso país, onde há mais de 30 milhões nas ruas, segundo dados da OMS, traz benefícios para os bichinhos. O procedimento também aumenta a longevidade, reduz a agressividade, reduz demarcação, reduz risco de câncer e reduz fugas”, conta.

A Noite Festiva será realizada no Salão do Clube da Terceira Idade de Cândido Mota, a partir das 19h30.

As cartelas serão vendidas no local e com antecedência podem ser adquiridas a R$ 10, em Assis na Anjo Ki Late e em Cândido Mota na Agromotta.


Noite Festiva será em prol da castração de animais de rua assistidos pelo Movimento Salva Patas


Tutora pede ajuda para cirurgia de sua gata em Assis

A gata Belinha foi atropelada na terça-feira, 26, e fraturou a pata traseira esquerda

Yasmin Alves, tutora da gata Belinha, pede ajuda para os gastos com a cirurgia na pata traseira esquerda de sua gata, fraturada na terça-feira, 26, quando ela foi atropelada, na Rua Santa Cecília, Vila Boa Vista, em Assis.

Yasmin conta que foram feitos exames e que será necessária cirurgia para que a gata se recupere.

"Ela está sofrendo muito com dores. A cirurgia, internação e medicamentos ficarão em torno de R$1,6 mil e eu não tenho condições de pagar tudo. Por isto peço colaboração de quem puder ajudar”, explica.

Quem puder colaborar pode entrar em contato com Yasmin pelo telefone (18) 99767-5847.


Belinha precisará operar a pata traseira esquerda


Exame de raio x que mostra a fratura na pata da gata


Coisa de Bicho realiza feira de adoção neste sábado, 30, em Assis

Ação ocorre das 10h às 16h no estacionamento do Supermercado Amigão

Neste sábado, 30, a entidade Coisa de Bicho realiza mais uma feira de adoção em Assis. A ação é uma parceria com o Supermercado Amigão, as Rações Max e Nero Total Alimentos.

Estarão disponíveis para adoção responsável cerca de 20 cães e gatos, que buscam ganhar um lar com muito amor e carinho.

Caso você não possa adotar, a entidade convida para conhecer o trabalho realizado pelos voluntários de perto.

A ação ocorre das 10h às 16h e haverá tenda, personagens CatLicious e DogLicious e várias amostras de produtos, além de brindes para os adotantes.

A feira ocorre no estacionamento do Supermercado Amigão, cujo endereço é Avenida Valter Fontana, 1300, na Vila Cláudia. Para mais informações, acesse a página da Coisa de Bicho.



Tutora pede ajuda para encontrar gato desaparecido em Assis

O animal atende pelo nome de Max e fugiu nas proximidades da Rua Amador Bueno

Uma tutora pede ajuda para encontrar seu gato desaparecido, em Assis. Segundo ela, o animal atende pelo nome de Max e fugiu nas proximidades da Rua Amador Bueno.

O gato tem a pelagem preta, o rabo bastante peludo e é manso.

Caso alguém tenha informações sobre seu paradeiro, pode entrar em contato pelo telefone (18) 99759-8444 (falar com Cristina).


Max está desaparecido nas proximidades da Rua Amador Bueno


Max tem a pelagem preta e o rabo bastante peludo