Buscar no site

A comunicação da criança se inicia desde do nascimento com o choro

  • 07/08/23
  • 15:00
  • Atualizado há 49 semanas

Camila Koszka (*)

Uma grande dúvida dos pais e até mesmo de alguns profissionais é reconhecer as etapas de comunicação da criança.

Identificar e mapear as formas de comunicação da criança te ajuda a entender como estimular corretamente o que a criança precisa para desenvolver a fala.

Ao longo dos meses há uma evolução da forma de comunicação.

A criança passa a retribuir sorrisos, faz contato visual e gestos para interagir e participar de uma conversa com linguagem não verbal.

Com 12 meses a criança já tem possibilidade de falar as primeiras palavras, como: mama, papa, dá, mais e ainda faz gestos para complementar a comunicação.

Com 18 meses a criança tem possibilidade de falar mais de 20 palavras de forma aproximada e está em constante transição do uso de gesto para a fala. Nessa idade o choro diminui e a criança tem muita motivação para tentar se comunicar e se fazer ser entendido.

Com 24 meses inicia as primeiras frases simples e tem um grande aumento de vocabulário com aproximadamente 200 palavras faladas de forma aproximada.

Com 36 meses/ 3 anos a criança já tem muitas palavras no vocabulário, com aproximadamente 1000 palavras. A fala é mais clara com poucas trocas nos sons da fala.

Quando você percebe que a criança não atingiu os marcos do desenvolvimento da fala e linguagem é necessário procurar uma avaliação fonoaudiológica. A dificuldade de fala e/ou o atraso de fala pode impactar no comportamento da criança, a tornando isolada e muito chorosa.

(*) Camila Koszka - Fonoaudióloga infantil, com especialização em Denver e ABA naturalista e mais de 17 anos de experiência clínica, guiando pais e pacientes neurotípicos nos transtornos fonológicos e desenvolvimento da fala e linguagem. Autora do livro "Simplificando o autismo" (Literare Books International). Instagram: @camilakoszka.fono

Receba nossas notícias em primeira mão!

Mais lidas
Ver todas as notícias locais