Buscar no site

O poder do urucum contra a queda de cabelo

Assessoria de Comunicação/ Ana Carolina Patrão

  • 07/06/23
  • 21:00
  • Atualizado há 58 semanas

Farmacêutico explica a relação e os benefícios do óleo de urucum com a queda capilar; de acordo com estudos, tratamentos desenvolvidos a partir do fruto tiveram mais de 15% de eficácia no aumento capilar

São Paulo, junho de 2023 - O urucum, planta nativa da América tropical, mais especificamente da bacia amazônica brasileira, possui diversos benefícios para a nossa saúde. Além de ser uma fonte completa de vitamina E, o urucum também é rico em vitamina A, fósforo, magnésio, cálcio, potássio, carotenoides e flavonoides, sendo um poderoso antioxidante.

Mas além desses benefícios, e de também ser popularmente conhecido como um bronzeador natural, o óleo de urucum é uma fonte natural com 100% de tocotrienóis (um nutriente essencial para o corpo, proveniente da família da vitamina E) e com alto potencial contra a queda de cabelo.

"Os tocotrienóis encontrados nas fontes de vitamina E, assim como o urucum, comparados aos tocoferóis, são 60 vezes mais antioxidantes e possuem potente ação contra o estresse oxidativo. O óleo de urucum, por sua vez, é uma fonte completa de vitamina E composta com 100% de tocotrienóis, o que o torna um potente agente contra a queda de cabelo e alopecia", explica Dr. Maurizio Pupo, farmacêutico e professor especialista em cosmetologia.

Relação entre a queda de cabelo e o urucum

Não necessariamente a queda de cabelo significa um problema de saúde, mas sabe-se que existe uma forte relação entre o estresse oxidativo e a diminuição capilar. "Isso se confirma pelos níveis de glutationa - principal antioxidante natural do organismo - estarem baixos em pessoas que apresentam queda de cabelo. Com os níveis de glutationa baixos, os radicais livres, responsáveis pelos danos celulares, proporcionam o estresse oxidativo que ocasiona essa queda capilar", diz Dr. Maurizio.

Além disso, de acordo com estudos realizados na Universidade Sains Malaysia, na Malásia, com voluntários que sofriam com queda de cabelo, após quatro meses de testes, o grupo de voluntários que recebeu tratamento com tocotrienóis teve um aumento significativo de 15,2% de fios, enquanto os voluntários que receberam placebo, tiveram um aumento de apenas 3,2% de fios.

Benefícios do óleo de urucum

"Ainda vale ressaltar que o óleo de urucum auxilia na diminuição do sebo (capilar e corporal), além de também apresentar outros benefícios para o corpo em geral, como ação anti-inflamatória, antimicrobiana e anti-osteoporose. E quando falamos de estética, os benefícios também vão além da queda capilar, como: ação contra o envelhecimento da pele e antirrugas, hidratação da pele e minimização da hiperpigmentação", explica Dr. Maurizio.

E, mesmo tendo propriedades que favorecem o bronzeamento da pele, o óleo de urucum oferece proteção contra os raios solares. "Por ser uma planta que contém flavonoides, ou seja, potente ação antioxidante, ele tem grande eficácia como ativo em proteção solar, com um fator médio de 5.5. Mas claro que, somente o óleo de urucum não substitui o protetor solar, sendo apenas um auxílio extra para a nossa pele contra os malefícios da radiação solar", ressalta o especialista.

E para que todos esses benefícios possam ser usufruídos, o farmacêutico indica como o urucum pode ser utilizado. "Caso opte por suplementação, ela deve ser feita por meio de cápsulas manipuladas derivadas do óleo de urucum. Já para uso caseiro, é da semente do urucum que são extraídas as substâncias ativas e, desta forma, é possível consumi-lo por meio de chás preparados a partir das folhas secas ou frescas, no óleo para a culinária ou como corante na alimentação. Ainda vale ressaltar que, hoje em dia, pomadas também são fabricadas com o extrato do urucum, que são utilizadas principalmente em casos de cicatrização, queimaduras e dermatites", finaliza o farmacêutico.

Receba nossas notícias em primeira mão!

Mais lidas
Ver todas as notícias locais
Colunistas Blog Podcast
Ver todos os artigos